• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    10 pontos para manter um bom corpo, se alimentar bem e conseguir viver

    Conheça 10 dicas para que você possa viver uma vida feliz, saudável e buscando sempre o melhor dentro da musculação!

    Todos os aspectos que cercam a vida, muito provavelmente tem relação com a sua dinamicidade, sendo que, por mínimo que seja, quaisquer modificações interferirão direta ou indiretamente em grandes pontos. Sendo complexo ao ponto de considerar desde acontecimentos macro, visíveis a olhos nus, aos acontecimentos pequenos, microscópicos, além dos sociais também, o ser humano deve saber alinhá-los a fim de obter resultados satisfatórios no que busca.

    dicas-para-uma-vida-mais-saudavel

    Comprar Whey Isolado VP2

    Não é diferente dentro da prática esportiva, seja ela profissional ou simplesmente amadora. É necessário fundamentar alguns aspectos os quais muitas vezes não levamos em consideração e que, certamente se levássemos, conseguiríamos ter um progresso ainda maior.

    Neste artigo, serão tratados dez pontos fundamentais que podem incrementar benefícios múltiplos a quem deseja ter um bom corpo, se alimentar bem e ao mesmo tempo, conseguir uma vida social adequável, a qual não o obrigue a abdicar-se de muitas coisas as quais gosta de fazer.

    1- Seja sempre positivo ao ver as coisas

    Apesar da necessidade da racionalidade no mundo contemporâneo, quando em excesso, ela pode representar muito mais aspectos ruins do que bons: Você passará a enxergar o mundo de uma maneira crítica demais, a qual o levará muitas vezes mais ao negativismo do que a realidade em si e isso faz com que o desânimo passe a aparecer constantemente.

    Você deve estar bem consigo antes de buscar coisas boas, do contrário, tudo não terá sentido. É importante entender que a automotivação é algo fundamental para se sentir capaz de ver-se realizando algo. Portanto, desânimo para baixo!

    2- Ingira mais proteínas na dieta

    Pode parecer algo clichê essa história da ingestão de proteínas para praticantes de atividades físicas. Inquestionavelmente, são elas os principais substratos para a construção corpórea, para o desenvolvimento dos tecidos e das funções do corpo, nos processos enzimáticos, no fornecimento de energia, entre muitos e intermináveis outros pontos.

    proteinas-de-boa-qualidade

    Porém, há um ponto além do que unicamente os resultados estéticos obtidos através de um consumo proteico adequado: Esse ponto diz respeito a produção hormonal. Uma pessoa que tenha déficits proteicos, dificilmente terá uma produção hormonal boa. E isso, pode resultar não só em prejuízos físicos, mas ainda, pode alterar o humor, pode alterar processos básicos do corpo e interferir diretamente na vida. Portanto, mais do que questões relacionadas a aparência do seu físico, são as questões relacionadas com a sua saúde mental.

    3- Otimize e opte por mudanças periódicas

    Quem nunca caiu em algum tipo de ciclo vicioso o qual se tornou chato? Quantas vezes não passamos a não gostar de nossas rotinas por elas sempre serem a mesma? Ora, isso está diretamente ligado a dinamicidade da vida e do ser humano como um todo! Tudo que se repete demais, desgasta… Tudo que é extremamente presente, se torna massante. Então, você deve entender que seu corpo e sua mente necessitam de mudanças e, mudanças essas que passem a ocorrer periodicamente, sejam nos sentidos de treinamento, de dieta, de descanso, de métodos de treino ou outro ponto qualquer.

    Seu corpo, apesar de ser uma máquina, não deve ser milimetricamente programado. Dar diferentes estímulos e, de diferentes maneiras é mais do que essencial.

    4- Não se prive de comer o que gosta de vez em quando

    Dieta é algo essencial para ter bons resultados na musculação. É através dela que garantiremos um fornecimento adequado de nutrientes, bem como de garantir que não há nada faltando na dieta. Devemos primordialmente preconizar alimentos saudáveis, naturais e o menos processados possíveis na maioria do tempo. Isso, obviamente, resulta em privações, as quais resultam em alguns transtornos: Você passa a não comer tudo que gosta e o quanto gosta, você passa a não poder sair a todo instante para manter a dieta, você passa a retirar itens os quais sua família tem o hábito de comer, entre outros.

    Porém, a mente é algo que fala muito alto! Sem sombra de dúvidas, é necessário trazer alívio para ela também. Portanto, de vez em quando, que seja uma vez por semana ou uma vez a cada quinze dias ou, a depender de suas condições físicas e psicológicas comer algo que gosta. Obviamente, não há necessidade de exageros, mas, não se prive por completo.

    lanche-mc-donalds

    Procure apenas evitar o álcool e procure, de qualquer forma, manter o restante das refeições o mais possível perto do que você mantém em dieta.

    Não é conveniente usar “receitas fit”. Apesar de convenientes, que elas sejam usadas EM DIETA, pois, não substituem por completo os alimentos “do mundo”. Além disso, esse processo pode ajudar em questões físicas, auxiliando a acelerar o metabolismo e, principalmente auxiliando a mantê-lo ativo e pronto a responder a novos estímulos.

    5- Concentre em atividades as quais não envolvem apenas a musculação

    Obviamente, para casos onde a musculação é utilizada como esporte para competição, talvez não convenha executar outras modalidades físicas, pela necessidade de descanso e principalmente de evitar o estresse muscular.

    Entretanto, para quem usa a musculação como coadjuvante ou apenas para obter um bom corpo, inúmeras atividades podem ser inclusas em sua rotina, maximizando os resultados físicos e mentais.

    Práticas como a Yoga, o Pillates, os alongamentos e atividades de concentração, podem ser ótimas opções, a fim de melhorar a sintonia da mente com o corpo, a flexibilidade e outros pontos. Ainda, podemos pensar em esportes de condicionamento físico como danças rítmicas, jumpping, sppining e outros.

    Obviamente, essas atividades devem ser dosadas a fim de não comprometer os resultados estéticos da musculação também. Lembre-se também de, se necessário, compensar os gatos energéticos da mesma. Isso é fundamental para garantir um ambiente anabólico em seu corpo.

    Cupom de Desconto DDM

    6- Procure dormir adequadamente

    Mamãe já dizia que o sono é algo essencial para crianças crescerem, não é mesmo? E ela tinha razão (como sempre!). O sono é responsável pela recuperação não só do físico, mas, da mente, principalmente. É através dele também que não só descansamos o corpo, mas, conseguimos otimizar a produção e secreção de muitos hormônios anabólicos tais quais a testosterona, o GH, alguns fatores de crescimento, entre outros.

    Dormir cerca de 8h por noite, ao menos, é fundamental. Porém, mais do que isso, devemos avaliar a qualidade do sono que deve ser boa/ótima. Pessoas que dormem 6 horas bem dormidas, podem ser mais beneficiadas do que pessoas que dormem 8 horas mau dormidas ou mais, sendo que, mesmo o excesso de sono também prejudica os benefícios do mesmo. Procure utilizar bons travesseiros, roupa de cama sempre limpa e livre de odores. Durma em um ambiente o máximo escuro possível, bem como, silencioso por completo. Ruídos e luminosidade podem interferir negativamente em seu sono. Procure ainda, se desligar de pensamentos. Pense que o sono é um momento UNICAMENTE SEU!

    7- Não consuma álcool, tabaco e drogas

    O álcool, o tabaco e mesmo as inúmeras drogas existentes hoje, certamente são utilizadas há muitos e muitos anos com as mais diversas finalidades. Entretanto, sabe-se que, apesar do que cada povo conservava em sua cultura para com essa utilização, os malefícios eram evidentes, mesmo que, de alguma forma, pudessem mostrar algum benefício.

    O álcool é um agente o qual diminui a glicemia, causa desidratação, prejudica a síntese de glicogênio, aumenta as taxas catabólicas do corpo, reduz os níveis de testosterona, aumenta o tecido adiposo pelo alto valor energético e ainda, pode estimular efeitos depressivos.

    nao-a-dependencias-viciosas

    O tabaco por sua vez, prejudica, em especial o trato respiratório, pode ter influências no trato gástrico, pela fumaça muitas vezes engolida, causa declínios hormonais, em especial de testosterona, diminui a oxigenação dos inúmeros tecidos do corpo etc

    Por fim, a maioria das drogas, atuantes no sistema nervoso central, apresentam ainda mais malefícios: Entre eles os efeitos psicóticos, depressivos, de hiperatividade, transtornos, quedas hormonais, diminuição da massa muscular, redução do apetite de maneira excessiva, dores no trato gástrico.

    Isso tudo, sem contar todos os efeitos de vícios que esses agentes podem causar.

    Portanto, mesmo que em baixas quantidades, evite ao máximo todos eles ou, simplesmente retire-os por completo de sua vida. Você verá que, apesar de algumas dificuldades, terá valido muito a pena.

    8- Mantenha um nível cardiovascular aceitável

    Muitas pessoas, em especial praticantes de musculação os quais visam o aumento de peso corpóreo, desconsideram quase que por completo (quando não por completo) um bom condicionamento aeróbio em sua vida. Entretanto, com exceção de alguns níveis profissionais, manter o mínimo de qualidade cardiovascular é essencial não só para o desempenho esportivo ser melhor, mas ainda, por questões relacionadas à saúde, que são ainda mais primordiais.

    O condicionamento aeróbio além das funções relacionadas à saúde as quais já conhecemos bem, possuem efeitos que melhoram a síntese proteica (desde que feitos na intensidade correta, bem como frequência e duração corretas), auxilia na melhor distribuição de nutrientes e oxigenação aos inúmeros tecidos corpóreos, auxilia no aumento à sensibilidade à insulina, aumenta a capacidade do corpo em promover a lipólise, ou seja, a eliminação da gordura corpórea para ser utilizada como fonte de energia, auxilia numa melhor circulação e até mesmo pode auxiliar positivamente no sono.

    É importante ainda, lembrarmos que, se  o objetivo for o aumento de massa muscular, você deve se atentar ao fato da compensação energética pelo que for desprendido nos aeróbios, além de que, esses não devem ser extremamente exaustivos e tampouco ultrapassar uma frequência de 3 vezes na semana.

    9- Aproveite o momento pós-treino para comer algum doce que goste

    O momento pós-treino aceita grandemente uma boa quantidade de carboidratos no corpo, pela depleção de glicogênio que há durante a prática física. Obviamente, sabemos que os carboidratos são desnecessários nesse momento, mas, eles podem servir de estratégia para que você possa comer algum tipo de doce que queira.

    O momento pós-treino possui uma aceitação tão boa de carboidratos que, dificilmente esses são convertidos em gordura corpórea e, portanto, é o momento ideal caso você sinta essa necessidade. Aliás, é muito mais conveniente ingerir algum tipo de doce nesse momento do que em outro qualquer. Opte por doces sem gorduras, sem fibras e sem muitas misturas. Quanto mais simples forem os carboidratos a serem ingeridos, melhor será.

    10- Consuma uma boa quantidade de lipídios na dieta

    Antigamente, os lipídios eram os macronutrientes mais crucificados e mais mistificados os quais existiam. O acúmulo de gordura corpórea, o sobrepeso, o aumento das doenças cardiovasculares, o aumento de doenças metabólicas, o aumento de doenças relacionadas a dislipidemias e outras tantas eram, normalmente associados ao alto consumo de lipídios. O que não se sabia é que essa classe de macronutrientes é não só importante para o corpo, mas, uma das principais. Eles são matéria prima para a produção de inúmeros hormônios (como a testosterona, por exemplo), a produção de ácido biliar, a produção de neurotransmissores entre outros. Esses fatores interferem diretamente no metabolismo e, claro, na qualidade de sua vida, tanto em aspectos físicos como até mesmo em questões límbicas.

    azeite-na-folha-de-alface

    Apesar da mistificação entre “gorduras boas e gorduras ruins”, é necessário entender que ambas são importantes ao corpo, desde que utilizadas nas quantidades e nos momentos corretos. Quaisquer excessos, assim como faltas serão prejudiciais ao corpo.

    Procure apenas evitar gorduras trans e grande parte das gorduras de alimentos processados. Em geral, dê preferência às oleaginosas (nozes, macadâmias, amêndoas, castanhas, pistache, avelãs etc), abacate, peixes gordos, carnes (brancas e vermelhas), côco (bem como o óleo extra-virgem), azeitonas, pois, isso já será o suficiente para garantir uma boa ingestão desta classe de macronutrientes.

    Conclusão:

    É possível aliar uma vida saudável com a prática esportiva e, claro, a socialização. Entretanto, você necessita de disciplina para manter um controle sobre tudo e, mais do que isso, uma perfeita organização sinérgica a qual possa proporcionar resultados convenientes ao que você deseja.

    Lembre-se: Todos os resultados serão sinônimo de seu esforço e sua dedicação!

    Bons treinos!

    Artigo escrito por Marcelo Sendon (@marcelosendon)



    /* */