• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    5 dicas rápidas para evitar o overtraining

    Esta sentindo seu corpo cansado para treinar? Você pode estar entrando em overtraining. Saiba como isso pode ser evitado

    Comprar Whey Protein Feminino

    Hoje, a valorização do corpo perfeito e de uma forma física invejável (muitas vezes almejada de forma rápida), faz com que muitos erros ocorram durante tal processo. É comum ver pessoas que praticam modalidades esportivas específicas sem a devida orientação profissional. Isso, pode tranquilamente levar o indivíduo a entrar em um processo de overtraining.

    Seus ganhos estão sendo dificultados pelo cansaço, falta de ânimo ou dores no corpo? Você pode estar então entrando em overtraining. Mas afinal, o que é e como evitar o overtraining? Conheça as respostas lendo este artigo.

    Overtraining (comum em adolescentes e até mesmo em atletas desinformados), basicamente pode ser entendido como o excesso de treinamento, muitas vezes seguido de uma alimentação incoerente e um descanso pífio que faz com que o corpo não cosiga se recuperar entre as sessões de treinamento.

    [ad#2]Alguns de seus principais sintomas são:

    • Irritabilidade
    • Agressividade
    • Cansaço
    • Perda de apetite
    • Insônia
    Perda de peso
    • Perda no rendimento
    • Resfriados constantes
    • Dores de cabeça
    • Impedimento do crescimento muscular
    • Disfunções hormonais
    • Depressão
    • Ansiedade

    Mas afinal, como evitar o tão temido overtraining? Ficam aqui 5 dicas básicas para isto:

    1 – Procure manter o descanso adequado entre as divisões dos grupos musculares

    Saber dividir os músculos na semana é algo primordial não só para o bom desenvolvimento, mas para evitar o overtraining. Atletas como Dorian Yates e Mike Mentzer prezavam muito por esse cuidado. Por isso, divida seu treino de maneira a não trabalhar grupos musculares seguidos ou muitas vezes na semana.

    Um exemplo de treino “errado” ou que, provavelmente não teria o descanso adequado é:

    Cupom de Desconto DDM

    A)    Peito e Bíceps

    B)     Costas/Deltóides

    C)    Bíceps/Trapézio

    D)    Pernas/Tríceps

    E)     Panturrilhas/Abdômen

    É claro que visivelmente o treino está muito mal dividido. Por exemplo, Costas no segundo dia seria altamente prejudicado pelo trabalho de bíceps no primeiro treino e, consequentemente o bíceps também não teria o descanso adequado. Da mesma forma, o trapézio entraria em um dia seguido de um treino que também o solicita. O tríceps provavelmente não teria o descanso adequado pelo trabalho de deltóides anteriormente. (usa-se muito o tríceps em desenvolvimentos e afins)

    Então, a dica é: Divida coerentemente seu treino.

    2 – Procure manter a alimentação adequada

    Nada adianta ter um bom treino, um bom descanso se a alimentação for falha. Saber o que, quando e o quanto comer é primordial para cada objetivo. Saiba sempre balancear os micro e macro-nutrientes.

    Além disso, muitos alimentos ajudam a prevenir o stress e reconstruir a musculatura microlesionada.

    3 – Durma ao menos 8 horas por dia

    Um bom sono, em estado anabólico (alimentação) é primordial não só para o bom crescimento muscular, mas para a produção hormonal e para um descanso geral do corpo. Toda máquina, se for sobrecarregada, gerará problemas e, o corpo humano não se difere disso.

    O mínimo de 8 horas de sono é primordial para uma boa saúde. Mas também, não abuse dormindo o dia todo. Isso também é prejudicial.

    4 – Suplemente quando necessário

    Algumas necessidades específicas não são supridas com uma boa alimentação. Por isso, saber o que e quando suplementar é ideal para manter um bom funcionamento dos processos biológicos do corpo, evitando assim, o overtraining.

    5 – Controle o equilíbrio dos trabalhos aeróbios e anaeróbios

    Manter o equilíbrio de ambos os trabalhos também é primordial para que haja um bom descanso. Saiba quando fazer cada coisa e o quanto fazer. Não exagere nem em um nem em outro e, tampouco nos dois ao mesmo tempo.

    Artigo escrito por Marcelo Sendon



    /* */