• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    A segurança não deve ser negligenciada em busca da produtividade

    Frequentemente vemos indivíduos reclamando que adquiriram algum tipo de lesão com a prática de musculação com pesos. Essas lesões, na maioria dos casos são reversíveis, tratáveis e possuem grandes chances de desaparecerem com os cuidados adequados. Porém algumas outras podem ser permanentes, fazendo com que um indivíduo tenha limitações na prática não só de musculação, mas de atividades físicas em geral ou até mesmo não possa realizar alguma prática física de média/alta intensidade.

    Treinando com equipamentos de segurança

    Comprar suplemento ZMA da Xcore Nutrition

    Os principais fatores que são relacionados a esse problema são a negligência e falta de orientação correta, seja em quaisquer níveis do praticante de musculação. Infelizmente muitos dos lesionados passam a julgar a musculação como algo prejudicial ou de alto risco de lesão, quando na realidade essa é uma das práticas esportivas mais seguras que se tem, desde que feita da maneira correta.

    Falar de segurança, vai muito além do que simplesmente obter formas seguras para a execução dos movimentos da musculação. Falar em segurança é falar da prática correta e devidamente assegurada em todos os seus aspectos, desde o maquinário a ser utilizado, a frequência da realização dos treinos ou até mesmo a combinação entre movimentos. Mais do que simples informações a respeito de como evitar lesões, esse é um alerta o qual deve ser dado aos indivíduos para que possam driblar esses contratempos.

    Negligenciando a segurança dos exercícios: A principal causa de lesões

    Alguns exercícios são tipicamente presentes em larga escala dentro de academias. Entre eles, podemos citar o supino reto, as elevações laterais e o pulldown. Certamente, esses exercícios estão presentes na maioria dos treinos, seja por sua tremenda eficácia ou por sua forma básica, simples e objetiva de recrutar a musculatura alvo. Além disso, contamos com a popularidade desses exercícios, como o supino reto, fazendo com que sejam tidos praticamente como regras em qualquer tipo de treino.

    Entretanto, apesar da eficácia a qual esses exercícios representam, todos eles são exercícios os quais podem gerar grandes lesões. Podemos citar o supino reto: um ótimo exercício para peitorais, que recruta também os tríceps, os deltoides e outras regiões estabilizadoras do movimento. Apesar disso, um exercício com uma biomecânica muito propensa a ocasionar lesões. E não é infrequente vermos indivíduos lesionando o manguito rotator, os deltoides ou mesmo o ligamento do peitoral neste movimento. Entre as principais causas, podemos citar a negligência pela não utilização de máquinasNão é necessário apenas utilizar máquinas, mas sim saber quando utilizá-las. Por exemplo, suponhamos que um indivíduo esteja no final do treinamento e seu último exercício para peitorais seja o supino reto. Então, por que não utilizar as máquinas que tem uma estabilidade melhor, visto que os músculos estabilizadores e auxiliarem estarão cansados dos exercícios passados?

    Acidente no supino reto com barra

    A estabilidade é fundamental nesse caso, pois, sem ela, corremos o risco não só de proporcionar maiores chances de lesões pela biomecânica incorreta de um exercício, mas ainda, sofrer um belo acidente!

    Outro caso em que máquinas poderão ser muito mais eficazes e seguras, é o de exercícios realizados após a pré-exaustão. Estando o músculo já “exausto”, pode-se necessitar de maior estabilidade para o trabalho na musculatura alvo, visando assim não só a prevenção como um trabalho máximo também.

    Cupom de Desconto DDM

    Portanto procure fazer de seu treino algo produtivo, mas nunca colocando a produtividade na frente da segurança. Lembre-se se um dia você se lesionar, não haverá nenhuma produtividade durante um bom tempo.

    Uso inadequado de equipamentos

    Nos dias de hoje, muitos são os equipamentos que podemos usar como suporte para ajudar a segurança de nosso treino. São equipamentos auxiliadores, estabilizadores, aumentadores de performance e etc. Porém os praticantes de musculação tem feito um mau uso desses equipamentos e é isso que vamos tentar entender e corrigir neste tópico.

    Entre esses equipamentos podemos citar munhequeiras, faixas de joelho, cintos, faixas de cotovelo e punho, cotoveleiras, camisa de força, joelheiras, tornozeleiras, bandagens, straps e etc. Esses equipamentos em muitos dos casos apresentam uma grande eficácia, principalmente os relacionados com a segurança, como o cinto.

    Uso de straps na musculação

    O que ocorre é que muitas pessoas acham que esses equipamentos podem promover milagres e alguns indivíduos passam a utiliza-los indiscriminadamente. Não é a toa que frequentemente vemos pessoas que colocam o cinto para utilizar mais carga em um exercício que já não estão suportando, munhequeiras a afim de conseguir mais peso na rosca direta ou straps para conseguir pegar mais peso nos pulleys. Esses usos são bastante prejudiciais no quesito de fortalecimento da musculatura e também NÃO irão prevenir por completo o risco de lesões. O nome dos equipamentos já diz, é para segurança na execução do exercício e na estabilização e não para você usá-los a fim de colocar carga que você não aguenta fazer.

    Por outro lado ainda, esses equipamentos são desconsiderados por muitos, o que não é interessante também. Procurar agachar sempre de cinto ou realizar levantamentos terra com o equipamento é fundamental e não irão prejudicar seus ganhos de estabilidade, como alguns costumam citar.

    Procure ser equilibrado e acima disso saber como e quando utilizar cada um desses equipamentos.

    Leia mais sobre este assunto: http://dicasdemusculacao.org/uso-indiscriminado-de-equipamentos-no-treino-de-musculacao/

    Saber descansar também é sinônimo de segurança

    Sim! Descansar é um item básico de segurança o qual não deve ser negligenciado pela produtividade.

    Saber recuperar adequadamente, não só a musculatura, mas também as estruturas, como os tendões, as articulações, os ligamentos e etc, é fundamental para obter treinos mais intensos e sem riscos de overreaching e overtraining nessas estruturas, o qual pode acarretar sérias lesões e lesões irreversíveis.

    Portanto, considere o descanso adequado em seu planejamento e em sua periodização. Esse é um item indispensável de prevenção que deve ser levado SEMPRE em consideração.

    Conheça os efeitos de um sono anabólico

    Conclusão:

    Fica claro que não podemos deixar a nossa segurança em segundo lugar e colocar a produtividade do treino em primeiro. Isso porque, se nos lesionarmos por negligenciar a segurança, não teremos nenhuma produtividades, visto que quem está lesionado não consegue treinar. Então o que é melhor? Produzir muito com alto risco de lesão ou produzir bem com apoio da segurança?

    Portanto procure-se manter constante e sempre em treinamento e para isso você deve colocar a segurança em primeiro lugar, SEMPRE.

    Bons treinos!

    Artigo escrito por Marcelo Sendon (@marcelosendon)



    /* */