• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    Aprenda 5 dicas iniciantes para ter bons resultados na musculação

    Conheça algumas dicas de iniciantes, que te acompanharão para o resto da sua vida de praticante de musculação. Dicas que irão lhe ajudar a conquistar seu objetivo mais rapidamente.

    Quando entramos em uma academia, um mundo novo se abre para nós. Chegamos lá sem saber de nada, com uma unica certeza: de que vai emagrecer ou vai ganhar massa e ficar “forte”. Porém com o passar do tempo começamos a perceber que não é só ir lá e treinar que irá nos fazer alcançar nossos objetivos. É preciso mais do que isso. Por se você é iniciante, hoje vamos te dar uma dicas legais para que você possa obter bons resultados na musculação.

    Iniciante no treino de musculação

    Comprar Suplemento BCAA Optimum Nutrition

    Construir ganhos progressivos na musculação é algo o qual poucos conseguem fazer. Muitos são os fatores que levam a uma boa construção corporal e a maioria tende a desistir no meio do caminho. Mesmo os que insistentemente continuam, muitas vezes caem em um grau de estagnação realmente absoluto, fazendo assim com que os ganhos passem a acontecer muito lentamente, isso quando acontecem.

    Por isso conhecer algumas dicas de quem já passou por isso e pode acrescentar experiência é fundamental para a construção de qualquer objetivo. Hoje vamos conhecer 5 dicas simples, mas que farão a diferença para que se consiga obter bons resultados. Se você é iniciante, aproveite essas dicas, pois elas são muito importantes.

    1- Saiba quando é hora de “dar um tempo” e descansar

    Descansar é algo imprescindível ao corpo humano, bem como para a maioria dos seres animados. É através do descanso que conseguimos realizar inúmeras reações metabólicas e ainda deixar o corpo em um estado “ameno”, trazendo o relaxamento e a recuperação do corpo em geral. O cérebro é um dos órgãos mais privilegiados com o descanso. Apesar de não parar seu funcionamento, ele entra em um estado de emissão de ondas as quais são extremamente benéficas para si e consolidarão um melhor desempenho do mesmo.

    Descansar o corpo

    Muitos indivíduos tendem a descansar pouco ou nada. Esse “descanso” pode ser tido como referência, desde o treinamento em si até o descanso pós-treino, seja no dia do mesmo ou no decorrer dos dias de recuperação. Com um baixo descanso a tendência é a queda de performance por questões físicas e mentais. Os estímulos ao catabolismo muscular também são fatores que devem ser observados.

    Seu corpo necessita armazenar glicogênio nos músculos, refazer estruturas musculares, entre outros processos, para então permitir um próximo bom treino. Esses são aspectos que demoram e necessitam de paciência. Não descansar adequadamente leva o indivíduo a uma sobrecarga desnecessária de músculos ou mesmo tendões, articulações etc.

    Portanto, se você realmente quer progresso, considere descansar mais. Cerca de 3-5 sessões de treinamento sério por semana já são mais do que suficientes.

    2- Ter paciência é algo fundamental

    A vida corriqueira do ser humano faz com que ele não queira esperar pelas coisas, bem como as queira da maneira mais rápido possível. Entretanto, tratando-se do corpo humano não podemos considerar o aspecto rapidez nesse quesito. Não é a toa que muitos apelam para a utilização de métodos os quais podem acelerar esse processo, o que de fato é verdade, mas que possui uma gama de outros fatores prejudiciais, os quais podem fazer com que após a retirada desses métodos, os ganhos venham a desaparecer, além de todo o prejuízo causado ao organismo.

    Ampulheta

    As reações metabólicas levam tempo para ocorrer, fazendo com que seja necessário um tempo para sua efetivação. Imaginemos, por exemplo, a síntese de glicogênio muscular: A mesma ocorre constantemente, desde que estejamos alimentados. Mesmo quando não estamos, muitas vezes passa a ocorrer a gliconeogênese, que também dará origem ao glicogênio. Sendo um dos processos mais rápidos de metabolização, a síntese de glicogênio leva em torno de pelo menos 48h para ocorrer, isso é, porque estamos falando de um processo metabólico relativamente rápido e não tão complexo como o proteico. Imagine agora, a síntese de proteínas e a reestruturação das pequeninas miofibrilas em suas mínimas unidades. Imagine ainda a reestruturação de tendões, ligamentos e outros itens após um treinamento… É, viu como a paciência é algo fundamental. Nada no corpo se recuperar rapidamente e nós precisamos desta recuperação para poder reconstruir e progredir.

    Cupom de Desconto DDM

    Para terminar, imaginemos ainda que essas são só as reações microscópicas metabólicas. Imagine isso trazido ao macro e imagine isso trazido a RESULTADOS. Sim, é algo demorado, mas é algo que vale a pena esperar e fazer por onde!

    3- Utilize a termogênese como sua grande aliada!

    A termogênese é o processo o qual envolve o aumento da temperatura do corpo, processo esse muito conhecido por quem quer queimar mais gordura. Sendo assim, podemos pensar na termogênese ao nosso favor de duas maneiras:

    A primeira delas é referenciando o aumento da temperatura corpórea, o qual, quando elevada, tende a acelerar as reações metabólicas e o metabolismo, assim promovendo itens como a diurese ou a sudorese, reduzindo a retenção hídrica.

    Comendo pimenta para aumentar termogênese

    A segunda forma de pensar na termogênese é utilizando nossa temperatura corpórea para aquecer algo, fazendo assim com que o corpo gaste mais calorias.

    No primeiro caso, o consumo de substâncias como as derivadas de pimentas, os polifenóis da canela, a cafeína e outras xantinas, teremos um bom resultado no aumento da termogênese. Além disso, a inserção de roupas de calor ou um bom treino com moletons podem favorecer esse aspecto. Entretanto, cuidado com a desidratação, neste último caso!

    Já no segundo, é possível utilizar a temperatura corpórea para aquecer algo, por exemplo, ingerindo água gelada. O corpo terá de deixá-la em sua temperatura média (para que haja equilíbrio com o meio), assim desprenderá energia para isso.

    Todos os processos termogênicos, se bem aliados na dieta, com o treino e, claro, com o descanso, favorecerão a aceleração do metabolismo, resultando em menores chances de acúmulo de gordura, melhor metabolização entre outros fatores.

    4- Levante mais pesos e faça menos aeróbios!

    Muitos indivíduos realizam inúmeros treinos aeróbios quando desejam manter-se com o percentual de gordura corpórea baixo, o que é um grande erro! Diferente do que imaginam, desprender calorias no momento da atividade física não é a única maneira de perder peso e pode até acabar dificultando se feito em excesso.

    Levantando peso no supino reto

    O excesso de aeróbios costuma influenciar na produção de hormônios extremamente catabólicos como o cortisol. Além disso, a depender do tempo investido nos mesmos, podemos entrar em processos gliconeogênicos, o que poderá influenciar em proteólise, ou seja, na utilização de proteínas para a construção de novas moléculas de glicose.

    Os exercícios aeróbios, também, tendem a não consumir muita energia no período de recuperação e também não estimulam significativamente nem a manutenção e tampouco a construção da massa muscular. Não é a toa que sempre vemos pessoas “flácidas”, sem boa densidade muscular fazendo aeróbio. Perdendo peso, mas com um corpo estéticamente ruim.

    Por outro lado, os exercícios com pesos possuem menores chances de ser catabólicos a ponto de influenciar negativamente no ganho muscular, desde que haja senso no treino, na dieta e no descanso. Os exercícios com pesos também estimulam fatores hormonais anabólicos, estimulam a síntese proteica no período de recuperação e também auxiliam no gasto energético durante a atividade física, propriamente dita.

    Portanto, esqueça longos períodos de aeróbio. Opte por um treino básico e preciso na musculação.

    5- Coma frequentemente

    Comendo comida japonesa

    Sim, é certo que comer frequentemente, como se publica por aí, não auxilia mais ou menos na perda de peso. É sabido que o principal fator mesmo associado com o ganho/perda de peso é o saldo energético.

    Entretanto, comer frequentemente auxilia na manutenção da massa muscular pelo controle de alguns hormônios importantes no corpo. Isso nos é conveniente não somente pelo fator estético, mas também para auxiliar na melhora do metabolismo como um todo. Dessa forma, lembre-se que um metabolismo eficaz influencia negativamente ou positivamente em todos os aspectos que regem o corpo.

    Portanto, espace suas refeições e as faça sempre de maneira adequada, bem como frequente e de acordo com as suas necessidades individuais. Isso é fundamental.

    Conclusão:

    Obter algumas dicas podem ser úteis para a mente e o corpo. Isso porque, ambos estão interligados em um importante sistema e funcionam em paralelo, definindo não só os resultados estéticos, mas os relacionados à saúde de uma pessoa.

    Procure não negligenciar alguns aspectos e utilizar pequenas dicas importantes e regrinhas básicas frente a sua individualização. Certamente, com trabalho sério, os resultados serão surpreendedores!

    Bons treinos!

    Artigo escrito por Marcelo Sendon (@marcelosendon)

    Um Comentário

    1. Igor Rodrigues Oliveira 2 anos atrás


    /* */