• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    Aprenda 3 dicas para enganar o apetite durante a fase de restrições na dieta

    Conheça algumas dicas que poderão lhe ajudar a driblar a fome e enganar seu estômago durante a fase de dietas mais restritivas!

    A fase de restrição dietética, normalmente é odiada pela grande maioria das pessoas, em especial, as que gostam de comer e que sentem prazer nisso. Obviamente, ficar sem comer o que se gosta, comer em quantidades muito menores, abrir mão de alguns exageros gastronômicos entre outros são apenas “clichês” desse tal “pesadelo”.

    dicas-enganar-dietas-restritivas

    Comprar Suplemento BCAA Optimum Nutrition

    Como se não fossem suficientes todos esses transtornos trazidos pela redução dietética, ainda contamos com o fator psicológico, ou seja, “tudo que é proibido é mais gostoso”, além de que ele nos motiva a sentir ainda mais vontade do que não podemos, pelo menos temporariamente. Isso, normalmente resulta em problemas que fazem grande parte das pessoas desistirem de seguir em frente em busca de seu objetivo. E, foi justamente pensando nisso, ou seja, pensando em como auxiliar as pessoas a manter uma continuidade em seus protocolos, que neste artigo, conversaremos um pouco mais a respeito de estratégias fáceis, econômicas e simples para enganar o seu apetite ou mesmo enganar aquela vontade extra de algo desnecessário.

    1- Tenha sempre preparadas algumas porções de gelatinas diet/light

    Gelatinas não são alimentos tipicamente utilizados na dieta, pois não apresentam valor calórico significativo, não apresentam densidade energética significativa e também não apresentam micronutrientes. Entretanto, esse pequeno composto de origem bovina, pode ser um ótimo enganador do apetite. Em primeiro lugar, por sua palatividade doce, que auxilia o centro cerebral a “compreender” que há presença de glicídios no corpo. Em segunda instância, a gelatina auxilia no enchimento gástrico, favorecendo uma dificuldade extra para o esvaziamento gástrico, controlando assim o apetite.

    As gelatinas, apesar de serem boas estratégias devem ser devidamente escolhidas. Procure versões sem açúcar (claro) como as diet e light, procure marcas com um baixo teor de sódio (normalmente, as gelatinas costumam ter uma boa parcela de sódio) e, se possível, opte por marcas as quais não possuem excessos de adoçantes em suas fórmulas.

    gelatina-diet

    Certamente, ingerindo uma ou duas vezes por dia, em nada afetará sua dieta e seus resultados.

    Vale salientar que apesar da gelatina ser um ótimo alimento para enganar o apetite, ela NÃO possui função para aspectos como a melhoria da pele, melhoria articular, redução da flacidez, redução de estrias ou quaisquer outros fundamentos do gênero. Lembre-se que a gelatina é um composto de PROTEÍNAS (principalmente o colágeno). Logo, ela será hidrolisada no trato gastrointestinal, pois o mesmo só absorve AAs livres e alguns di e tri-peptídeos de tamanho bem diminuido, fazendo com que a forma do colágeno seja desfeita.

    2- Aumente a ingestão de fibras alimentares

    Não é por acaso que sempre recomendavam que deveríamos começar comendo pela salada para nos sentirmos saciados mais rapidamente à mesa, não é mesmo? Mas, isso tem uma lógica muito bem fundamentada a qual decorreremos a seguir…

    Existem basicamente dois principais tipos de fibras alimentares:

    Cupom de Desconto DDM

    – As solúveis: como as gomas, que tem a capacidade de reduzir o índice glicêmico da refeição, tem a capacidade de retardar o esvaziamento estomacal, auxiliam na redução dos níveis séricos de colesterol, auxiliam nos controles insulínicos, entre outros.

    – As insolúveis: fibras essas como a celulose as quais não são digeridas em nosso corpo e não fazem nenhum tipo de micela ou mesmo gelatinizam no sistema gastrointestinal.

    Ambas apresentam mínimo ou insignificante valor energético, não sendo um problema a sua ingestão.

    Fibras soluveis e fibras insoluveis

    A grosso modo, as fibras alimentares proporcionam uma saciedade prolongada, a qual é devido ao contato enzimático ser menor com seus substratos. Depois, elas ainda auxiliam a manter estáveis os níveis de secreções insulínicas, que controla o apetite por meio de sinalizações ao panículo adiposo. Por possuírem conteúdo sólido, também ajudam a preencher o estômago e fazer com que alguns receptores de estiramento das fibras estomacais sejam mais rapidamente ativadas, promovendo uma sinalização de saciedade. As fibras alimentares ainda, promovem um bom trânsito intestinal no cólon (em especial as fibras insolúveis), melhorando a fase final da digestão, auxiliando na prevenção de doenças intestinais (em especial o câncer de cólon), auxiliando no controle microbiano do local, entre outros.

    Entenda mais sobre as fibras: http://dicasdemusculacao.org/as-fibras-alimentares-e-seus-beneficios-para-a-saude/

    3- Ingira boas quantidades de água durante todo o dia

    Indiscutivelmente a água é um dos compostos mais peculiares da Terra. Sabendo de sua importância para o corpo humano, sua ingestão é fundamental para garantir o bom andamento de todo o metabolismo humano.

    Entre os aspectos conhecidos sobre a água, tais quais a hidratação, a solubilização e excreção de toxinas, a síntese de suor, lágrimas, as lubrificações de articulações, entre outros tantos, temos de considerar que esse composto pode auxiliar a literalmente “encher” o estômago, fazendo-o atingir a plenitude gástrica muito mais rapidamente. Em momentos os quais não estamos nos alimentando, ela também pode fazer esse papel e devemos lembrar que muitas vezes a própria sede é confundida pelo organismo como fome, fazendo-o comer desnecessariamente e sem aliviar tais sintomas. Portanto, lembre-se que não é por acaso que recebemos recomendações sobre a ingestão de água desde que éramos crianças.

    beber-agua-engana-estomago

    Conclusão:

    Existem muitas formas de auxiliar na redução do apetite. Porém, de maneiras simples, naturais e sem quaisquer efeitos colaterais, algumas pequenas dicas podem fazer a diferença em sua rotina e fazê-lo atingir de maneira mais eficaz seus resultados.

    Atingir uma satisfação própria é tão conveniente quando a satisfação “estomacal”. Portanto, tenhamos resultado e saibamos lidar sempre com o apetite!

    Boa alimentação!

    Artigo escrito por Marcelo Sendon (@marcelosendon)



    /* */