• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    Chá verde: conheça todo o poder deste chá

    Conheça o poder do chá verde e saiba seus benefícios, forma de preparo, como usar, sua história e tudo o que você precisa saber sobre esta bebida milenar.

    Nos últimos anos, muito se ouviu falar sobre o chá verde, que foi considerado como um aliado na dieta humana. Entretanto, há algum pouco tempo, ele perdeu sua fama, pois muito provavelmente o mercado foi saturado com os inúmeros produtos da categoria, reduzindo assim a quantidade de lucro obtido. Todavia, o chá verde não perdeu sua capacidade de ser um poderoso auxiliar da dieta e de promover benefícios de maneira singular, na melhora da qualidade de vida, na melhora da saúde e na melhora da estética, com benefícios como a redução de gordura corpórea e diminuição da retenção hídrica.

    Chá verde e seus benefícios

    Comprar Suplemento Creatina da Prozis Sports

    E o que entenderemos neste artigo é: será mesmo que o chá verde possui propriedades que podem ajudar de maneira significativa o corpo humano? Será que sua forma de uso e dosagem podem interferir em resultados? Esse é um chá que pode ser consumido à vontade ou seu excesso pode trazer alguns prejuízos? Essas e outras preguntas, responderemos no decorrer deste artigo.

    História do chá verde

    Por definição, somente pode ser chamado de “chá” derivados da planta Camellia Sinensis (que antes era conhecida como Thea Sinensis), tais quais o chá verde, o chá branco, o chá vermelho e mais alguns subtipos. Outros tipos de plantas mergulhadas em água quente, não podem ser definidos como “chá”, e assim recebem o nome de infusão, como a infusão da casca de maçã, da folha de amora, de outras frutas e etc.

    Uma grande história do chá verde, não sabemos se é verdade ou não, é que um imperador de China costumava toda tarde beber sua água quente. Um belo dia enquanto estava esquentando a sua água, bateu um vento forte e algumas folhas voaram e caíram em seu chá. Ele experimentou e adorou aquele sabor, incluindo aquelas folhas em sua bebida todas as tarde e batizando aquela bebida de “bebida dos céus”. E ai foi a primeira vez que fizeram uma infusão da folha do chá.

    Folha do chá verde

    O chá verde é utilizado na nutrição humana desde os povos antigos, especialmente no oriente. Consumido com refeições ou mesmo no decorrer do dia, isso explica em parte a grande saúde oriental naquela época e até mesmo nos dias de hoje, devido a muitas de suas propriedades. Na realidade, o chá verde não foi nenhuma descoberta do último século, apenas foi elucidada sua eficiência frente a estudos nos últimos anos. Porém, é incontestável que de maneira sábia e intuitiva aqueles povos já faziam um frequente uso do mesmo.

    Quais os benefícios do chá verde?

    O chá verde, após sofrer inúmeros estudos, começou a explicar porque consegue fazer tão bem ao corpo humano. Em primeiro lugar, seu poder antioxidante é vasto, fornecendo compostos os quais são capazes de combater radicais livres no corpo. Os radicais livres são as espécies reativas de oxigênio ou de nitrogênio capazes de interagir com a membrana de inúmeras células, causando prejuízos nas células, pois são agentes oxidante, ou seja, “roubam” elétrons de outras moléculas causando sua desestabilização. Esses danos podem ser “leves” ou até mesmo levarem às células à morte.

    Dessa forma, os compostos do chá verde interagem com essas moléculas impedindo que elas tenham atuação nas células, portanto são agentes protetores celulares. O chá verde também é fonte de algumas vitaminas, como a Vitamina C que também é antioxidante.

    O chá verde também é fonte de catequinas, as quais além de antioxidantes, podem auxiliar na eliminação de gordura corpórea. Entre elas, destaca-se a epigalocatequina, que é uma importante catequina e trabalha agindo sinergicamente com a cafeína, pode significativamente diminuir os níveis de gordura corpórea. A epigalocatequina, também conhecida como EGCG, é encontrada em cerca de 200mg a cada 240ml de chá verde.

    Cupom de Desconto DDM

    O chá também é rico em cafeína (cerca de 10 a 80mg por folha). Este composto é um dos mais usados para a redução da gordura corpórea, aumento do metabolismo, melhora a concentração e etc.

    Com propriedades diuréticas e que promovem a sudorese, o chá verde auxilia na redução de retenção hídrica subcutânea, melhorando a aparência física e a definição muscular, assim como auxiliando na redução de casos de aumento de pressão por conta desse fator. Obviamente, deve-se levar em consideração que ele é um estimulante, portanto, pessoas muito sensíveis ou com restrições médicas devem ficar atentas ao seu consumo.

    • Ajuda na queima de gordura;
    • Aumenta o metabolismo;
    • Diminui a retenção hídrica;
    • Potente antioxidante;
    • Retardar o envelhecimento celular
    • Ajuda na saciedade;
    • Combate colesterol;
    • Otimiza a digestão;
    • Fonte de vitaminas.

    Formas de preparo e quantidades de chá verde

    Todo alimento funcional recebe uma atenção sobre a quantidade que deve ser consumido diariamente para apresentar-se como alimento funcional. Por exemplo, apesar da melancia ser uma fonte de licopeno, ela não é um alimento funcional se não for ingerido uma quantidade de mais de 1kg de melancia para apresentar um valor significativo do antioxidante em questão. Dessa forma, o chá verde é sugerido um consumo de 5 a 7 xícaras por dia, para que assim você possa aproveitar todos os benefícios citados acima.

    Muitas pessoas acabam usando o chá verde sem esta informação e acham que 1 xícara por dia é o suficiente para obter os benefícios. Pois bem, saiba que não é! É importante usar a quantidade correta, ou então o uso será em vão.

    Preparando uma infusão do chá verde

    O chá verde é preparado por infusão (adição de água fervendo na planta e abafo por 2 a 3 minutos) ou por fervura da planta por 2 a 5 minutos em água também. Ele pode ser consumido quente, morno, em temperatura ambiente ou mesmo gelado sem grandes alterações em suas propriedades.

    É interessante salientar que o chá verde deve ser bebido em momentos um pouco distantes das refeições, pois ele pode atrapalhar a absorção de alguns nutrientes como o cálcio e o ferro. Por isso não beba junto de refeições e nem momento antes ou depois. Faça isso com um tempo maior.

    Ele também pode ser encontrado em cápsulas e outros tipos de formas de ingestão, porém a mais natural e conhecida é mesmo a forma de infusão, seja em sachês ou sob a própria erva.

    O chá verde possui efeitos colaterais?

    Apesar de não bem elucidados, o excesso do chá verde pode apresentar (especialmente em indivíduos mais sensíveis a estimulantes) problemas como:

    • Náuseas;
    • Insônia
    • Irritações gástricas;
    • Queimação estomacal;
    • Estado de alerta contínuo.

    Algumas pessoas também pode ser alérgicas ao chá verde além de apresentar características hepatotóxicas.

    Algumas pessoas também devem evitar o uso do chá verde, como: gestantes, pessoas com hipertireoidismo, hipertensos, pessoas com glaucoma, pessoas que possuem irritações gástricas.

    Por isso, não é interessante consumir o chá verde sem moderação. Lembre-se de que tudo em excesso será prejudicial ao corpo.

    Conclusão:

    O chá verde pode ser um importante aliado à dieta desde que utilizado de maneira correta, seja nas quantidades e no respeito de aceitação do seu corpo. Com propriedades benéficas à saúde e mesmo às condições estéticas, o chá verde tem sido alvo de grandes estudos os quais tem elucidado sua eficácia, justificando seu consumo desde os povos mais antigos e as primeiras civilizações.

    Portanto, utilizar o chá verde pode ser uma interessante estratégia visto seus benefícios, mas jamais seu excesso será benéfico ao corpo, portanto fique sempre atendo à essas quantidades.

    Boa alimentação!

    Artigo escrito por Marcelo Sendon (@marcelosendon)



    /* */