• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    Cinco alimentos que você não sabia que podem ser seus aliados na dieta cetogênica

    Preparamos neste artigo para você, uma lista de 5 alimentos que poderão lhe ajudar a emagrecer de forma segura dentro da dieta cetogênica

    A dieta cetogênica, ou seja, dietas com baixos níveis de carboidratos, normalmente associadas com  redução da gordura corpórea ou a manutenção de eventos específicos no corpo, são cada vez mais utilizadas, e não somente por pessoas comuns de nosso dia-a-dia, mas ainda, por pessoas relacionadas de maneira moderada ou intensa com os esportes e, mais ainda, por atletas, propriamente ditos.

    dieta-cetogenica

    Há de se dizer que a dieta cetogênica tem seus fundamentos os quais, podem até ser questionados. Porém, de fato ela gera bons resultados em alguns indivíduos e pode ser uma interessante estratégia para você que deseja tentar algo novo.

    Apesar da dieta cetogênica ser tão conhecida e também divulgada nos dias de hoje, sabe-se que ainda há muitos pontos os quais são desconhecidos, seja pelos próprios praticantes da mesma ou ainda, para pessoas que se quer conhecem os fundamentos da dieta cetogênica e, portanto, apenas conhecem especulações.

    Entre esses muitos pontos, está a utilização de alimentos os quais, muitos desconhecem que podem ser utilizados tranquilamente na dieta cetogênica e, com justificativas plausíveis. Portanto, pensando nisso, hoje conheceremos alguns destes.

    1 – Cream Cheese tradicional

    O Cream Cheese é um alimento muito adorado por todos, especialmente pelos ocidentais. Ele está presente em diversas preparações, como na famosa Baked Potato, em molhos de massas, com pizza e até mesmo em doces, como no famoso Cream Cheese. Aliás, o mesmo atualmente é grandemente utilizado na pseudo culinária japonesa utilizada no oriente.

    De uma forma ou de outra, é fato que esse é um alimento muito consumido e pode tranquilamente ser usado na dieta cetogênica. Em primeira instância, porque ele possui quantidades insignificantes de carboidratos, em segunda instância, porque possui bons teores de sódio, essenciais na dieta cetogênica e, por fim, porque são excelentes fontes de cálcio, sendo que, o leite seria a melhor opção, porém, esse não é um alimento o qual deva ser usado na dieta cetogênica.

    É importante que, quando falamos no cream cheese, falamos em sua versão tradicional, ou seja, com gordura. Do contrário, talvez ele não tenha tantos benefícios assim, visto que a principal fonte energética da dieta cetogênica é a gordura.

    Um outro ponto a ser salientado é que, dependendo do produto que você escolher, ele pode ter quantidades de carboidratos em sua composição, sendo que, principalmente os doces tendem a isso. Portanto, atenção o rótulo de ingredientes e também na tabela nutricional do produto escolhido.

    2 – Sementes de chia

    A Chica virou o alimento da moda. A verdade é que esse não é nenhum alimento milagroso (na realidade, nenhum alimento é milagroso), porém,que possui suas propriedades as quais podem auxiliar, inclusive na dieta cetogênica.

    As sementes de chia são ricas em ácidos graxos essenciais e possui bons teores de ômega-3. Ainda esse é um alimento rico em proteínas que, apesar de possuírem baixo valor biológico, podem ser interessantes para complementar o perfil de aminoácidos de sua dieta e possibilitar uma melhor síntese proteica, o que é essencial para quaisquer indivíduos, sejam eles praticantes de esportes ou não.

    Cupom de Desconto DDM

    As sementes de chia também não são difíceis de serem consumidas, pois, trata-se de um alimento sem gosto e bem fino, o qual pode tranquilamente ser adicionado em alimentos, em preparações como saladas, sobremesas e etc.

    3 – Saladas folhosas

    Muitas pessoas levam a dieta cetogênica a um extremo desnecessário e sem grandes fundamentos, diga-se de passagem. É óbvio que, dizer que o consumo de alimentos tais quais legumes são à vontade é um erro, principalmente quando falamos de itens como a cenoura ou a beterraba, os quais possuem bons teores de carboidratos e, grande parte sendo frutose, o que pode arruinar o então cetogênico do corpo.

    Entretanto, vegetais folhosos, praticamente são isentos de carboidratos, ou ainda, de “net carbs”, que são carboidratos capazes de fornecer energia, diferente das fibras alimentares, onde não há fornecimento energético significativo (lembre-se de que vegetais são ricos em fibras alimentares).

    Os vegetais folhosos, além de promoverem uma boa saciedade gástrica e auxiliarem no controle do apetite, na atenuação da digestão de proteínas e lipídios entre outros, possibilita ainda o fornecimento de micronutrientes, como vitaminas e minerais. As próprias fibras alimentares trazidas por esses alimentos são de real importância para o corpo uma vez que elas auxiliam na absorção excessiva de lipídios e colesterol (visto que eles estarão em alta na dieta cetogênica), no fluxo intestinal (especialmente pela ausência de carboidratos) e na prevenção de doenças do intestino grosso.

    Portanto, consuma boas quantidades de vegetais folhosos a fim de obter resultados ainda melhores com a dieta cetogênica e de maneira mais saudável, o que é o mais importante nisso tudo.

    4 – Torresmo

    Que? Torresmo? Bem… Vamos concordar que torresmo não é lá dos alimentos mais saudáveis e, claro, seu consumo deve ser moderado. Porém, em alguns casos ele pode ser útil, como é o caso da dieta cetogênica. Apesar de não possuírem carboidratos, esses são alimentos que “imitam” o consumo de carboidratos e, isso pode auxiliar a mente e também à saciedade do corpo.

    Eles podem ser consumidos com outras carnes(magras de preferência), fornecendo um pouco mais de lipídios na dieta e, eventualmente sendo uma boa opção em substituição dos carboidratos.

    5 – Condimentos e molhos com baixos teores de açúcar

    Muitas pessoas parecem temer ao máximo condimentos e afins. Entretanto, comida sem gosto não rola. Sendo assim, o uso de molhos, condimentos e afins pode não somente dar “aquele sabor extra” ao seu alimento, mas ainda, pode auxiliar na praticidade, caso você não tenha grandes habilidades na cozinha para temperar alimentos e mesmo no fornecimento de sódio, que, como já citado, é realmente indispensável na dieta cetogênica.

    condimentos-temperos-molhos

    Entretanto, opte por molhos com baixos teores de açúcares, para não sair do estado de cetose. Hoje existem muitas opções no mercado e, certamente, você encontrará um que se adeque melhor ao seu bolso e, claro, paladar.

    Conclusão:

    A dieta cetogênica não é nenhum “bicho de sete cabeças” quando passamos a conhecer alimentos os quais achávamos que não poderiam ser consumidos, mas podem auxiliar grandemente na mesma.

    Portanto, sem fugir de seu objetivo com a dieta cetogênica, procure variar ao máximo a alimentação, a fim de obter mais fontes de nutrientes, melhorando assim o seu desenvolvimento e, claro, sua saúde também.

    Bons treino!



    /* */