• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    Cinco dicas para emagrecer de maneira mais eficiente e com saúde

    Neste artigo você aprenderá 5 dicas práticas para emagrecer de forma eficiente e saudável

    O emagrecimento hoje é um dos aspectos mais buscados pela população mundial. Isso porque, os níveis de sobrepeso e obesidade tem crescido de maneira assustadora, na mesma medida em que ainda e de maneira contraditória são realizadas inúmeras campanhas relacionando tais fatores com a incidência de doenças sistêmicas e metabólicas das mais diversas possíveis.

    Esse aumento deve-se não apenas pela superalimentação, mas principalmente pela mudança brusca nos hábitos de vida de uma forma geral, incluindo o sedentarismo, os níveis de estresse, a menor prática de atividades físicas entre outros.

    cinco-dicas-para-emagrecer-de-forma-saudavel

    Termogênico Lipo

    Além de todos os fatores mencionados, jamais pode-se esquecer que o emagrecimento também é buscado por razões estéticas, visto que os padrões sociais hoje exigem formas físicas as quais fogem de pessoas com sobrepeso ou com aquelas “gordurinhas sobrando”.

    Diante de tal busca, incontestavelmente são muitos os métodos, eficientes ou não, que são criados e utilizados dia-a-dia, seja de maneira científica ou de maneira empírica e, pelos mais diversos tipos de pessoas.

    Apesar disso, sabe-se que a consideração pela individualidade fisio biológica é o fator de maior relevância quando o assunto são modificações corpóreas.

    Entretanto, algumas dicas podem ser consideradas gerais e acima disso, podem auxiliar no processo de emagrecimento, visando otimizações metabólicas e claro, auxiliando na manutenção da saúde, que é o mais importante.

    Assim, hoje conversaremos a respeito de cinco dessas dicas gerais as quais poderão auxiliar durante o seu emagrecimento, para que assim você possa utilizá-las de acordo com suas necessidades e claro, ter resultados cada vez melhores e mais surpreendentes.

    1 – Consuma Lipídios essenciais e MCTs

    Existem inúmeros lipídios e inúmeras classificações as quais podem ser dadas a eles a depender do ponto de vista que se observa. Entretanto, entre as mais comuns estão as que os caracterizam pelos tamanhos de suas cadeias ligadas à molécula de glicerol.

    Entre outras palavras, isso quer dizer que existem vários lipídios com uma mesma “cabeça”, mas “tamanhos de rabos diferentes” os quais exercem alguns diferentes papéis no organismo, sendo que alguns podem ser interessantemente utilizados durante o emagrecimento.

    consumo-de-lipidios

     Entre esses lipídios, estão os essenciais e os MCTs. Os lipídios essenciais normalmente são de cadeia longa e muito longa, ou seja, lipídios mais “complexos”.

    Eles possuem ligações específicas e são conhecidos como essenciais, pois, o corpo não tem a capacidade de sintetizá-los e, em contrapartida, necessita deles.

    Assim, indiscutivelmente eles são ingeridos através da dieta. Entre os lipídios essenciais mais importantes estão os ômegas, especialmente o ômega-3 e o ômega-6 e seus derivados.

    Esses lipídios possuem inúmeras funções fisiológicas no corpo, como, por exemplo, são mediadores de eicosanoides anti-inflamatórios e pró-inflamatórios, constituem membranas (inclusive nervosas) etc.

    O ômega-3, especificamente no emagrecimento, pode ser um ácido graxo termogênico, auxilia no aumento de níveis hormonais anabólicos, reduz os processos inflamatórios (responsáveis pelo aumento da adiposidade, também), auxilia no controle da secreção de insulina, auxilia nos processos de lipólise entre outros.

    Já o ômega-6,por exemplo, também é termogênico, pode estimular a lipólise, especialmente quando falamos de seu derivado CLA, pode auxiliar no controle do apetite entre outros pontos.

    Já os MCTs são lipídios de cadeia média, mais facilmente digeridos e, portanto, metabolizados. Esses lipídios possuem ações próximas aos carboidratos no fornecimento de energia ao corpo, porém, eles NÃO ESTIMULAM secreções insulínicas e, portanto, não contribuem para a lipogênese (armazenamento de energia em forma de gordura no corpo).

    Os MCTs ainda, auxiliam no aumento dos níveis de testosterona, que são essenciais durante o emagrecimento e podem ter seus níveis reduzidos nesse período e ainda, são termogênicos, o que melhorará o aumento da velocidade do metabolismo basal.

    Como fontes de lipídios essenciais, especialmente ômegas, você deve dar preferência a peixes de águas profundas e ricos em W-3, além do óleo de linhaça, do óleo de chia, algumas oleaginosas entre outros.

    Já os lipídios de cadeia média, podem ser obtidos, especialmente do óleo de coco e do óleo de palma, que são suas fontes ais relevantes e de fácil acesso.

    Lembre-se de que, apesar de benéficos, esses lipídios são calóricos o bastante (fornecem 9Kcal por grama) para que você engorde, caso eles estejam em excesso no seu corpo. Assim, moderação sempre!

    2 – Não corte o glúten e a lactose da dieta

    nao-corte-o-leite-ou-a-lactose

    Hoje em dia é muito comum as pessoas retirarem de suas dietas o glúten, uma proteína e a lactose, um carboidrato.

    De uma maneira geral, esses dois nutrientes, passaram a ser sinônimo de ganho de peso ou maléficos para a saúde, quando, na realidade, NÃO SÃO.

    A lactose é conhecida por engrossar a pele e o glúten, por gerar processos inflamatórios e mesmo o aumento de adiposidade.

    Mas, cientificamente, não há nada que comprove que isso é verdade e, pelo contrário, a maioria das publicações sérias corroboram que a falta de alimentos que tenham esses nutrientes podem gerar carências nutricionais.

    Alimentos que contém lactose, normalmente são os derivados de leite, ricos em cálcio da melhor biodisponibilidade ao corpo, em vitaminas lipossolúveis, em proteínas de altíssimo valor biológico e alto PDCAAs e também de importantes minerais.

    Já os alimentos ricos em glúten normalmente possuem bons teores de complexo B, bons teores de zinco e magnésio.

    A aproximação desses alimentos com o ganho de peso se deve ao fato de que alimentos que contém esses nutrientes, normalmente são alimentos densos em calorias como, no caso da lactose, o leite integral, os queijos (especialmente os gordos), bolos, algumas massas etc e, no caso do glúten, maior ainda é a gama de alimentos como bolos, pães, biscoitos e bolachas, tortas etc..

    Portanto, ao retirar o glúten e a lactose, consequentemente a ingestão desses alimentos cai e o indivíduo, ao perder peso, logo associa com a retirada do glúten e da lactose, quando, na verdade, ele somente reduziu o seu consumo energético de uma forma drástica.

    Whey Protein Isolado

    Whey Protein Isolado

    Não há quaisquer motivos para retirar esses itens da dieta, salvo se você possui algum tipo de intolerância ou alergia, o que é uma situação bem mais específica.

    Nesses casos, obviamente, não se deve fazer (ou se deve de maneira moderada, dependendo da recomendação nutricional individual) de alimentos que contenham glúten e/ou lactose.

    O emagrecimento saudável não visa a restrição total, mas sim, um balanço entre alimentos e nutrientes, a fim de fazer com que seu corpo e mente estejam sempre em boas condições.

    Para isso, é necessário nutrir o corpo com suas necessidades fisiológicas, mas sempre lembrando que a alimentação está diretamente associada com questões psicológicas e sociais também.

    3 – Não abra mão dos prazeres os quais você gosta

    Agora começou a dieta e você não pode mais comer o que gosta, apenas vegetais sem graça, um pouco de carne e aquele arroz sem muito condimento…

    Agora, aquele bom e velho sorvete no dia quente foi trocado por um potinho de gelatina diet e tudo isso parece que vai enlouquecer você… ESQUEÇA DISSO!!!!

    Grande parte das pessoas deixam de seguir protocolos dietéticos porque não conseguem ser sensatas o suficiente para promover um balanço entre o que se tem que fazer e o que se gosta de fazer…

    Anteriormente, disse que não há necessidade de pensar na nutrição unicamente em seus aspectos fisiológicos.

    emagracendo-sem-abrir-mao-dos-prazeres

    Isso quer dizer que, não temos que consumir carboidratos porque eles fornecem energia e proteínas, porque são matéria-prima para a construção de tecidos e lipídios por questões hormonais, energéticas e estruturais, mas sim, consumir esses nutrientes de acordo com o que gostamos também.

    A pessoa que unicamente pensa em nutrir as questões fisiológicas do corpo que, claro, são essenciais, mas, torna-se escravo disso, então, muito provavelmente viverá infeliz ou terá problemas relacionados com sua socialização.

    Ainda, estará tão restrita a alimentos específicos que até mesmo seus objetivos de nutrir os aspectos físicos do corpo não serão devidamente objetivados.

    É importante que você tenha a alimentação como algo prazeroso também. Incontestavelmente, ela pode trazer benefícios para sua mente, pois, hoje ela está diretamente ligada com aspectos psicológicos, emocionais, sociais entre outros.

    Quando restringimos demais o corpo para com o que gostamos, aquilo se torna uma tortura. Isso porque, você já deve ter ouvido falar que “tudo que é proibido é mais gostoso”.

    Dessa forma, se algo nos parece proibido ou que não deva ser consumido, então, é justamente daquilo que teremos vontade e esse ciclo será muito ruim e prejudicará sua mente e seu foco.

    Não há nada de errado em comer um pedaço de bolo que você goste uma vez na semana ou ir naquele churrasquinho no final de semana a cada uma vez no mês… Claro, tudo deve ser consumido com moderação, mas, não deve deixar de ser consumido.

    Fazer com que a dieta se torne algo motivador e “compensar” a si mesmo de vez em quando, certamente será algo interessante a se fazer e que você não deve abrir mão.

    Traçando um bom equilíbrio, certamente você conseguirá manter a dieta por mais tempo e consequentemente, terá melhores resultados, fazendo com que a dieta propriamente dita, seja um hábito natural e um estilo de vida.

    4 – Pratique atividade física

    Nós nascemos praticando atividades físicas e aliás, nossos antepassados praticavam atividades físicas praticamente o dia todo.

    Entretanto, com o passar dos anos, com as modificações que ocorreram no mundo e com as mudanças nas características dos seres humanos, cada vez mais deixou-se se lado a prática de atividades físicas e com isso, muitos foram os prejuízos acarretados ao corpo e à mente.

    pratique-atividade-fisica

    Logicamente, a prática de atividades físicas é muito importante para qualquer indivíduo, mas quando o assunto é o emagrecimento, ela torna-se ainda mais indispensável.

    Isso porque, não estamos falando meramente do gasto energético, o que por si só já facilita o emagrecimento, mas, pelas modificações as quais ocorrem com suas práticas, independente das modalidades as quais você escolha.

    De uma maneira geral, os exercícios físicos melhoram as aptidões cardiovasculares e cardiorrespiratórias, auxiliam na manutenção e/ou na obtenção de massa muscular, estimulam processos lipolíticos (uso da gordura como fonte de energia), melhoram as produções e secreções hormonais, otimizam o metabolismo de uma maneira geral, promovem melhorias no sistema musculoesqueléticos e, de quebra, são ótimos para manter a mente sã, relaxada e, devidamente aliviada de grande parte do estresse do dia-a-dia.

    Praticar atividades físicas fará com que você ainda, reduza ou simplesmente não tenha, “efeitos colaterais” trazidos pelo emagrecimento como a falta de tônus muscular, a flacidez ou mesmo estrias.

    Ela é extremamente importante para garantir que seu corpo REALMENTE FIQUE EM FORMA! Emagrecer por si só, apesar de benéfico a alguns indivíduos, não garante um bom corpo.

    Portanto, procure uma atividade a qual lhe traga prazer e desfrute dela. Lembre-se, claro, de manter sempre uma boa regularidade, periodicidade e também um descanso adequado entre as sessões de treinamento.

    Ah, claro… O aumento progressivo da intensidade também será essencial.

    5 – Descanse adequadamente

    Por mais que pareça contraditório, o devido descanso é essencial a quaisquer seres humanos, inclusive durante o emagrecimento.

    Um corpo que não está descansado tende a ter uma má prática de desempenho físico, costuma ter prejuízos na secreção hormonal anabólica e lipolítica e ainda, faz com que você desenvolva problemas como a ansiedade, as sensações e mal estar entre outros os quais farão com que você perca o foco na dieta.

    descanse

    Portanto, uma das coisas mais relevantes, mas menos levadas em consideração por grande parte das pessoas é justamente a necessidade que há em descansar e dormir adequadamente.

    Observe cuidadosamente esses pontos e você verá como sua saúde e sua qualidade de vida melhorarão infinitamente.

    Conclusão:

    Contudo, podemos entender que o emagrecimento, apesar de relativamente simples, pode exigir algumas importantes dicas as quais, se seguidas corretamente, irão melhorar o emagrecimento, trazendo benefícios não somente físicos, mas, mentais também.

    Tudo isso, refletirá em uma qualidade de vida melhor, a qual, certamente lhe fará a diferença.

    Tenha sempre foco e, claro, equilíbrio.

    Bons treinos!

    banner-hipertrofia-perfeita-modelo-1-600x300


    /* */