• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    Classificações do Chicago Pro 2014

    Conheça a classificação final do campeonato Chicago Pro 2014, um dos eventos classificatórios para o Mr. Olympia 2014!

    Depois de seu acidente relativamente grave de moto, o qual impediu Roelly Winklaar de participar do Arnold Classic 2014, que já estava em fase final, o atleta atualmente patrocinado pela BSN deu a volta por cima e lançou seu nome sobre o topo do Chicago Pro 2014, um evento classificatório o qual envolveu atletas de altíssimo nível e apresentou surpresas inigualáveis.

    campeonato-chicago-pro-2014

    Comprar Suplemento Creatina da Prozis Sports

    Você esteve por dentro das principais notícias da categoria principal do evento? Se não, convidamos a rever alguns dos principais acontecimentos…

    Categoria Principal

    Na categoria masculina principal, tivemos como campeão o já citado Roelly Winklaar, que ainda está se recuperando de seu acidente de moto alguns meses atrás. O atleta, apesar de ter tido alguns problemas nos joelhos, conseguiu uma superação incrível em seus treinamentos, os quais necessitaram ser adaptados frente suas necessidades atuais, mostrando altíssimo gabarito de seus treinadores. Roelly se apresentou sem muita tintura no corpo, o que resultou em mostrar o que realmente estava presente em seu corpo em termos de definição muscular, que não apresentavam grandes pecados com exceção da região lombar inferior. Confiante, seus quadríceps não estavam desproporcionais e seus braços gigantescos como sempre. É perceptível a melhora que o atleta teve nos dorsais, mas sua genética para peitorais pouco volumosos e um abdômen relativamente de gomos largos, foram os pontos mais fracos de Winklaar.

    chicago-pro-2014-roelly-winklaar

    No segundo lugar encontramos Jojo Ntiforo, um atleta pouco conhecido e que surpreendeu no evento. A região abdominal do atleta estava muito melhor do que em outros eventos e muito menos dilatada. Os gigantescos quadríceps, por que não dizer que lembraram um pouco os de Ronnie Coleman nos primeiros anos? Aliás, o shape como um todo lembrou muito. Dorsais extremamente largos, oblíquos salientes e quadríceps um pouco assimétricos, mas enormes e definidos. Os peitorais estavam proporcionais, mas na parte superior poderia estar um pouco maiores.  Os dorsais vistos de frente estavam melhores do que de costas, propriamente dito. Entretanto, o altíssimo grau de definição do atleta, mostraram glúteos realmente fibrados. Talvez, o ponto mais fraco do atleta tenham sido os ombros, um pouco menores do que o resto do corpo e as panturrilhas, relativamente pequenas e sem grandes cortes. Sem sombra de dúvidas, essa talvez tenha sido a maior revelação da categoria ou mesmo do evento, principalmente levando em conta o nível de apresentação do atleta.

    chicago-pro-2014-jojo-ntiforo

    Em terceiro lugar pudemos ver o atleta Essa Obaid, com peitorais invejáveis que eram acompanhados por deltoides fibrados e com alta vascularização, principalmente na parte frontal. Os quadríceps secos, proporcionais e não demonstraram assimetria considerável. Os braços acompanharam bem o tronco, mas se estivessem maiores os picos dos bíceps apresentariam um melhor conjunto. Os dorsais, nada de especial, porém bem definidos. Em visão frontal relaxado pareciam menores do que vistos de costas, propriamente dito. Os pontos mais fracos do atleta foram o abdômen, seco, mas sem grande muscularidade e a região lombar, que pecou no excesso de pele e na definição muscular. O shape do atleta lembrou muito de Paul Dillet.

    chicago-pro-2014-essa-obaid

    Categoria 212lbs

    Na categoria 212lbs, competiram alguns atletas conhecidos, como é o caso de Hidetada Yamagish, que anunciou a mudança de categoria recentemente. Porém não foi dele o primeiro lugar…

    Em primeiro lugar tivemos Charles Dixon, que subiu com deltoides extremamente grandes. Acompanhados com bom tríceps, o atleta mostrou um pouco de assimetria entre os braços, mas não foi nada muito considerável, pois a principal diferença eram nos bíceps e não nos braços por completos. Seu abdômen estava MUITO bom e lembrou um pouco o formado do abdômen de Dexter Jackson nos primeiros anos de competição. Os quadríceps, com uma simetria quase que perfeita estavam muito definidos. Entretanto, os dorsais e peitorais do atleta deixaram um pouco a desejar, não em definição, mas em tamanho e proporção com o restante do corpo.

    chicago-pro-2014-charles-dixon

    Em segundo, o conhecido Yamagish, que por sua vez estava com ótimos picos de bíceps, que ficaram desproporcionais com o tamanho de seus tríceps, relativamente menores. Porém, a definição ímpar e a qualidade muscular, assim como a simetria do japonês eram seus pontos mais fortes. Infelizmente, Hidetada tem muito da genética japonesa, com ossos finos, o que prejudica muito o desenvolvimento de seu shape e o limita de tamanho, prejudicando-o na maioria dos eventos. Porém não podemos tirar o mérito em o atleta superar grandemente isso, comparado a maioria dos outros casos japoneses.

    chicago-pro-2014-hidetada-yamagish

    Completando o TOP 3, em terceiro lugar Tricky Jackson, estava muito proporcional e simétrico com exceção dos braços diferentes um do outro e com uma proporção menor, quando comparados ao restante do corpo. A visão lateral do atleta estava muito boa e a de costas demonstrava um “miolo” nos dorsais muito bem desenvolvidos, porém que também eram prejudicados pela lombar, que poderia estar MUITO melhor…

    chicago-pro-2014-tricky-jackson

    Categoria Feminina

    Mas, é óbvio que o Chicago Pro 2014 não contou apenas com atletas masculinos, mas com belas mulheres também.

    O primeiro lugar na categoria ficou com Rita Bello e sua alta densidade muscular e definição impecável, principalmente na parte frontal do shape.

    chicago-pro-2014-rita-bello

    A loira Lisa Giesbrecht, que ficou no segundo lugar, estava com uma definição também impecável, porém tinha o mesmo problema de Yamagish: Ossos finos, que causam uma impressão de tamanho MUITO reduzido no shape. Além disso, seus membros superiores poderiam estar um pouco melhores em tamanho, principalmente quando comparados aos membros inferiores.

    chicago-pro-2014-lisa-giesbrecht

    Entre as figures, o primeiro lugar ficou para a atleta Cydney Gillon com sua cintura de Barbie finíssima e dorsais largos, comparados ao corpo, e o segundo para Wendy Fortino, bela loira que mostrou graça (principalmente na apresentação) e tinha um conjunto, inclusive do rosto, muito belo.

    chicago-pro-2014-cydney-gillon

    Entre outras categorias, esses foram os principais destaques do evento, demonstrando que a cada dia mais o bodybuilding, as federações e, principalmente, o nível dos atletas aumenta consideravelmente, fazendo com que seja necessário superação diária por conta de todos eles.

    A competição classificatória, cada vez mais acirrada é só uma pequena “palha” do que veremos daqui 10 semanas no Mr. Olympia.

    E você, em quem aposta?



    /* */