• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    Como seu planejamento de perda de peso pode te fazer engordar

    Conheça porque seu planejamento de perda de peso, pode estar demonstrando os resultados indesejáveis

    Você deve ter ficado chocado ao ler o título deste artigo, não é mesmo? Se não se chocou, ao menos ficou sem entender ou um tanto quanto curioso para entender o porque dele e disso, não tenho dúvidas! Todavia, não quero que pensem que ele esteja errado ou tampouco que seja uma forma barata de chamar atenção, mas sim, que seja um alerta de como um planejamento que visa a redução de peso e, consequentemente de gordura corpórea pode estar relacionado com o aumento de gordura corpórea e com os maus resultados. Então, que tal entendermos um pouco mais a respeito?

    planejamento de perda de peso pode te fazer engordar

    Comprar suplemento Caseína da Probiótica

    Fazer dieta e ganhar gordura corpórea?

    Quando nos propomos a fazer um planejamento dietético para a perda de peso, seja devido a motivos estéticos e/ou de saúde, normalmente fazemos grandes mudanças em nossa alimentação, tanto em termos quantitativos quanto em termos qualitativos a fim de promover novos estímulos que nos façam obter nosso resultado desejado.

    Essas modificações dietéticas ficam conhecidas como um “regimento” onde você as segue de maneira mais precisa possível.

    Logo, quantas foram as vezes que você viu alguém fazendo dieta e, não emagrecendo ou pior: Ganhando ainda mais gordura? E quantas vezes isso também ocorreu com você? Provavelmente muita gente culparia “o déficit hormonal”, mas, posso garantir que 99% das pessoas está com os hormônios totalmente regulados.

    Mesmo muitas pessoas que conseguem perder peso, não conseguem manter certa harmonia no corpo, fazendo com que sejam duvidosos os protocolos aderidos por ela. Porém, se o objetivo era perder gordura e, você tem certeza que realmente fez uma dieta para tal, por que então isso ocorreu? Quais são os fatores os quais influenciaram esse “efeito inverso”?

    Eficiência em perder gordura

    Quando falamos em emagrecer, temos de entender primeiramente que perder peso NÃO É SINÔNIMO DE PERDER GORDURA, que é nosso objetivo. Peso é a massa do indivíduo relacionada com a gravidade que lhe é imposta. Na Terra, de aproximadamente, 9,8m/s². Assim, uma pessoa de 700N de peso, pesa, na Terra cerca de 71kg. Todavia, se ela perder líquidos, por exemplo, pesará menos. Assim como, se ela sofrer perda de outros tecidos (que não sejam necessariamente o adiposo), ela também fica sujeita a ter menor peso.

    Trazendo em miúdos, muitas pessoas se preocupam com o quanto estão pesando na balança. Imagine, por exemplo, uma pessoa que começou a treinar e fazer dieta com 70kg. Então, ela começa a treinar e ganha tecido muscular, porém, perdendo gordura. Mas, quando ela se pesa, o peso é o mesmo. Sendo assim, achando que “não está emagrecendo”, essa pessoa passa a reduzir suas calorias e fazer ainda mais exercícios. Por razões óbvias, ela começa a entrar em catabolismo, tanto muscular quanto de outros tecidos. O resultado é a perda de peso na balança, mas, nem sempre isso significará que ela perdeu apenas gordura (ou ao menos, que perdeu gordura). Pior nisso tudo é quando a pessoa constata que por N questões metabólicas, ela está “ganhando gordura”. Na realidade, ela está pesando menos (ou igual), mas, por alguns fatores, eliminou massa muscular e não perdeu gordura (normalmente, isso ocorre em casos de sarcopenia, após os 30 anos de idade, especialmente no púbico feminino).

    Cupom de Desconto DDM

    É interessante que quando realmente queremos mensurar o quanto perdemos de GORDURA, propriamente dita, temos de fazer testes de avaliação física para ver a proporção entre a massa muscular presente e a massa gorda também presente. Somente com esse parecer conseguimos identificar se nossos protocolos estão ou não na direção correta.

    Por isso, faça as coisas com o máximo de eficiência para promover a perda de gordura e não de peso.

    Eficiência em uma dieta conveniente

    Eficiência em uma dieta conveniente

    Fazer dieta para muitos pode ser sinônimo de tortura. Isso porque, a dieta tem cada vez mais sido associado com restrições extremas e com a perda do prazer de comer, que é algo extremamente primitivo no ser humano. Assim, muitas pessoas restringem ao extremo sua ingestão energética e causam malefícios grandes como um descontrole de apetite, uma vontade incontrolável de comer doces e outros alimentos altamente energéticos, tem quedas de humor, passam a ver o mundo de uma maneira melancólica, deixam de se socializar, entre outros pontos. Além disso, passam a ter deficiências energéticas, muitas vezes, o que é ainda pior. Então, quando elas decidem “chutar o pau”, assim o fazem e começam a comer descontroladamente ou fazer compensações, como comer muito e depois ficar tempos sem comer ou jejuando para depois comer excessivamente algo que queiram, impactando negativamente o metabolismo de uma maneira geral.

    Ter uma dieta conveniente é sim seguir algo mais rígido, mas, não é fazer unicamente algo que te torture o tempo todo sem quaisquer recompensas. O ideal é ir aderindo para que tudo se torne um hábito agradável. Além disso, é interessante que possamos criar métodos para torna-la mais viável com nossas necessidades. É altamente importante que tenhamos um equilíbrio do nosso corpo, mente e alma.

    Exercícios físicos tem de estar convenientemente aliados

    É sabido que exercícios físicos são fundamentais para a saúde e a melhora em aspectos físicos. Entretanto, se eles estiverem em excessos, certamente os prejuízos são muitos e você passará a ter impactos metabólicos altamente ruins. É importantíssimo que eles estejam devidamente equilibrados com suas necessidades nutricionais individuais e, mais do que isso, com sua dieta, pois, eles devem ser sinergicamente organizados a fim de alcançar seus objetivos.

    Excessos de exercícios físicos acabam com a massa muscular e dificultam a queima de gordura, por mais estranho isso pareça ser. Altas quantidades de cortisol e redução na testosterona presente no corpo são os principais fatores relacionados a isso.

    E depois de todas essas dicas, você ainda precisa de mais um empurrãozinho para conseguir queimar as gorduras do seu corpo? Então vem comigo, que vou te dar o incentivo que falta! CLIQUE AQUI e assista a um vídeo da Rosi Feliciano, onde ela conta como emagreceu 43kg e como ela pode te ajudar a perder as gorduras que você precisa! Se você estava precisando de alguma ajuda, garanto que essa é a ajuda que vai mudar a sua vida!

    Conclusão:

    Perder gordura é algo difícil. Porém, utilizando protocolos errados, esse processo é impossível. Por isso, procure sempre seguir dicas convenientes e que possam te levar ao caminho correto para que assim, você sempre obtenha bons resultados.

    Bons treinos!

    Artigo escrito por Marcelo Sendon (@marcelosendon)



    /* */