• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    Conheça 3 razões pelas quais você parou de crescer

    Conheça quais são as principais causas para o seu crescimento muscular ter estagnado e descubra como você pode corrigir estes erros e voltar a ganhar massa muscular.

    Quando entramos em uma academia buscando  ganho de massa muscular, ficamos espantados e felizes com a rápida resposta que o nosso corpo nos dá. Rapidamente conseguimos ganhar um pouco de massa, um certo volume e nosso corpo responde bem a qualquer tipo de protocolo.

    Razões pelas quais você parou de crescer

    Comprar Whey Protein Feminino

    Porém com o passar do tempo o nosso corpo começa a responder menos, os resultados começam a diminuir e muitas das vezes nós simplesmente paramos de crescer. Quando isso acontece, na maioria das vezes, o erro é nosso. Erro em nosso protocolo de alimentação, erro em nosso treino, erro em nosso método de pensar. Por isso hoje vamos conhecer 3 desses erros pelos quais você parou de crescer e  iremos propor formas fáceis de corrigi-los para otimizar ainda mais os resultados no crescimento muscular.

    1- Comer sempre os mesmos alimentos, por mais que a dieta aumente em calorias

    Esse é um dos principais erros cometidos entre os indivíduos. Com o ganho de peso, torna-se óbvio que a dieta deva ser ajustada de acordo com as necessidades individuais da pessoa, não é mesmo? Dessa forma, por exemplo, um indivíduo que com 70kg consome 5000Kg, com 75kg deverá consumir 6000Kcal. Obviamente a quantidade de alimentos deverá ser maior.

    Frango com batata doce

    O que acontece é que além da necessidade de maior quantidade de alimentos, o corpo passa a requerer maiores quantidades de outros nutrientes que vão além dos macros. É fundamental que não caiamos naquele velho erro de comer sempre as mesmas coisas ou simplesmente fazer sempre “a dieta do boybuilder” com os mesmos alimentos. Por mais limpos e benéficos que esses alimentos sejam, a necessidade da inserção da maior gama possível de nutrientes é fundamental para a obtenção de bons resultados. Essa variedade, inclusive, significa a inserção do considerado “lixo”, ou seja, de alimentos altamente calóricos e “porcos”.

    Logicamente, você deve ter o bom senso na dieta e mantê-la o mais limpa possível, entretanto, variar é fundamental. Que tal trocar a batata doce pelo arroz branco? Que tal trocar o frango pela carne vermelha? E que tal consumir mais peixe ao invés de ovos? E que tal, parar de inventar bolos de batata doce e já que é para comer algo diferente ir a uma bela hamburgueria? Sim, dicas pequenas que podem auxiliá-los a variar ao máximo a dieta!

    Portanto largue a dieta do frango com batata doce e passe a variar a sua alimentação com batata inglesa, arroz branco, arroz integral, carne vermelha, peixes e etc.

    Leia também: http://dicasdemusculacao.org/a-importancia-da-variedade-dietetica-para-o-praticante-de-musculacao/

    2- Utilizar suplementos alimentares inadequadamente

    A utilização de suplementos alimentares vem sendo cada vez maior por parte de praticantes de atividades físicas. Os suplementos variam desde simples proteínas em pó, aos carboidratos, até mesmo os vitamínicos e minerais, passando ainda por uma enorme gama de suplementos ergogênicos (destinados ao aumento de performance).

    Escolhendo suplementos de forma errada

    A verdade é que muitos desses suplementos realmente possuem uma eficácia bastante interessante para o corpo, bem como para sua adequada nutrição. Porém, apesar desses serem de extrema valia, a maioria das pessoas não conseguem ter resultados interessantes por causa dos protocolos inadequados de utilização dos mesmos. Além desses protocolos inadequados de utilização, temos de salientar a utilização de produtos que se quer deveriam estar nas prateleiras da lojas.

    Cupom de Desconto DDM

    Os suplementos devem obedecer a ordem de necessidades individuais, tanto em termos nutricionais quanto em termos ergogênicos. Eles devem passar a ser utilizados quando HOUVER NECESSIDADE e aumentado o uso de acordo com essa demanda também aumentada.

    O que eu mais vejo, são pessoas que não tem uma dieta estruturada, que mal começaram o treinamento, mas que já são afoitos por usar suplementos. Isso é errado, isso é jogar dinheiro fora, isso não fará você ter melhores resultados. Suplementos alimentares são para ser estruturados junto a dieta e não para uso aleatório, como a maioria faz. Ele deve ser entendido e adicionado junto a dieta para suprir as necessidades da mesma.

    O melhor mesmo é buscar boa orientação, pois dificilmente uma pessoa comum irá entender de suas necessidades e irá conseguir utilizar corretamente um suplemento. Por isso, abra sua mente e busque bons profissionais, SEMPRE!

    Portanto largue essa ideia de que suplementos isolados irão te ajudar. Coloque na sua cabeça que suplementos são para complementar a alimentação e a escolha dos mesmos deve ser feita junto a elaboração da dieta.

    3- Negligenciar os inúmeros sistemas de treinamento hoje existentes

    Treinamento do core com bola

    Pode parecer contraditório, mas nos últimos tempos venho avaliando quase todo treinamento como eficaz e possível de ser bem aliado dentro da musculação clássica. Obviamente, aqui não me refiro aqueles treinamentos firulosos e tampouco aos treinamentos criados pelo marketing para iludir pessoas (e ridicularizá-las também) os quais variam desde pseudotécnicas de levantamento de peso se equilibrando no dedo mindinho do pé ou de ponta cabeça equilibrando um vaso de flores. Falo de treinamentos embasados na ciência e no empirismo o qual vem proporcionando bons resultados e não enchendo as salas de “aulas” nas inúmeras academias que vemos por aí.

    Outro dia, conversando com um colega que criticava métodos como o cross fit, alongamentos, spinning, treinamentos funcionais, o pilates ou mesmo os “body trainings”, expliquei que se aplicados como formas complementares na musculação clássica, para indivíduos que não visam ganhos máximos de hipertrofia, esses podem ser bons aliados, consolidando bons graus de estabilização, bons graus de recrutamento miofibrilar, bom trabalho em músculos que muitas vezes não são o foco da musculação tradicional e etc.

    Os treinamentos secundários podem apresentar-se como um ótimo complemento. Por exemplo, o alongamento pode ser uma boa opção quando realizado isoladamente do treinamento com pesos por possui outros recrutamentos, bem como outros benefícios também, fazendo com que, a exemplo, o indivíduo tenha menores chances de lesionar articulações. O treinamento do core, por exemplo, trabalha os músculos profundos do abdômen, melhorando a aparência física e a estabilização nos outros exercícios.

    Portanto incluir diferentes tipos de treinamento a sua rotina pode ser muito benéfico para que você possa atingir outros pontos que a musculação clássica não atinge.

    Conclusão:

    Chegamos a conclusão então de que na maioria das vezes que paramos de crescer a culpa é nossa. Basicamente a culpa está nos erros que cometemos em nossos protocolos, seja na dieta, seja no treinamento ou no uso de suplementos.

    Os três erros citados acima são os principais que envolvem a paralisação do crescimento muscular. Por isso se você conseguir corrigir tais erros, é mais do que meio caminho andado para voltar a ganhar massa muscular. Caso tenha corrijo tais erros e ainda assim não esteja vendo ganhos, existem outros problemas como descanso, periodização e etc.

    Artigo escrito por Marcelo Sendon (@marcelosendon)



    /* */