• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    Conheça 3 suplementos de grande eficácia, porém pouco utilizados

    Conheça três suplementos que tem um grande poder de eficácia, mas que são pouco conhecidos e pouco utilizados pelos praticantes de musculação.

    A variedade de suplementos alimentares existentes hoje no mercado é algo absurdamente assustador. Desde suplementos nutricionais aos ergogênicos são apresentados dos mais diferentes modos, variando desde cápsulas, pós, líquidos, barras e outras formas mais.

    Suplementos eficazes, mas pouco utilizados

    Comprar Whey Isolado VP2

    Apesar dessa gama e da popularização que cada vez mais recebem por parte não só dos próprios fabricantes, mas da mídia, de profissionais de saúde e de seus usuários, muitos deles, infelizmente, são esquecidos entre os praticantes de musculação, fazendo com que os muitos suplementos se tornem poucos suplementos e passam a cair em um ciclo vicioso das mesmas utilizações, deixando de propor ao corpo estímulos e nutrientes diferentes. Portanto hoje vamos conhecer 3 desses suplementos esquecidos, mas que são de grande eficácia e utilidade.

    Não iremos abrir um tópico para falar de suplementos comuns, tais quais as proteínas em pó, os hipercalóricos, os carboidratos, os aminoácidos ou mesmo suplementos ergogênicos já bastante conhecido como a creatina, a beta-alanina ou o ômega-3… Entraremos em um novo mundo da suplementação trazendo assim diferentes pareceres. Então vamos nessa conhecer os três suplementos e formas de uso, fazendo com que você torne sua dieta ainda mais otimizada.

    1- Citrulina

    Suplemento Malato de Citrulina

    A citrulina é um aminoácido não codificado pelo DNA, sendo portanto uma espécie de subproduto de outro aminoácido, a arginina. Bastante conhecida por encontrar-se no ciclo da ureia, ela possui inúmeros efeitos no metabolismo humano. Estudos tem demonstrado que sua suplementação pode aumentar a síntese proteica, elevar os níveis de GH, aumentar a disponibilidade da arginina (que participa da produção de óxido nítrico), reduzir a fadiga muscular e mental entre outros.

    A citrulina é encontrada em sua forma de malato de citrulina, principalmente em suplementos alimentares. Além dos efeitos já citados ela também participa aumentando a captação de glicose, aumentando o fluxo e o suprimento de oxigênio às células, redução dos níveis de ácido lático e amônia, aumento dos níveis de ATP e um aumento significativo de performance, sendo muitas vezes comparada a própria creatina.

    Normalmente, usa-se a citrulina em torno de 3-8g/dia divididas em tomadas de 1g, aproximadamente. Porém, essas dosagens podem variar de acordo com as necessidades individuais.

    2- Ácido D-Aspártico

    Suplemento Ácido D-Aspártico

    Esse é um composto o qual vem grandemente sendo utilizado nos últimos suplementos lançados no mercado nacional e internacional destinados ao aumento ou à otimização na produção de testosterona endógena.

    Esse, diferente da citrulina, é um aminoácido codificado pelo DNA, porém não é essencial, ou seja, não necessariamente necessitamos consumi-lo na dieta. Ele possui efeitos que participam da neurotransmissão, da gliconeogênese e outros.

    O ácido D-Aspartico é um composto presente no testículo de mamíferos, na hipófise e participa na regulação de LH e testosterona. Além desses, o ácido D-Aspártico vem sendo utilizado para combater depressão e fadiga crônica. Ele ainda possui efeitos positivos no sistema imunológico, favorecendo indiretamente a recuperação muscular nesse ponto.

    O ácido D-Aspártico pode ser utilizado em homens e mulheres com dosagens médias respectivamente de 500mg-3000mg e 500mg-1000mg, normalmente aumentando as dosagens progressivamente. Seu consumo dá-se geralmente no período matutino, ainda em jejum e/ou antes de dormir, como muitos dos suplementos lançados com esse composto sugerem o uso.

    3- Melatonina

    Suplemento a base de melatonina

    A melatonina é muito falada, porém por sua baixa disponibilidade nos mercados brasileiros é muito pouco consumida.

    A melatonina é um calmante natural. Basicamente, em níveis fisiológicos, ela é secretada pela glândula pineal, durante a escuridão presenciada pelos olhos no período noturno. Esse é um dos compostos mais ligados a regulação dos ciclos do sono.

    A suplementação com melatonina tem demonstrado uma melhora no sono e sem causar efeitos colaterais, possibilitando um descanso muito mais completo e eficiente. Isso faz com que a recuperação muscular seja melhorada, o sistema imunológico e neural sejam otimizados e ainda, faz com que haja uma menor produção de radicais livres no corpo.

    Apesar de tantos benefícios, esse é um suplemento o qual deve ser evitado por mulheres grávidas, pessoas com doenças autoimunes e por crianças. Seu uso também não deve ser abusivo ao ponto de causar algum tipo de dependência à pessoa. Dessa forma, a utilização em ciclos pode ser interessante. Entretanto, vale lembrar que apenas uma superdosagem pode ser maléfica, sendo ela um dos suplementos menos tóxicos encontrados hoje no mercado.

    A melatonina pode ser utilizada em doses as quais variam de 1mg a 200mg. Entretanto, é importante salientar que dosagens entre 1-3mg já apresentam ótimos resultados e são as mais comumente utilizadas entre os indivíduos praticantes de musculação.

    Ela deve ser administrada cerca de 30 minutos antes de deitar-se. Lembre-se que em casos esporádicos, como viagens, essa dose pode ser incrementada em torno de até 150mg, a fim de favorecer o descanso nesses períodos que costumam ser extremamente agitados e interferir negativamente no sono.

    Tendo um melhor sono, sem sobra de dúvidas a qualidade de vida e o rendimento no treinamento são aumentados.

    Conclusão:

    Tanto em forma nutricional quanto ergogênica existem muitos suplementos que são desconhecidos, seja por falta de conhecimento, estudo ou mesmo pela má divulgação. Porém, muitos desses suplementos apresentam ótima efetividade e podem ter um ótimo custo X benefício, proporcionando estímulos e ganhos novos aos seus usuários.

    Portanto, selecione adequadamente esses suplementos e passe a conhecer suas reais eficácias frente a ciência e a prática também!

    Bons treinos!

    Artigo escrito por Marcelo Sendon (@marcelosendon)

    2 Comentários

    1. Caroline Rezende 3 anos atrás
    2. ivan medina maia 3 anos atrás


    /* */