• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    Conheça 6 boas opções para fugir da dieta

    Está precisando fugir um pouco da dieta, pois não aguenta mais comer sempre do mesmo? Então conheça algumas excelentes opções para fugir da dieta com qualidade e benefícios.

    A parte mais complicada do praticante de musculação é se manter em dieta, pois ninguém gosta de comer sempre as mesmas coisas. Porém nós sabemos que se não fizermos a dieta, não obteremos nenhum resultado em nosso treino. Sobretudo para se manter em dieta o ano todo, precisamos dar algumas escapadas e comer coisas diferentes, saborosas e que não poderemos comer constantemente. Sair da dieta uma vez ou outra pode ser bastante interessante e fundamental para manter-se nela por um tempo ilimitado.

    Dicas para fugir da dieta com eficiência

    Comprar suplemento ZMA da Xcore Nutrition

    Entretanto, apesar de sair da dieta ser algo relativamente importante, devemos ter um senso crítico ao fazê-lo. Preferencialmente, devemos optar por “saídas” as quais possam também nos incrementar benefícios. Por exemplo, não é conveniente que escolhamos um dia para nos mantermos a base de chicletes, balas ou mesmo “docinhos”. Da mesma forma, seria inconveniente nos mantermos a base de outras porcarias industriais como bolos prontos ou mesmo refrigerantes o tempo todo. Mas então quando eu quiser sair da dieta, o que devo escolher para comer?

    Aqui ficam então, algumas boas opções e os benefícios que elas podem nos trazer:

    1- Sorvetes Gordos

    É típico do brasileiro, pela qualidade dos sorvetes fabricados no país, bem como pela matéria prima (normalmente a base de frutas), não ter bons produtos. Normalmente, os produtos fabricados possuem alto teor de açúcares simples, baixos teores de gorduras e extrema adição de corantes e afins.

    Sorvetes Gordos Haagen Dazs

    Por outro lado, há sorvetes importados (vendidos no Brasil) que podem ser utilizados constantemente na dieta e até proporcionarão benefícios. Algumas boas opções podem ser tidas como o famoso Haagen Dazs, Ben & Jerry’s, Toffuti e outros. É importante observar que nesses sorvetes há uma boa adição de gorduras, o que é benéfico na produção hormonal e no fornecimento energético sem relação direta com o aumento da insulina e que também contribuem na diminuição da carga glicêmica do sorvete, possibilitando menores chances de indução a resistências insulínicas e outras doenças metabólicas.

    Portanto, fuja dessas porcarias comuns. Opte pelo certo ou desenvolva você mesmo técnicas as quais possam te proporcionar a fabricação de seus próprios sorvetes. Utilize ingredientes, tais quais a goma xantana, alguns pós proteicos e liga de sorvete. Além disso, utilize cremes de leite para texturizar melhor a massa. Certamente, com um pouco de criatividade ficará fácil chegar lá.

    2- Sushi ou comida japonesa

    Claro! Não poderia faltar esse item na lista. Sendo uma das culinárias com maiores benefícios já vista, certamente essa é uma opção não necessariamente de fuga da dieta, mas de dieta em si. Obviamente, quando me refiro a inserção dessa culinária na dieta, dispenso itens como o cream cheese, os empanados e outros. Porém, a adição de peixes crus, sushis, uramakis e outros pode ser muito interessante.

    Comida Japonesa

    A culinária japonesa é extremamente rica em ômega-3, possui uma carga glicêmica baixa, devido aos lipídios presentes, é leve, possui bons teores de fibras alimentares e excelente sabor! Por isso é um tipo de comida que deve ser incluída pelo menos 1 vez ao mês em seu cardápio.

    A comida japonesa apesar do relativo índice glicêmico alto, possui baixa carga glicêmica, o que a permite ser usada pelos mais diferentes indivíduos. Além disso, é rica em antioxidantes. Também apresenta benefícios como os alimentos termogênicos, entre eles o gengibre, o chá verde e outras infusões.

    Você apenas deve ter cuidado ao utilizar molhos em excesso e preparações empanadas e fritas. Essas, podem ser ingeridas de vez em quando sim, mas não frequentemente como citado no caso de manter esse protocolo dietético constantemente. Caso use essa alimentação apenas 1 vez por mês, não se preocupe com isso.

    3- Hambúrgueres

    Sim, os hambúrgueres são ótimas opções para épocas de bulking.

    Hambúrguer de frango, mais saudável

     

    Obviamente, cabe a nós não escolhermos aqueles extremamente gordos, cheios de queijos gordos e outros alimentos dessa natureza. Entretanto, ele pode ser uma ótima opção pelo alto teor proteico, pelas qualidades organolépticas e principalmente por ser um alimento bastante aceitável.

    Cupom de Desconto DDM

    O extremismo não é conveniente, portanto sair para comer um hambúrguer de vez em quando não apresentará problemas. Entretanto, aos mais céticos conservadores de dietas, alguns hambúrgueres podem facilmente ser feitos em casa com a carne de sua escolha, os temperos e ingredientes também. Além disso, você pode utilizar versões de pães integrais e diminuir alimentos e condimentos como a maionese e os molhos prontos.

    Opte também por NÃO escolher os acompanhamentos de batatas fritas. Elas apresentam alto teor de gordura e alto impacto glicêmico, tornando a refeição não muito conveniente.

    4- Polpa de açaí natural

    Polpa do açaí natural

    Muitos utilizam o açaí em forma de sorvete ou mesmo passam a usá-lo em xaropes, sucos e afins. Entretanto, esse açaí que constantemente encontramos nos mais diferentes mercados é um alimento o qual passa por inúmeros processos industriais. Esses processos fazem com que esse açaí perca seus principais benefícios, como os antioxidantes. Além disso acrescentam açúcares para melhorar o sabor, conservantes e compostos, tornando-a apenas mais um sorvete ruim industrializado.

    Porém, existem hoje no mercado algumas marcas as quais fazem a polpa do AÇAÍ MÉDIO em sua forma natural, sem adição de quaisquer outros compostos. Essas polpas possuem baixo índice de carboidratos e alto índice de lipídios insaturados, o que tona a fruta riquíssima e importantíssima ao metabolismo. Os lipídios nele presentes possuem inúmeros benefícios, tais quais a melhora nos níveis de HDL no corpo, diminuição nos níveis de LDL, proteção cardiovascular etc.

    O açaí natural também é rico em fibras que garantem um controle glicêmico ainda maior, uma diminuição na carga glicêmica da refeição, diminuição dos níveis séricos de colesterol, aumento da absorção de alguns nutrientes, melhor trânsito intestinal entre outros.

    Fique atento, pois mesmo natural, nem todas as marcas fornecem açaí médio, mas sim outros tipos de açaí que costumam ser mais ricos em glicídios e outros compostos.

    Leia mais sobre o açaí: http://dicasdemusculacao.org/acai-a-fruta-da-moda/

    5- Costelinha de porco

    Costelinha e porco assada

    Não sei o por que da grande refuta pela carne de porco. Na realidade, creio que a maioria das pessoas na verdade a tenha pela razão de apenas conhecerem embutidos como a linguiça e a salsicha. Entretanto, existem inúmeros cortes magros de porco, tais quais o filé mignon, alguns medalhões ou mesmo o lombo.

    Mas, além desses cortes existe um corte o qual, particularmente sou muito fã: A costelinha. Esse corte é riquíssimo em gordura, mas proteico também. Dessa forma, você pode inseri-lo de vez em quando na dieta, aproveitando um dia de low carb, por exemplo.

    Obviamente, não nos convém esse tipo de corte todos os dias e tampouco frequentemente, mas essa é uma boa opção para um final de semana ou para um jantar descolado.

    6- Chocolates meio-amargos e amargos

    Os chocolates meio-amargos, com pelo menos 60% de cacau, ou os amargos são ótimas opções, principalmente em bulking, para indivíduos que necessitam acrescentar calorias em sua dieta e com uma relativa qualidade.

    Pedaços de chocolate amargo

    Esses chocolates, normalmente possuem menos glicídios, principalmente o que é totalmente feito de cacau. Esses lipídios, insaturados em sua grande maioria, são ótimos alimentos para o sistema cardiovascular e são mais dificilmente convertidos em gordura corpórea.

    O cacau presente no chocolate é ainda riquíssimo em antioxidantes, prevenindo inúmeros danos celulares. Por fim, o chocolate é um doce com relativo impacto glicêmico baixo e que pode não ser a melhor opção para ser consumido sozinho, mas em adição a alguma outra refeição, principalmente se ela for pobre em lipídios.

    Conclusão:

    Sair da dieta é algo fundamental para que possamos aliviar o nosso corpo e a nossa mente, para assim voltarmos a dieta de maneira integral e absoluta. Porém sair da dieta não quer dizer comer apenas besteiras e coisas que serão inúteis ao seu corpo e trarão prejuízos. Você pode sair da dieta comendo bem, comendo coisas gostosas e comendo alimentos que trarão benefícios ao seu corpo.

    Neste artigo aprendemos 6 formas de sair da dieta com qualidade e eficiência, fazendo com que seu corpo possa receber uma alimentação diferenciada e possa aproveitar os benefícios dessa alimentação e sua mente possa receber o alivio necessário para voltar a dieta sem desequilíbrios.

    Lembre-se sempre: sair da dieta as vezes é fundamental para que você possa fazer a dieta o ano todo, mas saia sempre com qualidade.

    Bons treinos!

    Artigo escrito por Marcelo Sendon (@marcelosendon)



    /* */