• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    Conheça 6 sinais de ciladas em treinos de musculação para mulheres

    Descubra alguns erros que muitas mulheres cometem e com isso acabam sendo prejudicadas no ganho muscular

    As mulheres são assíduas quando decidem algo para si. Correm atrás, mostram que são capazes e não é por acaso que elas vem alcançando em todos os aspectos a mais plena liberdade, independência e, claro, competência.

    sinais de ciladas em treinos de musculação para mulheres

    Comprar suplemento Caseína da Probiótica

    Não poderia ser diferente com os treinamentos de musculação uma vez que, hoje, mulheres praticam musculação TANTO QUANTO OS HOMENS e, com os mais diferentes objetivos, desde a qualidade de vida, aos estéticos ou aumento de performance em uma determinada modalidade esportiva. Ainda, mulheres são muito bem estudadas e, cada vez mais adquirem métodos mais interessantes para si.

    Justamente por esse conhecimento é que também sabemos que existem alguns sinais que podem significar ciladas nos treinamentos de musculação delas. E é justamente sobre esses sinais que iremos falar e ajudá-las a fugir destes possível problemas. Vamos lá?

    1 – Pular treinos quando você não está “a fim”

    Esses dias vi uma frase bastante peculiar de Evan Centopani que dizia que ele não precisa de uma xícara de café para ter ânimo, motivação ou “gás” para ir ao ginásio treinar. Ele simplesmente faz porque gosta e, quando não está a fim, ainda sim o faz, pois, sabe que tem de fazer e ninguém poderá fazer por ele.

    Entretanto, especialmente o público feminino tem a característica de ter muita preocupação (elas são mães, namoradas, se preocupam com as amigas, com os familiares, com os pais etc) e, por isso, é muito comum que algumas esqueçam de seus treinamentos ou os deixe totalmente/parcialmente de lado para aliviarem a mente com outra coisa.

    pular treino sem motivo

    É óbvio que treinar inspirada é muito melhor, porém, se você está em um mau dia, alie o treino como sua motivação para algo melhor. Saiba que aquilo lhe fará cumprir seu dever e que, principalmente, você pode fisiologicamente sair de lá mais bem-humorada. Muitas vezes, buscar o treino como um aliado para se livrar do estresse, pode ser a solução para os seus problemas. Pense nisso!

    2 – Ir para a academia sem um objetivo específico, seja ele qual for

    Se o seu objetivo é ir em algum lugar de mente vazia, pode procurar qualquer lugar, menos um ginásio de musculação. Isso porque, o ginásio de musculação é essencialmente o lugar onde você ALCANÇARÁ OBJETIVOS, ou seja, se você não tem objetivos, se não sabe para onde quer ir ou se nem ao menos se esforça para criar uma diretriz para si mesma, então, definitivamente, qualquer lugar estará bom para você.

    Muitas mulheres acabam indo para o ginásio sem pensar no que irão fazer lá. O resultado é que acabam fazendo o que tem disponível, o que as amigas irão fazer ou mesmo o que o instrutor babaca de musculação falar para ela fazer… Ora! Assim como vamos em um supermercado buscar algo que necessitamos ou queremos, ou vamos à uma loja de roupas comprar ROUPAS que queremos, gostamos ou precisamos, temos de entrar no ginásio sabendo para onde estamos indo e porque estamos indo. Somente isso te fará querer superar limites a cada dia e, portanto, progredir sempre mais!

    3 – Ficar obcecada em construir músculos e não variar o sistema de treinamento

    Com a influência da mídia e dessas novas mulheres “poderosas”, é cada vez mais comum vermos mulheres que possuem o objetivo de ficarem fortes, mesmo que seja apenas da cintura para baixo.

    Obviamente, construir músculos é muito interessante e, auxiliará nesse objetivo. Entretanto, ao querer isto, muitas deixam de variar os seus sistemas de treinamento e passam a treinar da mesma forma, sem promover diferentes estímulos ao corpo.

    mulher obsecada em musculos

    Então, elas passam a ficar estagnadas e muitas vezes até regredir. Sobrecarregam desnecessariamente seu corpo com substâncias ou mesmo com a alimentação e o treinamento e, mesmo assim não tem bons resultados.

    Portanto, opte por periodizações de treino. Varie seu treino ao máximo possível para obter ganhos ainda melhores.

    Cupom de Desconto DDM

    4 – Deixar que um treinamento ruim destrua seus objetivos

    Se todas as dificuldades refletissem em termos de parar de buscar nossos objetivos ou destruir nossa estrutura para alcançá-los, certamente, iremos ficar parados, não só na musculação, mas, na vida como um todo.

    Quando temos um dia ruim (e todos nós temos) ou fazemos um treinamento ruim, temos de ter em mente que aquele não foi um bom dia, ou mesmo treinamento, mas NÃO É MOTIVOS PARA DESTRUIR NOSSOS OBJETIVOS E SONHOS! Muitas, acabam desistindo de tudo simplesmente porque não conseguiram superar esse ou aquele obstáculo no seu treinamento anterior. Deixam de treinar, chutam o pau da barraca e acabam por perder tudo que conseguiram até então.

    Seja persistente. Um mau dia não significa NADA MAIS do que um mau dia, apenas.

    5 – Deixar que a musculação seja superior à dieta

    Fazer treinamentos sistemáticos, bem organizados, com bons sistemas e claro, individualizado, é sem sombra de dúvidas essencial para o desenvolvimento de quaisquer mulheres. Porém, tão importante quanto o treinamento é a dieta. Sem ela, certamente você não terá resultados convenientes.

    Claro, claro… Não vamos dizer que dieta seja mais importante do que o treinamento, pois, não é! Ela é TÃO IMPORTANTE QUANTO e, não estamos falando de algo que seja 50% e 50%, mas sim, algo que seja, 100% e 100%, ou seja, você deve dar o MÁXIMO de si mesma tanto na dieta quanto no treinamento de musculação.

    treino e dieta

    Um se combinará com o outro, formando a chave para o sucesso e, portanto, fazendo com que você tenha resultados.

    Proporcione ao corpo uma nutrição adequada em micronutrientes, macronutrientes, água e que estejam nas quantidades e qualidades adequadas às suas necessidades individuais e objetivo.

    Não adiantará fazer musculação a semana inteira e se entupir de porcarias da sexta feira em diante até o final do domingo. Ainda, não adianta querer compensar com jejuns antes ou depois dos exageros. Permita-se sim utilizar a nutrição com prazer, mas, não deixe que isso destrua seus objetivos. Ter uma dieta adequada é uma ferramenta para o progresso físico e também mental.

    6 – Seu treino torna-se mais importante do que a sua própria vida

    Obviamente, todos temos objetivos, todos queremos alcançá-los e estar em um patamar os quais sejam de nosso desejo, mas ainda, que atendam aos requisitos de uma sociedade com tamanha exigência. No serviço, nos estudos, na sua classe social, na forma como você pensa, na sua visão política e na prática esportiva. Todos os aspectos que constituem uma sociedade são diretamente ligados com a forma a qual buscamos nossos objetivos e se realmente iremos conseguir alcançá-los ou não.

    Os esportes são muito peculiares na medida em que, por exemplo, sabe-se que na prática esportiva profissional, a exigência é alta, fazendo com que nada mais importe além da performance do atleta (nem ele mesmo, como ser humano, muitas vezes). Ainda, a prática esportiva buscada para melhorias estéticas vem de maneira alarmante chamando a atenção da maioria das pessoas, com promessas irreais e as quais as fazem entrar em um colapso consigo mesma e tornarem seus treinamentos mais importantes do que sua própria vida, vivendo unicamente em função de alcançar esses objetivos.

    Não muito diferente de um vício, a atividade física passa a ter um aspecto um tanto quando atormentador e a pessoa passa a ter um embate entre o querer, o fazer, o poder e entre os meios os quais usará para supostamente alcançar seus objetivos. O uso de ergogênicos hormonais, o uso de substâncias perigosas, de praticas de treinamento intensivos e desnecessários e alimentação superprivada são exemplos disso.

    Quando queremos conquistar um objetivo, a primeira coisa a qual temos de fazer é sermos conscientes de que temos limitações e que, acima de quaisquer outras coisas, somos seres humanos. Se não temos nossa própria valorização enquanto humanos frente a essa desenfreada busca por resultados, certamente isso começará a afetar os treinamentos de musculação, não tornando-os mais prazerosos ou sinônimos de desafios, mas sim, de tortura e de associação com coisas ruins…

    Seja equilibrada e, principalmente, sensata consigo mesma. Não é o esporte que a tornará a melhor pessoa e, mesmo que você pretenda ser uma atleta competitiva, a primeira coisa que deve lembrar é que, antes você é mulher e humana!

    Conclusão:

    Arruinar os treinos de musculação pode ser muito mais fácil do que, de fato ter planejamentos adequados os quais possam levar-nos a objetivos solidificados e reais.

    Portanto, procurar ao máximo não cometer alguns erros clássicos, procurar manter-se com a cabeça firme para então, buscar um bom corpo, será essencial para um continuo progresso!

    Bons treinos!

    Artigo escrito por Marcelo Sendon (@marcelosendon)



    /* */