• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    Conheça 8 dicas para manter a boa forma e não engordar no inverno

    Conheça algumas dicas para que você possa passar a temporada de inverno sem engordar muito e mantendo a boa forma que conquistou durante o resto do ano.

    O inverno é conhecido por um tempo onde o aconchego de um lugar quente, acompanhado de boas pessoas e boas atividades, tornam-se fatores fundamentais para concluir essa etapa com êxito. Entretanto é nessa mesma época onde muitos começam a entrar em um grande dilema interno, percebendo algumas mudanças as quais, em geral, tornam-se um tanto quanto assustadoras próximo ao período de verão. E, você que já passou por algo do gênero, sabe bem sobre o que estou falando… Sim, falo dele mesmo: O AUMENTO DE GORDURA CORPÓREA!

    Conheça algumas dicas para manter a boa forma na temporada de inverno

    Comprar Whey Protein Feminino

    Cada vez que passamos um inverno, a busca nos períodos pré-verão por uma boa forma, tornam-se evidentes. Isso porque, muitos costumam acumular alguns quilinhos a mais de gordura nos meses de inverso. Isso se deve, além dos fatores metabólicos que exigem mais energia no inverno por conta do gasto em manter o corpo aquecido, a fatores do meio externo, como a superalimentação, a busca por alimentos de maior densidade energética (não é a toa que, comumente se consome muitos óleos, queijos e outros alimentos desse patamar energético em países tipicamente frios), a menor tendência à pratica de atividades físicas e busca por atividades que acabam por gastar muito menos energia (ver filmes, comer um belo fundue com os amigos…) e etc.

    Desta forma, temos tudo que precisamos em nossas mãos para destruir o que conseguimos com cada gota de suor derramado. É incontestável que caberá a responsabilidade a nós mesmos por precavermo-nos de eventuais falhas ao decorrer do “friozinho”… Entretanto, algumas dicas preciosas podem ser de grande auxílio nesse decorrer de tempo, auxiliando a manter sempre um bom corpo e evitar choques bruscos e efeitos sanfona ao pensar que o verão está chegando.

    Vamos conhecer algumas dicas que podem te ajudar a manter a boa forma e não aumentar em gorduras o seu peso durante o inverno?

    1- Chás (infusões) são de grande ajuda

    Se há algo bastante conveniente no inverno são as bebidas quentes ou bebidas as quais aquecem o corpo. Normalmente, meros mortais consumiriam um belo chocolate quente, um drink quente ou até mesmo um chocolate quente com algumas gotas de conhaque. Entretanto, nós praticantes de musculação muitas vezes não podemos nos dar a esses luxos extremos. Que tal então uma alternativa tão ou mais saborosa quanto? Sim, falo dos chás, na verdade, de infusões, uma vez a palavra “chá” ter uso exclusivamente para infusões de Camellia sinensis.

    Além das propriedades funcionais dessas infusões, cada uma com as suas específicas (tais quais a diurese, ajudas no processo digestivo, auxílio no sistema imunológico, fornecimento de minerais e algumas vitaminas entre outras intermináveis), as mesmas ainda hoje são encontradas nos mais diferentes sabores e nas mais diferentes formas de consumo. Encontramos sabores, por exemplo, de frutas como blueberry, framboesa, maçã, morango e outras tantas, de plantas e ervas de bom sabor como a erva-doce, baunilha, rosas e jasmin e etc.

    Obviamente, deve-se apenas ficar muito atento se for escolher algum tipo de infusão instantânea (normalmente comum no “chá Mate”), para a presença ou não de açúcar/maltodextrina ou outro carboidrato. Devemos, sempre que possível, optar pelas maneiras mais naturais de infusão, aproveitando assim seus máximos benefícios.

    As infusões podem ainda ser adoçadas com sucralose, acrescidas de canela, cravo entre outras. Importante é sempre utilizar a criatividade.

    Então, da próxima vez, durante um bom filme, substitua as bebidas calóricas e apresente essa inovação aos amigos! “E aí, vai um chazinho”?

    2- Utiliza proteínas em pó para substituir o paladar “proibido”

    É incontestável que um tabletinho ou dois de chocolate a cada 15 dias, ou mesmo semanalmente, não afetará ninguém. Entretanto, para um chocólatra ou alguém que gosta muito de doces, isso pode ser igual a nada, aliás, muitas vezes utilizando um tablete por dia, o indivíduo não se sente satisfeito. Porém, se passarmos a consumir chocolates, mousses, cookies e outras guloseimas o tempo todo, o ganho de peso gordo será mais do que certo.

    Assim, as proteínas em pó com sabores como cookies n’ cream, chocolate, mochaccino, cappuccino e coisas do gênero, podem auxiliar bastante nesse aspecto a substituir parcialmente esse paladar de “alimentos proibidos”.

    Procure utilizar ainda a criatividade e realizar algumas receitas com elas. Hoje, o mercado apesar de ainda carente no Brasil é bastante vasto na flavorização de seus produtos.

    3- Pimenta, uma ótima dica para o inverno!

    Nós sabemos que existem alguns alimentos com ótimas propriedades e, dentro dessas propriedades, podemos encontrar as termogênicas também, ou seja, propriedades as quais são capazes de aumentar a temperatura corpórea e, por consequência, elevar também as taxas metabólicas pelo maior consumo energético. Esses efeitos ainda, promovem certa sudorese e diurese, o que auxilia na redução da retenção hídrica.

    Um dos alimentos mais conhecidos por seus poderes termogênicos, é a pimenta, em seus diferentes tipos, desde a clássica do reino, até outras como a calabresa, páprica ou caiena.

    Cupom de Desconto DDM

    As pimentas são grandes aliadas no inverno, pois, além de auxiliar no aquecimento do corpo, podem fazer com que você possa continuar perdendo peso e/ou auxiliando no controle do mesmo, algo que os é bastante conveniente. Isso, sem contar suas propriedades vasodilatadoras, bastante admiradas entre os praticantes de musculação.

    Portanto, substitua temperos salgados e calóricos por pimentas das mais diversas. Você se surpreenderá com os resultados.

    4- Atividade física para esquentar o corpo

    Você sabe que a sudorese é um dos mecanismos corpóreos para a regulação da temperatura corpórea, não é mesmo? Pois bem, através dela, o corpo faz com que a “água” ou o suor na superfície da pele, equilibre a temperatura a qual não pode ser bruscamente elevada, pois, dessa forma, corremos sérios riscos de desnaturar enzimas, matar células e causar danos irreversíveis ao corpo. Durante a atividade física, onde há maior fluxo sanguíneo, percebe-se que um indivíduo transpira mais, ou seja, necessita ainda mais desse mecanismo para o controle de temperatura.

    Esse aumento na temperatura causado pela atividade física, normalmente não é apreciado no calor, mas, quando está frio… Em suma, alguns indivíduos começam a se movimentar, praticar atividades físicas somente pra se esquentar, para se ter breve noção de como esse processo é produtivo.

    Assim, todas as vezes as quais você sentir aquelas vontades de ficar embaixo das cobertas e hibernar por dias, pense que, você conseguirá manter seu corpo aconchegante e quentinho durante a atividade física, sendo assim esta, mais uma motivação para sua prática.

    Corrida para manter boa forma no inverno

    5- Café

    O café é um grão, consumido normalmente após sua secagem, torra e tritura como uma bebida de infusão. Por suas propriedades funcionais, como o fornecimento de elementos antioxidantes, suas funções termogênicas, diuréticas, de sudorese entre outras tantas, ele é milenarmente utilizado nas mais diferentes terapias com as mais diferentes finalidades também.

    O café, ou mais precisamente, a cafeína presente no café pode atuar nos estímulos lipolíticos através do estímulo a catecolaminas. O resultado é óbvio: Eliminação de gordura corpórea.

    Por fim, o café ainda pode ser uma ótima bebida em qualquer horário, acompanhado de quaisquer pessoas de nosso agrado. O importante é NÃO utilizar açúcar e, se utilizar algum tipo de adoçante sintético, que este seja a sucralose.

    6- Mingaus

    Os mingaus são um grupo de preparações moles de grande versatilidade, a meu ver: Doces e salgados, frios e quentes, com ou sem adições de frutas/frutas secas, com ou sem oleaginosas, com ou sem leite… E assim por diante.

    Para alguém que está consumindo aveia em shakes, uma ótima opção no frio é fazer, por exemplo, mingaus com ela e adicionar alguma proteína em pó, com frutas secas e/ou oleaginosas, com cacau, com manteiga de amendoim ou, por que não com a clássica canela, que além do ótimo sabor ainda apresenta inúmeras propriedades funcionais, como o equilíbrio da glicemia pós-prandial.

    Portanto, deixe de lado um pouco sempre a mesma forma de consumir os alimentos. Aprenda novas formas de preparo e sempre use-a, por exemplo, numa manhã fria de inverno.

    7- Ficar parado = Fome + vontade de comer

    É… Praticamente todos os indivíduos os quais ficam “sem nada pra fazer”, que ficam de mentes desocupadas e outros passam a pensar em uma fome inexistente, uma “vontade de comer algo” ou a mesma beliscar as coisas. Desta forma, se no mantivermos em movimento ou fazendo algo produtivo, dificilmente cairemos nesse platô.

    8- Consumir vegetais, mesmo que cozidos

    Sim, a maioria dos vegetais tem melhores e em maior quantidade, propriedades nutricionais. Dentre essas, podemos destacar as vitaminas, os minerais, os riboflavonóides, os carotenoides e assim por diante. Infelizmente, o consumo de vegetais no inverno não é tão frequente, mas, essa infrequência por muito se deve à falta de criatividade. Então, uma ótima opção é passar a prepara-los quente, de alguma forma menos prejudicial. Em substituição do alface, você pode pensar na couve refogada, em substituição do tomate e da cenoura ralada, você pode pensar em um mix de shitaque com shimeji e algumas gramas de frango. Boas opções ainda podem ser o brócolis grelhado, a abobrinha assada e outros tantos.

    Conclusão:

    Diante de muitos aspectos que relacionam fortemente o frio com a capacidade de aumento de peso corpóreo, devemos utilizar de todos os recursos disponíveis em nossa rotina para não só continuar otimizando os resultados, mas, principalmente para não destruir o que já foi feito.

    Portanto tenho certeza que com boas práticas, responsabilidade e algumas destas dicas citadas, você irá conseguir passar o período de inverno com uma boa forma e chegar ao verão com seu corpo perto dos 100% de produtividade.

    Lembre-se: Um templo se conserva todos os dias e, seu templo É o seu CORPO.

    Leia também:

    Artigo escrito por Marcelo Sendon (@marcelosendon)



    /* */