• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    Conheça alguns alimentos termogênicos naturais

    Esta precisando aumentar seu metabolismo, mas não pode usar suplementos termogênicos? Então conheça os melhores alimentos termogênicos naturais!

    Como sabemos, os termogênicos são substâncias capazes de, com o aumento da temperatura corpórea causada por mecanismos diversos, acelerar o metabolismo, favorecendo inúmeros processos como a melhor utilização de fontes energéticas primárias e, por conseguinte, de estoques também, auxiliando na redução da gordura corpórea, aumentando a performance, entre outros. Hoje iremos falar não de suplementos termogênicos, mas sim de alimentos termogênicos naturais!

    alimentos termogênicos naturais

    A venda e uso de suplementos termogênicos esta cada vez maior em todo o mundo, porém muitas pessoas se deparam com uma grande decepção ao perceberem que que não podem utilizar este tipo de suplemento. Os motivos são vários, desde impossibilidades financeiras (visto que bons produtos são caros), a sensibilidade do organismo, assim rejeitando o produto e até a pessoas que se enquadram em contra-indicações do produto, como problemas cardíacos, alterações na tireóide e etc. Para estas pessoas, a solução é procurar em alimentos naturais os princípios ativos da termogênese.

    E é justamente por isso que, de alguma forma, faz-se necessário uma avaliação e uma busca por caminhos alternativos, dentre eles, a utilização de substâncias que possam exercer papel próximo aos destes compostos. Aliás, substâncias essas que, de fato muitas vezes são o (s) princípio (s) ativo (s) desses produtos caros e de embalagem bonita.

    Hoje, conheceremos alguns destes alimentos termogênicos naturais e suas principais funções, para que assim, você possa ajudar, não só seu bolso, mas também, sua motivação e, claro, a busca por seus resultados.

    # Canela

    canela termogênico natural

    A canela, uma especiaria utilizada desde a antiguidade, de um tronco original do Siri Lanka é não só um aromatizante, mas um combinado de substâncias que possuem efeitos dos mais benéficos no corpo: Conhecida principalmente por auxiliar na redução e no controle da glicemia pós-prandial, principalmente em indivíduos portadores de Diabetes Mellitus Tipo ii e pessoas com pré-diabetes, devido a alguns de seus polifenóis, a canela é também um alimento termogênico natural. Seus minerais, como o cálcio também são fundamentais no auxílio da redução do percentual de gordura corpórea.

    Além disso, ela ainda apresenta benefícios extras como a ajuda no controle da pressão arterial, e nos níveis da lipoproteína transportadora de lipídios LDL (conhecida por transportar o colesterol de vias exógenas).

    # Pimentas

    pimenta termogênico natural

    As pimentas são já há anos também, especiarias das mais diversas utilizadas em inúmeras preparações alimentícias, medicinais, decorativas, funcionais ao meio, etc. Encontradas nas suas mais diferentes variedades e formas e também processadas das maneiras mais comuns e incomuns que podemos imaginar, as pimentas apresentam não só grande teor de vitaminas, sais minerais e outros compostos interessantes ao corpo, mas também, substâncias que são termogênicas (aliás, não é a toa que muitos indivíduos costumam transpirar ou ter um aumento imediato no corpo ao comerem pimentas.),

    A pimenta vermelha, por exemplo, é rica em uma substância chamada capsaicina, um graxo (responsável pela ardência da mesma), favorecedora da lipólise e que também age como nutriente vasodilatador. Outros benefícios ainda, das pimentas, são suas vitaminas antioxidantes, como a C e seus inúmeros minerais.

    Estudos demonstram que a utilização de pimentas em pratos quentes, podem ajuda consideravelmente o aumento do metabolismo, favorecendo assim uma maior queima de gordura.

    # Derivações da planta Camellia sinensis

    cha verde termogênico natural

    Ao ler esse nome estranho, você deve ter, provavelmente, pensado que essa é um tipo de nova substância, ou algo do tipo, não é mesmo? Pois bem, e se disséssemos que este é o famoso e conhecido “Chá”? Na realidade, chá da planta Camellia senensis, por definição, é o único chá, dando origem ao que conhecemos como “chá verde”, “chá branco” e “chá vermelho” (a depender do tempo em que o mesmo e colhido). Assim, o que conhecemos, por exemplo, como “chá de pitangueira”, assim é denominado de maneira incorreta, sendo o correto então que o chamemos de “infusão de pitangueira’, assim como as demais infusões como hortelã, anis ou outra qualquer.

    Mas, o foco deste não é a terminologia, mas sim, os efeitos que o mesmo apresenta não tão somente em aspectos relacionados a termogênese, mas também a perda de gordura em geral, além de apresentar bons níveis de nutrientes antioxidantes como o ácido ascórbico.

    Possuindo uma substância chamada epigalocatequina, o chá é capaz de através dela, aumentar os níveis metabólicos (e a termogênese) e, por conseguinte, apresentar uma melhor perda de gordura corpórea. Ainda sobre, o chá é um excelente diurético e possui alguns poucos estimulantes, que contribuirão para a diminuição nos níveis de retenção hídrica.

    Entretanto, para se obter os benefícios desse, são necessárias cerca de 4-6 xícaras de chá por dia, tornando muitas vezes seu consumo um pouco mais inviável para algumas pessoas.

    Cupom de Desconto DDM

    # Cafeína

    cafeína termogênico natural

    A cafeína é uma das metilxantinas (alcaloide) mais antigas e conhecidas no mundo por seu poder estimulante e, em alguns casos, milenarmente utilizada na medicina também, para inúmeras finalidades. E não é a toa que até hoje, encontramos essa substância em diversos medicamentos.

    Entre os principais efeitos da cafeína, podemos destacar seu alto poder estimulante (inclusive causando alguns transtornos para alguns tipos de indivíduos, como os que tem gastrite, uma vez que a mesma possibilita uma maior secreção de suco gástrico), diurético e, o que é o nosso enfoque aqui: termogênico. – E, diga-se de passagem, hoje, é muito raro encontrarmos se quer um suplemento termogênico que não possua cafeína (mesmo que em baixas quantidades) em sua composição.

    Além disso, a cafeína, não unicamente é utilizada na perda de peso por ser termogênica, mas, por sinalizar sinais lipolíticos, ou seja, de catabolismo de lipídios estocados nos adipócitos, o que possibilita a utilização dos mesmos como fonte de energia.

    # Algumas fontes de lipídios

    Algumas fontes de lipídios tais quais os conhecidos MCTs (lipídios de cadeia média) ou o Ômega-3 tem apresentado (em especial o ômega-3) bons níveis de termogênese, fazendo assim com que, através de sua utilização, seja possível uma melhor metabolização da gordura corpórea.

    Verdade seja dita: O alimento em si , já possui um certo efeito termogênico, entretanto, com a utilização desses óleos diariamente na dieta e, claro, nas quantidades mínimas necessárias (ou seja, pouco adiantará os consumir uma vez ao dia) somente auxiliará neste processo, não sendo então o fator de principal relevância.

    Em especial, a utilização de W-3 vem sendo apresentada ainda melhor do que a de MCT, seja para a termogênese ou seja para processos otimizadores do metabolismo e, por conseguinte da queima de gordura corpórea.

    Entre as fontes de gordura também relacionadas com a termogênese, estão o CLA, por exemplo, mas, estes normalmente estão presentes em suplementos alimentares, que não são nosso foco hoje.

    # Proteínas

    Isso mesmo, as proteínas! Um dos alimentos consumidos com a principal finalidade de construção e reparos, é também um dos nutrientes que mais tem a capacidade do aumento da temperatura corpórea. Isso porque, estes são nutrientes de difícil digestão e, principalmente, demandam quantidades relativamente significativas, quando comparado aos carboidratos, por exemplo, para terem sua efetividade de absorção no trato gastro-intestinal. As proteínas podem chegar a aumentar a termogênese em até 20% em relação a esses.

    Portanto, um consumo adequado de proteínas nas refeições, além de auxiliar na manutenção ou ganho muscular, também, indiretamente auxiliará na queima de gordura corpórea.

    # Casca de laranja

    casca de laranja termogênico natural

    A casca de laranja (Citrus aurantium) tem se mostrado tão eficaz na redução de gordura corpórea, que, até mesmo algumas pesquisas já a reportam melhor do que a efedrina, nesse aspecto, pela presença de seus beta agonistas também. Um desses compostos, é a sinefrina, presente no seu pericarpo (fortemente estimuladora da lipólise celular).

    A casca de laranja é normalmente utilizada quando fármacos ou outras substâncias não são viáveis por algum motivo, normalmente, entre os mais comuns, estão os já citados anteriormente no início do artigo.

    Um outro fator que vem sido mostrado com a casca de laranja é seu poder de controle de glicemia e controle do apetite, o que fará com que o indivíduo corra menos riscos de beliscar algo o tempo todo e acabar por ingerir calorias excedentes ao necessário para seu objetivo.

    # Gengibre

    gengibre termogênico natural

    O Gengibre é uma raiz que, aparentemente, por sua aparência, não deveria apresentar tantos benefícios como apresenta. E, claro, pelo desconhecimento de muitos, sua maior utilização acaba sendo unicamente como especiaria, quando, na verdade, ele ainda pode apresentar muito mais vantagens: Combate a enxaquecas, cólicas, doenças crônicas e, claro, o aumento de gordura corpórea, visto seu alto poder termogênico, o que o torna bastante frequente em produtos dessa natureza.

    Seus benefícios se devem a seu estímulo na produção de catecolaminas, que estimulam a lipólise (assim como a cafeína), na absorção de lipídios, que se torna diminuída e finalmente na maior conversão de colesterol em ácidos biliares (visto que o colesterol é matéria-prima para tais).

    Conclusão:

    Apesar de sua efetividade e também de sua relativa segurança, os alimentos termogênicos naturais também merecem certo grau de cuidado e que jamais deve ser negligenciado. Enquanto, de fato eles podem ser uma forma auxiliar para pessoas que não podem por algum motivo utilizar de substâncias sintéticas ou produtos desses mais comuns no mercado, eles devem ser orientados adequadamente em seu uso por um bom profissional de nutrição e que, preferencialmente ainda seja especializado neste ramo. Isso porque, além de fatores como hipersensibilidades e outros, a maioria dos compostos, mesmo que sintéticos, são derivados desse tipo de produto, fazendo com que, muitas vezes, a depender da dosagem, eles tenham efeitos muito próximos. Lembre-se que não é porque estamos falamos de algo natural que devemos considerar o uso indiscriminado!

    Dieta, treinamento intenso, descanso adequado e devidas periodizações são sempre os principais fatores a serem seguidos a risca e, da melhor maneira possível, seja com o sem o uso de quaisquer substâncias, sintéticas ou não. Certamente, é através destes que é possível mesmo obter bons resultados na perda de gordura corpórea.

    Artigo escrito por Marcelo Sendon

    9 Comentários

    1. Ttakk 3 anos atrás
    2. Ttakk 3 anos atrás
    3. jose cristina 3 anos atrás
    4. Marcos 4 anos atrás
    5. Marcello Dutra 4 anos atrás
    6. giba 4 anos atrás
    7. Rafael 4 anos atrás
    8. Claudio 4 anos atrás
    9. Rogelio Raimundo Dosouto 4 anos atrás


    /* */