• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    Conheça 5 dicas para escolher sua academia de musculação

    Conheça algumas dicas que irão lhe ajudar na hora de escolher a academia de musculação para executar seus treinamentos.

    Hoje, um dos segmentos que mais cresce em todo o mundo é o da saúde e do bem estar e dentro dele a parte que se destaca são as academias de musculação e os suplementos alimentares. Por ser um segmento que engloba tudo, tanto saúde, estética, bem estar, a musculação tem sido muito bem vista por todos, assim academias são abertas todos os dias e em cada esquina conseguimos ver uma academia diferente.

    boa-academia-de-musculacao

    Comprar Suplemento de Cafeína Pura

    E por esta diversidade de academia, nós praticantes de musculação, ficamos perdidos na hora de escolher onde treinarmos. E essa duvida não é só por parte dos iniciantes no mundo da musculação, mas muitos experientes também. Na hora de escolher a academia de treino, o que devo levar em conta? A estrutura? Os profissionais? Os praticantes que ali estão? Meus objetivos? Os objetivos da academia? O preço? Enfim, são inúmeras variantes para analisar.

    Por isso, para ajudar a quem está buscando uma academia, resolvi escrever um artigo com algumas dicas que eu uso na hora de avaliar a academia que eu vou treinar. Funciona para mim e acredito que possa funcionar para muitos que irão ler, pois são dicas básicas, mas que muitos se esquecem de avaliar quando estão procurando onde treinar.

    1- Observe os aspectos estruturais da academia

    O primeiro ponto que acho importante é observar a estrutura da academia e ver se ela equivale com aquilo que você está buscando. E estou falando de estrutura de material de treino e não opcionais, que irão variar de gosto para gosto, como se a academia tem ar condicionado ou não, se ela tem televisão ou não e assim por diante. Estou falando de barras, pesos, anilhas, equipamentos e etc.

    Observe primordialmente os equipamentos. Veja as marcas que eles são, caso não conheça, anote e pesquise depois a procedência, observe se os aparelhos não são improvisados ou construídos em qualquer serralheria e se eles possuem certificado. Isso pode parecer inútil, mas a biomecânica de um equipamento fala muito alto na hora de considerarmos um trabalho sem grandes riscos de lesões e/ou específico.

    academia-de-musculacao-estruturada

    Após isso, observe também a qualidade das barras, a qualidade dos halteres e as condições dos aparelhos. Nada adiantará termos bons equipamentos em mau estado de conservação. É necessário que eles estejam devidamente lubrificados, devidamente cuidados e que possam fornecer uma eficiência na hora do trabalho. Também, isso é importante para evitar quaisquer tipos de acidentes. Imagine um halter em mau estado que acabe tendo suas anilhas soltas em um supino ou crucifixo. Certamente, o estrago seria grande.

    Cheque por fim, os requisitos de primeiros socorros da academia. É essencial contarmos com dispositivos que possam salvar a vida de uma pessoa, e isso mostra diretamente o cuidado que a academia tem, além da preocupação, com sua clientela.

    Após observar esses pontos, observe a qualidade dos pisos das academias. Muita gente não conhece esse fator e o desconsidera também, mas um piso inadequado, como o piso frio, não fornece uma aderência boa às solas do sapato e causa escorregões muito facilmente. Ainda outros, podem fazer com que você venha a tropeçar, mesmo durante um exercício como o agachamento livre, por exemplo. Além disso, pisos inadequados, como os ladrilhos, não permitem uma colocada de pesos elevados no chão, pelo risco de quebrarem. Isso tudo faz com que o treinamento como um todo seja afetado. Portanto atente-se ao piso, que deve ser antiderrapante de algum material próprio ou emborrachado. Preferencialmente, na parte de pesos livres, deve-se ter alguma coisa que amorteça impactos, para a possibilidade da jogada de halteres etc.

    Observe ainda se a academia possui devida ventilação. É importante que não haja um excesso de abafamento, pelo risco de contaminação alheia, em especial nos dias de inverno.

    O espaço físico também deve ser relativamente amplo, ou pelo menos que permita um espaçamento satisfatório entre as pessoas. Assim como há uma limitação de pessoas dentro de um ônibus, há também dentro de X metros quadrados de uma academia. Porém alguns insistem em superar as condições físicas e ultrapassar esse número. O fato é que caso não haja um bom espaçamento entre as pessoas, podem ocorrer esbarrões, caídas de peso sobre outro indivíduo, movimentação inadequada (por não poder estender completamente um braço, por exemplo), entre outros. É necessário ter um bom senso nesse espaço. Portanto, se possível, visite também a academia em momentos de pico, para observar como ela se comporta diante disso.

    2- Atendimento e profissionalismo

    atendimento-na-academia

    O principal fator que deve ser observado é o atendimento nas aulas, pois não adianta em nada ter ótima estrutura e péssimos instrutores. Deve-se observar se há pessoas qualificadas para tais funções e que, mais do que um simples CREF, saibam o que estão fazendo, falando e instruindo. Um mau instrutor pode gerar inúmeros problemas, como mau desenvolvimento, lesões, criação de vícios e etc.

    Ser certificado pelo CREF é o mínimo para se trabalhar em uma academia, mas isso não quer dizer que a pessoa realmente esteja aderida ao mundo da musculação, especificamente e que saiba o que está fazendo. Muitos costumam realizar mais “peripécias” do que ajuda. Isso porque, mesmo com muita boa vontade, alguns ainda insistem em ajudar da maneira incorreta principalmente por não conhecerem os princípios biomecânicos básicos de um exercício. Erros clássicos como ajudar no agachamento livre pela barra, ajudar no supino pendendo a barra para um dos lados, ajudar nos supino reto ou inclinado com halteres pelos antebraços ao invés dos cotovelos, entre outros podem ser frequentemente vistos. Além disso, pessoas que não tenham a atenção devida e que mais estão fazendo social e batendo papo do que auxiliando em sua própria função, devem ser devidamente chamadas atenção, neste caso, com reclamações na central da própria academia. Não tenha medo de exigir seus direitos! Você paga por isso!

    Cupom de Desconto DDM

    A presença de estagiários é muito interessante nas academias também, mas deve-se considerar que eles NÃO podem estar sós.

    É importante observar o tipo de atenção que é fornecida. Não é função do instrutor da sala de musculação ser seu assistente particular, nem desmontar seus pesos, nem nada do gênero. Porém, não é certo ele negligenciar uma ajuda.

    A verdade é que em muitos os casos, acabam sobrecarregando esses profissionais com muitos alunos e ele acaba tendo de ajudar a todos ao mesmo tempo, não podendo desenvolver bem sua função. Nesse caso a administração da academia deve ser contatada o mais rápido possível e ser exigida de que se tome as devidas providências de novas contratações. É fundamental que isso seja feito para que você e os outros disponham mais rapidamente de uma ajuda, disponham de correções quando estiverem errados e assim por diante.

    O atendimento por fim, deve contar com bons avaliadores, que possam traças seu projeto, acompanha-lo e orientá-lo adequadamente. Apesar de não serem personal trainers particulares, devem observar suas necessidades individuais antes da prescrição de um treinamento, que muitas vezes é o mesmo para todos, tornando a musculação uma robotização. Para isso, avaliações periódicas antropométricas devem ser levadas em consideração.

    É normal que um ou outro profissional tenha maior intimidade com esse ou aquele aluno. Porém, todos devem ser tratados igualmente. Não pode haver diferenciação alguma entre quaisquer deles. Oriente-se sempre por isso: O melhor deve ser fornecido a todos!

    3- Observar as orientações do instrutor

    As orientações inadequadas são frequentemente vistas. Logicamente, não podemos falar de outras, sem antes começar pelas prescrições incorretas a respeito da própria atividade física. Isso porque, muitos são incapazes de prescrever e passar as coisas adequadamente. Técnicas erradas são ensinadas, métodos incorretos são ensinados… Mas o problema maior é a prescrição inadequada de exercícios físicos, em especial, nos termos biomecânicos. Sim, esse fator pode levar um aluno a ter sérias lesões e principalmente agravar outras. É função de quem estiver orientando o treinamento saber como ensinar cada processo! Do contrário, infelizmente ele é incapaz de estar lá!

    instrutor-no-celular

    Porém, as prescrições incorretas não param por aí: uma próxima prescrição totalmente incorreta e antiética é a de dietas e métodos de nutrição, quando feitas por profissionais de EDUCAÇÃO FÍSICA! Enquanto estes estão capacitados para prescrever ATIVIDADE FÍSICA, os NUTRICIONISTAS estão aptos para prescrever a parte NUTRICIONAL de um indivíduo, assim como um advogado não pode realizar uma cirurgia em uma pessoa, por mais que tenha conhecimento. O mesmo vale para a prescrição de suplementos nutricionais e/ou ergogênicos.

    Dessa forma, além de infringir a lei, o profissional da parte física corre o risco de falar besteira, o que ocorre em 95% dos casos. Por mais que ele tenha conhecimento, é antiético de sua parte estar em uma academia e pensar que pode “passar dieta” para seus alunos ou dizer para comer isso ou aquilo. Da mesma forma, o profissional de nutrição não deverá prescrever nenhum tipo de atividade física aos seus clientes, por mais que essa recomendação seja “faça caminhada três vezes na semana…”.

    Por fim, uma última prescrição que é bastante inadequada e, talvez, a pior e mais perigosa de todos é a recomendação do uso de quaisquer ergogênicos hormonais. Neste caso, de maneira extremamente irresponsável, são muitos os que fazem, principalmente para vender algum tipo de produto ou recomendarem a venda por conta de um amigo.

    Aliás, esse último fator é tão grave que é lei que sejam colocadas nas academias, dizeres de que ergogênicos podem levar a distúrbios e até mesmo à morte. As academias atualmente são obrigadas a terem placas visíveis com os dizeres: “O USO DE ANABOLIZANTES PREJUDICA O SISTEMA CARDIOVASCULAR, CAUSA LESÕES NOS RINS E FÍGADO, DEGRADA A ATIVIDADE CEREBRAL E AUMENTA O RISCO DE CÂNCER.”

    A maioria dos indivíduos que faz essa indicação, não é apto, nem conhece os reais efeitos e a potência de destruição dessas substâncias. Lembre-se que seu corpo não vale mais do que sua saúde!

    Se você entrar em uma academia de musculação e observar quaisquer aspectos desses, você pode tranquilamente, por justa causa, pedir anulação de seu contrato e não deve pagar multa! Por isso, fique sempre atento!

    4- A busca do preço justo

    Existem academias de musculação, fitness e atividades em gerais de todos os preços imagináveis. Desde as mais simples, valendo às vezes R$30,00 a mensalidade ou mesmo as mais caras e incrementadas com preços de R$500,00 ao mês. Obviamente, a grande maioria das pessoas está inserida nas classes B e C, por isso ainda precisam se preocupar com este fator. Inclusive, até a classe A se preocupa com valores. Não é porque tem dinheiro que irá gastar atoa.

    custo-beneficios-academias

    Temos que ter em mente que não só a qualidade da academia irá importar, apesar desse ser o fator principal. É necessário entender que após a nossa satisfação, temos de ver se a academia se adequa as nossas condições financeiras. Isso porque, não pode ser tirado de gastos básicos como o pagamento de despesas e da alimentação (ainda mais levando em conta a alimentação um pouco mais cara de um praticante de musculação) para custear os gastos com academias.

    É necessário traçar um custo benefício o qual possa fazê-lo treinar em um bom lugar, mas pelo menor preço.

    5- Tenha paciência

    A busca por uma academia que se adeque com todos esses fatores e ainda esteja dentro de seu alcance financeiro pode demorar um pouco. Mas, é importante verificar tudo com calma, pois teremos maiores chances e fechar planos semestrais, anuais, entre outros os quais irão diminuir o valor cheio ou mensal de um ginásio.

    Conclusão:

    Buscar uma academia de musculação pode não ser uma tarefa tão simples quanto pareça ser. Entretanto, com dicas e seguimentos de coisas que podem ser feitas para uma busca mais clara e precisa, tudo começa a se tornar mais claro. É importante não se deixar levar por aparência apenas, nem tampouco pela oferta. Seja consciente para não se arrepender depois e acabar perdendo dinheiro!

    Bons treinos!

    Artigo escrito por Marcelo Sendon (@marcelosendon)

    Um Comentário

    1. Akaue Lima 9 meses atrás


    /* */