• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    Conheça 5 dicas para quem deseja ter uma dieta voltada à vida saudável

    Algumas dicas para quem deseja ter uma alimentação mais saudável, sem se preocupar com estética, performance ou esporte competitivo.

    Por mais que o esporte tenha aspectos os quais tragam os indivíduos para uma vida saudável, é bem entendível hoje que, os esportes competitivos pouco tem haver com a propagação da saúde em si, mas sim com a performance, que é fator determinante para o sucesso ou para o fracasso dos atletas.

    alimentacao-saudavel

    Comprar Whey Isolado VP2

    Isso quer dizer que enquanto existam modos de buscar uma vida saudável através da prática esportiva, da alimentação e de hábitos saudáveis, existem também modos os quais visam apenas a utilização desses métodos para fazer o indivíduo ter um alto rendimento na prática esportiva que, diga-se de passagem, muitas vezes é seu ganha pão ou sua profissão.

    ENCONTRE: Os melhores suplementos vendidos no Brasil!

    Portanto, devemos entender que existem inúmeras diferenças entre os hábitos que devem ser aderidos por indivíduos que buscam um ou outro objetivo. Assim, neste artigo, traçaremos algumas dicas para quem deseja ter bons resultados físicos e de saúde, mas não visam os esportes competitivos, ou seja, visam apenas a melhora na qualidade de vida.

    1- Não coma como um profissional

    Os profissionais, sejam de quaisquer esportes, possuem hábitos os quais os fazem se alimentar de maneira excepcionalmente diferente, ou seja, adotando a protocolos os quais muitas vezes sobrecarregam seus corpos, causam impactos metabólicos severos ou fazem com que o corpo seja submetido a esforços os quais naturalmente não está programado para lidar.

    Aspectos como a superalimentação, alimentações ricas em determinados macronutrientes como proteínas ou mesmo lipídios, além dos carboidratos, a ingestão de altas quantidades de fibras alimentares, vitaminas, sais minerais ou até mesmo da alta ingestão de água são coisas as quais devem ser evitadas por quem busca uma dieta sadia e equilibrada.

    almoco-fisiculturista-profissional

    Como citado, os atletas buscam formas de otimizar sua performance, enquanto você deve buscar formas de otimizar sua qualidade de vida. Para isso, exageros são totalmente desnecessários.

    Entenda que não será necessário que você se prive de alimentos, consuma outros em excesso ou mesmo mantenha dietas extremas para alcançar seus objetivos. Trace pouco a pouco mudanças as quais possam tornar seus hábitos alimentares e de vida melhores e mais próximos do ideal.

    Com certeza, você verá que as mudanças periódicas serão muito mais duradouras e eficazes.

    2- Faça uma contagem sem números

    Muitas pessoas acreditam que, para obter uma qualidade de vida boa, necessitarão de dietas e protocolos extremos. Então, dessa forma, passam a contar tudo que ingerem, seja em porções, quantidades, ratio de macronutrientes ou outro fator qualquer, quando isso pode ser descartado.

    Obviamente, para pessoas as quais não possuam um bom senso, isso pode ser um pouco mais difícil, mas, para a maioria das pessoas, pode ser algo extremamente eficaz. Como? Imagine que você deva manter uma alimentação saudável propondo porções as quais possam satisfazer seu corpo. Então, imagine em uma refeição de meio de dia que você necessite de um pouco de carboidratos, um pouco de proteínas, um pouco de vegetais e, claro, alguma porção de lipídeos. Então, pense que, utilizando uma porção média que forneça 20-30g de cada macronutriente e, metade disso de lipídios, já será o suficiente na maioria dos casos. Pense ainda que abusar de verduras não causará mudanças significativas. Assim, uma porção de 100g de arroz cozido com mais 50g de feijão cozido, um filé grande de peito de frango com alguns vegetais assados ou refogados e uma salada temperada com um pouco de azeite já serão bem servidos.

    Mantenha o equilíbrio entre as refeições e proponha ao corpo sempre um pouco de tudo…

    3- Não se importe com coisas pequenas as quais a mídia divulga

    A mídia constantemente divulga muitas informações as quais podem ser consideradas certas em alguns momentos, mas, em outros, podem ser consideradas imprecisas, errôneas e sensacionalistas. Você deve entender que a mídia é uma forma de maketing e não importa se o que está sendo vinculado tenha total veracidade, mas sim, se o que está sendo vinculado é realmente produtivo e de alguma forma vá gerar lucro.

    Cupom de Desconto DDM

    nutricao-divulgada-pela-midia

    Muitas vezes, as informações trazidas pela mídia não são nem equivocadas, mas recebem uma atenção desnecessária. Por exemplo, muitas reportagens costumam falar do tal licopeno, um excelente antioxidante. E dizem que ele se encontra na melancia. Só que esquecem de mencionar que para obter uma quantidade de licopeno significativa para questões dietéticas, é necessário o consumo médio de 1kg de melancia por dia, algo inviável. Então, as pessoas passam a comer melancia, de maneira insuficiente e não obtém os resultados desejados.  Da mesma forma, começam a divulgar que esse ou aquele alimento, quando excluso da dieta, promove o emagrecimento, ou que você deve consumir apenas alimentos orgânicos e assim por diante…

    Ora! As pessoas começam e mecanizar a alimentação de uma tal forma a qual ela fica restrita, fica imprecisa e não gera bons resultados. Portanto, se você realmente quer ter uma alimentação saudável, passe a consumir um pouco de tudo, passe a comer todos os tipos de alimentos em quantidades proporcionais às suas necessidades. Não se prive a pequenos detalhes. Certamente, isso evitará neuras e trará muito mais resultados.

    4- Coma o que você gosta

    Mamãe insistia para você comer brócolis na infância e você não gostava. Da mesma forma, depois que se tornou adulto, muito provavelmente comeu e acabou gostando e não tem problemas com esse alimento. Exato! Tudo que é forçado, dificilmente gera resultados e dificilmente vira hábito. Dessa forma, para uma alimentação saudável, proponha mudanças graduais e mais importante: Coma o que você gosta, para manter a dieta.

    Muitas pessoas não gostam de batata doce ou arroz integral, mas comem forçado porque acham que terão esse ou aquele benefício. Verdade que não teremos lá diferenças tão marcantes para quem busca apenas melhorar sua qualidade de vida, caso ela passe a ingerir o arroz branco ou mesmo a batata inglesa. Em termos de índice glicêmico, isso nem é mais utilizado, e em termos de micronutrientes, não teremos lá uma perda tão severa assim. Portanto, será muito melhor optar na batata inglesa ou mesmo no arroz branco na dieta do que desistir e acabar comendo alimentos realmente prejudiciais.

    comendo-o-que-nao-gosta

    Procure manter a dieta sempre dentro de padrões os quais você possa mantê-los mais aceitáveis ao seu próprio corpo. A dieta não deve, em hipótese alguma ser entendida como uma tortura, mas sim como um hábito de vida que deverá ser duradouro para te trazer resultados e uma qualidade de vida muito melhor.

    5- Pense no longo prazo e valorize seu momento

    Se um atleta profissional que precisa de resultados o quanto antes já visa uma preparação a longo prazo para que possa estar em boas condições no dia de sua competição, imagine então, uma pessoa a qual não tem necessariamente uma meta para ser cumprida em um período curto de tempo…

    O atleta em si, mesmo buscando protocolos mais rápidos, sabe que se eles forem rápidos demais, as chances de tudo dar errado são eminentes. No entanto, ele procura aliar a responsabilidade na manutenção de seus ganhos com seu progresso. Uma pessoa “comum”, tem praticamente todo o tempo do mundo e não tem porque querer resultados tão rapidamente e, principalmente se esses resultados envolverem aspectos de ganhos grandes, ou seja, aqueles que somente são conquistados em um período mais longo de tempo (longo prazo). Dessa forma, essa pessoa pode pouco a pouco ir buscando seus progressos sem causar danos à saúde, sem causar aborrecimento consigo mesma e conseguindo manter os ganhos, que é algo extremamente importante.

    olhando-longo-prazo

    Assim, não pense em “perder 20kg em 4 semanas” ou “Ganhar 10kg de músculos em 2 meses”… Pense que ir modificando pouco a pouco seu corpo e transformando-o no que você deseja é o melhor caminho para o sucesso.

    Conclusão:

    Sabe-se que a aderência a protocolos extremos não é algo que beneficiará nem a saúde nem a mente de quem o fizer sem propósitos lógicos. Normalmente, esses protocolos são escolhidos somente por profissionais que necessitam de resultados rápidos por dependerem de seu respectivo esporte como sua profissão.

    É importante assegurar-se sempre de que você não está entrando em uma neura de resultados, mas sim buscando pouco a pouco o que você deseja, a fim de alcançar metas que muitas vezes nem mesmo você imaginou que poderia alcançar.

    Boa alimentação e mantenha-se sempre equilibrado!

    Artigo escrito por Marcelo Sendon (@marcelosendon)



    /* */