• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    Descubra 7 razões as quais a suplementação creatina pode não ser eficiente para você

    Conheça as 7 razões pelas quais a suplementação com creatina pode não estar apresentando os resultados os quais deveria em seu corpo.

    A Suplementação com creatina é uma das mais estudas e utilizadas no mundo inteiro, saindo, inclusive dos aspectos ergogênicos ligados com os esportes e partindo para o tratamento ou prevenção de algumas patogenias e degenerações. Entretanto, sem sombra de dúvidas, o primeiro caso ainda é o mais evidente. Ela tem sido evidenciada como muito eficaz, segura e capaz de proporcionar resultados incríveis tanto para homens quanto para mulheres, com objetivos diversos.

    creatina pode nao ser eficiente

    Comprar Suplemento BCAA Optimum Nutrition

    A Creatina é um peptídeo naturalmente produzido pelo corpo humano o qual possui inúmeras funções, dentre elas, a mais importante é o reestabelecimento do ADP para ATP para que ele possa ser utilizado como energia, especialmente em momentos onde a utilização energética deste composto é alta, como em corridas explosivas, atividades físicas de força entre outras. Todavia, a creatina a qual é produzida pelo corpo, bem como a ingerida pela alimentação de fontes como as carnes vermelhas, as carnes suínas, peixes e outros não é suficiente para apresentar efeitos ergogênicos e, portanto, faz-se necessário, em alguns casos, o consumo exógeno por meio da suplementação.

    Porém, são muitas as pessoas que infelizmente não conseguem bons resultados com a creatina. Isso, não necessariamente porque ela seja um suplemento ruim ou tampouco ineficaz, mas, principalmente porque podem estar fazendo algum tipo de coisa errada durante a sua utilização. Portanto hoje, conheceremos sete das principais razões pelas quais a creatina pode não estar apresentando os resultados os quais deveria em seu corpo.

    1 – Você é um Creatine “Non-Responder”

    Sem sombra de dúvidas a creatina é um dos suplementos apontados hoje como mais eficazes à inúmeras pessoas. A maioria delas responde muito bem à creatina e, certamente conseguem ótimos resultados.

    Porém, uma pequena porcentagem da população, entretanto, não apresenta esses resultados. Elas podem ingerir creatinas em diversas formas (monoidratada, micronizada, nitrato etc), com diferentes protocolos e modos de “ciclos” que, mesmo assim não apresentam resultados. Não se sabe ao certo o motivo disso, somente que elas, por alguma falta de enzima, gene ou algo do tipo não conseguem aproveitar os benefícios da creatina. Portanto, não há grande necessidade de suplementação de creatina com esses casos.

    Creatine Non-Responder 1

    2 – Ingestão de álcool

    O álcool é um dos piores itens para ser utilizados com a creatina. Isso porque, o álcool é relativamente tóxico ao corpo e, precisa ser excretado, promovendo assim um processo de diurese mais intenso do que o normal.

    Tendo uma excreção de água muito constante, parte dos efeitos da creatina em hidratar o músculo vão embora e, com essa água, também vão nutrientes importantes, especialmente eletrólitos.

    Isso prejudica grandemente o ganho de massa muscular. Além disso, esse ganho é prejudicado na medida em que consideramos que o álcool é capaz de suprimir os níveis de testosterona (que são essencialmente anabólicos ao corpo) e também, por algum mecanismo não bem compreendido, promover certo bloqueio na síntese proteica.

    Assim, evite ao máximo o álcool, principalmente se estiver usando creatina. A vida é feita de escolhas e, suas escolhas influenciarão os resultados obtidos por você.

    3 – Você usa creatina apenas antes do treino

    Muitas pessoas tem a famosa ideia de utilizar creatina antes do treino com a premissa de que o corpo a utilizará momentaneamente. Acontece que, a creatina NÃO tem ação imediata, ou seja, a creatina que você ingeriu hoje pode ser usada amanhã até. Então, não se iluda achando que usar creatina necessariamente antes do treino trará resultados benéficos.

    Além disso, a utilização da creatina, quando em doses maiores, principalmente para indivíduos pesados deve ser fracionada durante o dia, a fim de promover uma melhor absorção pelo corpo. Essencialmente, mesmo que você não tenha lá grande peso, mas faça um uso de doses mais elevadas da creatina, ela deve ser fracionada.

    tomando-creatina-treino

    Antes do treino também não costumamos ingerir carboidratos de fácil digestão, que também melhoram a absorção da creatina. Portanto, esse pode ser um aspecto que dificulte ainda mais o seu aproveitamento.

    A ciência tem demonstrado que não necessariamente a creatina possui um momento para ser ingerida a fim de proporcionar melhores resultados, porém, sabe-se que o corpo consegue absorver melhor a creatina imediatamente após o treino, que, se houvesse um melhor momento, seria ele.

    Cupom de Desconto DDM

    4 -Você usa muitos tipos de creatina

    Sabemos que hoje no mercado existem inúmeras formas de creatina. Entretanto, consideremos que, mesmo havendo a creatina nitrato, HCl ou outra qualquer, a mais estudada e mais comprovada hoje, sem efeitos colaterais é a creatina monoidratada.

    Creatinas como a nitrato, por exemplo, quando feito o uso prolongado, podem causar malefícios ao corpo, segundo alguns estudos.

    Mesclar diferentes tipos de creatina talvez possa ser sinônimo de comprometer o seu dinheiro (existem algumas bem caras, diferente da monoidratada que tem ótimo custo X benefício) e também, de você não perceber qual é a que está sendo mais eficiente naquele momento.

    Pensando nesses aspectos e, pensando na eficácia do que se tem frente a ciência, a melhor recomendação seria ainda a creatina monoidratada. Desde que usada corretamente, dentro de protocolos convenientes, certamente ela poderá garantir o máximo de resultados para você.

    5 – Você faz “ciclos” com a creatina

    A creatina é produzida naturalmente e, diariamente pelo corpo humano, não é mesmo? Com a alimentação, também ingerimos frequentemente a creatina, ou seja, ela está presente por vias endógenas e exógenas o tempo todo no nosso corpo. E isso, obviamente não seria por acaso. Se ela está presente o tempo todo em nosso corpo é porque participa o tempo todo de algum tipo de reação, sendo por hora, necessária de ser sintetizada novamente.

    Mas, é claro que muitas pessoas acham que existem suplementos que devam receber uma pausa, o que não é o caso da creatina. Quando falamos em pré-treinos ou termogênicos, por exemplo, estamos dando estímulos ao corpo e, portanto, esses estímulos serão adaptáveis com o passar do tempo, sendo necessário suspender o uso.

    Mas, a creatina é algo que está sofrendo uso e síntese o tempo todo. Portanto, não há nada de mais em consumi-la.

    Pessoas sadias não desenvolvem problemas renais e/ou hepáticos por isso, o que é um outro grande mito do uso da creatina.

    Portanto, utilize constantemente a creatina e, não faça pausas. É mais fácil isso prejudicar os seus resultados ou você ter de saturar creatina de novo do que ajudar em algo.

    6 – Não respeitar as necessidades individuais de creatina

    Por favor, quem foi que disse que 5g antes e 5g depois do treino de creatina é a dosagem padrão a ser consumida? E quem foi que disse que a quantidade máxima de creatina que devemos ingerir são apenas 3g por dia?

    Essas são diretrizes totalmente sem lógica e muito generalizadas. A realidade, é bem outra:

    Assim como uma dieta requer uma quantidade X de cada macronutriente para cada indivíduo a depender de seu peso, necessidades individuais, intensidade das atividades físicas entre outro, a creatina também depende desses fatores.

    quantidade de reatina

    Obviamente, estimar o quanto você gasta de creatina por dia seria totalmente inviável, primeiro porque, bioquimicamente isso demandaria análises laboratoriais. Segundo porque, cada dia você consome uma quantidade de creatina diferente, frente a intensidade da atividade física realizada etc. Porém, sabemos que os básicos da creatina estão na literatura da nutrição esportiva e são ÓTIMAS diretrizes a serem seguidas. Por exemplo, sabe-se que 0,1g/kg de creatina por dia já conseguem manter níveis bons de saturação. Todavia, caso você utilize protocolos de saturação, ela tende a ocorrer mais rápido. Para isso, são usados 0,3g/kg por 5 ou 7 dias (a depender do protocolo) para que então você passe para a fase de manutenção com 0,1g/kg. Desta forma, por exemplo, um indivíduo de 70kg faria a saturação com 21g/dia de creatina por 5 ou 7 dias e manteria, após esse período 7g por dia.

    Se você utiliza quantidades de menos de creatina, certamente passará a não ter bons resultados e, portanto, deverá aumentar isso.

    7 – Sua dieta está inadequada

    Você deve bem saber que suplementos alimentares pouco ou nada ajudam quem não possui uma dieta corente com suas necessidades individuais e, principalmente com seus objetivos. Sendo assim, essencialmente, se você não consegue manter um protocolo dietético assim, esqueça, a creatina não irá te ajudar!

    Muitas pessoas utilizam creatina e ainda, outros milhões de suplementos alimentares, mas, esquecem de fazer o básico, prejudicando por completo seus resultados.

    A creatina é eficiente sim, mas ela necessita que existam outros substratos no corpo para que possa exercer adequadamente seus papéis.

    Assim, alie primeiro sua dieta e depois disso comece a pensar no uso de suplementos, inclusive da creatina.

    Conclusão:

    Mesmo sendo um dos suplementos mais estudados no mundo e que mais tem apresentado resultados benéficos e comprovados cientificamente, a creatina necessita ser ingerida com alguns cuidados para que realmente tenha eficiência, do contrário, seu consumo será em vão.

    Salvo se você for algum indivíduo non-responder, certamente conseguirá benefícios caso ajuste os possíveis erros que estejam acontecendo em sua rotina e/ou no consumo da creatina em si.

    Bons treinos!

    Artigo escrito por Marcelo Sendon (@marcelosendon)



    /* */