• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    Conheça 5 dicas para mulheres alcançarem um bom corpo em 2016

    Conheça algumas dicas para que você, mulher, possa obter o corpo que deseja nesse ano de 2016!


    O público feminino cada vez mais está adepto a prática de modalidades esportivas como a musculação, que talvez seja hoje a maior procura por todas aquelas que desejam um corpo sarado!

    Diante dessa procura, são muitas as ofertas de serviços auxiliares, de promessas milagrosas, de aulas alternativas e de métodos de musculação e nutrição os quais são oferecidos à elas diariamente. Essa grande oferta, faz com que muitas acabem não sabendo por quais caminhos seguir e, além disso, faz com que grande parte seja iludida por coisas que jamais funcionarão.

    eva-andressa-sarada-2016

    Comprar Suplemento Creatina da Prozis Sports

    Todo esse quadro, que se torna um ciclo vicioso e se mistura com a vontade de alcançar objetivos, causa grande estresse à elas e, infelizmente, continua não trazendo resultados sólidos e duradouros. Portanto neste artigo, tentarei passar algumas dicas do que pode ser feito para que mulheres alcancem um corpo muito melhor em 2016!

    1- Não tenha medo de treinar um grupamento muscular por dia

    Cerca de 90% das mulheres em academias de musculação, treinam em sistemas AB, Full Body ou mesclam membros inferiores e superiores todos os dias. Pode reparar! Isso não constitui um erro grave, porém muitas vezes é feito de maneira inadequada, e existem formas muito melhores e mais simples de obter um bom desenvolvimento.

    Em primeiro lugar, quando treinamos AB ou superiores mesclados com inferiores, temos de ter muito cuidado com a sinergia do corpo. Por exemplo, se hoje você treinou quadríceps e amanhã irá treinar glúteos e isquiotibiais, essa não é uma boa escolha. Mas, não são músculos antagônicos? Sim! Porém, nos movimentos para quadríceps, com raras exceções, a parte posterior dos membros inferiores também é ativada. Logo, sinergicamente elas estão em atividade. E esse é só um exemplo que nos leva muito próximos ao treinamento Full Body, que é excelente, mas não quando realizado todos os dias.

    mulher malhando

    Muitas abrem mão ou nem tentam treinar em sistemas com divisão de um músculo por dia, por acreditarem que devam treinar “mais pernas” e menos membros superiores. Acontece que, em primeiro lugar, dividir o treino em uma parte do corpo por dia não trará necessariamente um super desenvolvimento de membros superiores e tampouco deixará as pernas a desejar. Nesse caso, o descanso, que é quando você realmente cresce e obtém resultados dos estímulos feitos no treinamento, possibilita uma recuperação ainda mais completa das pernas e possibilita treinos muito mais intensos.

    Sabendo disso, por que não descansar mais e treinar ainda mais intensamente? Faça o teste, tenho certeza que não se arrependerá!

    2- Coma adequadamente para ganhar músculos

    Diariamente é possível observar mulheres que querem aumentar o tamanho dos seus músculos, mas comem tudo sem tempero, sem sal, usam milhões de caldas sintéticas zero, usam isso, aquilo, só comem alimentos integrais, negligenciam a boa e devida ingestão de calorias e ficam sem sair do lugar, ou seja, estagnadas.

    O que é ocorre é simples: Assim como homens, mulheres também necessitam ingerir boas quantidades de calorias caso desejem ganhar massa muscular e quando falamos em “ganhar massa muscular” não estamos falando ao crescimento extremo (estilo bodybuilding feminino), que está atrelado a outros mil fatores, mas sim, ao DESENVOLVIMENTO DO MÚSCULO.

    omelete-para-ganho-de-massa

    Se seu corpo não tem micronutrientes e macronutrientes adequadamente, como você acha que será possível ele supercompensar algo? Muitas mulheres acham que pelo simples fato de estarem se alimentando em quantidades maiores, vão acabar ganhando músculos demais ou ganhando até mesmo gordura corpórea. Obviamente, isso ocorrerá com um ALIMENTAÇÃO INCORRETA e não com uma dieta equilibrada, mesmo sendo hipercalórica.

    Portanto, coma! Adequadamente e dentro de suas necessidades, mas COMA!

    3- Foco em ganhar massa muscular, não em apenas corrigir “detalhes”

    Quantas e quantas vezes vemos mulheres frustradas com seus resultados por erros tão bobos! O grande e maior exemplo é o de mulheres que querem corrigir pequenos “detalhes” e acabam prejudicando o desenvolvimento do corpo inteiro e não corrigindo o que querem.

    Normalmente, mulheres querem um abdômen sarado e o que as incomoda em grande escala são os pequenos culotes e a região lateral abdominal. Muitas então iniciam protocolos de cutting (redução de gordura corpórea), mas não tem massa muscular suficiente para isso. O que ocorre é que elas perderão volume no corpo como um todo e não irão ficar com uma aparência melhor nos lugares que queriam melhorar, perderão volume em áreas que querem manter o volume (por exemplo, glúteos e quadríceps) e, por consequência, ainda tentem a ficar com aparência flácida.

    massa muscular

    Juntamente com isso, entram em um grande estresse dietético, se enchem de aeróbios e tudo isso acaba virando um tremendo ciclo vicioso!

    De uma vez por todas, se você deseja realmente ganhar algo, terá de passar por diferentes fases na musculação, entre elas, o aumento da massa muscular, que é mais do que fundamental para que você, quando realmente decidir secar, tenha o que mostrar. Além disso, a massa muscular é o tecido do corpo que mais consome energia, ou seja, através do aumento da taxa metabólica basal, consegue-se naturalmente acelerar o metabolismo e consolidar a perda de gordura corpórea.

    Portanto aquela gordurinha que insiste em ficar em seu corpo, pode ser “queimada” com o aumento da massa muscular!

    4- Regule seu relógio diário

    Leve em consideração que, basicamente, quatro dias de atividades físicas na semana são mais do que suficientes para ter um bom corpo. Leve em consideração que você perca uma hora por dia de treino na academia. Assim, em um mês, você desprenderá dezesseis horas nessa circunstância. Agora, leve em consideração que você fica 10-12 horas por dia acordado. Assim, por semana, você fica 70-84 horas acordado, gerando por mês 280-336 horas acordado. Excluindo o tempo de academia, são 264-320 horas acordado. O restante, em torno de 10-12 horas, você deveria passar dormindo. Logo, você passa de 528-640 horas fora da academia.

    Fazendo essas pequenas contas, você deve imaginar onde queremos chegar, não é? Obviamente, o treinamento é importante e você deve dar o máximo de si nele. Porém, tão ou mais importante do que ele, é o tempo fora da academia, onde você descansa, come adequadamente e etc. Esses fatores são tão importantes quanto o treinamento, e é nesse tempo que a diferença é feita, pois estamos falando de rotina de vida, do seu dia a dia, de hábitos…

    organize tempo

    Além disso, é essencialmente importante que você possa organizar seu dia, para ter tempo para preparar e consumir suas refeições (seja da forma que for), para ter seu tempo de treinamento, para descansar o corpo e a mente, entre todas as outras funções que implicarão em um desenvolvimento plano, gradual e sem estagnações e/ou desistências. Sem um planejamento que seja devidamente adequado com você e que possa contemplar também seus momentos de lazer, de diversão e dedicados para si mesmo, não há progresso, pois estes fatores são fundamentais para progredir com resultados.

    5- Tente coisas que você nunca tentou

    Muitas pessoas caem nos chamados platôs porque sempre estão fazendo as mesmas coisas das mesmas formas. Comem do mesmo jeito sempre, treinam do mesmo jeito, com os mesmos sistemas, técnicas, divisões de treino, exercícios etc, periodizam a atividade aeróbia da mesma maneira, entre outros pontos.

    Porém, o corpo tem uma tendência muito fácil à adaptação, ou seja, ele consegue muito facilmente chegar a um nível onde não necessita de grande esforço, por isso sempre indicamos que faça mudanças em sua rotina, sua alimentação, seu treino e etc.

    Desta forma, se você deixar seu corpo se adaptar, não terá resultados, e por isso é tão importante tentar coisas novas. Que tal tentar uma dieta com maior teor de carboidratos? Ou que tal tentar uma dieta com proteína moderada e lipídios mais altos? Que tal não realizar aeróbios por um tempo? Ou que tal treinar em sistemas de supersts? São muitas as possibilidades atingíveis com as inúmeras variações existentes. Porém, cabe a você ir experimentando cada uma delas e vendo como seu corpo reage a cada uma delas.

    exercicio novo

    Porém, é importante também que você dê tempo para que seu corpo REALMENTE POSSA APRESENTAR OS EFEITOS. Muitas pessoas iniciam um protocolo e na segunda semana já desistem porque “o corpo não está respondendo bem”… Calma lá! É necessário que ele entenda primeiro os estímulos novos antes de conseguir mostrar algo.

    Portanto, sem encanar na primeira semana de uma dieta com maior teor de carboidratos que você está “engordando” ou sem ficar na neura que está retida porque não está realizando atividades aeróbias! Força, paciência e coragem!

    6- Treine com métodos testados e aprovados por milhares de mulheres!

    Um erro muito claro é querer inventar aquilo que não sabe. Por diversas vezes as mulheres tentam inventar um sistema de treino (mesmo que elas não saibam o que estão tentando fazer), com o circuito sem sinergia muscular e acabam tendo prejuízos em seu descanso, pois treinar sem sinergia, é treinar o mesmo músculo por mais de uma vez, de forma desnecessária.

    Por isso sempre indico, se você não sabe sobre treinamento, que pegue um sistema de treinamento de alguém que montou e teve resultados. Melhor ainda quando esses resultados foram aplicados em outras pessoas e que também estão tendo resultados.

    E um sistema para mulheres, que indicamos é o da Gabriela Cangussú, que tem ajudado a diversas mulheres em todo o país. É um sistema simples e que você pode fazer em casa, com apenas 14 minutos por dia, e pode aliar ao seu treino de musculação. Se você quer conhecer esse método também, CLIQUE AQUI e assista ao vídeo onde ela explicar os detalhes de sua metodologia.

    *Tópico escrito pela Equipe Dicas de Musculação.

    Conclusão:

    Mulheres costumam ter necessidades peculiares e específicas na musculação. Porém, isso não quer dizer que elas necessitam se preocupar, mas apenas ajustar alguns pontos simplórios para que possam apresentar sempre progressos!

    Portanto, procure entender a importância de pequenas dicas e, mais do que isso, coloca-las em prática diariamente, fugindo de aspectos ligados com o mau progresso, com a estagnação e as frustrações.

    Tenho certeza que entendendo e aplicando as dicas acima, o seu 2016 será bem diferente. Aposte e verá!

    Bons treinos!

    Artigo escrito por Marcelo Sendon (@marcelosendon)

    Um Comentário

    1. Paula Lima 9 meses atrás


    /* */