• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    Dicas para se comportar em uma academia lotada

    Época de verão as academias costumam ficar lotadas. Conheça algumas dicas para se comportar em academias lotadas, treinar bem e contribuir para o funcionamento da academia.

    É… Final do ano chegando novamente! Mais um ano vai se passando e, para o brasileiro, a grande graça desse período, além das férias e, claro de toda a festividade é o verão! Estação essa tipicamente admirada e adorada por grande parte desta população. Como consequência disso, as viagens para praias, lugares onde se pode desfrutar da natureza ensolarada ou até mesmo uma simples viagem de cruzeiro, também começam a acontecer. E, aí, qual a primeira coisa a qual nos lembramos, ao também lembrar que a maioria desses lugares são frequentados com o mínimo de roupa possível? Claro, que estamos fora de forma! Olhar-se no espelho e não ver algo que agrade realmente desmotiva qualquer homem a querer tirar a camisa na praia ou qualquer mulher a usar um pequeno biquíni para tomar Sol.

    Comprar suplemento Caseína da Probiótica

    O resultado disso tudo é que começa então uma corrida incessante com a busca de um corpo em forma ou pelo menos bem apresentável. Para isso, as dietas milagrosas bombam e se tornam evidentes na mídia popular, os métodos estéticos se inovam (e também cobram bem caro por isso) e, óbvio, a procura por academias fica tão grande quanto, amentando então o fluxo de matrículas e consequentemente o fluxo de pessoas que passam a frequentar de última hora algo que deveria fazer parte de sua rotina. É o famoso “projeto verão”. E ainda há gente que acredita que, em um ou dois meses conseguirão os mesmos ou até melhores resultados do que deveriam fazer por merecer o ano inteiro, ou até mais do que isso.

    Então, as academias ficam lotadas, abarrotadas de pessoas. Os estacionamentos, impossíveis de serem usados. Fila no bebedouro, banheiros lotados e com todos os chuveiros ocupados. Anilhas e halteres perdidos na sala de pesos e, claro, sendo alugados por alguns folgados de plantão. Aparelhos a serem revezados por duas ou mais pessoas… E eu poderia ainda citar mais uma lista enorme dessas muitas coisas.

    Saber como agir então em um ambiente desses, é fundamental não só para o bom convívio, mas, principalmente para evitar problemas que podem resultar em sérios outros problemas como expulsões da academia, brigas físicas e assim por diante.

    O primeiro bom passo para estabelecer limites entre o seu espaço é também saber respeitar o espaço do próximo. Para tanto, não deixar anilhas, barras e equipamentos bagunçados ou jogados pelo chão, não aluga-los por muito tempo e sempre procurar manter a organização com seus pertences é fator primordial para isso. Não ache que quaisquer pessoas, sejam desde os que trabalham com a limpeza e conservação local, até professores, estagiários e instrutores tem quaisquer obrigações de arrumá-los por você. Isso, aliás, é princípio básico de educação, afinal, você não faria isso em sua casa, ou faria? Muitos desorganizados até diriam que sim, mas, felizmente, ou infelizmente, você não está nela, portanto, deve agir com o mínimo de educação, sempre!

    Um segundo bom passo para respeitar o espaço do próximo é não chegar perto de quem está treinando, seja por conta de ajudas desnecessárias (e que tiram quem está chegando na falha muscular do sério), seja para olhar, admirar, conversar ou qualquer outra coisa. Chegar perto de quem está realizando um movimento pode ser não só desagradável e desconfortável para essa pessoa, mas ainda, pode gerar algum tipo de risco, como uma trombada em alguém que esteja realizando quaisquer tipos de elevações para ombros ou pior, alguém que está realizando um supino reto com barra e é desequilibrado por terceiros.

    Cupom de Desconto DDM

    Mesmo que precise passar perto, espere ao menos essa pessoa terminar o movimento e, procure também não ficar ao lado dela parado feito uma múmia enquanto aguarda. Isso pode deixar a pessoa pressionada e/ou irritada a ponto de tirar toda sua concentração e paciência.

    Em terceiro lugar, foco não quer dizer falta de educação e, por mais que o próximo lhe falte com educação, não há necessidade de retribuir na mesma moeda. Digo isso, pois, inspirados em séries “animal” ou de musculação hardcore, alguns indivíduos criam o péssimo hábito de confundir manter o foco dentro da academia em seu treino com um “ser ignorante”, mal tratando os outros, encarando, olhando de cara feia e assim por diante. Ser gentil ou, ao menos educado não o o farão perder o foco nos treinamentos, uma vez que, essas coisas cabem em quaisquer lugares, ainda mais em um ambiente desses.

    Em quarto lugar, um problema que irrita bastante dentro das academias mais comuns é o barulho excessivo. Naturalmente já estamos em um lugar barulhento, contando com música alta (e normalmente de má qualidade), aulas de step, jump e afins que costumam abusar na gritaria e no som alto, barulhos de ferros, anilhas, aparelhos, barulhos de televisões ligadas (ainda queria poder entender o motivo de existirem essas televisões em academias sendo que ninguém ouve absolutamente nada!). Desta forma, o mínimo que podemos fazer é não contribuir ainda mais na “feira-livre”. Vejo pessoas que vão a academia unicamente para falar, falar, falar e falar… O que já é uma grande sacanagem! Mas, como não podemos interferir na vida do próximo e, cada um faz o que bem entender de sua vida, esperamos contar, pelo menos, com o bom senso para que falem, mas, falem com seus amigos de maneira civilizada, sem berros no lugar de risadas, sem alugar aparelhagens, sem cantar como em um karaokê (sim, já vi gente fazer isso em academias) e, claro, mantendo sempre a atenção ao redor, a fim de não se distrair demais e fazer alguma besteira! Não fazer “Rodinhas da Luluzinha” no meio da passagem, também é algo fundamental, esperado e básico!

    Em quinto lugar, procurar conhecer um pouco seu treinamento também é algo que ajudará muito e que pode evitar tumultos: O indivíduo, durante 1 mês, com o mesmo treino, tem a capacidade de EM TODO SANTO EXERCÍCIO  fazer o instrutor ou afins terem de ensinar como realiza-lo. O resultado disso é que pessoas que realmente estão precisando de ajuda, em um supino, ou iniciantes de verdade acabem por ser prejudicados, visto que terão de esperar esses instrutores ou professores para receber ajuda.

    Não estou dizendo que você não deva pedir ajuda quando necessário nem que deva ser um guru de exercícios e treinos, mas, se está proposto a frequentar uma academia, saiba que todos pagam como você e todos tem os mesmos deveres e, também direitos!

    Conclusão:

    Ninguém tem por prazer, ficar em ambientes lotados e/ou em situações desconfortáveis, ainda mais quando se quer muito realizar um objetivo sério a fim de obter ganhos referentes a forma física e mental. Desta forma, assim como incomodam as inúmeras filas e ambientes tumultuados os quais passamos diariamente, não poderia ser diferente dentro das academias.

    Por conseguinte, se existem duas palavras que possam mesmo descrever a forma mais eficaz para prevenir contratempos são as palavras “sensatez” e “respeito”. Sendo assim, se conseguirmos entender que, o que queremos para nós deve ser o que devemos primeiramente fazer, então tudo fluirá muito mais facilmente e, por mais que estejamos em quaisquer lugares, situações e momentos,

    Bons treinos e consciência sempre!

    Artigo escrito por Marcelo Sendon

    4 Comentários

    1. Diego 4 anos atrás
    2. Paulinha Vitaminas 4 anos atrás
    3. Roeds 4 anos atrás
    4. rogelio raimundo dosouto 4 anos atrás


    /* */