• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    A dieta do praticante de musculação também pode ser saborosa

    Aprenda como o praticante de musculação pode fazer para que a dieta fique saborosa, sem que ela fique com altos teores de calorias, sódio e etc.

    Um dos maiores problemas ao iniciar uma dieta é a questão da pouca versatilidade que se parece ter frente as restrições que naturalmente devem ocorrer. Representando assim um pesadelo para muitos indivíduos, as dietas que possuem restrições extremas podem fazer com que ela fique “sem sabor” e assim acabar com que muitas pessoas desistam de continuar. E é justamente essa uma das principais causas de tanta falta de aderência à dietas saudáveis.

    Dieta do praticante de musculação também pode ser saborosa

    Comprar Whey Protein Feminino

    Porém o que muitas pessoas não sabem é que a dieta pode ser restritiva, mas não precisa ter um sabor ruim. Hoje com a tecnologia, existem certos produtos que pode agregar um relativo sabor a nossa alimentação e ainda assim manter a dieta as devidas restrições. Vamos conhecer melhor como podemos melhorar o sabor da dieta sem perder a restrição dela.

    Temperos/especiarias: Grandes aliados de dietas

    Obviamente, ao falarmos de temperos, muitos podem imaginar as famosas misturas altamente calóricas e gordurosas utilizadas na maioria das culinárias do mundo. Entretanto, devemos também entender que a parte de “temperos” envolve muito mais do que isso: Podemos contar com ervas, sementes, extratos de plantas entre outras tantas opções até mais saborosas do que os próprios temperos por nós já conhecidos.

    Temperos variados para dar sabor a dieta

    Mas, podemos ainda obter mais benefícios além da saborização: Os temperos podem apresentar-se como alimentos funcionais, ou seja, que acrescentarão benefícios extras ao corpo além de seu valor nutricional. Temperos como o orégano, por exemplo, podem ser citados como sendo benéficos no auxílio da digestão de carboidratos, podem servir para auxiliar na manutenção do intestino grosso e etc. Já outros temperos como o próprio alho, possuem propriedades como a alicina, que auxilia no aumento da testosterona, auxilia no controle dos níveis séricos de colesterol e na redução do percentual de gordura corpórea. A cebola, por sua vez, é um alimento prebiótico, auxiliando assim na manutenção do intestino.

    Claro que dentro das especiarias, não poderíamos deixar de citar a pimenta, com suas propriedades digestivas, termogênicas e depurantes, o cravo e a canela, que são ótimos substitutos do açúcar e ainda podem apresentar inúmeros benefícios ao corpo, como o controle da resistência à insulina e a melhora na sensibilidades dos insulinoreceptores.

    Como podemos ver, os temperos podem ser grandes aliados e apresentarem-se em grande versatilidade para promover benefícios no sabor e funcionais na dieta, tornando-a assim, otimizada.

    Molhos prontos: Nem sempre tão vilões assim

    É verdade que hoje, se olharmos nas prateleiras dos mercados, vamos observar molhos prontos com valor nutricional muito aquém do que buscamos: altos teores de sódio, açúcares refinados, alto teor de conservantes e etc. E cada vez isso vem sendo mais comum. Não é a toa que no Brasil a versatilidade desses molhos seja pequena, quando comparada com países como os EUA. No Brasil, até mesmo opções bastante saudáveis como o Ketchup Heinz® Sugar Free foram retirados de prateleiras.

    Molhos industrializados de barbecue

    Porém mesmo com a pouca versatilidade de bons molhos prontos, ainda existem boas opções e mais: Cada vez mais vem sendo implementadas formas de alimentação saudável, forçando muitas empresas a melhorarem a qualidade nutricional de seus molhos, retirando assim quantidades de sódio, açúcares etc.

    Apesar disso, muitos dos praticantes de musculação, restringem sua dieta até mesmo destes pequenos detalhes, o que a pode tornar bastante fácil de não ter grande aceitação por longos períodos, fazendo-o desistir precocemente e deixar de obter seus resultados.

    Não há nada mal em consumir algumas porções diárias de molho barbecue ou mesmo mostarda (preferencialmente não a Djon) nas refeições. Isso será bom para seu corpo e para sua mente e não interferirá negativamente em seus resultados.

    Molhos caseiros: Apesar de saudáveis, normalmente calóricos

    É verdade que os molhos caseiros os quais colocamos ingredientes naturais são bem melhores do que molhos industrializados, além disso o molho feito por nós, irá obedecer nossas próprias exigências de paladar.

    Molhos caseiros

    Cupom de Desconto DDM

    Entretanto, apesar de muitos nutrientes bons presentes nesse molho, esses possuem um alto teor calórico. Vejamos, por exemplo, um molho a bolonhesa feito em casa, onde o mesmo sofre adição de óleos na refoga da carne, óleo na refoga do tomate, açúcar e a gordura da própria carne. Podemos assim, obviamente contar com inúmeros benefícios desse alimento, como sua riqueza em licopeno do tomate, as proteínas da carne e etc. Porém, o valor energético pode atrapalhar indivíduos que estão em fase de corte de calorias na dieta e que buscam o emagrecimento. Além disso, temos de tomar cuidado com a própria adição de sal nessas preparações. Muitas vezes, pela falta de aditivos químicos, acaba-se inserindo quantidades até superiores de sódio nesses molhos caseiros do que nos próprios molhos industrializados.

    Uma boa opção e sugestão é fazer molhos utilizando PAM Fat Free Cooking Spray ou mesmo utilizando boas panelas antiaderentes as quais não necessitarão de adição de gordura no fundo. Além disso, a adição de temperos, a adição de alimentos diversificados pode auxiliar a redução de sódio e de outros compostos desnecessários. Opte também pela não adição de maionese, iogurtes e etc.

    Manteiga de amendoim/Amêndoas

    Muitos não fazem ideia do quanto essas manteigas de amendoim ou amêndoas podem ser convenientes em uma dieta. Esses alimentos são muito versáteis, podendo estar presente desde lanches à preparações de pratos, sobremesas e outros. E não é a toa que vemos grande parte dos bodybuilders fora do Brasil, e cada vez mais no Brasil também, utilizando esses alimentos.

    Manteiga de amendoim

    As manteigas de amendoim/amêndoas são riquíssimas em lipídios insaturados, riquíssimas em ferro e outros minerais, além de auxiliarem na absorção de vitaminas lipossolúveis.

    Porém existem dois cuidados que necessitam ser tomados ao consumir estas manteigas: O primeiro deles é com seu próprio valor energético elevado, uma vez sendo ricas em lipídios. Em segunda instância, deve-se optar por essas manteigas sem ou com mínima adição de açúcar e sem adição de mel. Assim, elas se tornarão ainda mais saudáveis.

    Vinagre de maçã: Um aliado para a saúde

    Vinagre de maça

    Os vinagres, advindos das mais diferentes fontes como da fermentação da uva, do álcool, do arroz, de framboesas e maçã, são normalmente utilizados em pratos salgados a fim de melhorar o sabor ácido e “azedo” da preparação. Há de exemplo seu uso desde para temperos de saladas até para marinar carnes ou em molhos.

    Entre os vinagres mais saudáveis e que mais apresenta benefícios está o vinagre de maçã. Este, está associado com a redução dos níveis séricos de colesterol, está associado com a redução do pico glicêmico pós-prandial (o que é muito favorável para indivíduos com problemas de Diabete Tipo II ou mesmo resistências à insulina), com a redução do controle da gordura corpórea, tanto por parte do controle à insulina, quanto pelo aumento da saciedade que ele traz e por propriedades químicas nele presentes.

    O vinagre de maçã possui baixíssimo ou nulo valor calórico e é uma ótima substituição de sal, apresentando teores de sódio muito menores do que o próprio sal.

    Receitas caseiras e adaptadas

    Receitas para ganho de massa muscular

    Cada vez mais utilizada nos 4 cantos do mundo, as receitas adaptadas para um bodybuilder, observando suas características bem como necessidades nutricionais são extremamente úteis. Entre essas receitas, há opções de muffins, panquecas, mousses, sorvetes proteicos, falsos estrogonofes, falsos escondidinhos entre outros.

    Basta apenas utilizar um pouco de criatividade ou mesmo procurar na internet algumas boas opções.

    Para quem quer aprender a fazer receitas saborosas e voltadas a praticantes de musculação eu recomendo um livro que irá lhe mostrar mais de 200 receitas para ganho de massa muscular. No livro você irá encontrar as receitas, ingredientes, modo de preparo e fotos. É uma facilidade para você comer bem e ainda ficar bem nutrido. Clique aqui e conheça melhor o livro.

    Conclusão:

    Diferente do que muitos imaginam, a dieta de um bodybuilder pode apresentar uma gama de bons sabores os quais auxiliarão em sua manutenção no decorrer do tempo. Entretanto, faz-se necessário um pouco de busca e conhecimento por esses aditivos de sabores que entram em substituição de alimentos extremamente processados ou de alimentos com temperos inadequados.

    Certamente, se você optar por protocolos extremos os quais deixam suas necessidades de comer algo saboroso, esses não durarão muito tempo, fazendo-o não obter seus resultados e decepcionar-se consigo mesmo.

    Lembre-se que é fundamental observar os valores nutricionais e as propriedades funcionais deles para então obter o máximo de resultados.

    Artigo escrito por Marcelo Sendon (@marcelosendon)



    /* */