• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    Dieta, treinos, trabalho/estudo e vida social: Como conciliar tudo?

    Esta sofrendo, pois não sabe como fazer para conciliar a sua vida com a academia? Então aprenda algumas dicas que irão te ajudar a continuar o seus dia a dia e conciliá-lo com a musculação!

    Como costumo dizer, uma das coisas que mais faz com que um protocolo elaborado para ganhos na musculação tenha exito é mesmo a continuidade e a progressão. E isso me faz cada vez mais crer que saber conciliar os aspectos naturais da vida com seus objetivos é o fundamento para tudo isso. Entretanto, apesar dessa importância, muitos não se dão conta de que as mudanças podem ser pequenas, breves e o melhor: Individualizadas às suas necessidades, interesses e possibilidades.

    Dicas para conciliar treino de musculação, dieta, trabalho, estudo e vida social

    Comprar Suplemento BCAA Optimum Nutrition

    O que muitas pessoas tem dificuldade em fazer é saber como conciliar o treinamento, a dieta, o trabalho/estudos e a vida social. E realmente, isso não é uma tarefa fácil, pois algumas diretriz de um não estão em acordo com diretrizes de outro e assim acabam por se conflitar. Porém apesar de não ser fácil, não é nada impossível e com esforço e dedicação você acaba aprendendo e se acostumando com as adaptações. E é isso que vamos tentar explicar neste artigo, como você pode fazer para conciliar todos os aspectos da sua vida e ter bons resultados.

    As principais causas de desistências

    Normalmente, os maiores índices de desistência da prática de musculação é a necessidade primeiro de paciência para os resultados e segundo de adaptações que possam tornar viáveis suas boas escolhas no dia a dia. Enquanto, por exemplo, na prática do futebol, um indivíduo consegue treinar duas ou três horas em dias alternados, se divertir e ter bons resultados de melhora em suas aptidões no esporte, na musculação são necessárias 24h, envolvendo não só os 60 minutos de treinamento, mas também, uma nutrição (e hidratação) adequada e um descanso adequado durante os períodos fora da academia.

    Além disso, os protocolos dietéticos são fundamentalmente estressantes para indivíduos que ainda não os adquiriram como hábito e sempre tiveram uma alimentação sem regras. Para completar, existem os fatores sociais. Esses fatores são os que envolvem a vida de um indivíduo em sua inter-relação com o meio externo (outras pessoas), o que não há nada de mal nem tampouco extraordinário, mas que requer comportamentos típicos sociais como reuniões, festas, passeios, diversões, trabalho, convivência e outros tantos. Esses comportamentos interferem diretamente, por exemplo, na prática dietética, uma vez que saindo para festas fica difícil manter a dieta intacta ou mesmo consumo de bebias alcoólicas, “furos no treinamento” e assim por diante. Esses fatores sociais podem ainda abranger a forma de vida adquirida em nossa sociedade contemporânea, dias cada vez mais turbulentos e agitados tornam cada vez mais difíceis seguir um um processo, seja ele qual for.

    Por fim, ainda podemos contar com os aspectos econômicos, os quais muitas vezes parecem ser limitadores para muitos indivíduos. Entretanto, esses são os aspectos que menos interferirão uma vez que resultados NÃO são obtidos através de fins monetários, mas esforço, luta e competência.

    Assim, entre as principais causas resultantes da desistência de um indivíduo na musculação são:

    • Falta de resultados por protocolos inadequados;
    • Necessidade de dedicação 24h;
    • Necessidade de protocolos específicos e que muitas vezes são generalizados, tornando uma prática inviável ao dia-a-dia da pessoa;
    • Fatores sociais (trabalho, amigos, relações etc)
    • Possível necessidade econômica elevada (o que não é verdade).
    • Dia-a-dia agitado e aparentemente sem tempo parar treinar e nutrir-se adequadamente (outra inverdade).

    Conciliar trabalho e estudo

    Como unir todos esses aspectos?

    Trabalho excessivo e em muitos lugares onde a alimentação é dificultada, necessidade de interação com amigos, de sair a noite, namoros, vontades próprias, desejo por um bom corpo, falta de tempo, necessidade de nutrir-se adequadamente, de ter seu momento de treino… Sim, são tantas as coisas que envolvem a vida de um praticante de musculação que começa a parecer tão assustador a ponto de não conseguirmos lidar com todas essas situações e muito menos traçar uma união entre elas. Mas tenho uma boa noticia, é possível unir o útil ao agradável.

    Seria fácil dizer que sim ou que não, mas essa resposta só pode ser respondida mediante a outra resposta obtida pela pergunta: “Até aonde quero chegar?” Exatamente! Sendo a musculação proporcional em resultados ao trabalho que é realizado e à dedicação com que o mesmo é feito, então sabendo até que nível você quer chegar, deve-se equilibrar e balancear tanto os fatores que envolvem a musculação, quanto os do dia a dia.

    Cupom de Desconto DDM

    Um indivíduo que deseja tornar-se um profissional de fisiculturismo, terá de abrir mão de muitas coisas ou de quase tudo. Terá de abdicar-se a sair, a beber com os amigos, a virar noites ou a se alimentar inadequadamente. Ainda, terá de abrir mão de aspectos que envolvem a saúde, terá de ser rígido em extremos momentos, causando um grande estresse físico e mental entre outros. Da mesma forma, indivíduos os quais possuem apenas o objetivo de saúde, bem-estar ou até mesmo um corpo relativamente agradável, não necessitará abdicar-se de todas as coisas, sendo isso, inclusive, prejudicial ao seu corpo e mente. Esses indivíduos devem sim seguir treinamento e dieta correta, mas esses podem sofrer pequenas alterações ou serem furados eventualmente, leia-se EVENTUALMENTE , sair com os amigos de vez em quando, comer coisas diferentes uma ou duas vezes na semana, saber preparar refeições práticas, rápidas ou mesmo shakes para nutrir-se adequadamente nos dias de dieta, procurar manter um treinamento objetivo e não “treinar por treinar” são aspectos mínimos e já de grande ajuda.

    Então se você respondeu a pergunta de “até onde você quer chegar”, conseguimos ai traçar algumas dicas para tentar lhe ajudar. Saiba que se a sua resposta for algo relacionado ao esporte competitivo, atleta ou algo do tipo, você irá precisar de dedicação total. Portanto não haverá fugas da dieta, bebidas, saídas noturnas e etc. Mas como a maioria das pessoas que estão na academia buscam apenas saúde e um corpo esbelto, podemos sim aliar as coisas e conseguir os objetivos na musculação com algumas dicas como:

    – Os que trabalham em locais rígidos: Se você tem um sistema de trabalho árduo e com a alimentação dificultada, o ideal é que você utilize-se se shakes para uma boa nutrição. Shakes são formas de se alimentar rapidamente e que não irão lhe tomar tempo e ainda assim irão te manter nutrido. Portanto shakes de proteínas, shakes de hipercalóricos, aminoácidos, substitutos de refeição, enfim, hoje em dia existem uma variedade boa para se escolher.

    – Quem gosta da “cervejinha”: Algumas fontes costumam dizer que a cerveja pode ser benéfica no pós-treino imediato, pela cevada como fonte energética. Pasme, mas isso é verdade. Entretanto, essa afirmação é contraposta por alguns outros politicamente mais corretos.

    De uma forma ou de outra, talvez utilizá-la no pós-treino imediato uma ou duas vezes na semana (com uma quantidade extremamente moderada, como uma latinha de 350ml, por exemplo), pode ser mais interessante do que tirar um único dia para beber várias latas e ainda combinar com aqueles petiscos típicos como pedaços de bacon, salgadinhos ou queijos gordos.

    – Os que tem namoradas que levam pro “mal caminho”, ou seja, comer besteiras: Namoro é algo sério! Jantares a dois, fora de casa, sorvetes nos finais de semana, pipoca a dois no cinema, bombons de presente (além de outras guloseimas), almoço na casa da sogra e assim por diante…

    Entretanto, você pode, primeiramente tentar levar seu parceiro (a) para um caminho dietético mais saudável. Verdade seja dita: Apesar desse ser o primeiro caminho, ele quase nunca dá certo! Portanto, a moderação, bem como a busca por lugares onde não envolvam alimentação pode ser uma melhor opção. Por exemplo, enquanto em restaurantes, necessariamente haverá comida, em parques, passeios a dois e outros, essa tende a ser reduzida, pelo enfoque da atividade. Portanto, prefira locais como na segunda opção…

    Vida social com os amigos

    – Os que tem falta de tempo, por trabalhar e estudar: Utilize shakes. Muitos costumam dizer que é inviável alimentar-se pela falta de tempo, mas conseguem tirar tempo no dia para comer um salgado na porta da faculdade ou mesmo do trabalho e ir ao restaurante japonês com a turma da faculdade/trabalho às sextas feita. Entretanto, se você realmente quer resultados, terá de se esforçar. A utilização de shakes, lanches práticos, barras proteicas e substitutos de reeição podem ser boas opções para nutrir-se adequadamente e de maneira prática. Marmitas também são ÓTIMAS opções e, inclusive, mais baratas.

    – Quem sofre de desejos proibidos: Procure não sofrer, fornecendo ao corpo em quantidades moderadas o que você deseja. Isso quer dizer que pode ser mais conveniente comer um tabletinho de chocolate por dia do que tirar um sábado e comer 10 barras de chocolate. Da mesma forma, é preferível comer um lanche gordo uma vez na semana do que comer 4 ou 5 em um único dia após 1 mês sem comer.

    Lembre-se que excluir tudo de uma hora para outra fará a dieta soar ao corpo como extrema e você provavelmente desistirá dela.

    – Os que usam drogas (entorpecentes): Procure auxílio médico e psicológico. Lembre-se que esse uso infelizmente é uma doença que deve ser tratada adequadamente. Não nos cabe julgar a ninguém, mas vale a dica de que sua saúde é primordialmente mais importante e você tem de preservá-la ao máximo. Portanto, buscar ajuda adequada é fundamental para largar o vício.

    Conclusão:

    Buscar objetivos na musculação não é algo fácil a ser feito, entretanto, é muito menos difícil do que muitos imaginam.

    Talvez pela vontade de resultados rápidos (o que não é típico na musculação) unido a protocolos extremamente estressantes e, por hora, ineficazes (ou até eficazes, mas, estressantes demais), muitos indivíduos deixam de conquistar bons objetivos em prol de sua desistência.

    Dessa forma, importante ao musculador para conciliar os aspectos que envolvem sua vida pessoal e social com aspectos os quais envolvem a musculação, seu objetivo e, posteriormente seus ganhos, é necessário traçar uma balança que equilibre todos estes. Essa balança fundamentalmente é traçada pelo quanto você deseja alcançar na musculação e o quanto pode fazer efetivamente, para que HÁBITOS se tornem viáveis a serem seguidos e não forçados e serem seguidos, o que os fará ser mantidos por pouco tempo.

    Assim, seja esperto e honesto consigo mesmo. Não desperdice seu tempo, dinheiro e saúde imaginando que “quanto mais” será melhor. Na maioria dos casos, quem fala mais alto é o EQUILÍBRIO!

    Bons treinos!

    Artigo escrito por Marcelo Sendon (@marcelosendon)

    Um Comentário

    1. Lázaro De Almeida 3 anos atrás


    /* */