• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    Como a musculação pode ajudar no emagrecimento

    Entenda como a musculação pode ser um grande aliado na perda de peso e porque hoje em dia ela é mais eficaz do que o exercício aeróbico.

    Até alguns anos atrás, quando o assunto eram as atividades físicas voltadas para a perda de peso, médicos, nutricionistas, educadores físicos e outros especialistas tinham o exercício aeróbio como fundamentação para essa finalidade. De maneira intuitiva, pensava-se que com o gasto energético elevado, superando a ingestão calórica, conseguia-se recrutar maior energia dos armazenamentos do corpo e reduzir o peso. Obviamente, essa é uma verdade que disseminou aos quatro cantos do mundo e até hoje é motivo de certeza para muitas pessoas.

    musculacao-emagrecimento

    Comprar Suplemento BCAA Optimum Nutrition

    Todavia, com a evolução da ciência, das pesquisas e do conhecimento aliado a prática, percebeu-se que o processo é um pouco mais complexo do que imaginamos e, ao mesmo tempo, é um pouco menos complicado de se fazer do que pensamos ser. De maneira clara, os aeróbios passaram a ser substituídos pelos exercícios resistidos com pesos, que teve um aumento bem maior desde os últimos 10 anos, em média. Mas isso não é por acaso: percebeu-se que a musculação tinham tanto ou mais eficácia do que os exercícios aeróbios, propriamente ditos.

    Mas, como um exercício que desprende menos calorias e dura menos pode auxiliar você no emagrecimento? Como é possível perder não somente peso, mas gordura corpórea com a prática da musculação? Esses são pontos que entenderemos a seguir.

    Antes de entrarmos a fundo no artigo e entendermos os motivos da musculação ajudar verdadeiramente no emagrecimento, vou deixar alguns pontos de porque isso acontece e você vai entendê-los lendo o artigo total:

    • Você consegue estimular a musculatura a manter-se firme e presente. De nada adianta possuir baixo peso e aparência mole e flácida.
    • O aumento da massa muscular faz com que a gordura seja eliminada mais facilmente pelo aumento da taxa metabólica basal.
    • O gasto energético de trabalhos aeróbios são de fato maiores durante a prática da atividade. Mas eles param por ali. Com trabalhos anaeróbios como a musculação, o processo de reparo muscular exige muito mais energia. Além, claro, do gasto momentâneo.
    • Os níveis hormonais tendem a aumentar quando combinada a atividade física com uma boa alimentação. Isso faz com que a gordura também seja mais facilmente quebrada e eliminada.
    • A musculação na maioria dos casos, não gera tanta fome como os trabalhos aeróbios. Ótimo ponto para quem tem uma certa dificuldade quanto a dieta.
    • Quando executada da forma correta e com uma dieta correta, a taxa de perda muscular do trabalho anaeróbio é menor quando comparado com a do trabalho aeróbio.

    A musculação agindo em fatores hormonais

    Esses fatores hormonais, podem acontecer por meio do exercício aeróbio, sem sombra de dúvidas. Todavia, diante a estudos e mesmo observando na prática, a musculação tem um papel muito mais eficiente. O primeiro motivo é não somente pelo consumo energético durante o treinamento (em alguns casos pode ser considerado alto), mas principalmente pelos níveis de EPOC altos após o treinamento e em alguns dias após o treino. Aliado a esse, no período de recuperação, consome-se também mais energia para reparos dos inúmeros tecidos microlesionados pela atividade física com pesos.

    infografico-musculacao-ajuda-perder-peso

    Cupom de Desconto DDM

    Um segundo fator que deve ser considerado é a ação de hormônios durante o treinamento intenso de musculação como o GH. Mostra-se o GH elevado em atividades resistidas com peso (musculação), e como bem sabemos o GH é um dos hormônios com maior poder lipolítico (de queimar gordura) do corpo. O GH ainda, pode ser elevado nos dias após o treino e será um hormônio altamente atuante no estímulo à síntese proteica também, juntamente com fatores de crescimento como o IGF-1.

    Outro hormônio grandemente estimulado no levantamento de pesos é a testosterona, e a mesma tende-se a se elevar em momentos após (e dias após) o treinamento. Como bem se sabe, a testosterona é um hormônio capaz de promover o aumento da massa muscular. A massa muscular sendo aumentada, tende a causar um aumento na taxa metabólica basal, afinal não podemos desconsiderar que o tecido muscular é o tecido que mais consome energia no corpo.

    Todos esses hormônios possuem impacto não somente nos momentos do treinamento, mas nos momentos pós-treino (dias após) também. E é justamente por isso que a musculação tem sido muito mais elucidada do que os exercícios aeróbios.

    Quando comparada ainda com exercícios aeróbios, a musculação promove a manutenção e/ou o aumento de massa muscular, enquanto os exercícios aeróbios não tem essa capacidade, mas a capacidade de desprender energia que em larga escala pode significar catabolismo muscular.

    A musculação para o emagrecimento necessita ser volumosa?

    Muitas pessoas tem a ideia de que para aumentar a queima de gordura corpórea, mais exercícios e um treinamento mais volumoso são indicados. Não é por acaso que mitos surgem com treinamentos que preconizam repetições elevadas, séries intermináveis e um treino que muitas vezes faz o indivíduo perder o foco.

    volume-para-perda-de-peso

    Verdade seja dita que sistemas mais volumosos até dão certo para algumas pessoas, sem sombra de dúvidas. Todavia, isso não é via de regra. Cada vez mais estão comuns protocolos os quais preconizam um treinamento breve e árduo. Isso porque, se estamos em um déficit energético causado pela dieta e continuamos degradando o músculo com as atividades físicas, os resultados óbvios serão o catabolismo muscular o desgaste excessivo. Dessa forma, os treinamentos mais intensos e mais breves muito podem auxiliar nisso e, inclusive, isso também envolve os treinamentos de força máxima.

    Devo excluir os aeróbios de minha rotina e apenas optar pela musculação?

    Na realidade não! Aeróbios são saudáveis e podem auxiliar no emagrecimento, sem dúvidas. Todavia, para excluir aeróbios ou não, fazer mais aeróbios ou não e mesmo definir um protocolo diferenciado, é necessário conhecer as necessidades individuais da pessoa, suas respostas aos estímulos e sua composição corpórea, assim como suas modificações frente aos diferentes sistemas. A grosso modo, os aeróbios não são 100% liberados, mas não são proibidos. Cabe sempre ajustar com suas próprias necessidades e é por isso que tanto recomendamos um bom profissional, a fim de especificá-las.

    Conclusão:

    Os exercícios resistidos com pesos (musculação) tem sido de grande auxílio na perda de peso e/ou de gordura corpórea. Mais do que exercícios aeróbios, eles podem potencializar a redução da gordura desde que aliados com um programa nutricional adequado. Portanto, boa orientação e sempre atenção aos protocolos e respostas individuais de seu corpo a eles são fundamentais!

    Bons treinos!

    Artigo escrito por Marcelo Sendon (@marcelosendon)

    4 Comentários

    1. Paulo Henrique 10 meses atrás
    2. Maily 2 anos atrás
    3. Elizangela 3 anos atrás
    4. Elizangela 3 anos atrás


    /* */