• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    Esteroides e adolescência

    Desvende neste artigo os mistérios do uso de anabolizantes para adolescentes.

    Para muitos, o título desse artigo pode parecer a epidemia da Era Moderna. Nós que estamos nesse meio da musculação, estamos cansados de ver notícias que discutem esteroides anabolizantes mencionando esteroides e adolescentes.

    uso-de-esteroides-para-adolescencia

    banner-formula-dos-gigantes-modelo-02-300x250

    Não importa se o tema central da discussão seja esse ou não: sempre haverá um repórter que irá associar o uso dos esteroides com meninos pré-púberes.

    Para aqueles que odeiam os anabolizantes esta é uma das principais armas, pois esteroides + adolescentes = más notícias.

    Cada vez que lemos ou ouvimos sobre algum escândalo relacionado a esteroides e esportes profissionais, mais ouvimos como o uso dessas substâncias é prejudicial para os jovens, que são influenciados de maneira negativa pelos seus ídolos, blá, blá, blá …

    E isso nos leva a uma questão muito importante: é mesmo verdade? Eles estão certos? Esteroides e adolescentes não se misturam?

    Os atletas influenciam mesmo nossos filhos? Há uma epidemia de uso de esteroides por parte dos adolescentes?

    Para os olhares da multidão “anti-esteroides”, todas as perguntas acima possuem um “sim” como resposta e é razão suficiente para manter os esteroides na lista de substâncias controladas.

    Será que o relacionamento entre esteroides e adolescentes pode ser prejudicial para seus corpos frágeis em desenvolvimento? Será que estamos mesmo diante de uma epidemia?

    O fato é que esteroides, realmente, não devem ser usados por adolescentes, salvo orientação médica, mas isso também é usado para qualquer faixa etária e diz respeito às leis do nosso país. Mas vamos analisar isso mais de perto.

    Para discutir esse tema com qualquer validade, primeiro temos que ter uma compreensão geral de esteroides anabolizantes, que são derivados sintéticos do andrógeno masculino primário, a testosterona e da di-hidrotestosterona (DHT) em menor grau.

    O termo “esteroide anabolizante” em si é um termo genérico, uma vez que se refere a uma grande classe de hormônios. Estas substâncias não são estranhas ao corpo, embora sejam feitas sinteticamente.

    Há literalmente centenas e centenas de esteroides encontrados no corpo humano e na natureza, mesmo em plantas e muitos não são de natureza anabólica.

    O termo “anabolizante” em uma visão simplista refere-se a “construção muscular” e o termo “androgênico” refere-se á promoção de características sexuais masculinas.

    Agora que sabemos o sentido geral das palavras esteroides anabolizantes androgênicos, vamos voltar à combinação esteroides x adolescente.

    osso-infantil

    Existem algumas razões pelos quais esteroides e adolescentes não se misturam e a que possui maior impacto nas discussões é o fechamento prematuro das epífises ósseas, que são as placas de crescimento dos ossos.

    Há algumas controvérsias e muitas discussões acaloradas sobre o assunto, mas tomando esse fato como verdade, ainda assim não é tão prejudicial quanto os outros que veremos a seguir; afinal, diante dos fatos que irei mencionar, ficar com menor estatura não é o fim do mundo.

    Quando esteroides e adolescentes colidem, gera-se um forte impacto, negativo, sobre a produção de andrógenos naturais, que ainda estão se desenvolvendo plenamente em sua capacidade.

    O uso exógeno de hormônios na puberdade pode gerar uma produção ineficaz de andrógenos endógenos a longo prazo.

    Para piorar a situação, os esteroides parecem produzir um impacto tremendamente negativo sobre o estado mental dos adolescentes.

    Muitos adolescentes experimentam depressão grave após a interrupção do uso, algo que não é um problema para os homens adultos.

    Para o adolescente, uma vez que o uso é interrompido, seus níveis de testosterona ficarão baixos, muito baixos e baixa testosterona pode causar depressão.

    Quando um homem adulto interrompe o uso, ele está fazendo a interrupção com um sistema andrógeno já bem desenvolvido e, como tal, sua produção natural de testosterona começará novamente mais rápido do que a de um jovem de 15 anos.

    Há uma boa chance de, no entanto, o adolescente danificar sua produção de andrógenos e enquanto sua produção natural não recomeça, estar em um nível muito insatisfatório, abaixo do natural para sua idade.

    Além disso, grande parte dos adolescentes se baseia em fóruns de musculação para obter informações a respeito de ciclos ou de youtuber´s sem consciência social. É uma tragédia em forma de falsa informação.

    O adolescente é imediatista! Ele quer informação rápida e mastigada e esse é um perigo que pode se transformar em uma consequência gravíssima.

    Você não pode construir uma casa se não souber o que está fazendo, com a grande chance de ela desmoronar. O mesmo acontece com o uso de esteroides por adolescentes.

    Eles não querem se fundamentar a respeito da teoria por trás do uso e acabam trocando os pés pelas mãos.

    A conclusão é clara e óbvia: adolescentes não devem utilizar esteroides anabolizantes androgênicos, salvo orientação médica.

    uso-de-esteroides

    O estado hormonal prematuro de jovens de 15 anos é extremamente frágil e instável se comparado a um homem de 30 anos ou mais.

    Os organismos respondem de forma diferente, pois isso faz parte do ciclo de desenvolvimento do ser humano. Um jovem de 15 anos é frágil no quesito hormonal, ainda que sua aparência seja robusta.

    Adolescentes não podem flertar com hormônios esteroides: devem treinar, se alimentar e descansar corretamente, aproveitando todo o período de consciência corporal e aprendizado motor. Pular essa etapa e partir para o uso de esteroides é um grave erro, na adolescência.

    O jovem deve estar ciente que a paisagem, muitas vezes, é mais importante que a chegada ao destino. Aproveite a caminhada, aprenda, estude e tire proveito de um treinamento eficiente e de uma alimentação direcionada.

    O treino e dieta personalizados, para adolescentes produz resultados fantásticos. Para ser orientado de maneira a atingir seus objetivos, acesse o link : CONSULTORIA PERFEITA.

    Se você já é adulto e quer fazer uso de esteroides anabolizantes de forma correta, com orientação, potencialização de resultados e minimização de riscos, acesse o link : FÓRMULA DOS GIGANTES.



    /* */