• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    Execução remada baixa com triângulo/cabos – Conheça duas variações importantes

    Comprar Suplemento Creatina da Prozis Sports

    Já alertava nosso grande preparador Waldemar Guimarães, em uma aula expositiva com o atleta Jair Gomes sobre duas variações importantes da Remada baixa. Nesse artigo, conheça-as. Conheça já a remada baixa com triângulo/cabos – Conheça duas variações importantes:

    Tipo: Força/Hipertrofia

    Músculo Foco: Dorsais

    Músculos auxiliares: Trapézio, Bíceps, região mediana das costas, lombares, deltóides.

    Equipamento usado: Cabos.

    Tipo mecânico: Composto.

    Dificuldade: Intermediário/fácil.

    Tipo de força: Puxão.

    Cupom de Desconto DDM

    Conselho de execução: Você já deve ter recebido alguma chamada de um instrutor ou outro para que estabilizasse a coluna nesse movimento, correto? O que muitos desses não sabem é que de fato há duas variações para esse exercício. Uma delas priorizando a região dorsal e os bíceps apenas e, a com movimentação de tronco, focando também na região lombar com hiper extensões. O importante, é jamais dar qualquer tipo de tranco afim de minimizar a chance de lesão.

    Contrair o abdômen, respirar na fase positiva do exercício e espirar na negativa. Por estar sentado, a respiração deve ser muito importante afim de não promover falta de ar ou tonturas. O uso do cinturão é, também, indispensável para esse exercício. Outros acessórios que podem ajudar são straps e ganchos para uma melhor pegada.

    Outras variações do exercício são: Com barra aberta, romana, T. Cada uma focalizando pequenos músculos mais específicos.

    Comentário: Ótimo exercício para adquirir força e trabalhar o tríceps, principalmente em suas menores partes. Pessoas com problemas no cotovelo devem ficar atentas na execução e, parar imediatamente em caso de dor.

    Este artigo foi escrito por: Marcelo Sendon



    /* */