• Compre o hipercalórico Carnivor Mass

Trembolona: conheça tudo sobre este esteroide anabolizante

POR -

Aprenda tudo sobre um dos esteroides anabolizantes mais utilizados em todo o mundo, a Trembolona. Conheça seus "benefícios", seus efeitos colaterais, prevenções, recomendações de uso e muito mais!

Temida por muitos e recentemente popularizada pela nova onda GH15 com a tal “Trembolona ACE”, essa é uma das drogas mais admiradas entre as diferentes classes do bodybuilding, sendo portanto hoje, um dos esteroides anabolizantes mais conhecidos e também mais utilizados no mundo inteiro pela classe profissional, amadora e, infelizmente, esportiva também.

Conheça tudo sobre a trembolona

Uma droga com efeitos colaterais relativamente fortes, mas que pode incrementar ganhos jamais vistos antes: Uma densidade muscular incomparável, frente a um aumento de força, explosão, vascularização, potência e, tudo isso, sem incrementar efeitos de aromatização como a retenção hídrica. E, se tudo isso parece milagre ou uma invenção mirabolante, prepare-se para conhecer um pouco mais sobre a trembolona.

Uma breve descrição sobre a trembolona

Sem sombra de dúvidas, a trembolona e um dos esteroides injetáveis mais potentes já inventados. Sua singularidade chega a ser tão grande que até mesmo os mais estudiosos a respeito não entendem bem todos os seus efeitos e todas as suas interações no corpo.

Similar a nandrolona, por ser um 19-nor esteroide, ela é uma modificação na molécula original de testosterona, com uma alteração no carbono 19. Entretanto, diferente da nandrolona, a trembolona não causa efeitos como a retenção hídrica.

Mais anabólica do que a própria testosterona, a trembolona aumenta os níveis de IGF-1 no tecido muscular. Além dos efeitos de hipertrofia, observam-se, através destes, aumentos nos níveis de hiperplasia também, pela ativação de células satélites, potencializando ainda mais todo esse efeito. Quando comparada com a testosterona, a trembolona é muito mais androgênica. Enquanto a testosterona apresenta ratio de 100, a trembolona apresenta incrível pontuação de 500, na escala.

A trembolona se liga aos receptores androgênicos de maneira muito mais forte quando comparada a própria testosterona, resultando assim não só no aumento significativo e maior de massa muscular, mas também, nos níveis de redução de gordura corpórea. Aumenta os níveis de retenção de nitrogênio no músculo, o que favorece a síntese proteica e ainda possui a capacidade de oprimir (em certo grau) as expressões de cortisol e hormônios glucocorticóides, que são extremamente catabólicos ao músculo.

Além de todos os “benefícios” citados, a trembolona ainda possui a capacidade, nos tecidos humanos, de melhorar significativamente a metabolização de nutrientes, macros e micros, em especial dos minerais. Isso é extremamente eficiente para o crescimento muscular como um todo, pois forneceremos de maneira mais efetiva substratos suficientes para tais sínteses. Além dessas sínteses, ela é responsável ainda por uma melhora no aumento de células vermelhas, o que pode contribuir para a vascularização e também para uma melhor oxigenação dos tecidos do corpo, em especial, o da musculatura esquelética.

Nesta parte do artigo conhecemos um pouco dos “benefícios” da trembolona e porque ela é um anabolizante bastante conhecido e bastante utilizado por diversas pessoas. Mas agora vamos conhecer seus efeitos colaterais e colocar na balança os “benefícios” x efeitos colaterais e ver se realmente ela é essa maravilha que todos pensam.

Alguns efeitos colaterais da trembolona

Apesar de não causar retenção hídrica, a trembolona é primariamente avaliada como um esteroide potencial para o aumento da pressão arterial, fazendo com que muitos indivíduos cheguem a apresentar pressões elevadíssimas e os levando a descontinuar o uso.

A estrutura química da trembolona a faz extremamente resistente a enzima aromatase (responsável pela conversão de androgênicos em estrogênicos). Isso já evita colaterais como a retenção hídrica ou a ginecomastia por conta de aromatização. Entretanto, há uma possibilidade do desenvolvimento de ginecomastia na medida em que, a trembolona é uma droga a qual aumenta significativamente os níveis de prolactina no corpo. A prolactina é o hormônio naturalmente responsável na mulher pelo estímulo à produção de leite materno. Neste caso, normalmente a bromocriptina ou a cabergolina já fazem bem o papel de sanar esse problema.

Compre o termogênico Roxylean

acetato-de-trembolona-injetavel

Além disso, sendo metabolizada em 17beta-trenbolona ela possui alta afinidade de ligação com o receptor de progesterona, apresentando-se assim como uma progestina. O ativo metabólico da trembolona, a 17beta-trenbolona é mais fortemente ligado ao receptor da progesterona do que a própria progesterona. Entretanto, não há o que temer, visto que com anti-estrógenos, tais quais o Letrozol já são suficientes para esse problema.

Como um dos principais efeitos colaterais, podemos citar a atrofia testicular. Este problema, entretanto é normalmente amenizado com algumas aplicações de HCG que, infelizmente são negligenciadas pela maioria de seus usuários.

Em alguns indivíduos ainda, a trembolona pode apresentar uma supressão significativa na produção de hormônios da tireoide. Em geral, usuários mais experientes e que utilizam a droga em maiores dosagens optam pelo uso concomitante de T3 administrada em torno de 25mcg/dia.

Finalmente, não como um efeito colateral, mas como um efeito “secundário”, alguns indivíduos apresentam tosse após as aplicações de trembolona. Esse fator ainda não é bem entendido pela ciência, entretanto, sabe-se que o mesmo deve-se a alguma possível vasoconstrição que ocorra.

Alguns outros efeitos colaterais:

  • Acne, aumento de espinhas;
  • Queda de cabelo;
  • Pele oleosa;
  • Perda de libido.

Além de todos os colaterais já citados é bom também deixar claro e avisado que é preciso ficar atento aos níveis de colesterol, nas funções renais e problemas hepáticos que venham a acontecer durante o ciclo de trembolona.

Uso da trembolona

Diante desses principais efeitos colaterais, a trembolona jamais deve ser utilizada sem alguma testosterona em conjunto, principalmente se você tiver o objetivo de não deixar que sua libido caia. Normalmente, usam-se ésters de meia-vida curta e que causam pouca retenção hídrica, valorizando os efeitos estéticos da trembolona. Esses ésters, em geral podem ser o fenilpropionato, o propionato ou até mesmo o enantato, que apesar de longo, para alguns indivíduos apresenta baixíssima retenção hídrica.

Vídeo sobre a trembolona:

O perfil da Trenbolona

Nome molecular: (17beta-Hydroxyestra-4,9,11-trien-3-one)
Fórmula: C20 H24 O3
Peso molecular: 312.4078
Peso molecular da base: 270.3706
Peso molecular do éster: 60.0524
Fórmula da base: C18 H22 O2
Fórmula do éster: C2 H4 O2
Ponto de ebulição da base: 183-186ºC
Ponto de ebulição do éster: 16.6ºC
Produtores: Cattle implants, British Dragon, Vários outros
Dose efetiva para homens: 50-150mg Dia sim dia não.
Dose efetiva para mulheres: Não recomenda-se o uso
Meia Vida (Acetato): 2-3 dias
Tempo de detecção: 5 meses
Escala Anabólica/Androgênica: 500/500

Conclusão:

A trembolona é um dos esteroides anabolizantes mais utilizados no mundo profissional por seus incríveis ganhos em quesitos relacionados ao aumento de massa muscular, aumento de força, redução da gordura corpórea, baixa ou nenhuma retenção hídrica e potencial anabólico. Entretanto, esta, como quaisquer outras substâncias JAMAIS deve ser utilizada por amadores e/ou indivíduos sem a devida orientação profissional.

Valorize sua saúde! Treine, coma e descanse! Essa é sua melhor diretriz e, diretriz mais SEGURA!

Lembre-se: O site dicas de musculação não recomenda qualquer uso de quaisquer substâncias! Consulte sempre um profissional competente. Este artigo é apenas para conhecimento da droga.

Bons treinos!

Artigo escrito por Marcelo Sendon (@marcelosendon)

  • Banner Whey Hidro Fusion da Xcore

Você curtiu esse artigo?  

Comente usando seu perfil no facebook


35 comentários em Trembolona: conheça tudo sobre este esteroide anabolizante

Deixe seu comentário



Importante
Nós do site Dicasdemusculacao.com, não recomendamos o uso de NENHUM medicamento e/ou suplemento alimentar sem a prévia recomendação de um médico ou nutricionista. Não comece nenhuma rotina de treino sem a supervisão de um profissional da área do esporte. Nós NÃO NOS RESPONSABILIZAMOS por nenhum dano que as informações contidas neste site venha a lhe causar. Usar sem uma consulta a um especialista na área, será colocar a sua vida em risco. Lembre-se disto!
x