• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    A importância de compactuar sonhos com sua realidade na musculação

    Sonhos são importante, mas eles precisam ser plausíveis, pois se não serão só sonhos e nunca realizações. Por entenda como você deve sonhar de acordo com o que você pode realizar dentro da musculação.

    arnold-seus-sonhos

    Quantas vezes você sonhou com algo? Muitas, certamente. Mas, quantas vezes você lutou por esse sonho e realmente conseguiu? Nas vezes as quais não conseguiu, você já parou para se perguntar o porquê? Quando seus sonhos eram relacionados especificamente ao mundo da atividade física e da musculação, eles eram plausíveis para os seus momentos de vida? Eram plausíveis às suas condições? Se sim, por quê deram errado? Se não, por que deixou de buscá-los? Conformismo? Aceitação de uma inevitável realidade? Discutiremos isso a seguir e traçaremos a importância e a necessidade de ter sonhos que possam se transformar em realidade de acordo com o seu próprio eu. De nada adianta sonhar sonhos impossíveis de conquistar.

    Os sonhos…

    Na vida, todos temos os mais diversos sonhos possíveis. Alguns almejam uma boa formação acadêmica. Outros almejam uma família ampla, harmoniosa e com boas condições financeiras. Outros sonham com carros de luxo. Alguns ainda, sonham em ter a profissão de seus sonhos ou ter uma vida livre para fazerem o que quiserem… Outros, simplesmente com meras viagens… E assim por diante…

    Independentemente disso, todos temos sonhos maiores ou menores na vida, isto é, ninguém vive unicamente com ou por um sonho, mas com e por um conjunto deles, alguns em menores ou menores proporções e, que serão ou não atingidos em diferentes espaços de tempo. Obviamente, não poderia ser diferente na musculação. Alguns iniciam essa prática, simplesmente pela necessidade física, de saúde ou outra qualquer. Já outros iniciam com um sonho de ter um corpo melhor esteticamente ou nas próprias questões fisiometabólicas. Obviamente, esses sonhos, em diferentes proporções, também demonstrarão os diferentes esforços que serão necessários. Há de se citar aqueles que querem ter um bom corpo e se livrar de problemas de saúde, os quais não serão necessários esforços sacrificantes ou algo do gênero. Já outros, irão querer um corpo surreal e escultural, o que os demandará tempo, dedicação e trabalho duro… Isso, sem contar os investimentos, as abdicações… E você estaria preparado para tudo isso? Muito mais do que estar preparado, suas condições te permitem atualmente querer esses resultados?

    sonhos

    A importância de viver em um mundo real

    Ter sonhos, ter objetivos e lutar por eles é algo essencial e que realmente deve ser presente na vida de quaisquer indivíduos, afinal, é isso que os motiva a querer seguir em frente por algo, com coragem e determinação. Se vivêssemos por viver, qual seria o sentido de iniciar um projeto ou se iniciar em algo? Certamente, nenhum…

    Os sonhos podem ser altos ou baixos, de acordo com a importância demonstrada por você… E é importante SIM sonhar alto, afinal, você nunca será maior do que o seu sonho, ou seja, se sonha com uma bicicleta, jamais obterá um Bulgatti Veyron SV, afinal, estará contente com a bicicleta. Porém, é importante, apesar de se sonhar com um Bulgatti, saber que é difícil consegui-lo e que as chances estão limitadas, pelo menos para nós não milionários. Porém, nada impede que lutemos e pensemos que seremos capazes. Porém, não vamos vender nossos bens, nossas roupas, casas (fora que isso nem atingiria, na maioria dos casos, o valor de um carro desse) para então ter o carro, afinal, se fizéssemos tudo isso e, conseguíssemos, não teríamos mais substratos para viver, correto?

    Desta forma, nossos sonhos devem ser grandes, mas de acordo com a superação progressiva de nossas possibilidades, ou seja, pouco adiantaria se endividar para construir algo e depois ter de vender esse algo para saldar a (s) divida (s).

    Não é diferente na musculação: Querer dar um pulo maior do que a perna é, literalmente, suicídio. Além disso, consideremos os fatores de que essencialmente somos individualmente projetados, ou seja, somos feitos com uma muscularidade diferente, taxas hormonais diferentes, propensões a desequilíbrios diferentes, formas musculares diferentes e outros tantos aspectos fisiometabólicos.

    Um bom planejamento para alguém que deseja bons resultados na musculação, começa com a sua superação progressiva. Digamos que, um indivíduo de 70kg deseje aumentar seu peso para em torno de 90kg… Digamos ainda, que esse mesmo indivíduo tenha em média 13% de gordura corpórea e deseje atingir sua meta com 10%, o que é uma marca muito boa e capaz de consolidar um grande shape.

    bem-vindo-a-realidade

    Então, não adianta nada ele querer aumentar seu peso para 90kg em 4 ou 5 meses, assim como não adianta que esse peso venha metade em gordura corpórea. Do contrário, é muito mais estratégico pensar num ganho SECO de em torno de 500g/mês (parece pouco, mas, é um grande ganho) o que resultará em 12 meses em aproximadamente 6kg… Digamos ainda que esses 6kg somados aos 70kg totalizem 76kg.

    Assim, naturalmente, nas suas condições anteriores, ele tinha aproximadamente 60,9kg de massa muscular e então, atualmente, passa a ter 66,9kg de massa muscular. Contudo, seu bf era de 13%, ou 9,1kg de massa gorda. Atualmente então, este pode ser encontrado em 6%, dando-o mais liberdade ainda para um possível bulking. Então, percebe como as coisas podem ser muito maiores do que parecem ser?

    Ainda sim, devemos observar aspectos como a proporção do indivíduo, a sua forma muscular, o que pode requerer trabalhos específicos para melhorar o seu shape entre outros.

    Possivelmente, todos tem um sonho de shape a construir. E poucos conseguem atingir esse shape justamente por seu formato muscular. É necessário entender que, por exemplo, um indivíduo com formatos de membros alongados como do ex atleta Milos Sarcev jamais terão o mesmo aspecto de atletas como Phil Heath ou mesmo Lee Prest. Portanto, assumir a realidade é algo fundamental.

    As possibilidades financeiras e as formas de viver

    É complicado falar de questões financeiras sem trazer uma triste realidade. Isso porque, muitos se sentirão desmotivados, mas, na verdade, devem levar isso como uma motivação extra para seguirem os protocolos mais corretos possíveis sejam eles de treinamento, descanso, alimentação hidratação ou outro (s) qualquer (quaisquer).

    Não quero que esse tópico soe como algo preconceituoso, tanto porque, grandes nomes do esporte em geral puderam ser revelados através de pequenos clubes, divisões de bases e, com atletas os quais davam suas vidas por um treino, que seja.

    Jamais podemos designar o sucesso em quaisquer esportes, inclusive no fisiculturismo pelas questões unicamente financeiras, tampouco genéticas e menos substanciais ainda pelas questões de persistência. Devemos entender que o sucesso pleno no esporte é obtido com um conjunto desses fatores, ou seja, todos em grandes proporções tem suas devidas importâncias e, em algum momento, todos são fundamentais.

    Dessa forma, impreterivelmente, por mais que um atleta seja dedicado, faça seus treinos corretamente, coma adequadamente e mantenha um estilo de vida voltado ao seu esporte, se ele não tiver aliado a questões genéticas favoráveis bem como, a questões financeiras boas, pouco terá sucesso no esporte. Veja por exemplo, que os atletas que mais se destacam em quaisquer modalidades, possuem todos esses aportes e por mais que tenham vindo “de baixo” eles acabam tendo a plenitude em sua performance quando já estão bem estruturados.

    calculando-financas-pessoais

    As questões financeiras hoje no esporte podem ser consideradas determinantes para o sucesso máximo de um atleta. Veja, por exemplo, genéticas desfavoráveis ao crescimento como a de Dorian Yates… Obviamente não podemos contestar o árduo trabalho dele, as horas dedicadas, a VIDA dedicada. Não podemos desconsiderar seus dias de agonia em treinamento dilacerante em dieta restritiva, nem quilos de alimento que empanturravam seu estômago em offseason. Entretanto, se não fosse pelo grande investimento que o atleta faz, dificilmente teria conseguido seus títulos de Mr. Olympia unicamente dedicando dieta e treinamento. Foi necessário gastos exorbitantes com ergogênicos, suplementos, terapias, reabilitações de lesões e por aí vai a enorme lista… E o mesmo vale para todos os outros atletas, por mais boa genética que eles tenham e, por mais dedicados que sejam.

    Você deve ter em mente que saber quais são suas limitações nesse aspecto são fundamentais para se ter uma média até onde se pode chegar. Uma coisa, é ter sonhos, traças metas e obter resultados. Outra, completamente diferente, é criar uma utopia a qual possa tornar seus sonhos, pesados por não conseguir o êxito neles. Você deve ter plena ciência de que você pode superar seus limites, mas, não pode superar aquilo que não depende de você. Muitos, sonhariam nascer em berços de ouro, ou mesmo nascer com condições um pouco melhores. Mas, não são todos que tem esses privilégios ou que os consegue ao decorrer da vida. Portanto, querer mais do que se pode ter é simplesmente criar barreiras as quais serão decepcionantes para você.

    Faz parte de um bom objetivo saber o quanto se pode dar e o quanto se receberá em troca.

    Uma mente que aceite a si mesmo é fundamental na musculação

    Muitas são as pessoas que desconsideram o poder da mente e o quanto ela pode influenciar negativamente, bem como, positivamente em seus resultados.

    Uma mente forte é capaz de prepará-lo para levantar uma grande quantidade de peso, mas também, é capaz de impedi-lo de levantar uma carga pequena. Isso tudo, dependerá de como você vê as coisas e como elas possuem determinados significados para você.

    E o mesmo ocorre quando olhamos ao nosso próprio corpo e ao nosso próprio “eu”. Normalmente, somos muito críticos conosco mesmo e, pressionados de maneira exorbitante pela sociedade contemporânea a qual estabelece padrões de beleza, de aceitação, entre outros pontos, acabamos nos tornando muitas vezes escravos do que desejamos ser diante do que imaginamos ser ideal. Por exemplo, quantas vezes você mesmo não se pegou pensando que queria ter o corpo como daquela garota, ou os braços daquele atleta ou até mesmo o bumbum daquela modelo? Pois bem, acabamos nos desvalorizando e, por hora valorizando demais pessoas as quais são grandemente aclamadas na mídia. Deixamos nosso próprio eu de lado e passamos a dar importância apenas a esses objetivos.

    mente-forte

    Isso causa não somente uma frustração, ao percebermos que somos únicos e, jamais seremos iguais a outras pessoas, mas ainda, causa uma insatisfação e uma autonegação que é muito ruim, na medida em que, se você não se aceita e, diante disso tenta traçar protocolos para ser melhor DENTRO DO SEU PRÓPRIO EU, ou seja, respeitando suas próprias condições, você passa a se enganar em viver em função de ser alguém que você jamais será.

    Um papel importante que muitos técnicos de várias modalidades devem ter é o de instruir adequadamente seus alunos/atletas (ou, em modalidades individuais, aluno/atleta), a aceitar que ele possui limitações que não podem ser quebradas e ele tem de aceitar que ali é seu ponto. Diante daquilo, logicamente trabalharão para melhor lapidar suas qualidades, mas, entender até onde se pode chegar é estrategicamente necessário para um autocontrole e para evitar frustrações.

    Portanto, não tenha vergonha de si. Saiba que assim como defeitos, você também possui inúmeras qualidades e, qualidades essas que devem ser valorizadas, a começar por você mesmo.

    Conclusão:

    Todos nós temos sonhos, os quais podem ser atingíveis ou não. Apesar de não ser errado sonhar e, por hora, ser até mesmo algo extremamente interessante para que possamos nos desprender do mundo real bem como, traçar metas para atingir objetivos, os sonhos devem estar devidamente compactuados com seus objetivos, uma vez que, caso eles não estejam, podem arruinar por completo todo o seu planejamento e, por hora, seus objetivos também.

    Bons sonhos que auxiliam na quebra de alguns limites são saudáveis, mas, quando eles ultrapassam a barreira de seus limites e começam a interferir de maneira negativa em sua vida, então, passam a ser considerados ruins e é justamente isso que você, pouco a pouco deve aprender a lidar.

    Então, mente firme e sempre adiante. Você é único e seus sonhos necessitam ser REAIS, do contrário, tudo parecerá meramente um conto de fadas… que nem sempre pode acabar bem…

    Artigo escrito por Marcelo Sendon (@marcelosendon)

    Um Comentário

    1. Wagner 2 anos atrás


    /* */