• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    Investimento em suplementos alimentares: A onde você está errando?

    Você tem investido em suplementos alimentares, mas não tem visto os resultados chegarem? Então veja alguns pontos de onde você pode estar errando no seu investimento.

    Desde que os suplementos alimentares foram criados e descobertos como úteis para o atleta, esportista ou para o mero praticante de atividades físicas, seja na nutrição ou na ergogênese, estes vem sendo comumente utilizados nos mais diversos ramos do esporte e nas mais diferentes modalidades e formas, possibilitando assim que haja um aporte nutricional adequado e um incremento de performance para estes.

    Uso de suplementos alimentares por fisiculturistas

    É indiscutível que hoje há uma variedade de suplementos alimentares com uma eficácia e uma funcionalidade, em especial, bastante relevantes. Mas, por outro lado, é também indiscutível que todas as condições socioeconômicas e socioculturais, envolvendo, por exemplo, o marketing venham propiciando a abertura de novos horizontes que pouco terão eficiência na prática, ou seja, trocando em palavras simples, da mesma forma com que existam produtos hoje no mercado que possam garantir benefícios, há também a criação de produtos que nada mais gerarão do que gastos desnecessários, decepção e, claro, perda de tempo.

    Esses produtos os quais foram anteriormente citados, podem apresentar essas características ou por sua própria conformação, ou seja, pela não funcionalidade, seja pela qualidade da matéria e de seu processamento, seja pela sua composição ou outro fator qualquer ou também por frequente erro: O uso inadequado pelo próprio indivíduo.

    Frequentemente, quando recebo algum tipo de dúvida sobre um planejamento alimentar, esta está ligada ao uso de suplementos, seja em marca, seja em preços ou outra qualquer. Dificilmente, a comida presente na dieta, faz-se também presente nessas dúvidas. Nunca, nunca, recebi se quer uma dúvida sobre um tipo de corte de carne específica que otimizaria a diminuição de gordura na mesma ou uma dúvida a respeito do tempo de cocção de algum alimento a fim de diminuir suas perdas nutricionais. Assim, essa supervalorização em um fator complementar, acaba ultrapassando uma valorização que deveria ser relativamente maior na estrutura básica, ou seja, na dieta. Isso, quando o indivíduo diz que não pode gastar X reais com a dieta, mas, acaba gastando X² com suplementos.

    Uso sem necessidade

    Então, digamos que, para que um suplemento alimentar possa realmente valer a pena em seu uso, ele deve primeiramente ser capaz de gerar algo positivo e ao mesmo tempo ser usado da maneira correta, em seus diferentes protocolos que possam obedecer às necessidades individuais do seu usuário. Do contrário, nada adiantará! Para tanto, devemos ainda levar em consideração que com toda a difusão desse ramo e também a facilidade cada vez maior que há na divulgação da informação incorreta e nas falsas promessas, atraindo o consumidor faz com que a busca por profissionais que possam trazer essa orientação adequada seja menor, agravando ainda mais o caso.

    O que mais vemos por ai são pessoas que não entendem nada de suplementação, nem mesmo o que usar, qual dose usar, horários para usar e etc. O que eu sempre falo para quem me pergunta sobre essas dúvidas é: Depende das necessidades individuais de cada um. Muitos não gostam desta resposta, mas é a mais pura verdade! Eu não posso te falar qual tipo de suplemento usar, em tal dose, no tal horário, se eu não conheço sua rotina, seu dia a dia, sua alimentação, sua genética e etc. Quem faz isso, esta apenas lhe iludindo. É fácil para mim iludir alguém com falsas respostas, mas não é ético. E ética, é algo que sico a risca.

    Portanto se você quiser TER RESULTADOS com o uso de suplementos. Sempre esteja de acordo com suas necessidades. Se você nem sabe o que é são suas necessidades, uma consulta a um nutricionista esportivo, faz mais do que necessário.

    Colocar suplementos alimentares na frente de comida

    Isso é um erro super clássico. Muitas pessoas quando começam a conhecer o mundo dos suplementos, acham que eles irão substituir todas as refeições do seu dia a dia, que apenas usando os suplementos estarão nutridos e prontos para otimização dos objetivos. Isso não irá acontecer JAMAIS! A comida é um fator super importante dentro da dieta, dentro das sínteses de nosso organismo e é ela quem irá ditar a sua dieta. Os suplementos alimentares, apenas são complementos para as falhas em sua alimentação com a comida. Por exemplo, se em sua alimentação esta faltando proteína da clara de ovos e você não tem tempo para comer 15 claras de ovos, uma suplementação com a albumina seria super bem vinda, visto que ela irá estar apenas “cobrindo” esta falha na alimentação, deixando-a mais completa.

    Por isso jamais coloque suplementos a frente de alimentos. Lembre-se sempre que alimentos em primeiro lugar e suplementos como complementos de certa alimentação.

    Onde você esta errando em seu investimento de suplementos alimentares?

    Usar suplementos como substituto de refeição

    É verdade que hoje em dia a gama de suplementos alimentares está tão grande, que já encontramos no mercado sim, os substitutos de refeição e que esses sim, se necessários, poderão ser usados para substituir determinada refeição do dia. Porém o que quero dizer aqui é que muitas pessoas usam qualquer suplemento como um substituto de refeição. Por exemplo, um blend de proteínas, pode ser usado como um substituto de refeição? Em grande parte não, pois uma refeição não deve ser composta apenas de um macronutriente, no caso a proteína. Por isso, usar qualquer suplemento como substituto de refeição, não é uma boa tática. Suplementos são complementos para falhas na dieta e não uma alimentação para substituir a comida.

    Ser induzido pelo marketing ou pelo uso do amigo

    Outro erro bastante clássico é este. Ouço muitas pessoas falando “meu amigo usou este suplemento e com ele foi muito bom, também quero usá-lo“. Isso é um dos maiores erros que se pode cometer quando o assunto é corpo humano. Como eu disse acima, nós somos individualizados e por isso o suplemento deve ser de acordo com a nossa individualidade. Só assim, iremos conseguir alcançar nossa otimização em nossos objetivos. Não é por que “tal suplemento” funcionou com seu amigo, que ele irá funcionar em você. Em muitos casos, ele não irá funcionar em você, mas nem por isso, o suplemento é ruim. Ele apenas não é para você! Por isso, repito, se quiser resultados otimizados, o primeiro passo é buscar a sua individualidade e cuidar dela, tanto na dieta, no treino, periodização ou nos suplementos alimentares.

    Outra coisa é o marketing. Este hoje é o grande responsável pela febre de vendas dos suplementos alimentares. Não irei falar que o marketing é de total ruim, mas sim, o marketing hoje é responsável por pessoas comprarem coisas que elas não precisam, coisas que nem sabem o que são, mas que estão “na moda” e isso não é diferente no mercado dos suplementos alimentares. Por isso, vale o alerta, nem sempre o que seu ídolo “indicar”, ou o que for indicado por grande campeões, ou até então o que tiver melhor aparência  melhor embalagem, será o melhor suplemento para você. As vezes, o suplemento é uma verdadeira porcaria, mas acaba sendo recorde de vendas pelo fator marketing e pelo fator pessoas desavisadas.

    Conclusão:

    A utilização de suplementos alimentares é tão mistificada que hoje pensa-se primeiro no que tomar e, principalmente se é necessário estar trabalhando sério dentro do ginásio e fora dele com os hábitos de vida (leia-se treinar, alimentar-se e descansar) do que, de fato pensar que o suplemento é um complemento para algo que esteja faltando ou para algo se otimizado. Assim, como poderíamos nos complementar algo que não existe, ou seja, como poderemos complementar falhas em uma dieta inexistente? É realmente fácil acreditar que com uma pírula mágica ou uma “varinha mágica” conseguiremos algo. E é aí que mora uma grande ilusão perigosa, dando brecha para que, cada vez mais se criem produtos ruins e para que, cada vez mais se invista de maneira inadequada, gerando um ciclo vicioso, onde gasta-se cada vez mais e não se obtém o resultado esperado (e é isso que a indústria, na realidade quer, afinal, ela vive do seu consumo!). Aliás, isso é tão preocupante que, muitas vezes acaba-se criando produtos que, inocentemente são altamente perigosos para a saúde e são comercializados livremente, podendo ocasionar inúmeros prejuízos.

    Basear seus ganhos em suplementos alimentares ou acreditar que sem eles é impossível obter resultados excelentes é dizer que os primeiros culturistas não existiram, visto que naquela época, o que tinham era mesmo a comida e o trabalho sério, comprovando na prática o que quero dizer. Mesmo na era um pouco mais recente, ainda não tínhamos metade do que temos hoje e inúmeros físicos incríveis e, aparentemente não modificáveis foram criados. A exemplo, Dorian Yates, que conseguiu superar seus limites genéticos, seus limites psicológicos e, claro, limites físicos também, principalmente pelo fator que mais conseguiu superar, que foram as inúmeras lesões decorrentes do treinamento em altíssima intensidade, chegar onde chegou.

    Mas, nem tudo está perdido! Vale a pena lembrar de algumas dicas que o auxiliarão neste processo de uso de suplementos alimentares (caso necessário): A primeira delas é, sem dúvida alguma, colocar em sua cabeça que não existe uma forma ou um produto mágico que possa transformar seu corpo do dia pra noite ou tampouco fazer o trabalho sozinho. A segunda, é buscar orientação profissional, a qual, negligenciada pela grande maioria, deveria ser a primeira coisa a ser feita por alguém que deseja obter não só ganhos relacionados aos fatores estéticos, mas, também, aos fatores relacionados à saúde. Essa orientação deve ser nutricional, física e, claro, médica e contar com profissionais competentes e, preferencialmente, que possam agir sinergicamente juntos. Por conseguinte, a terceira dica é sempre estar atento e procurar entender um pouco o porquê das coisas e, como as coisas acontecem. Seguir a orientação de terceiros e, principalmente de marqueteiros de suplementos alimentares, pode ser desastroso e o fazer, mais uma vez, investir errado no uso destes.

    Já corrigiu todos os erros no uso de suplementos e agora esta preparando para fazer um investimento correto e que irá lhe trazer benefícios e resultados? Então acesse a maior loja de suplementos do mundo e compre os suplementos necessários para que você alcance seus objetivos. Acesse a loja, clicando aqui.

    Conhecimento, busca pela informação e, claro, muita dedicação e trabalho duro certamente ainda são a melhor maneira de alcançar algo sólido. Pense nisso!

    Bons treinos!

    3 Comentários

    1. Nitro 3 anos atrás
    2. felipe da silva almeida 3 anos atrás
    3. aline costa 4 anos atrás


    /* */