• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    L-Lisina: O que é, Para que serve, Benefícios, Alimentos Ricos e muito mais!

    Conheça o aminoácido essencial L-Lisina e descubra para que ele serve, como ele pode ajudar aos praticantes de musculação, melhores fontes e muito mais!

    Existem muitos aminoácidos no corpo humano, na realidade, cerca de 21 aminoácidos os quais são reconhecidos pelo corpo. Alguns não-essenciais, como a L-Glutamina, que é produzida no corpo humano, outros essenciais como a L-Leucina, a qual deve ser ingerida da dieta, ou mesmo aminoácidos condicionalmente essenciais, como a Arginina, que pode ser necessária a sua ingestão em determinados períodos ou em situações fisiológicas específicas.

    Entre os aminoácidos que tem sido mais utilizados por praticantes de esportes, está a L-Lisina (Wikipédia), um aminoácido básico altamente solúvel em água e que desempenha papéis essenciais os quais garantem não só a existência e possibilidades de reações que envolvam a vida, mas ainda, que pode auxiliar você praticante de esportes a obter melhores resultados, sejam eles de quaisquer naturezas.

    aminoácido l-lisina

    Termogenico

    Mas, você sabe ao certo o que é a L-lisina e o que ela pode fazer por você? Como ela pode contribuir para o seu desenvolvimento? No que ela pode contribuir para que você também melhore a sua saúde? Ela possui efeitos colaterais? E quais são suas principais fontes e principais formas de administração?

    Se você quer saber a resposta para essa e outras tantas questões a cerca deste aminoácido, convido para que possamos conhece-lo um pouco mais e para que seja possível o incluirmos de maneira otimizada em nossas rotinas dietéticas. Vamos lá?

    O que é a L-Lisina?

    Existe uma gama de aminoácidos os quais não são sintetizados no corpo humano e são necessários de serem consumidos da dieta, de maneira adequada e biodisponível. Entre eles, os mais conhecidos estão os BCAAs que são os aminoácidos de cadeia ramificada, porém ainda há outros, como é o caso da própria L-Lisina.

    Ela é codificada elos códons AAA e AAG e é um aminoácido de característica exclusivamente cetogênica, ou seja, ela não pode ser convertida em glicogênio no corpo, mas sim, é utilizada na produção de corpos cetônicos. Quando degradada, ela gera Acetil-CoA, que é essencial para o funcionamento adequado do Ciclo do Ácido Cítrico, ou do conhecido Ciclo de Krebs, fundamental para gerar energia no corpo.

    Normalmente, a Lisina é consumida de maneira suficiente em uma dieta a qual seja equilibrada. Entretanto, em casos específicos, como os de esportistas, que possuem necessidades muito maiores que pessoas sedentárias, pode ser necessária sua suplementação via oral. Ainda, outros casos os quais podem requerem uma suplementação de L-Lisina são os relacionados a algum tipo de doença.

    estrutura quimica da l-lisina

    Para que serve a L-Lisina?

    Sendo um aminoácido essencial, devemos conhecer algumas funções essenciais da L-Lisina.

    A primeira delas é a formação de proteínas e da síntese proteica. Este aminoácido está presente em várias proteínas as quais desempenham inúmeros papéis, desde os estruturais até os metabólicos no corpo. Entretanto, ela ainda pode ser benéfica em casos específicos, como por exemplo:

    Whey Protein
    • No tratamento do vírus da Herpes: Estudos tem mostrado que a Lisina, quando suplementada em torno de 1000mg a 3000mg por dia, pode reduzir o aparecimento de feridas causadas pelo vírus da Herpes;
    • Melhoras no sistema imunológico: O sistema imunológico é constituído por proteínas que, por sua vez, são constituídas por aminoácidos, inclusive a L-Lisina. Baixos níveis deste aminoácido no corpo estão associados a queda na funcionalidade do sistema imunológico, especialmente de praticantes de atividades físicas que possuem naturalmente impactos maiores no sistema imunológico.
    • Melhora na absorção e no aproveitamento de cálcio pelo corpo: O Cálcio é outro mineral fundamental para o corpo. Ele participa de reações como a neurotransmissão e a contração muscular, mas ainda, é um mineral usado para a formação de alguns tecidos, como os ossos. Este é um dos minerais que jamais podemos estar em carência. Sendo assim, a L-Lisina aumenta a absorção intestinal de Cálcio.
    • Melhoras em perfis relacionados com a ansiedade: Alguns estudos foram publicados e mostraram que o baixo consumo de L-Lisina deixava pessoas mais propensas à ansiedade, enquanto alimentos enriquecidos com este aminoácido, reduziam essa incidência.
    • Reduz as chances de doenças cardíacas: Especialmente quando combinada com Vitamina C, a L-Lisina pode reduzir as chances o desenvolvimento de doenças cardiovasculares.
    • Melhora no perfil tireoidiano: Baixos níveis de L-Lisina podem prejudicar o funcionamento de uma das mais importantes glândulas do corpo, a Tireoide;

    Deficiência de Lisina

    A Lisina é um aminoácido essencial, ou seja, só estará em seu organismo se você consumir ele na alimentação e/ou suplementação. Fora esses dois fatores, o seu corpo sempre estará em deficiência do aminoácido. Além disso, caso você consuma alimentos que possuam o aminoácido, mas que estejam em baixa quantidade, você também pode estar deficiente do aminoácido.

    A deficiência da Lisina fará com que você não absorva dos benefícios citados acima, o que por si só, já seria muito ruim. Porém além disso, a sua deficiência pode causar: náusea, fadiga, tontura, anemia e perda de apetite.

    Fontes Naturais de Lisina

    A Lisina é um aminoácido que pode ser consumido em alimentos naturais, como carne e leites. Existem alguns alimentos que possuem possui uma concentração maior do aminoácido e outros uma concentração menor. Se você esta precisando consumir mais Lisina e não quer investir em uma suplementação, aconselho que fique de olho nos seguintes alimentos:

    Whey Protein
    Alimentos Quantidade de lisina em 100 g Energia em 100 g
    Leite desnatado 2768 mg 36 calorias
    Soja 2414 mg 395 calorias
    Carne de peru 2173 mg 150 calorias
    Coração de peru 2173 mg 186 calorias
    Carne de galinha 1810 mg 149 calorias
    Ervilha 1744 mg 100 calorias
    Peixe 1600 mg 83 calorias
    Tremoço 1447 mg 382 calorias
    Amendoim 1099 mg 577 calorias
    Gema de ovo 1074 mg 352 calorias

    Vale a pena suplementar com L-Lisina?

    A realidade é a de que grande parte das pessoas já possuem um consumo adequado deste aminoácido na dieta. Porém, alguns grupos como os de esportistas, pessoas doentes ou pessoas veganas podem ter déficits do aminoácido no corpo, sendo necessária sua suplementação, por meio do aminoácido isoladamente ou de proteínas completas como, por exemplo, o whey protein ou a própria caseína.

    comprimidos de l-lisina

    Com exceção de doenças, um consumo médio de 12mg/kg de L-Lisina já são suficientes, sendo apenas necessário um consumo maior em casos específicos, como no tratamento da Herpes.

    A L-Lisina possui efeitos colaterais?

    Muito dificilmente a L-Lisina pode apresentar algum tipo de efeito colateral, especialmente quando falamos do seu consumo apenas por vias dietéticas. Entretanto, alguns casos podem requerer a suplementação, e ela deve ser feita com cuidado e sempre ser orientada por um bom profissional. Isso porque, excessos de lisina podem causar problemas como o aumento no colesterol, pedra na vesícula ou mesmo déficits em outro importante aminoácido, que é a L-Arginina.

    Conclusão

    Sendo um aminoácido essencial, a L-Lisina pode ter aplicações específicas, especialmente para alguns grupos como esportistas, pessoas com doenças ou na prevenção de doenças.

    Apesar de, normalmente não estarmos em déficit com este aminoácido, sua suplementação pode ser necessária e um bom profissional deve sempre ser consultado para que possa orientar as melhores formas de uso, prevenindo de efeitos colaterais indesejáveis.

    Assim, certamente conhecendo suas propriedades, daremos melhor atenção à ela e passaremos a tê-la como uma ferramenta extra em nosso desenvolvimento.

    Bons treinos!

    Whey Protein

    Termogenico


    /* */