• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    Misture menos alimentos e obtenha melhores ganhos na musculação

    Entenda que a variedade de alimentos não precisa ser feita em apenas uma refeição e sim durante todo o dia e que grandes misturas podem ser prejudiciais.

    mistura-de-alimentos-na-mesa

    Comprar suplemento Caseína da Probiótica

    Com a era da alimentação fitness, muitas receitas vem sendo “inventadas” e muitas misturas sendo feitas para que a alimentação fique saborosa, diversificada e que não fujam dos ingredientes funcionais que a dieta do praticante de musculação precisa. Mas, apesar desse benefício, que de fato existe diante a tal consumo, devemos entender que muitos deles estão fortemente ligados a combinações, misturas, receitas mirabolantes e complicadas, as quais conferem não só um aspecto um tanto quanto complexo de seguir na dieta, mas conferem prejuízos na própria interação entre os alimentos, os nutrientes e sua metabolização.

    Mas, como solucionar esses problemas? Como é possível interagir com uma alimentação variada e ao mesmo tempo a qual propicie simplicidade e real benefício nessas interações? E a mistura de alimentos pode trazer prejuízos ao corpo e aos ganhos na musculação? Como comer uma alimentação variado sem que os alimentos se misturem? É buscando estas respostas que escrevemos o artigo a seguir.

    O corpo necessita de variedade e não de misturas

    “Arroz, feijão, carne, ovo, macarrão, salada e legumes”. Esse é muito provavelmente o que diria um operário ao pensar em um prato “completo”. Por outro lado, “peixe com salada” diria uma moça regrada ao mundo fitness com a mesma idéia de prato completo. Ainda, “batata com frango” diria um marombeiro cético ao seu esporte. Qual deles estaria correto em suas interações ou qual deles estaria INCORRETO por completo? Pois bem, diria que todos, na verdade estão COMPLETAMENTE ERRADOS!

    A gama de nutrientes necessários a que sejam fornecidos ao corpo pra proporcionar uma nutrição adequada dentro de uma dieta conveniente para o praticante de musculação é extremamente grande na medida em que, são necessários os mais variados subsídios alimentares para que o corpo obtenha substratos suficientes para proporcionar condições de anabolismo adequadas ao estímulo que lhe é proporcionado. Desta forma, em quantidades e qualidades alimentares maiores do que a da maioria dos indivíduos meramente sedentários, um indivíduo ativo e o qual pratica musculação com alta intensidade (sendo esse um dos exercícios com maior impacto metabólico), necessita de uma alimentação variada e qualitativamente boa, de maiores e menores quantidades de determinados nutrientes, sendo portanto necessária uma avaliação individual para definir quais são esses parâmetros a serem seguidos.

    Diante dessas preposições, é claro perceber que erroneamente muitos entendem esse vasto fornecimento com uma mescla inadequada de vários tipos de alimentos. Mas calma, anteriormente não havia sido dito que HÁ de fato a necessidade de um bom e vasto consumo alimentar? Sim, realmente isso foi dito e é verdade, mas proporcionar variedade alimentar não quer dizer proporcionar MISTURAS alimentares, ou seja, enquanto uma trata da DIETA COMO UM TODO, a outra trata especificamente de “misturebas” realizadas de uma só vez e é aí que mora o erro maior. É necessário que se avalie até que ponto é interessante mesclar alimentos ou não. É importante perceber até que ponto isso pode auxiliar nos processos digestivos bem como até que ponto eles realmente são necessários.

    variedade-de-alimentos-entre-refeicoes

    A variedade de alimentos é elaborada junto da dieta e ela tem cerca de 6 refeições durante o dia para acontecer. Essa variedade não precisa ser buscada em apenas 1 alimentação. Quando isso acontece, passa a ser uma mistura de alimentos, mistura essa que nem sempre fará bem ao seu corpo e a seus objetivos, pois há interação de alimentos que podem ser negativar e etc. Por isso, se você busca a variedade alimentar, aprenda a dividi-la dentre todas as suas refeições diárias!

    Cupom de Desconto DDM

    As consequências dos excessos de misturas de alimentos

    É necessário avaliar as consequências que determinada ou determinadas misturas tragam. Se, por um lado, uma dieta variada, com preparações criativas, bonitas e diferentes, que levam vários ingredientes pode parecer algo apetitoso e algo muito mais fácil a ser aceitável, por outro, nem sempre isso representará graus de facilidade, praticidade e de continuidade na vida de um indivíduo. Em primeira instância, quantos são os que tem tempo suficiente para perder 60-90 minutos no preparo de cada refeição? Para alguém que faz 4 refeições sólidas e 2 shakes, por exemplo, ao dia, isso representaria cerca de 4-6h só nos preparos das refeições, ou seja, imagine então quem realiza 8 ou 12 refeições por dia! Realmente algo inviável. Se, por um lado, esses “bolos protéicos”, essas “massas contemporâneas protéicas” e outras inúmeras receitas representam uma variedade interessante de consumo alimentar, por outra, fogem de algo prático e viável para o dia a dia, além de requererem cálculos mais específicos para que nossas necessidades nutricionais sejam atingidas, muitas vezes fazendo com que a receita fique prejudicada.

    Ainda adiante, podemos perceber que a simplicidade manterá a continuidade de nosso protocolo dietético. Basicamente, isso quer dizer que quanto mais fácil seja a realização da dieta, de seu preparo e de seu consumo, menos chances temos de sermos vencidos pelo cansaço. Isso representa um importante papel para que possamos nos manter nos conformes tanto em períodos agitados de nossa vida quanto nos menos agitados também.

    As misturas alimentares não estão envolvidas apenas com caráteres de praticidade. Esse, na realidade é um aspecto extra e social. Falando em termos fisiológicos, as misturas podem ocasionar inúmeros impactos, tanto benéficos quanto maléficos. Assim, cabe-nos escolher a qual caminho seguir, diante de conhecimento.

    É interessante perceber que algumas misturas, como a do arroz e do feijão (que mesclam metionina e lisina, dois aminoácidos que se completam), do ácido ascórbico (Vitamina C) com o Ferro 3+ (auxiliando sua conversão para Fe2+), das vitaminas lipossolúveis (A, D, E, K etc) com os lipídios, entre outras, são excelentes! Essas são misturas que possuem complemento uma com a outra ou simplesmente são fatore quelantes, ou seja, que auxiliam no aproveitamento do nutriente em questão pelo corpo.

    mistura-entre-arroz-feijao

    Por outro lado, misturas como cálcio e ferro, proteína do soro do leite e proteína de peito de frango, ácido ascórbico e cálcio, entre outros, não são interessantes. Essas são misturas consideradas atenuantes e são misturas as quais interferem negativamente na absorção da outra substância em questão, por competitividade ou outro fator qualquer.

    Acontece que quando fazemos preparações mirabolantes, cheias de ingredientes, temos mais chances de interagir tanto os nutrientes interessantes e plausíveis de mistura, quanto os não interessantes. A realidade é que as chances de misturarmos o que NÃO deveria ser misturado, torna-se muito maior e é difícil estabelecer parâmetros para fugir por completo disso.

    Portanto, manter refeições o mais simples possíveis e com as menores interações possíveis é o ideal. Procure priorizar uma fontes proteica, uma de carboidratos, uma de lipídios e uma de fibras (verduras e legumes) e isso já será mais do que suficiente para interagir alimentos e, ao mesmo tempo, proporcionar de forma variada ao corpo diferentes nutrientes.

    Lembre-se de proporcionar diferentes combinações entre as refeições, isso também garantirá um ótimo aproveitamento pelo corpo.

    Boa alimentação

    Artigo escrito por Marcelo Sendon (@marcelosendon)

    Um Comentário

    1. Pedro 1 ano atrás


    /* */