• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    Mulheres e a dificuldade no desenvolvimento dos membros inferiores

    Se liga nas dicas deste artigo, que retrata dificuldades enfrentadas por muitas mulheres.

    Toda mulher quer ter membros inferiores grandes, torneados, bonitos e que realmente sejam um destaque.Verdade seja dita: quem é que não gosta de mulheres com boas pernas, seja você homem, por razões óbvias, ou mesmo sendo mulher, a fim de admiração e motivação para  ter traços próximos aos da outra?

    Talvez o grande diferencial das mulheres sejam seus membros inferiores na medida  que, essa característica as deixa muito mais femininas e claro, frente ao uso de roupas curtas, vestidos ou até mesmo biquínis, fica muito mais belo exibir um bom corpo do que algo “caído, flácido e cheio de celulites”.

    Grande parte das mulheres tem muita dificuldade no desenvolvimento dos membros inferiores. Algumas, simplesmente dificuldade em ganhar volume, outras, até com certa facilidade no ganho de volume, mas, com ele, uma boa quantidade advinda de gordura corpórea, retenção hídrica e pele.

    capa-2-editada

    Comprar Suplemento de Cafeína Pura

    Então, quais são os motivos dessas dificuldades todas? Seriam as questões genéticas unicamente limitantes para um bom desenvolvimento de MMII femininos ou, simplesmente, poderíamos corrigir erros, propondo novos princípios e então, obtendo ótimos resultados?

    A questão genética

    A questão genética é muito limitante e não podemos ser estúpidos ao ponto de dizer que ela não exista ao ponto de dizer que ela realente não possa facilitar ou dificultar as coisas.

    Apesar disso, as questões genéticas não são sinônimo de não ter resultados. Você deve entender que será SIM possível ter resultados mas, não queira se espelhar em outras mulheres as quais tem genética boa ou mesmo não queira formatos musculares como os de outra(s), pois, cada pessoa tem suas próprias características individuais. Entenda que você poderá se desenvolver dento do que o seu corpo fornece para si e, isso não a fará ser pior não… Pelo contrário, a fará ser ÚNICA!

    A dieta feminina

    Se existe algo que há de muito errado dentro da nutrição modista é propor alterações muito grandes em uma dieta feminina. Não falo da inclusão ou aumento de alguns determinados nutrientes, pois, óbvio, isso é necessário a fim de contemplar o metabolismo feminino. Falo de alterações as quais deixam a dieta tão “enfeitada” que poderíamos compará-la com uma pista de Carnaval! Isso, definitivamente não irá contemplar necessidades fisiometabólicas para fazê-la desenvolver adequadamente, sejam os membros inferiores ou quaisquer outras partes do mundo.

    Você não acha mesmo que aquela modelo turbinada e “popozuda” se alimenta com farinha de chia e um mamãozinho pela manha, não é mesmo? Se acha, deveria rever seus conceitos.

    A verdade é que, salvo sob a divisão dos micronutrientes e a contemplação individual da distribuição de macronutrientes e, consequentemente energética da dieta feminina, ela não precisará ser tão diferente do que a dieta masculina. Assim como homens, elas precisam de carboidratos para ter energia e para sinalizações hormonais, precisam de lipídios pra inúmeras funções metabólicas (especialmente hormonais) e claro, precisam de boas fontes de proteínas para sintetizar adequadamente não só o tecido muscular, mas, proteínas para intermináveis funções as quais o corpo não pode ficar sem.

    Se você se nutre feito um “passarinho”, então, não terá resultados. Claro, não estamos dizendo para que se alimente como uma “baleia”, mas sim, que coma o suficiente para obter os resultados os quais deseja. Não tenha medo: Comer não a fará ficar “gorda”, desde que você coma corretamente!

    dieta-feminina-editada

    Treinamentos pesados e com exercícios multiarticulares e compostos

    Outro grande problema consequente no público feminino, não é a falta de afinco em seus treinamentos, pois, diga-se de passagem, elas costumam ser muito mais dedicadas do que muitos homens. Entretanto, o problema está novamente no excesso de firulagens ocorridas no treinamento: A utilização de milhões de exercícios, séries e repetições, os quais fazem os treinamentos menos eficazes.

    A maioria delas acabam preferindo opções como os quatro apoios, os exercícios isoladores, as cadeirinhas e se esquecem de fundamentos básicos como o agachamento livre, o levantamento terra e mesmo o leg press 45º. Não adianta nada ficar presa em máquinas, cadeirinhas ou mesmo tentando milhões de exercícios para atingir os glúteos se você não estimula seu músculo suficientemente para que ele possa responder anabolicamente durante o período de descanso.

    Comecem a rever seus conceitos de treino,treine árduo. Proporcione mais tempo de descanso entre uma sessão de treinos e outra. Valorize exercícios básicos e, eles certamente já serão mais do que suficientes para estimular a sua musculatura!

    A falta de descanso nos membros inferiores

    Quantas vezes não vejo dúvidas a respeito de divisões de treinamentos femininos. A maioria dessas divisões mostra um total despreparo de quem as montou. Primeiramente, pela sinergia e pela consideração de que é possível isolar as diferentes partes dos membros inferiores em dias diferentes, o que cientificamente já é impossível, observando as cadeias e sinergias musculares. Outro ponto é que, mesmo que isso fosse possível, seria ineficaz treinar membros inferiores três ou até quadro vezes na semana, como não é incomum de se ver. Normalmente as divisões errôneas ficam da seguinte forma (ou algo desse tipo):

    • A: Quadríces;
    • B: MMSS;
    • C: Glúteos;
    • D: Cardio;
    • E: Posterior de pernas;

    Esse é um sistema de treino muito mal dividido que primeiro, desconsidera quando trabalhamos, por exemplo, os quadríceps em exercícios compostos como o agachamento ou o leg press 45º, também estamos trabalhando toda a região posterior das pernas, inclusive os glúteos. Desconsideramos ainda, quando se trabalham os glúteos, não convém que os quadríceps estejam altamente desgastados. E ainda, desconsideram até mesmo a importância do treinamento de membros superiores e por conseguinte, negligencia-o por completo.

    falta-de-descanso-23

    A Negligência do treinamento de membros superiores

    O que teria haver o treinamento de membros superiores com o desenvolvimento dos membros inferiores? Você pode pensar que nada, mas, tem tudo haver. Você sabia que, por exemplo para realizar um bom agachamento livre, você precisa de dorsais fortes para proporcionar uma devida adução escapular? E que seus braços também tem de estar fortalecidos para que possam suportar a barra de maneira adequada? E o Stiff? O que acontecem com antebraços que estejam fracos? Os ombros, para suportarem todos outros exercícios se não estiverem devidamente treinados, também acarretarão prejuízos.

    Indiscutivelmente é essencial que se treine os membros superiores com tanto afinco quanto os inferiores para poder desenvolver bons membros inferiores.

    Não podemos nos esquecer de que os membros inferiores PRECISAM DE DESCANSO, portanto, convém que alternemos adequadamente os treinamentos deles para que proporcionemos a capacidade do corpo promover as supercompensações necessárias e, portanto, os processos adaptativos.

    Sem sombra de dúvidas, mulheres que saibam treinar adequadamente os seus membros superiores, certamente terão melhor desenvolvimento nos membros inferiores também, além de um corpo mais simétrico e funcional, claro.

    Treinar entre amigas

    Não é incomum vermos nos ginásios de musculação meninas que se reúnem para treinar juntas, com o intuito de uma motivar a outra ou algo do tipo… Obviamente, nesse aspecto, pode ser interessante, apesar de ainda concordar que a motivação deve vir de VOCÊ não dos outros. Porém, essa não é a maior questão. Há pontos muito mais relevantes a serem considerados. Entre eles é que, para um treinamento ser realmente eficiente, ele necessita ser INDIVIDUALIZADO. Desse jeito, como poderíamos propor um treinamento individualizado para 3 ou 4 pessoas ao mesmo tempo com um mesmo treino? Claro, isso seria impossível.

    O que acontece é que quando você treina entre amigos, você deixa de seguir protocolos os quais são feitos PARA VOCÊ, assim como sua amiga deixará de seguir os protocolos que foram PARA ELA.  Entre outras palavras, suponhamos que você necessite desenvolver melhor a parte medial do quadríceps enquanto ela sua amiga), necessita de mais desenvolvimento nos glúteos. Será que usando os mesmos exercícios atingiríamos as mesmas finalidades e objetivos nos treinamentos? Certamente não…

    Se você gosta de treinar com sua amiga, ou com grupo de amigas, você pode fazer isso de vez em quando mas, não pode fazer com que isso se torne rotina.

    treinamento-entre-amigas-2

    Excessos de estimulantes antes dos treinamentos de membros inferiores

    Muitas vezes nos deparamos com meninas chegando nas academias tremendo feito uma vara verde pelo uso de termogênicos, estimulantes ou qualquer fórmula caseira maluca que sua amiga tenha recomendado ou até mesmo que ela tenha visto na internet… Porém, no treino de membros inferiores (e até mesmo fora deles) isso pode ser prejudicial.

    Existe algo que sempre fui atento e que muitos bodybuilders profissionais os quais treinam pernas com afinco também são. Falo especificamente do treinamento de pernas de maneira a qual você proporcione um estímulo suficientemente intenso para desenvolvê-las. Porém, para que isso aconteça, você deve estar focado no treinamento e ele deve ser altamente concentrado e tensionado. Pernas são um dos grupamentos dos quais não convém treinar “na pancada” ou seja, naquele velho jeito “batidão”.

    Membros inferiores por serem grupamentos grandes e complexos, precisam de estímulos muito bem dados e, se você estiver com excesso de estimulantes no corpo, como termogênicos ou outros compostos, com certeza terá dificuldades em fazer isso. Um dos motivos é o fato da própria respiração. Quando treinamos tensionado, precisamos respirar adequadamente e se isso não for feito, pela euforia respiratória que estaremos frente ao uso de estimulantes, com certeza não teremos eficácia no mesmo.

    Além disso, muitos exercícios do treinamento de membros inferiores envolve a necessidade da prática da apnéia, ou da Manobra de Valsalva nas quais podem interferir na Pressão Arterial frente ao uso de estimulantes e, isso certamente não será nada interessante.

     Você sabe o que é a Manobra de Valsalva?

    A manobra de Valsalva constitui-se em inspirar o ar e prendê-lo, fazendo uma força intra-abdominal para expirá-lo mas, ao mesmo tempo, impedindo a sua expiração. Essa pressão faz com que ocorram alguns fatores essenciais na atividade física:

    • O primeiro deles é a estabilização da região do core e o auxílio na contração dos músculos eretores da espinha, favorecendo que o corpo tenha melhor estabilidade e prevenindo inúmeras lesões.
    • A segunda dela é fazer com que: a pressão arterial, que tende a cair rapidamente com uma sobrecarga sob você, como no agachamento livre, se eleve e, portanto, prevenindo contratempos como desmaios etc.

    Não existem influências negativas da manobra de Valsalva para pessoas devidamente sadias e desde que a mesma seja realizada com as devidas técnicas corretas e nos momentos corretos. Afinal, necessitamos de respiração adequada nos treinamentos resistidos com pesos.

    manobra-de-valsava-2

    Conclusão:

    É o sonho de toda mulher obter membros inferiores bem desenvolvidos, sem sombra de dúvidas, convenhamos que talvez, seja a região de maior destaque no corpo delas. Entretanto, para que esses possam devidamente serem desenvolvidos, é necessário a atenção em alguns pontos essenciais, evitando erros e principalmente aprimorando técnicas a fim de maximizar os resultados e tornar ainda mais belas com melhor autoestima.

    Portanto, atenção aos pequenos detalhes, eles fazem grande diferença!

    Bons treinos, meninas!



    /* */