• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    Conheça o Muscle Milk: O Suplemento Revolucionário

    Conheça o Muscle Milk, como é a sua composição, seus pontos relevantes, o que mudou e qual melhores horários para consumir esse suplemento

    Durante anos se soube que o leite Materno é o alimento de maior riqueza para o ser humano, correto? Provavelmente você já viu recomendações de que quanto mais uma criança consegue se manter no leite maternos, melhores serão suas condições de saúde e maior será sua qualidade de vida como um todo. Entretanto, sabemos que essa fase de consumo do leite materno é passageira e, principalmente, que adquirimos hábitos alimentares totalmente diferentes conforme vamos crescendo.

    muscle-milk

    Comprar Whey Isolado VP2

    Você já deve ter ouvido falar que a proteína atualmente existente com maior valor biológico para o ser humano é o whey protein, após o desmame, é claro, frente a sua altíssima tecnologia e possibilidade de disponibilização de importantes aminoácidos que contribuem para a síntese proteica e para o favorecimento do balanço nitrogenado positivo no corpo, não é mesmo? Deve ter ouvido falar também que essa é a proteína com mais fácil digestão e, por isso, tem uma ótima absorção e, consequentemente aproveitamento pelo corpo. Porém, não se iluda com tudo isso! Se sabíamos que o leite materno era o alimento com maior valor biológico para o ser humano, então a CytoSport INC decidiu recriá-lo com o lançamento de Muscle Milk, um dos suplementos mais revolucionários no mercado desde seu lançamento até os dias de hoje.

    Se você acha que estamos exagerando, não hesite em se surpreender com esse que pode ser considerado o suplemento mais adaptado ao ser humano. Apresento-lhes aquele que será o maior aliado em sua nutrição: Muscle Milk!

    Muscle Milk – O suplemento embasado no leite materno

    Por N motivos o consumo de lácteos hoje é questionado. Obviamente, há muitas vertentes com bons argumentos prós e contras apesar de, certamente sabermos que eles são saudáveis quando bem utilizados. Entretanto, sem sombra de dúvidas, esses alimentos, bem como o leite de outras espécies não são os ideais para os seres humanos, visto que cada espécie tem seu próprio leite com suas próprias configurações. O leite materno possui nutrientes específicos para os seres humanos, incluindo proteínas, carboidratos, lipídios, vitaminas, minerais, imunoglobulinas entre outros que auxiliam na nutrição do ser que ainda é bebê e necessita desses compostos abundantemente, fazendo com que seu sistema imunológico se eleve significativamente e também que seu crescimentos físico, mental entre outros também se tornem possíveis.

    Quando passamos a nos desenvolver, consumimos outros muitos alimentos, o que também é importante. Cada qual fornecerá importantes nutrientes diferenciados e complementará a dieta como um todo. Entretanto, nenhum deles terá tanto valor biológico como o leite materno, especialmente em termos proteicos, pelos tipos de proteínas, pelo ratio delas e pela combinação com outros nutrientes.

    Pensando nisso e, vendo que a maioria das empresas apenas queria criar uma proteína que pudesse chegar a um alto valor biológico com muitos processos industriais e, que nem sempre eram tão efetivos quanto a natureza (especialmente visando o público praticante de atividades físicas que requer um consumo proteico significativamente maior e com mais efetividade, como a rápida digestão, entre outros aspectos), a Cytosport INC foi de contrário a todos eles e seguiu o que havia de mais lógico e básico, mas, jamais havia sido pensado antes: A recriação do leite materno em forma de suplemento alimentar, “copiando” suas configurações e proporcionando uma efetividade de ação a qual pudesse contemplar inúmeros objetivos, desde aqueles que atendessem praticantes de atividades físicas e atletas até aqueles que pudessem atender indivíduos sedentários. E isso foi um grande choque no mercado, pois, muitos não entenderam de fato quais eram as premissas do produto, até que a Cytosport INC pudesse explicar claramente o que seguia naquele tal produto denominado de “Muscle Milk” ou “Leite para os músculos”, representando todo seu poder de construção e/ou síntese.

    Para entendermos melhor, vamos aos seus principais pontos de relevância:

    • Distribuição proteica: Muscle Milk é um suplemento hiperproteico, então, não poderíamos começar por outro ponto se não por suas proteínas. Ele praticamente é formado por parcelas de whey protein e caseína (caseína micelar e caseinatos). Esse ratio é igual o do leite materno, sendo a maior parte de whey protein e cerca de apenas 20-25% de caseína. Esse blend possibilita não somente uma elevação no valor biológico e nos PDCAAs visto que o whey protein e a caseína se completam, mas, principalmente possibilita um time release interessante do produto, para que ele possa ser usado desde momentos onde necessitamos de uma digestão mais facilitada (como no pré-treino) até momentos em que precisamos de uma digestão mais gradual, como durante o dia.

    Essas proteínas tem uma pura filtragem em altíssima tecnologia e superam muitas proteínas já antigas no mercado.

    Cupom de Desconto DDM

    • Distribuição de lipídios: Também inspirado no leite materno, os lipídios de Muscle Milk fornecem não somente aspectos nutricionais, mas, ergogênicos, visto que são compostos em grande parte por MCTs (lipídios de cadeia média) que tem uma digestão muito rápida (tão quando os carboidratos), não são armazenados em forma de gordura e ainda, são ótimos para estimular, pasme, a queima de gordura corpórea, também, por seu efeito termogênico, além de lipídios essenciais como os ômegas.

    Você já percebeu que os bebês possuem camadas de gordura subcutânea (marrom), mas, não visceral (branca) e, portanto, conseguem usá-la facilmente como energia? Analogicamente é o que os MCTs fazem, porém, sem deixar que sejam estocados, propriamente ditos.

    • Baixo teor de carboidratos: Sim, Muscle Milk possui carboidratos, mas, eles são em baixa quantidade e, certamente não incrementarão malefícios algum no produto, mesmo para indivíduos que estão em período de cutting ou emagrecimento.
    • Livre de glúten e lactose: Esse é um ponto que chama muito a atenção dos consumidores. Isso porque, suas principais proteínas são a proteína isolada do leite, whey protein isolado, WHEY PROTEIN CONCENTRADO e CASEÍNA. Sendo esses dois últimos, em especial, temidos pelos intolerantes à lactose, esse público passa a achar que o produto é impróprio para seu consumo, quando não é. A Cytosport INC fugiu de apenas adicionar lactase no produto e não o fez! Simplesmente fez melhor: Ela elaborou processos de filtragem os quais pudessem retirar quaisquer impurezas, bem como a lactose do produto, tornando-o REALMENTE PURO. Essa vantagem é interessante, pois, quando usamos produtos que tem adição lactase, nem sempre isso dá certo, ,visto que cada grau de intolerância é diferente e requer doses específicas de caseína.
    • Blend de vitaminas e minerais: Pensando em uma nutrição completa como um todo, Muscle Milk tem adição de vitaminas e sais minerais que são cofatores fundamentais em inúmeros processos corpóreos.
    • Sabor inigualável: Muscle Milk durante anos foi considerado o suplemento mais saboroso do mundo. Aliás, isso possivelmente se deve ao fato de que o produto é rico em lipídios. Ele lançou inúmeros sabores, dos mais comuns como baunilha, chocolate, cookies n’ cream, morango e banana, chocolate com menta e moccha aos mais exóticos como creme com blueberries, Doce de leite, pina colada, Red velvet cake, Massa de bolo, chips de chocolate, creme de laranja e uma infinidade de outras opções, agradando assim a gregos e romanos.7

    muscle-milk-tomando

    As modificações de Muscle Milk

    Durante os anos, Muscle Milk passou por algumas modificações em sua composição, tornando-o um tanto quanto não original a sua proposta inicial. Primeiramente, as alterações foram devido a críticas (mesmo no exterior) a sua porcentagem de gordura que era relativamente alta, especialmente nas gorduras saturadas (devido aos MCTs). Mas, esses lipídios não tem características negativas ao sistema cardiovascular, nem a problemas metabólicos como a resistência à insulina. Porém eles nada mais são do que uma representação do próprio leite. Provavelmente isso se deveu à concorrência, mas, nada pode ser afirmado.

    Com isso, o produto foi inicialmente reduzido de lipídios e, para atenuar a perda de sabor (que houve significativamente) teve de aumentar seus carboidratos, o que não foi uma grande vantagem.

    Se tratando dos termos brasileiros, Muscle Milk foge muito até mesmo do original, quem dirá da fórmula original. Atualmente, ele nada mais é do que um complexo de proteínas com um bom teor de carboidratos e poucos lipídios. E, é muito triste ver essa realidade no Brasil, além de que, são poucos os sabores disponíveis do produto, se limitando a chocolate, baunilha, morango, cookies n’ cream e moccha (sendo que esse dificilmente é visto). O próprio sabor em si do importado para com o nacionalizado é muito diferente.

    A linha Muscle Milk

    A linha Muscle Milk hoje é limitada no Muscle Milk Original em pó e Ready To drink, nas barras Muscle Milk, nos pós Naturals (sem compostos como conservantes), nos pós e drinks de 100 calorias, nos pós da linha light e collegial, no hipercalórico (Muscle Milk Mass), nos Drinks Collegial, Light e edições limitadas, além das versões em pó e ready to drink Pro Series. O produto não existe mais na versão “Muscle Milk n’ Oats” que era um blend de Muscle Milk com aveia o qual se adicionava um pouco de água (preferencialmente quente) e obtinha-se um mingau que já vinha em um potinho próprio e era extremamente saboroso, com sabores típicos do café da manhã norte-americano, como banana com maple entre outros.

    Principais momentos para consumo de Muscle Milk:

    • Ao acordar;
    • Antes do treino;
    • Antes de dormir;
    • Após o treino.

    Conclusão:

    Muscle Milk foi um suplemento fantástico e ainda é um bom produto, apesar das modificações que prejudicaram o produto em sua qualidade e sabor.

    Certamente, esse é um hiperproteico o qual você jamais deve ficar sem experimentar, ao menos uma vez na vida, seja por busca de resultados ou mesmo pela curiosidade em conhecer uma das maiores revelações de suplementos alimentares até os dias de hoje.

    Artigo escrito por Marcelo Sendon (@marcelosendon)



    /* */