• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    O álcool pode afetar os ganhos na musculação?

    Descubra se o álcool realmente te afeta a ganhar massa na musculação, e o que acontece com o seu organismo assim que você o ingere após seu treino

    Você já deve saber que o álcool traz consigo uma característica histórica, social e, principalmente psicológica. Ele participou desde muito antes das civilizações modernas das mais diferentes aplicações, sendo elas desde a ingestão até usos medicinais. Desta forma, não cabe criticar a presença do álcool na sociedade, pois, ele é algo que praticamente sempre esteve e sempre estará.

    O álcool pode afetar os ganhos na musculação

    Comprar Whey Isolado VP2

    É possível lançar inúmeras discussões filosóficas e sociológicas a cerca do álcool, porém, esse não é o foco de nosso assunto. Cabe-nos dizer que, entre as diversas interpretações que se tem no consumo do álcool pode-se dizer que, para o praticante de esportes e, principalmente para o atleta profissional, ele tem se demonstrado como uma péssima opção, seja em qual momento ou nível for. Apesar de até existirem alguns estudos com a utilização benéfica do álcool (por exemplo, a cerveja para hidratação), mais são os artigos e estudos que refutam esses possíveis benefícios.

    Se tratando especificamente do ganho de massa muscular, a grande maioria dos praticantes de musculação ou simplesmente NÃO consomem nenhum tipo de bebidas alcoólicas ou ficam preocupadas com seu consumo, estejam eles visando os ganho de massa muscular ou mesmo a redução de gordura corpórea. E, parece claro que mesmo os que gostam, procuram evitar ao máximo a fim de não comprometer os seus ganhos.

    Porém, o que nós podemos dizer a seu respeito? O álcool realmente pode afetar negativamente o praticante de musculação? Existe uma quantidade limite de álcool que a pessoa possa consumir sem demonstrar prejuízos? Beber com pouca frequência também causa alterações significativas? Essas e outras questões iremos debater brevemente a seguir…

    O álcool pode impactar significativamente no ganho de massa muscular?

    Nós sabemos que, cada grama de álcool possui em média 7Kcal, sendo que, uma bebida alcoólica pode ter mais se contiver açúcar, sucos, se for misturada com refrigerantes e assim por diante, o que é muito comum. De qualquer forma, muitos pensariam que isso não afetaria quem está em um “bulking”, ou num “offseason”, se permitindo comer mais calorias do que gasta. Porém, além das drásticas calorias ingeridas, há outros problemas com a ingestão do álcool.

    Entendendo um pouco sobre o catabolismo e o anabolismo, entre a degradação e a síntese (especialmente proteica) . Isso porque, o saldo, positivo ou negativo, é o que determina o quanto ganhamos ou perdemos de massa muscular. Imagine que, devemos ter um ambiente ANABÓLICO, com um SALDO DE SÍNTESE PROTEICA POSITIVO, para ganharmos massa muscular e, caso ele esteja negativo, certamente iremos perder massa muscular.

    O álcool por si só tem a capacidade de inibir a síntese proteica, além de oprimir alguns hormônios anabólicos, como a testosterona e, por hora, ainda desidratar as células, o que é extremamente prejudicial caso você busque um ambiente anabólico.

    Especialmente se utilizado no momento imediato pós-treino, o álcool pode ter efeitos muito negativos no corpo. Isso pode ser comprovado na medida em que um estudo foi publicado em 2014 na PLOS com a seguinte experiência:

    Cupom de Desconto DDM

    Foram comparados três grupos de praticantes da mesma modalidade com características físicas próximas. Em um dos grupos, suplementou-se, após o treinamento com apenas whey protein. No segundo, com whey protein e vodka. No terceiro, apenas uma substância placebo, a fim de comparar os resultados.

    Observou-se que a síntese proteica pós-treino e horas depois do treinamento foi maior no grupo com whey protein e vodka, porém, menor no grupo placebo. Mas, ao observar o grupo que suplementou apenas com whey protein, a síntese proteica muscular foi ainda maior, efetivada ainda horas depois do experimentou.

    Concluiu-se então que, o álcool inibe de alguma forma parte da síntese proteica.

    O álcool também tem interações negativas com alguns hormônios, especialmente com a testosterona, que é um dos hormônios mais anabólicos do corpo e essenciais para a vida também. Desta forma, se comprometermos a produção e liberação hormonal, juntamente com uma inibição da síntese proteica, temos o coquetel para a perda de massa muscular.

    alcool x ganho de massa

    O álcool e outros malefícios

    Também sabemos que o álcool é extremamente prejudicial para o tecido nervoso, especialmente central, além de causar dependência e alterações no estado de consciência da pessoa. Não vemos questionar ainda os fatores sociais envolvidos na bebida alcoólica, mas, sabe-se que seu excesso pode trazer consequências a curto, médio e longo prazo.

    Apesar do tecido hepático se regenerar com facilidade, não é segredo que ele pode ser afetado pelo álcool, chegando em casos extremos a desenvolver esteatoses ou mesmo a cirrose hepática.

    Afinal, devo ou não consumir álcool?

    Essa, na realidade, é uma escolha sua. Sabemos dos prejuízos que o álcool traz, mas, sabemos que ele possui inúmeros outros fatores ligados com o seu consumo, em diferentes aspectos. Assim como, para alguém que come muito, a comida pode se tornar um vício e, por hora uma droga destrutiva, o álcool também pode apresentar esses aspectos em alguns indivíduos.

    Na realidade, não existe uma regra que você deva ou não beber e o quanto deva beber, mas sim, tudo partirá do seu bom senso, do conhecimento do que está usando além do álcool (drogas ergogênicas, suplementos estimulantes etc) entre outros pontos.

    Beber ou não deverá ser colocado em uma balança, mas, você deve ter em mente que, qualquer uma dessas escolhas lhe trará consequências. Basta dosar o quanto cada qual poderá trazer de consequências boas e o quanto poderá trazer de consequências ruins.

    calorias bebidas

    Conclusão:

    Apesar de sabermos que o álcool possui inúmeras propriedades que podem prejudicar o ganho de massa muscular e, por hora, aumentar os níveis de gordura, muitas pessoas não possuem intenções profissionais com o esporte e, portanto, não serão grandemente afetadas com o consumo dele, caso seja com moderação.

    Porém, o álcool traz consigo um caráter muito além das consequências físicas as quais envolvem aspectos mentais, psicológicos, sociais, econômicos entre outros. Tudo isso deve devidamente ser colocado na balança a fim de literalmente dosar o seu consumo de álcool ou a sua abstenção total.

    Bons treinos!

    Artigo escrito por Marcelo Sendon (@marcelosendon)



    /* */