• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    O Mr Olympia de 2011 – Pt1

    Uma análise do Mr. Olympia 2011 feita pela equipe do Dicas de Musculação! Se você não teve a oportunidade de assistir, confira aqui nossa análise! Pt1

    Comprar suplemento ZMA da Xcore Nutrition

    Na última semana, aconteceu o maior evento de fisiculturismo da atualidade: O Tão esperado, vislumbrado e conhecido Mr. Olympia!

    Para todo bodybuilder este evento significa não unicamente a apresentação de quase uma centena de atletas em nível altíssimo, mas, uma realização em torno do esporte inicialmente proposta pelo criador do evento, o senhor Joe Weider, mas, em alguns casos, o sonho de um dia estar lá, representado todo o esforço de uma vida.

    [ad#2]Em todos os anos do Mr. Olympia é inquestionável a dedicação que todos os atletas desprendem para subir naquele palco. Anos, e em alguns casos, uma vida de preparação para 3 ou 4 minutos de apresentação de poses com uma música no fundo. Antecedente isso a muita fome, dieta restrita, treino desgastante, estresse psicológico, estresse físico, superação (ou não) de lesões, superação (ou não) de limites e por aí vai…

    Meus caros amigos, para pisar em um palco daqueles é necessário muito mais do que passar um tempo na academia e comer corretamente. É necessário dedicar a vida para aquilo e não é a toa que são selecionadíssimos os concorrentes deste tão aplaudido evento.

    Cupom de Desconto DDM

    Obviamente, o Mr. Olympia a cada década que passa e, muitas vezes a cada ano que passa, também sofre algumas mudanças em pontos de vistas e em exigências aos atletas. Além disso, os perfis de cada década são bem diferentes uns dos outros. E é só repararmos a Gold Era de Arnold e Franco, depois a boa era Lee Haney nos anos 80, sucedida pela era freak nos anos 90 de Dorian Yates e posteriormente do imperador Ronnie Coleman e recentemente, nos anos 2000 uma era que ainda não sei denominar e duvido muito que alguém saiba. Estamos falando de corpos relativamente diferentes de todos os padrões já vistos. Uma definição exímia, mas uma aparência relativamente estranha de “inchaço”, contraposta com atletas relativamente novos e com uma condição muscular fora de quaisquer padrões considerados normais.

    Estamos falando de uma era que, na verdade, envolve muito mais do que treinamento, dieta, descanso e até mesmo esteróides anabolizantes. Diria eu que estamos em uma era onde a tecnologia médica é o que manda. E não vamos ser hipócritas em dizer que não…

    Tudo bem que grandes atletas foram usados como cobaias na época de Arnold, ou até mesmo Mike Katz. Ali muitos experimentos e muitas drogas novas foram testadas naqueles atletas. Mas a grande diferença para os testes de hoje é que na verdade já se sabe muito bem o que está fazendo, mas ao que tudo parece apontar, estes atletas servem de cobaia para saber qual é o limiar máximo do limite de um corpo. E para isso a única maneira é ir usando doses cada vez maiores dessas substâncias.

    Meus caros, inegavelmente as drogas fizeram, fazem e sempre irão fazer parte do esporte competitivo profissional. Isso já não é mais segredo para qualquer pessoa com mais de 7 anos de idade, correto? O fato é que há uma grande diferença da utilização dessas drogas dentro do esporte e a utilização dessas drogas por um belo marketing adicionado a milhões de dólares e uma imagem relativamente falsa! Sim, FALSA! – Isso sem contar, que estamos falando do uso EXTREMAMENTE ABUSIVO de substâncias exógenas com uma relativa periculosidade.

    Artigo escrito por Marcelo Sendon

    Um Comentário

    1. Dionathan 5 anos atrás


    /* */