• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    Como obter resultados na musculação tendo problemas na tireóide

    Aprenda como você que mesmo com problemas na tireóide você pode ter uma vida normal e conseguir bons resultados na musculação, seja ganho de massa ou perda de peso.

    Quem nunca viu uma pessoa reclamando que não consegue ganhar ou perder peso porque possui algum problema hormonal, especificamente na glândula tireóide? E quantas vezes, de fato você não viu pessoas que chegaram a níveis de ganho excessivo de peso ou de perda excessiva de peso por conta de alterações no mecanismo tireoideano? Pois bem, isso já seria suficiente para demonstrar a importância dessas funções como um todo, afinal, estamos falando de mecanismos VITAIS!

    alteracoes-na-tireoide

    Comprar Whey Protein Feminino

    Muitas pessoas acreditam que seus resultados na musculação podem ser prejudicados por alterações tireoideanas, as quais de fato geram efeitos que podem ser devastadores no corpo humano se não cuidados devidamente. Entretanto, com o conhecimento que se tem hoje, é possível controlar esses problemas e obter excelentes resultados, como uma pessoa a qual não tem nenhum desses problemas.

    Porém, para que isso aconteça, é necessário primeiramente conhecermos alguns pontos dessas alterações e, principalmente, propor formas de contorna-las, obtendo assim bons resultados. Vamos lá?

    A glândula tireóide

    A glândula tireóide, cujo formato lembra o e uma borboleta, é localizada na região inferior do pescoço e é uma das maiores e mais importantes glândulas no corpo humano, por influenciar diretamente no metabolismo energético, entre outras funções metabólicas, como as do cálcio, por exemplo.

    Essa glândula tem ação direta em órgãos como o coração, cérebro, rins e fígado, além de ser influente no crescimento, especialmente de crianças e adolescentes.

    Tudo isso se deve ao fato de que a tireóide produz e secreta alguns hormônios fundamentais no corpo. Entre eles, a triiodotironina, conhecido como T3 e a tiroxina, conhecida como T4. Além desses hormônios mais conhecidos, ela também produz a calcitonina, que é responsável pelo metabolismo do cálcio. Apesar desse terceiro hormônio também ser importante, ao que tange nosso assunto em pauta aqui, apenas trataremos dos hormônios T3 e T4, que são produzidos e secretados por estímulos de outro hormônio, conhecido como TSH, o qual é produzido na glândula pituitária.

    grafico-exame-proprio-tireoide

    O T3 é o hormônio mais ativo, quando comparado ao T4. Isso porque, o T3 se liga mais facilmente aos receptores celulares para executar suas funções de sinalização e, por outro lado, o T4 se liga mais facilmente a proteínas sanguíneas.

    Esses hormônios são sintetizados, especialmente através do mineral Iodo. E, é por isso que hoje as organizações de saúde exigem que os fabricantes do sal de cozinha adicionem iodo no mesmo a fim de prevenir a população de adquirir doenças como o boro.

    As alterações na glândula tireóide: Hipotireoidismo e Hipertireoidismo

    Entre as alterações as quais ocorrem na glândula tireódie, estão o hipotireoidismo que é a baixa na produção de hormônios tireoideanos e o hipertireoidismo que é o excesso na produção desses hormônios. Ambas causam efeitos inversos no corpo, os quais necessitam ser tratados o mais rapidamente possível ou, do contrário, podem chegar a levar o indivíduo não somente a maus resultados na musculação, mas  causar danos gravíssimos à saúde.

    Imaginemos que os hormônios da tireóide sejam como combustíveis no corpo. Assim, se começamos a entrar em um déficit nesses combustíveis, tudo começa a acontecer lentamente, ou seja, em quadros onde ocorre o hipotireoidismo, o metabolismo começa a decair e é onde ocorrem sintomas como o ganho excessivo de peso, a falta de ânimo, o cansaço excessivo, a pele seca, os cabelos ruins, os aumentos nos níveis de lipídios sanguíneos, a sonolência excessiva e etc.

    hipotireoidismo-X-hipertireoidismo

    Por outro lado, se colocamos combustível demais no corpo, a tendência é que ele “transborde” e que tudo comece a acontecer muito rapidamente. Dessa forma, em quadros de hipertireoidismo, tem-se resultados como a perda excessiva de peso, sudorese intensa, agitação intensa, dificuldades relacionadas ao sono e à qualidade do mesmo, intestino solto de maneira excessiva, alterações nos níveis da temperatura corpórea e etc.

    Obviamente, muitas podem ser as causas dessas alterações, desde quadros metabólicos como um todo, até desníveis no eixo hormonal, incluindo problemas na glândula pituitária, ou nódulos na tireóide, os quais, também podem ser diagnosticados.

    Após o paciente ser diagnosticado, seja com hipertireoidismo ou com hipotireoidismo, fica mais fácil propor o (s) possível (is) tratamento (s), sendo que, eles podem variar desde cirurgias, ao uso de iodo radioativo ou o uso de outros métodos, que podem ser mais simples, como apenas o uso de medicação diária.

    Cupom de Desconto DDM

    Os resultados estéticos para pessoas que possuem alterações tireoideana

    Como citado ao início do artigo, muitas pessoas tem dificuldades nos seus ganhos estéticos por contra dessas alterações. Claro que, no caso de REALMENTE EXISTIREM alterações, é necessário tratar o paciente. Além de tratar com o médico especializado sobre a doença, alguns fatores podem ajudar no quesito estético e busca por um corpo mais bonito, quesitos esses que podem ser feitos pela maioria das pessoas.

    Trazendo em outras palavras,  irei passar algumas dicas de como uma pessoa com alterações tireoideanas pode ter bons resultados na musculação.

    1- Prática de esportes (musculação em especial)

    A prática de esportes de uma maneira geral é benéfica para pessoas que possuem alterações na tireóide. Isso porque, a atividade física resistida com pesos (musculação) promove alterações metabólicas e hormonais extremamente convenientes para o corpo, as quais reduzem os impactos negativos dos problemas hormonais.

    Entre essas alterações positivas, podemos sinalizar como principais:

    • A melhora na sensibilidade à insulina, o que auxilia no controle do peso e na forma a qual a energia disponível é utilizada pelo corpo;
    • Estímulo e produção do GH, o principal hormônio relacionado com a queima da célula de gordura;
    • Aumento na produção e secreção de testosterona, o que favorece para a manutenção e o ganho de massa muscular, consequentemente aumentando a taxa metabólica basal pelo maior consumo de energia do tecido muscular;
    • Secreção de hormônios relacionados ao bem-estar e à disposição, como a serotonina e a dopamina

    A prática de exercícios físicos ainda, garante um gasto de energia, o que para pessoas com hipotireoidismo é extremamente conveniente. Ainda, para pessoas com hipertireoidismo tratado, a atividade física auxiliará na manutenção da massa muscular e no controle do peso.

    Para ambos os casos, o perfil lipídico também pode ser melhorado através da prática dos exercícios resistidos com pesos.

    2- Alimentação correta

    Todas as pessoas que buscam a musculação, uma hora ou outra começam a se preocupar com a alimentação.

    Obviamente, para o indivíduo que tem hipo ou hipertireoidismo, a alimentação é mais do que essencial. Além de suprir as necessidades individuais como em quaisquer outros casos e levando em consideração a (s) atividade (s) física (s) praticada (s), ainda deverá se preocupar com a ingestão de nutrientes essenciais para essa glândula, como o selênio e o iodo. Manter o sistema imunológico em dia também é fundamental para a saúde tireoideana.

    Não adianta um indivíduo que tem hipotireoidismo querer comer pouco achando que assim controlará o peso, pois normalmente isso não afetará em nada. Da mesma forma, não adianta um indivíduo com hipertireoidismo se entupir de comida achando que conseguirá manter seu peso, pois também não alcançará esse objetivo.

    É necessário que, acima de tudo, se tenha tratamento médico, aliado ao nutricional, devidamente individualizado. Na maioria dos casos, não há necessidades de grandes intervenções. Normalmente, pessoas conseguem se adaptar muito bem às medicações.

    É possível viver adequadamente com problemas na tireóide e ter bons ganhos na musculação?

    Muitas pessoas se questionam a respeito da qualidade de vida de uma pessoa que tem problemas na glândula tireóide e, mais do que isso, a possibilidade ou não de obter bons resultados, especialmente quando estéticos, na musculação.

    Uma pessoa que possui desníveis na tireóide, ou no eixo da tireóide, certamente pode ter uma vida ABSOSLUTAMENTE NORMAL. Aliás, a maioria das pessoas tratadas, para não dizer todas, exibem uma vida a qual NINGUÉM diz que elas possuem algum tipo de problema dessa natureza. O ajuste preciso é a parte principal para se atingir isso. Pode ser que até leve algum pouco tempo inicialmente, mas certamente esse equilíbrio não é difícil de ocorrer.

    Bons resultados na musculação com com tireóide

    A realidade é que tendo uma vida normal, a pessoa conseguirá bons resultados em quaisquer aspectos da vida que queira, inclusive na musculação (em questões estéticas também).

    Particularmente, conheço muitas pessoas as quais possuem problemas na tireóide e possuem corpos extremamente belos. Elas são sinônimos de dedicação e superação. Algumas, inclusive, com boa idade e que já passaram por estágios da vida como a maternidade e, nada perderam com isso, pelo contrário.

    Porém, é óbvio que quando consideramos algumas pessoas as quais são desprovidas de dedicação ou mesmo que acham que estão indo para o caminho correto sem uma devida orientação (médica, nutricional, de atividades físicas etc), os resultados não são possíveis. E não somente com pessoas que possuem problemas na tireóide, mas com qualquer outra, por mais sadia que seja.

    A dedicação e o controle da doença permitem sem sombra de dúvidas ganhos os quais qualquer outra pessoa sem a doença pode conseguir!

    Conclusão

    Alterações na glândula tireóide são relativamente frequentes em boa parte da população mundial. Essas alterações são tão evidentes que podem fazer com que um indivíduo chega à morte em casos extremos e se não tratadas adequadamente. Entretanto, é necessário considerar que hoje o conhecimento dessas alterações e as formas de tratamento são vastas, possibilitando que a maioria das pessoas possam ter condições de vida absolutamente normais e terem boa qualidade de vida, bom desempenho esportivo e estético também.

    Portanto, não justifique falta de resultados com problemas relacionados à tireódie. Vá a luta com os tratamentos adequados e faça por merecer! Você se surpreenderá com os resultados possíveis!

    Bons treinos!



    /* */