• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    Ortorexia – É possível construir um corpo sem nutrientes?

    Descubra que mesmo a pessoa que busca uma alimentação 100% saudável e orgânica, pode estar privando seu corpo de importantes nutrientes e substratos. Além de tudo, isso é uma doença, chamada ortorexia!

    Muito provavelmente você não deve se lembrar o que o termo “ortorexia” quer dizer, não é mesmo? Porém, ao entender o seu significado, provavelmente vai compreender que já viu essa terminologia na prática.

    A ortorexia pode ser definida basicamente como o “vício” em nutrir-se da maneira mais “saudável” possível, ou seja, uma forma compulsiva de sempre buscar alimentos totalmente saudáveis orgânicos, livre de contaminantes, com mínimos requisitos nutricionais diferenciados e proporcionar uma dieta milimetricamente precisa, sem descuidos, levando em consideração macro e micro nutrientes em grande escala, a fim de não fornecer 99% do que seu corpo necessite, nem mesmo 101%, mas sim os exatos 100%. Parece loucura ou mesmo algo impossível, mas é o que muitos fazem durante suas vidas, acarretando problemas extremamente sérios a níveis sociais e até mesmo físicos.

    ortorexia-doenca-comer-saudavel

    Comprar suplemento ZMA da Xcore Nutrition

    Após ler esta definição, muitos irão se perguntar se esta realmente é uma doença, pois buscar ser saudável e dar exatamente o que o corpo precisa é o que sempre falamos que é o necessário para a busca de bons resultados. E ai fica a dúvida: essa ortorexia é mesmo prejudicial? Como ela pode interferir necessariamente a nós praticantes de musculação? Seria a busca por nutrir-se “adequadamente” algo que não deva ser feito? Ou devemos ter cuidado com isso? Vamos tentar responder a estas e outras dúvidas no artigo a seguir.

    A ortorexia influenciando na vida

    Assim como um anoréxico passa por inúmeros prejuízos em sua saúde e mesmo na vida social, bem como um obeso, porém de forma inversa, certamente um ortoréxico também passa. Ele começa a se privar de comer o que gosta simplesmente porque aquilo não é orgânico, passa a deixar de sair para não se alimentar com “alimentos normais”, passa a condenar os próprios amigos pelo consumo natural de alimentos, entre outros comportamentos dessa natureza.

    Um ortoréxico pode começar a retirar ainda nutrientes de sua dieta os quais são fundamentais ou estão diretamente ligados com outros nutrientes fundamentais. A grande maioria, por exemplo, começa retirando a lactose, o glúten, alimentos processados, alimentos que não são integrais, depois alimentos não orgânicos… E imagine! Quando se menos percebe, ele está gastando absurdos com uma alimentação “especial”, porém pouco nutritiva e sem quaisquer fundamentos científicos além de achismos populares.

    ortorexia-mania-de-comer-comida-saudavel

    Hoje, sabe-se que a retirada do glúten da dieta não causa alterações, ao menos que a pessoa tenha intolerância à essa proteína. Do contrário que se pensava, a lactose não engrossa a pele, não aumenta o tecido adiposo e não causa retenção hídrica subcutânea. Assim, não há qualquer fundamento sobre tirar o leite da dieta por conta desse carboidrato, ao menos que a pessoa seja intolerante ao mesmo. E assim por diante.

    Sabendo que a retirada de alimentos da dieta pode acarretar em problemas severos, esses podem variar desde baixos graus de desnutrição, como a ausência de quantidades adequadas de vitaminas e minerais no corpo a carências graves que podem levar a má produção hormonal, má produção de compostos orgânicos endógenos, entre outros. Logicamente, em casos extremos e ainda mais severos, considera-se até mesmo a morte!

    Você deve ter um aporte adequado da maior gama de nutrientes possíveis. Assim, quanto mais tipos de alimento puder consumir, então melhores serão os benefícios obtidos.

    A ortorexia influenciando nos ganhos na musculação

    Pensemos que se a ortorexia pode interferir na vida, imagine então nos resultados do praticante de musculação. Sem sombra de dúvidas, esses são muito mais evidentes e ocorrem a curto prazo.

    Cupom de Desconto DDM

    Se retiramos inúmeros nutrientes da dieta, começamos a ter carências. Assim, fica difícil deixar o corpo em um estado anabólico conveniente para que possa consolidar seus ganhos. Vemos diariamente meninas que treinam muito bem, possuem boa suplementação e alimentação de ponta, ou pelo menos condições financeiras para tal. Entretanto, elas não conseguem obter bons resultados, por quê? Simplesmente porque preferem comer “tapioca com farinha de chia e whey isolado” ao invés de nutrir-se de maneira simples, por exemplo com aveia, frutas e ovos. Em suma, não há nada de errado caso você queira consumir a tapioca com o whey isolado e mesmo a chia, porém será que essas quantidades alcançarão as quantidades disponibilizadas por uma parcela menor de alimentos, mas na segunda  opção? Duvido muito e acho até surreal. Mas, soa como muito mais saudável a primeira opção é claro! Além do glamour todo que envolve a refeição.

    O mesmo começa a variar quando elas decidem que não podem comer esse ou aquele alimento que não seja orgânico, isso ou aquilo. Prefere algo bem menos nutritivo, mas que seja “pela mídia correto” do que algo sem glamour, simples e eficaz. Os porquês? Medo de aumentar excessivamente o peso, medo de deixar de ter um corpo belo… Quando, na verdade, ISSO NÃO IRÁ OCORRER!

    A patogenia da ortorexia (sim, considero como) não pode ser explicada unicamente pelo que se tem implicitamente, pois isso contrariaria o extinto humano. Creio que isso sejam bases infundamentadas construídas em conceitos errados ao longo dos anos, aliados com os distúrbios psicológicos já citados e com a influência que a mídia e a indústria exercem dentro das pessoas. É mais do que óbvio ver que o objetivo do marketing industrial é fazer com que a (as) pessoa (s) passe (m) a acreditar que aquele ou aquele outro alimento ou composto é realmente indispensável em sua vida e que a farão melhor.

    Como bem sabemos, a musculação, para ter devida eficácia, precisa seguir protocolos corretos e uma alimentação específica. Porém, da mesma maneira com que essa alimentação é específica, faz-se necessário uma variação e uma disponibilização de uma gama de nutrientes o mais vasta possível. Todos os processos metabólicos necessitam estar perfeitamente funcionando para que se tenha o máximo de eficácia na construção muscular.

    variacao-de-alimentos-e-nutrientes

    Logo, quanto menos alimentos podemos ingerir, então menores serão os substratos que atenderão desde as macros sínteses às micro sínteses.  As vitaminas, os minerais, os demais substratos, tudo, absolutamente tudo contribui como fator principal ou cofator para esse funcionamento adequado do metabolismo.

    Imaginemos que em uma construção de uma casa, disponhamos de apenas tijolos e cimento. Conseguimos formar uma casa? Sim, com certeza sim! Mas, imagine que, além desses, disponhamos também de equipamentos de medição, de equipamentos de rejuntes e de estruturas de fiação, encanamento e alguns assessórios. Certamente, a casa então pode ser construída de maneira muito melhor e com muito mais qualidade e funcionalidade. Agora, imagine que além desses materiais já citados, disponhamos de materiais de reboque, materiais de acabamento, acessórios extras e coisas do gênero.., Sim, mas qualidade ainda. E é justamente essa analogia que temos de fazer quando estamos construindo um corpo.

    Sinceramente, desconheço um bom atleta que tenha baseado sua carreira apenas em batata doce orgânica, ovos orgânicos e farinha de linhaça com CHIA! Não! Eles comiam adequadamente, dispunham do máximo que poderiam. Obviamente, seguindo parâmetros alimentares, o que não significa restrição, a não ser em preparações antecedentes a campeonatos.

    Portanto, esqueça essa “onda modista ortoréxica”. Lembre-se que seu corpo deve buscar a harmonia e dispor sempre do máximo que a natureza lhe oferece para que então possa dar o máximo de si também.

    Conclusão:

    A ortorexia é uma doença a qual pode afetar não só o físico estético, mas também a mente e a saúde.  Portanto, é fundamental que possamos nos policiar e filtrar as informações que recebemos diariamente das diferentes fontes, desde amigos, à mídia e outra qualquer.

    Saiba que seu corpo requer o máximo do que a natureza pode lhe oferecer!

    Boa alimentação!

    Artigo escrito por Marcelo Sendon (@marcelosendon)



    /* */