• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    Por que tantas pessoas se lesionam praticando musculação?

    Conheça os reais fatores que podem levar a praticantes de musculação a se lesionarem durante os treinos e previna-se!

    Quem nunca viu alguém dizendo que tinha medo de praticar musculação porque havia tido alguma experiência ruim no passado e se lesionado? Ou ainda, quem nunca ouviu falar que a musculação é muito perigosa?

    banner-hipertrofia-perfeita-modelo-1-300x250

    Quem nunca pensou que a musculação poderia ser extremamente propensa a lesões se “praticada de maneira pesada”? Claro, claro…

    Esses são meros dizeres populares os quais perduram no decorrer dos anos e taxam a musculação como vilã de uma história a qual talvez ela não seja…

    Costumamos dizer que, entre as práticas esportivas mais seguras e que pode ser adequada aos mais diferentes tipos de pessoas e necessidades, está a musculação.

    Isso porque, necessariamente, ela possui benefícios como melhorias físicas, não possui impactos, auxilia não somente em fatores físicos, mas ainda, metabólicos, é um exercício relativamente controlado, prevenindo problemas relacionados a doenças cardiovasculares e cardiorrespiratórias, não permite contato físico entre diferentes praticantes, prevenindo assim o risco de choques e consequentemente lesões e assim por diante.

    Mas, se diante de tantas recomendações e tantos dizeres de que, de fato a musculação seja tão segura assim, por que existem tantas pessoas as quais se machucam praticando musculação?

    Por que essas pessoas passam a adquirir problemas físicos ao decorrer da prática da musculação, mesmo seguindo alguns princípios básicos?

    Poderíamos colocar em cheque a real eficiência X custo da musculação frente a sua segurança? Pois bem, vamos conversar um pouco mais a respeito…

    A musculação como princípio básico do movimento humano

    Se a musculação pode ser entendida como a ação muscular, obviamente, quaisquer movimentos os quais estejamos realizando ,tratam-se de musculação.

    Todavia, cada espécie animal tem diferentes padrões de movimento os quais, no caso dos seres humanos, são altamente complexos.

    Nós temos padrões de movimento os quais herdamos ao decorrer de nossa evolução e, padrões esses que são alterados dia-a-dia. Essas alterações se devem principalmente ao meio o qual vivemos e, portanto, a sociedade.

    Não nos convém agora conversar sobre as modificações de padrões de movimento, mas, convém entender que elas ocorreram e ocorrem e isso resulta em alterações físicas as quais também passamos a desenvolver. Porém, alterações essas as quais não são benéficas e, portanto, necessitam ser corrigidas.

    Uma das formas de corrigir, claro, é com a prática da musculação que, como canso de falar, não deve ser entendida de outra forma se não de reaprendizado de movimentos natos bem como o aprimoramento dos mesmos. É através disso que consegue-se resultados nos treinamentos.

    Se, teoricamente começamos a praticar musculação para reaprender esses movimentos e, por sinal, acabamos lesionados, então, tem algo errado aí! Isso porque, se vamos inserir ALGO QUE É NOSSO, como esse algo pode ser maléfico? Se estamos acarretando algum prejuízo com determinada prática, então, a prática está inadequada e não esse algo.

    E é justamente por isso que tantas pessoas deixam de ter os inúmeros benefícios da musculação e acabam por trazer prejuízos consigo.

    E é claro, a musculação acaba sendo taxada de “vilã” na história, quando os motivos por você ter se lesionado são completamente diferentes. Mas, que motivos poderiam ser estes?

    A prática inadequada de movimentos

    Sem sombra de dúvidas, não poderíamos começar citando entre os principais motivos por você se lesionar na musculação outro se não a movimentação inadequada.

    Costumo brincar e dizer que 99,9% das pessoas numa academia NÃO SABEM REALIZAR O SUPINO RETO ADEQUADAMENTE e, 99,9999999% ACHAM que estão treinando certo quanto, na realidade NÃO estão.

    E se você está me achando dono da verdade, cético ou qualquer coisa do tipo, me coloco entre eles!!!

    A verdade é que muitos de nós cometemos MUITOS erros durante nosso treinamento e, sem sombra de dúvidas esse é o principal motivo pelo qual nos machucamos.

    Grande parte das lesões ocorrem por insuficiência de técnica, ou seja, a pessoa não é bem instruída e, simplesmente, NÃO executa os movimentos corretamente.

    A verdade é que ao invés de ela corrigir aqueles erros corpóreos e reaprender movimentos, aprende movimentos os quais NÃO são natos de seu corpo, desenvolvem padrões de movimentos ainda piores e acabam se machucando, de maneira muitas vezes irreversível.

    Se realmente queremos bons resultados praticando musculação, necessitamos de técnica adequada e de execução correta dos movimentos, do contrário, estaremos fardados ao fracasso!

    Instrução incorreta ou falta de instrução

    Ninguém nasce sabendo e, claro, ninguém é obrigado a saber como são os movimentos e técnicas adequadas na musculação.

    Mas, se você ESTUDA para isso (ou pressupõe-se que estudou para estar atuando na área), você tem OBRIGAÇÃO DE SABER, ainda mais por trabalhar na área. Sim! OBRIGAÇÃO!

    E a verdade é que hoje em dia qualquer certificado profissional de nível superior qualifica o indivíduo para estar em um ambiente onde muitas vezes NÃO É PRA ELE ou ainda que muitas vezes ele não faz ideia de como lidar, isto é, quando não ACHA que sabe fazer porque viu uma ou duas figurinhas em um livro.

    Meus caros, instrução adequada na musculação é algo extremamente relevante e, na realidade, considero um absurdo a maioria das academias colocarem pessoas as quais NÃO SÃO especializadas na área para ENSINAR ALGO.

    A realidade é que muitos sesses os quais ensinam, se quer sabem fazer, então, como podemos ter confiança? Muitas pessoas desconsideram quando falo da real relevância que devem dar por quem as ensina a fazer algo.

    Boa parte das inadequações de técnicas e da movimentação incorretas as quais nos referimos no tópico anterior se devem justamente a instrução que não ocorre de maneira adequada ou ainda, simplesmente NÃO ocorre, seja por negligência ou outro motivo qualquer.

    Muitas vezes, de fato eles não fazem por mal e, muitos até gostariam de aprender e saber mais. Porém, o conteúdo para muitos deles é limitado e, portanto, isso se torna uma barreira para  o conhecimento.

    Ter um bom suporte de profissionais a sua volta é essencial para que você possa praticar musculação adequadamente. Porém, como podemos então selecionar esses profissionais?

    Infelizmente, teremos de pesquisar, olhar alternativas e buscar referências. Hoje o mercado está lotado desses os quais não conhecem nada de sua própria área.

    Não adianta nada ter alguém do seu lado que “dê um bom atendimento”, mas, não consiga fazer o básico de sua função de maneira competente. Exija sempre O MELHOR, pois, isso diz respeito à sua saúde!

    Ego

    O ego também é um dos fatores que mais me chama atenção dentro dos ginásios de musculação. Não é estranho que grande parte das pessoas estejam lá por razões estéticas.

    Diante da sociedade a qual vivemos e de suas exigências, não se adequar a estes padrões pode significar estar literalmente excluído dela.

    Porém, esse ego faz com que muitas pessoas se esqueçam de que ele não as levará para lugar algum (pelo menos não no ginásio de musculação) além um lugar cheio de lesões.

    Quando falo do ego, falo tanto da negligência pela segurança quanto pela negligência de fazer o que precisa ser feito. Confuso?

    No primeiro caso, até temos indivíduos relativamente experientes ou que prezam por um bom treinamento. Porém, eles negligenciam fatores como a segurança em prol da produtividade.

    Não querem deixar de treinar porque estão lesionados ou não querem optar por usar uma máquina quando estão com músculos auxiliares fadigados simplesmente para demonstrar sua virilidade com pesos livres… Esses, certamente estão fardados à lesões.

    No segundo caso, por sua vez, temos aqueles indivíduos que não fazem a mínima noção do que possa ser uma boa execução de movimentos e afins e, em contrapartida, querem encher equipamentos de pesos, querem fazer o que muitas vezes não conseguem fazer simplesmente para se auto afirmar.

    Se o ego está dentro de você, saiba que, com certeza ele não será um bom princípio e, certamente te prejudicará dentro do ginásio de musculação, seja coerente para consigo mesmo, conheça suas possibilidades, mas, também, suas limitações e, portanto, desenvolva-se assim de melhor maneira.

    Falta de estrutura da academia

    O que você busca ao escolher uma academia de musculação? Ar condicionado? Bom atendimento? Equipamentos pintados? Se essas foram suas respostas, recomendo que prossiga lendo.

    Ao buscar uma academia de musculação, a última coisa a qual você deve realmente se importar é com a quantidade de beleza dela. Isso porque, beleza não mostra qualidade da mesma.

    Ao buscar uma academia você deve prezar por equipamentos com uma boa biomecânica, por espaço suficiente para que você possa utilizar pesos livres, por pessoas competentes e, claro, por um ambiente respeitoso, o qual você deve respeitar também.

    Muitas academias hoje mostram uma exímia beleza, um espaço lindo, mas, não possuem bons equipamentos(por mais que eles sejam bonitos), não possui pesos livres suficientes ou ainda, contratam um bando de incompentes para trabalhar lá.

    Você até pode ter uma biomecânica correta nos movimentos, você até pode saber o que está fazendo, mas, se por exemplo, estiver em um maquinário ruim, que não tem boa rolagem ou ainda que tenha uma péssima mecânica, certamente está sujeito a se machucar feio.

    Outro ponto que deve ser observado é o piso que, principalmente em ambientes como o agachamento livre e afins, tem de ser antiderrapante, sem obstáculos no meio etc

    Maquinários quebrados, improvisados (já vi academias que usam cadeiras de mesa ao invés de bancos) e afins certamente arruinarão seu planejamento.

    Somente após todos esses itens serem constados é que você poderá realmente optar por escolher ou não ar condicionado, sauna e todas aquelas outras coisas que ficam para segundo plano. E sim, nem sempre o mais caro é o melhor, mas, dificilmente o mais barato também será a melhor opção. Coloque em jogo sempre o Custo X Benefício.

    Treinos entre amigos

    Treinar entre amigos é proibido ou algo ruim? Não. Na realidade, é algo saudável, produtivo e que vale a pena, mas, você deve ter experiência o suficiente para fazer isso.

    Isso porque, vemos pessoas as quais querem treinar com seu amigo (a) preferido (a) e seguem o treinamento dele que, diga-se de passagem, está solidificado COM AS NECESSIDADES INDIVIDUAIS DELE. Assim, não adianta você querer achar que está com as mesmas condições que ele que, certamente você estará em maus lençóis.

    Além disso, treinamentos com amigos, fazem com que muitas vezes, ou você perca o foco do que está fazendo e, a atenção é fundamental durante a prática da musculação ou, simplesmente, que você aumente a intensidade significativamente.

    Caso você muitas vezes não esteja preparado para esse aumento expressivo de intensidade, ou esteja em um momento o qual não deveria seguir com tanta intensidade, certamente você se prejudicará.

    Portanto, não ache que treinar com amigos está proibido ou que você não deva fazer isso, mas, lembre-se de sempre seguir princípios básicos da musculação e respeitar seus limites.

    Falta de foco

    Às vezes você tem boa instrução, você tem bom maquinário e pesos livres disponíveis, você tem tudo ao seu redor, mas, você não foca em seu treinamento.

    O Cérebro humano, pode fazer várias coisas ao mesmo tempo, mas, se concentrar em mais de uma coisa é não utilizar todo o potencial dele para uma ou para outra. Quando treinamos, isso faz muito sentido, pois, o treino é extremamente complexo, exige grande capacidade muscular, grande concentração neurológica para a contração dos músculos alvo e assim por diante.

    SE desviamos nossa atenção, temos prejuízos nesses movimentos e, isso é muito fácil de acarretar lesões.

    Se você realmente não quer se machucar na musculação, não fique olhando a menininha bonita ao seu lado, o rapaz forte, a senhora de idade ou o velhinho na esteira! Esqueça a televisão, esqueça seus problemas e FOQUE NO TREINAMENTO!!!

    Conclusão:

    Muitas vezes a musculação fica taxada como precursora de lesões. Entretanto, sabe-se que ela é uma prática altamente saudável e que deveria ser feita por todos.

    Porém, essa taxação ocorre por conta de pontos os quais são desconsiderados e que são de vital importância. Assim, conhece-los e, principalmente, corrigí-los será essencial para uma prática saudável, segura, produtiva e duradora.

    Bons treinos!



    /* */