• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    Qual é a refeição mais importante: a primeira ou a pós-treino?

    Descubra qual é a refeição mais importante entre o café da manhã e o shake imediato após o treino de musculação.

    Quando você começou a procurar entender sobre o consumo alimentar, já deve ter ouvido recomendações do tipo: “A primeira refeição é a mais importante do dia”. Porém, quando iniciou a prática da musculação e foi procurar entender um pouco mais da nutrição para o desempenho físico, também deve ter ouvido coisas como “A refeição pós-treino é a mais importante para o praticante de musculação”. Mas, aí restou uma dúvida, sem hesitar: Afinal, qual das duas pode ser considerada realmente a de maior importância?

    cafe-da-manha-refeicao-mais-importante

    Comprar Suplemento BCAA Optimum Nutrition

    Igualmente importante, cada refeição exerce um papel dentro de um protocolo dietético equilibrado o qual possa fornecer substratos suficientes para o objetivo de dado indivíduo. Seja qual objetivo for este, como o aumento da massa muscular, a redução da gordura corpórea, a manutenção das condições corpóreas, o aumento das capacidades cardiovasculares, entre outros quaisquer, é necessário que se trace um patamar equilibrado de consumo alimentar para que o indivíduo não fique em déficit com seu corpo, o que resultará em quedas na performance, quedas na recuperação e até mesmo quedas em quesitos relacionados à saúde. Obviamente, seja a primeira, a última ou mesmo a refeição realizada imediatamente após o treino, cada uma possuirá uma função e deve ser adequada aquele dado período ou momento.

    Especificamente se tratando da prática da musculação, a alimentação exerce grade influência na obtenção de resultados, uma vez que é através dela que conseguimos supercompensar nosso corpo e obter os resultados desejados ou manipular essa ingestão (em caso de perda de gordura corpórea) para que o estímulo do treino seja eficaz para esse fim.

    Muitas pessoas acreditam existir uma refeição mais ou menos importante, como diziam os nutricionistas do passado ao dizer que o “café da manhã” e o “almoço” deveriam ser as refeições de maior enfoque e os musculadores céticos que praticamente acreditam que não há ganhos suficientes sem uma boa refeição pós-treino imediata. Porém, ambos os casos estariam errados? A grosso modo não, mas olhando em uma visão científica e prática atual, podemos e devemos considerar alguns fatores os quais conheceremos.

    A primeira refeição

    primeira-refeicao-anabolica-sendon

    A primeira refeição pode ser caracterizada como a retirada do corpo de um período sem alimentação, ou de jejum médio para um estado alimentado, passando assim de um estado mais catabólico (apesar dos muitos hormônios anabólicos secretados no sono) para um mais anabólico e com substratos para sínteses. Basicamente, esse é o momento o qual o corpo sair de seu estado mais longo sem alimentação e passa então para o “alimentado”.

    Essa primeira refeição, mais do que simplesmente alimentar o corpo, possui funções como a opressão de alguns hormônios que podem gerar a perda de massa muscular, como o glucagon, o cortisol e outros. Além disso, o início das sinalizações insulínicas (seja por meio de aminoácidos ou de carboidratos) também exerce forte influência não só nesse fator, mas no de início aos processos de síntese.

    É importante utilizar alimentos de fácil digestão nesse momento, entretanto, isso não é via de regra. Na verdade, mais auxiliará a não termos problemas de desconfortos gástricos (principalmente aos que tem maior tendência para não conseguir comer adequadamente de manhã) e não sobrecarregar o sistema gastrointestinal logo cedo.

    Existem indícios que mostram que o consumo alimentar logo ao acordar pode inexistir, como é no caso das dietas de jejum intermitente, entre outras, e mesmo assim apresentar bons/ótimos resultados, deixando em questão essa real necessidade.

    A refeição imediata após o treino

    shake-pos-treino-imediato

    A refeição imediata após o treino, a grosso modo deveria servir para oprimir um estado também catabólico do corpo gerado pelo treinamento. Entretanto, falando especificamente da musculação, isso é pouco eficaz. Diferente de esportes de endurance, os quais beneficiam-se com um consumo imediato de algum nutriente (os carboidratos) após o treinamento, a musculação mais gerará resultados de acordo com a alimentação no dia inteiro e nos dias posteriores de recuperação (principalmente em treinos breves e curtos).

    Sabe-se que o consumo de alimentos ou suplementos de rapidíssima digestibilidade também pouco ajudam nesse momento. Cientificamente, o importante é ingerir quantidades suficientes de macronutrientes, em especial de proteínas, durante o dia todo.

    No fisiculturismo, pela precisão requerida no esporte alguns pontos são indispensáveis, mas outros complementares, como é o caso do pós-treino imediato. Se você pode se beneficiar com o uso de um whey protein isolado com waxy maize, caseína e alguns aminoácidos e peptídeos, bem como outras combinações, imediatamente após o treino, então o faça. Mínimas são as diferenças, mas como dito a precisão é algo presente no fisiculturismo.

    Conclusão

    Diante do exposto, podemos perceber que existem correntes diferentes de pensamento para a importância ou mesmo existência de ambas as refeições, uma vez mostrando prós e ineficácias de cada uma delas. Entretanto, entende-se como primordial que haja uma alimentação concreta o dia todo a fim de fornecer o que o corpo necessita para o seu desenvolvimento e/ou manutenção.

    Desta forma, podemos considerar como não mais importante, mas tendenciosamente mais importante a primeira refeição. Ela que tirará o corpo de um longo período sem alimentação, retirará o estado extremamente catabólico do corpo, iniciará um “start up” nas primeiras horas do dia, estimulando sínteses através de hormônios e outros.

    Diferentemente, a refeição pós-treino imediata é basicamente dispensável e torna-se apenas um detalhe e uma vantagem que pode ou não ser utilizada, principalmente levando em consideração que o corpo já esteja com um bom fornecimento de nutrientes previamente, pelas outras alimentações e também tenha esse fornecimento nos momentos posteriores.

    Portanto, se há uma maior importância, essa é a da primeira refeição, refutando idéias gerais das maiores partes de falácias presentes nos ginásios de musculação.

    Por fim, devemos nos importar com a qualidade e quantidade da refeição, a fim de torna-la realmente benéfica. Saber o que e o quanto comer é indispensável!

    Lembre-se: Acorde e coma como um rei, ou como um bodybuilder de verdade!

    Boa alimentação!

    Artigo escrito por Marcelo Sendon (@marcelosendon)

    Um Comentário

    1. Ana Ligia 1 ano atrás


    /* */