• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    Os 4 Melhores e mais baratos suplementos

    Conheça quais são os 4 melhores e indispensáveis suplementos que você conseguirá comprar com menos de R$150,00.

    Hoje em dia, gastar se tornou sinônimo de “não poder”, ou seja, apesar do consumismo humano ainda ser muito grande, fica claro que os investimentos estão cada vez mais baixos e, aliado a isso, as pessoas estão buscando cada vez mais usar seu dinheiro para comprar coisas mais baratas, podendo assim, comprar em maior quantidade.

    os-4-melhores-mais-baratos-suplementos-cópia

    Sendo assim, não seria diferente com os suplementos alimentares, tanto porque, eles nunca foram baratos e com a realidade brasileira, mesmo que fossem, não teriam lá grande abrangência em púbico, visto as condições financeiras gerais da população.

    Todavia, sabemos que muitos deles são dispensáveis e, não trarão prejuízos. Porém outros são de real importância e podem fazer toda a diferença em sua rotina.

    Pensando desta forma, hoje elegemos quatro dos principais suplementos os quais são indispensáveis em sua dieta e poderão auxiliá-lo tanto em fase de redução de gordura corpórea quanto em fase de aumento de massa muscular. Vamos conhecê-los?

    1 – Creatina

    A creatina hoje é considerado como o suplemento ergogênico mais eficiente e mais bem estudado no mundo, especialmente quando falamos da creatina monoidratada.

    A creatina é um peptídeo que produzimos em meio endógeno, mas, que para fins ergogênicos, essas quantidades produzidas ou mesmo consumidas na alimentação, ou seja, via exógena, não apresentam eficiência, sendo necessário suplementá-la, por conseguinte.

    creatina

    Hoje, a creatina é primordialmente conhecida nos esportes por aumentar a força dos indivíduos, aumentar a sua potência muscular, reduzir a sua fadiga muscular e até mesmo auxiliar no aumento da massa muscular e na prevenção do catabolismo.

    Todavia, sabe-se que ela também possui efeitos relacionados à saúde, tratando, prevenindo ou auxiliando no tratamento de distúrbios, disfunções e doenças.

    De uma maneira geral, a creatina é um suplemento muito barato e, a qualidade  geralmente é a mesma, desde que se procure boas marcas.

    Seu preço atual gira em torno de R$50,00 a R$60,00 para um pote de aproximadamente 300g, sendo que a ingestão diária de creatina para fins ergogênicos é em média 0,1g/kg corpóreos, ou seja, para um indivíduo de 70kg, são necessários apenas 7g/dia, tendo um rendimento de mais de 35 dias de uso contínuo.

    Existem outras opões no mercado hoje de outras formas de creatina, como a creatina ethyl ester, creatina micronizada entre outras várias opções ainda mais caras.

    Normalmente, além de não terem tantas comprovações científicas, algumas delas são consideradas tóxicas ao corpo quando utilizadas em dosagens consideráveis por um longo período de tempo. Portanto, vale a pena investir mesmo na creatina monoidratada.

    Então, se há um primeiro suplemento o qual velará a pena investir e você não deverá negligenciar é justamente a creatina!

    2 – Ômega-3 (óleo de peixe)

    Quando falamos na suplementação do ômega-3, não falamos qualquer ômega-3, como o presente no óleo de linhaça ou no óleo de chia.

    Falamos na suplementação com o óleo de peixe que, de fato é o mais biodisponível ao corpo e o que se converterá nos ácidos graxos essenciais que queremos que é o EPA e o DHA.

    De uma maneira geral, o ômega-3 é um ácido graxo
    (ou seja, que necessita ser consumido da alimentação, pois, o corpo não produz) e que tem inúmeras funções benéficas ao corpo, como a melhora na resposta imune, por ser precursor de eicosanoides anti-inflamatórios, por ser antioxidante, por auxiliar no sistema cardiovascular, aumentar naturalmente a produção de testosterona e, claro, ter suas funções protetoras e construtoras de tecidos nervosos.

    banner-300x250-consultoria-perfeita-laranja-1

    Banner Consultoria Perfeita

    Estudo são claros em demonstrar a importância da suplementação com esse ácido graxo essencial na medida em que o mesmo está em déficit na dieta ocidental, especialmente pelo desequilíbrio no consumo entre ômega-6 e o ômega-3.

    omega-3-oleo-de-peixe

    Um bom ômega-3 hoje custa em média 60-100 reais para um frasco de 120 cápsulas de 1g cada. Com um consumo médio de 3g/dia você já conseguirá excelentes resultados, mostrando assim, um bom custo X benefício do mesmo também.

    3 – Vitamina D3

    A vitamina D3 tem sido relevantemente levada em consideração nos estudos de 10 anos para cá, não somente relacionados com a saúde humana, mas também, com o desempenho e a performance esportiva.

    vitamina-D3

    De uma maneira simples, ela faz parte do metabolismo ósseo e do cálcio, sendo que, sem bons níveis dessa vitamina no corpo, os processos relacionados com osteoporoses entre outros tendem a acontecer mais facilmente e mais rapidamente também.

    Todavia, nos últimos tempos tem se percebido também uma íntima relação da vitamina D3 com os músculos, tanto na massa muscular em si, quanto na atividade muscular, além de ter sérias influências com hormônios anabólicos, como a testosterona.

    Níveis baixos de vitamina D3 fazem com que o tecido muscular tenha menor potência, além de deixarem o corpo propenso a sarcopenia e ao catabolismo muscular de uma maneira geral.

    Ainda, os níveis de testosterona (tanto em homens quanto em mulheres) podem decair significativamente, prejudicando a performance, a recuperação musculoesquelética, neurológica e a saúde como um todo.

    Portanto, é sempre importantíssimo assegurar-se de que suas taxas de vitamina D3 estão em dia, e, há de se salientar que não há níveis observados de toxicidade com megadoses de vitamina D3, mostrando-a como um suplemento extremamente seguro.

    Um frasco de vitamina D3 hoje gira em torno de 70 reais, algo bem acessível à maioria das pessoas.

    4 – Extrato de chá verde

    Apesar de também muito pouco considerado, o extrato de chá verde é um suplemento que pode ser usado com grande excelência pela maioria das pessoas.

    extrato-de-cha-verde

    Isso porque, ele é rico em epigalocatequina, que tem uma poderosa ação lipolítica, inibitória da absorção de excessos de carboidratos, auxilia na diurese e ainda, é levemente termogênico.

    O Chá verde por si só é rico em antioxidantes, o que também auxiliará na prevenção de danos celulares.

    Hoje, em farmácias de manipulação, você consegue excelentes produtos que giram numa média de 50 reais e dão tranquilamente para o mês todo, sendo um dos suplementos mais baratos e de extrema eficiência.

    Conclusão:

    Suplementar não será a base para seus resultados, visto que eles estão pautados no treinamento, na alimentação e, claro, no descanso.

    Entretanto, os suplementos alimentares e ergogênicos são excelentes aliados e complementos para a saúde e para a melhoria da performance.

    Porém, é importante conhecer itens os quais possam se adequar ao seu bolso e usá-los com inteligência, fazendo assim com que seu dinheiro que, certamente não é algo que você tenha conseguido fácil, seja valorizado ao máximo.

    Bons treinos!



    /* */