• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    Seus resultados vem do seu suplemento ou do rótulo dele?

    Seus resultados na musculação vem do suplemento usado ou do rótulo de sua propaganda? Pare de ser enganado por propagandas e compre suplementos por seus ingredientes!

    Com a diversificação de suplementos alimentares das mais diferentes categorias, os rótulos realmente são algo importante, destacando um produto de outro ou mesmo o fazendo parecer ainda mais eficaz. Por quesitos psicológicos, muitas vezes nos deixamos levar pelas informações contidas nos rótulos destes suplementos. Além desses “emblemas” expressos nos rótulos, temos as propriedades nutricionais que aquele produto traz, variando desde diferentes quantidades de sódio, a diferentes teores de carboidratos, diferentes princípios ativos etc.

    esqueca-propaganda-dos-suplementos

    Comprar suplemento Caseína da Probiótica

    Rótulos como: “Síntese de glicogênio em 2 horas” “Ganhe X ou Y kg em três semanas” “Máxima vascularização no primeiro uso”… Por trás de todas essas perguntas está uma grande verdade: Todas são mentirosas! Por que? Simplesmente, não pelo fato de não conterem os ingredientes que são expressos no rótulo, nem tampouco terem sofrido alguma falsificação, mas sim, pelo fato de que “a propaganda é a alma do negócio”.

    Observemos que, na maioria dos casos realmente o que está no rótulo é o que você vai encontrar nele. Entretanto, apesar de encontrá-los, as promessas sobre o que cada um deles fará em seu metabolismo podem representar uma verdadeira “enganação”. NEM SEMPRE AS PROMESSAS SÃO REAIS!

    A indústria de suplementos alimentares investe ano a ano em um marketing absurdamente alto, o qual envolve desde o patrocínio de atletas, a banners, panfletos, livretos e outros materiais. Não é a toa que tantas feiras, exposições e coisas do gênero relacionadas com alimentação, já tem naturalmente inserido algum suplemento ou complemento. Esse alto investimento é justamente para seu produto se torne implícito na mente do consumidor. Esses efeitos, considerados placebos são os que mais cercam o público jovem, normalmente afoitos por resultados rápidos na musculação.

    Há um exemplo considerável para exemplificar isso: Um dos aminoácidos mais utilizados na elaboração de suplementos pré-treinos é a L-Arginina, aminoácido condicionalmente essencial que participa em inúmeros processos metabólicos de nosso corpo, desde a produção de óxido nítrico ao ciclo da uréia, um dos nutrientes mais destacados nos suplementos vasodilatadores. A verdade é que é desfavorável a síntese de arginina pelo corpo devido ao gasto de ATP que este gera. Verdade também que este é fundamental na produção do óxido nítrico. Assim, logo a princípio imaginaríamos que essa seria uma ótima opção. No entanto, não é! Além de não necessariamente esse aminoácido ser encaminhado para as vias de produção de óxido nítrico que são limitantes, a arginina não é a única responsável pela vasodilatação como assim é largamente associada. Pesquisas vem cada vez mais mostrando o não aumento de performance com suplementação de arginina, seja em exercícios anaeróbios ou aeróbios. No entanto, é muito fácil o marketing persuadir o consumidor dizendo que através da simples ingestão desse aminoácido aumenta as concentrações de óxido nítrico no corpo durante o treinamento.

    Cupom de Desconto DDM

    Um outro erro é confundirmos um suplemento que promove anabolismo com um que ativa o sistema nervoso central. Muitas vezes jogados no mesmo balde, indivíduos acreditam que quanto maior o grau de estimulação do produto, mais anabólico ele será, o que é uma inverdade. Há de fato bons suplementos com ambas as características, entretanto, além de poucos, também devem seguir necessidades nutricionais individuais e especificas dentro de uma estratégia.

    Não devo fazer apologia nem tampouco propaganda gratuita sobre produtos, mas é impossível deixar de comentar que um dos pré-treinos que mais foi criticado pelo público brasileiro foi o NO Shotgun da VPX Sports. As críticas normalmente eram baseadas no pouco grau de estímulo que o produto fornecia a seus consumidores. Entretanto, poucos conseguiam diferenciar quais eram as intenções do produto: Não era de estímulo ao sistema nervoso central, mas sim, estímulo AO MÚSCULO, com propriedades anabólicas, tais quais presenças de L-Leucina e outros importantes aminoácidos, da creatina e mesmo da própria caseína hidrolisada. E era isso (e aliás é) que faz o produto lá fora receber tanto valor.

    A eficiência da Unviversal Nutrition em termos de propaganda é um outro grande exemplo também. Apesar da qualidade incontestável de seus produtos, devemos entender que estes são superestimados pelo marketing sensacionalista e “extremo” a qual ele se estabelece.

    Não estou aqui sendo hipócrita e dizendo que suplementos alimentares não são bons ou que não ajudam no desenvolvimento muscular. Ajudam e podem ajudar muito. Porém, precisamos esquecer um pouco os rótulos e marcas, passando a analisar os ingredientes e quantidades presentes em tal suplemento. Vale mais a pena você usar um suplemento de uma marca sem nome, mas que cumpre o que promete, do que usar um suplemento de marca famosa que te promete algo que não pode cumprir.

    Por isso na hora de comprar um suplemento, esqueça sua marca e analise seus ingredientes, procure informações sobre o mesmo, veja relatos de uso, veja se ele irá suprir as suas necessidades e se a sua necessidade naquele momento é de tal suplemento. Somente após isso, compre-o, assim você estará não só otimizando seus resultados, mas economizando o seu dinheiro.

    Conclusão:

    Entender o que se faz e por que se faz talvez seja a barreira mais difícil aos indivíduos aprenderem. Entretanto, apesar dessa dificuldade, é essencial que possamos levar em consideração esses aspectos na hora de optar por um suplemento, seja ele ergogênico ou nutricional.

    Buscando fugir da persuasão da mídia, fortemente colocada diante do consumidor, cabe então filtrar, definir e orientar o que pode ou não ser propaganda. Mais do que isso é necessário deixar possíveis implicações psicológicas com os chamados “placebos”. Lembre-se que a mente é um dos aspectos mais poderosos dentro de um treinamento, seja ele qual for. Assim, seu corpo estará destinado a fazer o que sua mente desejar. Saiba traçar um controle sobre ela a fim de levar em consideração o que, fisicamente o suplemento tem adicionado ao seu objetivo.

    Portanto, é fundamental observar quais são as devidas propriedades anabólicas do suplemento que você estará utilizando. Não se iluda por preços caros e rótulos chamativos, isso será um grande erro! Algumas vezes, um simples ajuste na dieta pode ser muito mais eficaz do que esse tipo de investimento.

    Artigo escrito por Marcelo Sendon (@marcelosendon)



    /* */