• Banner Yellow Hornet da Stacker

Stanozolol (Winstrol): conheça tudo sobre este anabolizante

POR -

Conheça melhor um dos esteroides anabolizantes mais utilizados no mundo do fisiculturismo. Descubra quais são suas funções, efeitos colaterais, como usar e porque é o preferido das mulheres.

Entre as drogas mais comuns utilizadas, seja no fisiculturismo ou em outros esportes com finalidades ergogênicas é o stanozolol (popularmente conhecido como Winstrol), uma molécula com efeitos peculiares no corpo, a qual para muitos significa um grande resultado e a outros, apenas a dor das aplicações.

Ampola de stanozolol da LANDERLAN

Apesar de não estar entre os esteroides mais potentes, o stanozolol é comumente utilizado em ciclos de para definição muscular. Essa é uma droga cuja retenção hídrica, o aumento da pressão arterial, as chances de ocasionar problemas relacionados com a agressividade e outros são mínimas de acontecer, tornando-a relativamente mais consumida do que drogas que apresentam colaterais mais potentes. Mas, o perfil do stanozolol vai muito além de apenas pequenos ganhos sem grandes efeitos colaterais…

Conheça as funções do stanozolol

O stanozolol é uma droga utilizada muito comumente em ciclos que visam a redução do percentual de gordura corpórea, bem como a definição muscular. Apesar disso, é importantíssimo salientar que o estanozolol não é responsável por quaisquer reduções de gordura corpórea, mas sim, por promover indiretamente a lipólise através de seu auxílio no aumento da massa muscular e sem problemas como a retenção hídrica, o que atrapalharia grandemente no aspecto estético.

Enquanto alguns indivíduos ainda insistem no uso de oxandrolona ou outras drogas dessa natureza, pessoas que utilizam o stanozolol tem apresentado resultados muito melhores e com efeitos colaterais reduzidos. Apesar deste realmente ser o maior uso do stanozolol, temos de saber que ele também é utilizado em ciclos que visam o aumento da massa muscular. Entretanto, esse não é o esteroide ideal para promover ganhos significativos em um ciclo de bulking. Na mesma medida, utilizam-se pequenas doses de stanozolol apenas com a finalidade de diminuir a glicoproteína SHBG, responsável pela ligação de alguns hormônios, como a testosterona. A diminuição da SHBG faz com que a testosterona livre seja aumentada, favorecendo todos os efeitos da mesma. Ainda a respeito de seu uso em ciclos de bulking, devemos salientar o uso do stanozolol em quadros de anemia. Obviamente, traçando um link, pode-se crer que o stanozolol auxilie na metabolização de alguns nutrientes no corpo pelas células ou otimize o processo.

Apresentando-se como uma droga de “spirose-reverse”, ou seja, que tem o poder de “levar a água de um lugar ao outro”, o stanozolol é capaz ainda de melhorar aspectos relacionados com as articulações (pelo aumento do líquido nas cartilagens) enquanto promove uma diminuição na água subcutânea, o que melhora grandemente a definição muscular.

O uso do stanozolol

Entre os usos mais frequentes de estanozolol estão as dosagens de 100mg dia sim, dia não, para a versão injetável ou tomadas de 50-100mg todos os dias, na versão oral, divididas de 6h em 6h aproximadamente.

Aplicação de stanozolol

As frequentes aplicações de stanozolol podem ocasionar certa dor e muito incômodo, o que o torna menos viável, quando injetável, para alguns indivíduos mais sensíveis. Entretanto, essas são dosagens mínimas ou usuais, sendo grande parte dos profissionais de diversos esportes responsáveis por um uso em dosagens muito superiores. Dosagens menores, normalmente são utilizadas por atletas que visam a prevenção de lesões. Esse uso é conveniente, pois além de promoverem tal efeito preventivo, não acrescenta um ganho de peso significativo, o que prejudicaria esportes de endurance. Entretanto, essa é uma afirmação a qual é questionada, pois alguns estudos também apresentam a droga como contraditoriamente enfraquecedora de tendões e ligamentos.

O stanozolol é uma droga primordialmente utilizada com drogas também estéticas, sendo uma boa combinação com testosteronas de éster curto, como o propionato ou o fenilpropionato, com a boldenona ou mesmo com a oxandrolona. Entretanto, o último caso merece cuidado com a utilização do esteroide em sua forma oral: Por ser um 17aa (ou seja, um esteroide altamente metabolizado no fígado), a hepatotoxicidade pode ser relativamente alta (visto a oxandrolona também ser um 17aa). Desta forma, conveniente será sua utilização na forma injetável. Turinabol, primobolan e trenbolona também parecem ser boas combinações com estanozolol, justamente pelos fatores estéticos relacionados com ciclos de cutting/qualidade muscular.

Banner Muscle Milk

Algumas especulações, mostram o stanozolol eficaz nos efeitos anti-progestênicos, em alguns casos causando o “bloqueio” do receptor de estrógeno.

O uso de stanozolol por mulheres

Uma das drogas mais utilizadas pelas mulheres, depois da oxandrolona é mesmo o estanozolol, de forma isolada ou mesmo em combinações de drogas como a nandrolona (ou mesmo a oxandrolona).

Ela é relativamente segura para mulheres por possuir um perfil androgênico baixo, o uso de 5-10mg por dia já mostram-se suficientes, sendo esses variantes entre 0,5-1,5mg/kg.

Por ser uma droga de baixíssima retenção e proporcionar ganhos significativos em mulheres, tanto de volume muscular, quanto de força, o stanozolol é uma droga presente tanto em ciclos de bulking quanto de cutting nesse caso.

ampola-stanozolol-hebel-genera-labs

Os efeitos colaterais do estanozolol

O stanozolol normalmente não é uma droga que apresenta efeitos colaterais tão grandiosos como outros esteroides. Entretanto, se associado em ciclos pesados ou por longa duração (principalmente se a utilização for oral), certamente esse será um problema.

Como citado, o stanozolol, para que possa resistir ao trato gastrointestinal quando usado de forma oral, é um composto alfa-quelato (17aa) o qual possui metabolização hepática, podendo gerar distúrbios hepáticos ou, em casos extremos, à falência parcial do fígado.

O stanozolol em dosagens de 6mg/dia pode reduzir em até 33% os níveis de HDL, que é uma apolipoproteína de transporte reverso do colesterol e aumentar em até 29% os níveis de LDL, que também é uma apolipoproteína, porém possui efeitos aterogênicos no transporte do colesterol.

Outros problema frequentemente observado com o uso de estanozolol é a hipertrofia cardíaca, a qual tem se mostrado presente.

Pouco androgênico, esse não é um composto de alta aromatização, porém é um composto o qual pode interferir negativamente na libido.

Resumindo os efeitos colaterais podem ser:

  • Vômitos;
  • Enjoo;
  • Queda de cabelo;
  • Perda de libido;
  • Hipertrofia cardíaca;
  • Hepatotoxicidade, se ingerido oralmente;
  • Acne;
  • Problemas para dormir;
  • Ansiedade;e
  • Etc.

Perfil do stanozolol

Nome molecular: [17beta-Hydroxy-17-methyl-5alpha-androstano[3,2-c]pyrazole]
Peso molecular: 344.5392
Fórmula molecular: C22H36N2O
Ponto de ebulição: N/A
Produtor: (Originally) Sterling
Criação em: 1962
Doses efetivas (homens): 50-100mg/dia
Doses efetivas (mulheres): 2.5-10mg/dia
Meia-vida: 8 horas
Tempo de detecção: 3 semanas (oral) a 9 semanas (injetável)
Ratio Androgênico/Anabólico: 30:320

Conclusão:

O stanozolol é uma peculiar molécula derivada da testosterona, a qual apresenta inúmeros efeitos positivos em ciclos que visam a qualidade e definição muscular, sendo assim um esteroide não muito utilizável em ciclos de ganho de peso bruto ou longos por conta de fatores como a hepatotoxicidade, a supressão ao eixo (queda de libido) ou mesmo pelas frequentes aplicações necessárias.

Sendo largamente utilizado ou não em determinadas modalidade a fim de auxiliar ou não na prevenção de lesões articulares e tendinosas, o stanozolol apresenta-se entre uma das drogas mais utilizadas dentro do fisiculturismo.

Seu uso por mulheres é um dos mais anabólicos e seguros possíveis, sendo uma droga de grande versatilidade e podendo ser utilizada em inúmeros períodos do ano e frente a vários objetivos.

Entretanto, não importa o sexo, jamais faça o uso de quaisquer substâncias sem o devido aval e a devida recomendação médica.

Lembre-se: O site dicas de musculação não recomenda qualquer uso de quaisquer substâncias! Consulte sempre um profissional competente. Este artigo é apenas para conhecimento da droga.

Artigo escrito por Marcelo Sendon (@marcelosendon)

  • Banner Yellow Hornet da Stacker

Você curtiu esse artigo?  

Comente usando seu perfil no facebook


200 comentários em Stanozolol (Winstrol): conheça tudo sobre este anabolizante

Deixe seu comentário



Importante
Nós do site Dicasdemusculacao.com, não recomendamos o uso de NENHUM medicamento e/ou suplemento alimentar sem a prévia recomendação de um médico ou nutricionista. Não comece nenhuma rotina de treino sem a supervisão de um profissional da área do esporte. Nós NÃO NOS RESPONSABILIZAMOS por nenhum dano que as informações contidas neste site venha a lhe causar. Usar sem uma consulta a um especialista na área, será colocar a sua vida em risco. Lembre-se disto!
x