• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    Supino reto, agachamento livre e levantamento terra: Exercícios para todos?

    Aprenda neste artigo tudo sobre os 3 grandes movimentos da musculação e sobre a individualidade biológico dos praticantes.

    Quando o assunto são movimentos básicos na musculação, fica impossível não falar do supino reto, do agachamento livre e, claro, do levantamento terra.

    supino-reto-agachamento-livre-levantamento-terra

    Movimentos estes que são pais de todos os outros e, principalmente, conseguem trabalhar o corpo inteiro, na medida em que solicitam grandes cadeias musculares e uma quantidade absurda de fibras musculares, além de serem extremamente propensos a gerarem estímulos neuromotores com uma capacidade extremamente grande.

    Sabe-se, entretanto, que estes, que são exercícios os quais nos remetem aos movimentos natos de nosso corpo e, por hora primitivos, buscam ampliar as capacidades físicas gerais do corpo e, sem sombra de dúvidas, são os primeiros os quais devem ser inseridos no reaprendizado de movimentos (que perdemos no decorrer da nossa vida por inúmeras razões), os qual, aliás, também deveria ser entendido como o fundamento principal da prática da musculação.

    Todavia, cada vez mais é possível ver que esses movimentos são tirados das academias de musculação e/ou supostamente colocados em máquinas.

    Porém, isso faz com que haja um nítido subdesenvolvimento de grande parte dos praticantes de musculação, os quais não consolidam bases firmes antes de utilizar de maquinários os quais, simplesmente, guiam seu corpo em um movimento específico.

    Diante de tal percepção, cada vez mais, adeptos aos movimentos básicos vem recolocando-os dentro dos treinamentos de seus alunos ou clientes com a visão de que eles são essenciais.

    Da mesma forma, praticantes de musculação que conseguem entender tais princípios, também saem os colocando dentro de seus programas de treinamento.

    Mas, há uma coisa a se perguntar: Uma vez entendendo que, não existe exercícios proibidos, mas sim, pessoas as quais não são propensas a executá-lo, poderíamos generalizar e dizer que, por serem básicos e natos da espécie humana, esse movimentos e, por hora, estes exercícios são destinados para todos?

    Poderíamos dizer que todos os indivíduos devem praticar esses exercícios?

    O reaprendizado de movimentos com a musculação

    Apesar de não ser implícito e muitas vezes nem ser a intenção da maioria das pessoas, a musculação deveria ser o reaprendizado de movimentos os quais perdemos no decorrer da vida e que acabam gerando todos os problemas físicos os quais adquirimos, desde os problemas estruturais, até mesmo a má forma física, por incrível que pareça. Na realidade, não perdemos músculos, perdemos movimentos, os quais resultam na perda muscular.

    Sendo assim, usamos a musculação para readquirir esses movimentos e não para construir músculos, por exemplo. Somente reaprendendo esses movimentos é que conseguimos nossos resultados pretendidos estéticos e/ou funcionais.

    E, para que possamos reaprender esses movimentos, temos de praticá-los e é por isso a importância dos “três grandes da musculação”, o supino reto, o agachamento livre e o levantamento terra.

    Mas, simplesmente coloca-los em sua rotina, não será o suficiente e, pode ser que, muitas vezes seja necessário não realiza-los do que fazer como a maioria das pessoas faz.

    Os “três grandes”: Exercícios que todos deveriam fazer, mas, destinado para poucos

    Parece contraditório dizer que os três básicos da musculação são exercícios para poucos, quando, deveriam ser feitos por todos. O que ocorre é que, 99,9% das pessoas que fazem os três básicos da musculação, os fazem de maneira TOTALMENTE INADEQUADA e, sem QUAISQUER CRITÉRIOS TÉCNICOS.

    Isso reflete diretamente no que vemos por aí: lesões, falta de resultados e frustrações.

    Você deve estar achando que, muito provavelmente sabe fazer os três básicos. Mas, consigo provar com uma ou duas perguntas que você COM quase toda certeza (ao menos que, de fato saiba fazer) não saberá responder:

    Qual parte do tronco deve sofrer uma adução durante o supino? Qual é um dos típicos lugares onde uma pessoa que realiza um supino pesado pode sentir câimbras?

    Se eu dissesse que, para a primeira pergunta, a resposta é “escápulas” e, para a segunda ”glúteos”, muitos se assustariam… Mas isso prova que poucos sabem realmente fazer esses exercícios perfeitamente.

    E olhe, que nem estamos levando em conta aquelas execuções bizarras existentes por aí… Imagine se estivéssemos…

    Sabe qual a verdade? Eu, muito provavelmente você e várias outras pessoas NÃO SABEMOS REALIZAR OS TRÊS BÁSICOS porque não temos a técnica adequada.

    E garanto que o seu personal trainer ou o seu instrutor da academia muito provavelmente não sabem também. E sabe qual o pior: ELES ENSINAM VOCÊ A FAZER ISSO. Mas, como é possível ensinar algo que não se sabe?

    É simples: As técnicas exigidas nos três básicos vão muito além do que conhecemos em sua tremenda generalização. Sim, meus caros, esses movimentos são ALTAMENTE COMPLEXOS e, somente quem REALMENTE TEM AS TÉCNICAS CORRETAS poderá ensiná-los.

    De fato, somente executando esses movimentos da maneira realmente correta é que conseguiremos bons resultados. Do contrário, JAMAIS! E ainda, conseguiremos uma bela de uma lesão!

    A individualidade biológica

    Cada qual possui padrões de movimentos próprios, apesar de existir um padrão geral de movimentos. Essas variações pequenas, devem-se a individualidade biológica.

    individualidade-biologica

    Sendo assim, claro que, mesmo nos três grandes, haverá diferenças na forma de Fulano ou Cicrano executar.

    Se essas diferenças não são consideradas, é claro que o trabalho se torna pífio.

    Se uma pessoa, por exemplo, tem um dado encurtamento, se uma outra tem uma lesão, elas tem de trabalhar de formas diferentes na realização desses movimentos, até que estejam aptas para realizar em boa performance.

    Isso quer dizer que, além da necessidade da técnica geral, temos de compreender as necessidades individuais, tornando o assunto ainda mais complexo.

    E, novamente volto a perguntar: Será que poderíamos destinar esses movimentos a todos frente a tamanhas complexidades?

    Conclusão:

    Quando falo que os três grandes movimentos da musculação deveriam ser movimentos destinados a todos, falo a respeito justamente da importância que eles exercem no reaprendizado de algo que jamais deveríamos deixar de saber.

    Todavia, não tão simplesmente sair executando esses movimentos com um “aparente saber” é que de fato estaremos extraindo todos os seus benefícios.

    Mais do que isso, sua complexidade e a individualidade biológica exigem requisitos importantíssimos que jamais poderiam ser desconsiderados. Do contrário, continuaremos sempre os mesmos e não apresentaremos melhorias.

    Claro, não quero com isso defender o uso de máquinas e suportes, mas sim, defender o conhecimento e a busca por ele.

    Somente conhecendo e, de fato colocando em prática é que conseguiremos mudar todo esse cenário. Assim, busque sempre profissionais com excelente qualificação.

    Bons treinos!



    /* */