• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    Tamanho, proporção ou definição: O que é mais importante?

    Na hora de escolher um objetivo qual se torna mais importante ter um bom tamanho muscular, uma boa definição ou uma proporção adequada dos grupos musculares?

    Quando entramos em uma academia com o proposito de melhorar a nossa aparência física, sempre entramos com dois objetivos: quem é magro quer ganhar massa muscular e quem esta acima do peso quer perder gordura corporal. Passado algum tempo, e conquistado estes objetivos, começamos a observar melhor o nosso corpo e vamos ajustando os objetivos de acordo com aquilo que vemos que falta em nós. Três são eles, o tamanho do corpo, a proporção e a definição muscular.

    Corpo com bom tamanho, definição e proporção

    Mas afinal, para termos um corpo realmente diferente, a qual devemos buscar de maneira primordial? O tamanho, a proporção ou a definição muscular? É isso que vamos tentar descobrir com este artigo. Se você também tem a mesma dúvida, venha comigo e leia até o final.

    Em qual grupo você se encaixa?

    Quando pensamos em realizar um projeto para atingir nossos objetivos, devemos nós pensar primeiramente a qual patamar nos encontramos. Quero me usar como próprio exemplo disso: Atualmente, possuo em torno de 3,7-4% de gordura corpórea, com um peso relativamente baixo e uma densidade muscular, apesar de alta para o meu peso, longe do que desejo e longe do que para o meu patamar é conveniente. Desta forma, posso dizer que objetivando o ganho de massa muscular, objetivo preconizar também fundamentos e seguimentos os quais podem me levar a tal.

    Entretanto, outro dia fui parado em um shopping por um atleta profissional de fisiculturismo brasileiro o qual veio elogiar minha definição muscular e também minha vascularização. Comentei com ele que de nada adiantava ter definição desse jeito sem uma boa proporção em volume, e foi quando obtive a resposta: “Quem se preocupa com volume nos dias de hoje? Passaram-se os anos 80 e 90 onde os atletas preconizavam muito volume muscular…”. Devo dizer que concordo em partes que os padrões de hoje em dia são bem diferenciados, principalmente depois do Mr. Olympia de 2009 de Jay Cutler… Mas, não podemos achar que por conta de buscar a definição devamos abrir mão do volume muscular, afinal é ele que realmente diferenciará os corpos, em grosso modo. Aliás, creio que esses são os dois fatores primordiais e iniciais para definir a diferença entre um bom corpo e um corpo ruim. Logo, tenho que colocar em minha mente sim que encontro-me em um bom grau de definição, mas que ainda necessita de ganho muscular.

    Entretanto, quem nunca parou e observou um indivíduo com o percentual de gordura relativamente alto imaginando possuir boa densidade muscular? Muitas vezes, além de não a possuir, a sua necessidade inicial seria reduzir toda aquela gordura corpórea. Mesmo muitos que tenham essa densidade considerável, a deixam de tê-la como vantagem, caso a gordura corpórea seja superior.

    Por outro lado, um aspecto negligenciado por muitos, mas que mesmo sem perceber acabamos por diferenciar um corpo do outro é a proporção entre os músculos, bem como um grupamento muscular de outro. Por exemplo, existem indivíduos que possuem boa linha de deltoides, bem como um seguimento nos braços bastante denso e bonito, possuem pernas grossas, mas infelizmente a cintura também. E não falo nem a respeito de um BF relativamente alto, mas sim da própria constituição da região. Desta forma, faz-se necessário entender qual é o aspecto que ocasiona um shape relativamente assimétrico (no caso a linha grossa de cintura) para não necessariamente afiná-la, mas trazer outras proporções de grupamentos mais salientes a ela, como alargar ainda mais a linha dos deltoides, favorecer uma menor espessura de dorsais e peitorais menores entre outros.

    Afinal, qual então é mais importante: A definição, a proporção ou o tamanho muscular?

    corpo-fisiculturista-simetrico

    Digamos que um interdependa do outro para então construir um corpo dos sonhos. Detalhes como a proporção certamente fazem muita diferença em um corpo, mas e se ele não tiver uma devida densidade muscular? De que adiantaria? E se, por acaso, tivéssemos músculos densos, proporcionais, porem faltasse definição? Será que o corpo realmente seria um diferencial?

    É claro que para determinado indivíduo a proporção seja mais conveniente. Para outro determinado indivíduo a densidade e para um terceiro determinado indivíduo a definição seja mais necessária. Há outros que ainda dependerão de duas delas, como a definição e a proporção. E assim por diante. Por isso, não podemos criar uma via de regra, mas sim observar as características e necessidades individuais.

    Porém como citado acima, o tamanho, ou seja, ganho de massa bruta e a definição, ou seja, perda de gordura corporal são dois dos pilares mais importantes para começar o “sonho do corpo perfeito”. Ganhe massa, defina e depois veja onde estão seus erros de promoções e concerte-os. Acho que esse pode ser um “caminho ideal”.

    Como saber por onde começar?

    Por onde começar é algo muito relativo. Por exemplo, se você esta muito acima do peso o ideal seria reduzir um pouco a gordura, depois ganhar massa, definir e ai sim buscar quais são os erros para melhorar a proporção. Se no seu caso você é magro, pode começar direto ganhando massa muscular, depois definir e buscar os erros de proporção. Mas enfim, isso são as regras básicas, que podem ser alteradas de acordo com as necessidades de cada um.

    Com um planejamento adequado, fica muito mais fácil atingir seus objetivos. Uma boa opinião é ouvir pessoas experientes no assunto e que possam, de maneira crítica, avaliar suas composições corpóreas a fim de auxiliar você à melhor escolha.

    Lembre-se que é fundamental obter os três itens, passo a passo. Os pequenos detalhes só farão a diferença após a objetivação dos grandes resultados. Por isso, respeite também o tempo, isso será fundamental!

    Bons treinos!

    Artigo escrito por Marcelo Sendon (@marcelosendon)



    /* */