• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • X

    Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 Receitas para Ganho de Massa e Perda de Gordura.

  • Cadastre seu e-mail, e receba todas nossas publicações   

    Treinar usando máquinas ou pesos livres?

    O que é melhor, executar o seu treino com pesos livres ou com máquinas? Saiba neste artigo

    Comprar Whey Protein Feminino

    Dentro de uma academia, existem diversas opções para trabalharmos a diversa musculatura do corpo. Desde máquinas articuladas, até máquinas de última geração e, claro, os pesos livres.

    Vídeo: Máquinas X Pesos Livres

    Em nosso canal no Youtube, fizemos um vídeo onde falamos de uma das grandes duvidas de todos os praticantes de musculação, seja iniciante ou não, que é a utilização de exercícios em máquinas ou com pesos livres. Você também tem esta dúvida? Se sim, assista ao vídeo abaixo, tenho certeza que ele vai te ajudar!

    Porém não deixe de ler o texto completo, pois um é complemento do outro. O que você aprendeu no vídeo, será complementado com o texto e assim você irá sair daqui com um conhecimento muito mais rico e tendo a real noção de como utilizar a melhor forma.

    Mas na hora do treino, qual escolher?

    Primeiramente, o que deve ser levado em consideração é a qualidade do que se usará. Por exemplo, nada adianta uma máquina de última geração que não permite uma boa amplitude ou uma máquina de isolação que não isole bem o músculo. Da mesma forma, nada adianta halteres com pesos infrequentes, em alguns casos, (academias que não possuem uma continuidade de peso nos halteres como 12 kg, 14 kg, 16 kg) que o farão ter um desconforto durante o treinamento.

    Cupom de Desconto DDM

    O segundo fator que deve ser observado então, com aparelhagem e pesos livres de qualidade, é o fator conforto X desconforto. Mecanicamente alguns possuem mais facilidade em alguns equipamentos ou pesos livres e outros, em outros. Mas lembre-se que facilitar não é necessariamente deixar o exercício fácil para a musculatura em si, mas sim, para tendões e articulações que em alguns casos não conseguem, por limites biológicos, executar tais amplitudes ou angulações.

    Saber quando usar máquinas ou pesos livres também é fundamental para obter um bom resultado. Saiba quando variar e para que variar. Por exemplo: Você pode executar, no treino de bíceps uma rosca direta livre, roscas alternadas e, depois, por estabilidade (uma vez que os músculos auxiliares estarão cansados) pode utilizar o Scott na máquina. O mesmo pode ser feito no treino de peito, utilizando o Peck-deck e garantindo maior amplitude e a mesma estabilidade. Além disso, quando a musculatura está cansada e com os músculos auxiliares quase que esgotados, máquinas conferem uma segurança e confiança maior. Lembre-se que essa segurança, inclusive pode ser primordial para não ocasionar uma lesão, usando as diversas variações existentes. Aliás, esse é o caso do supino plano que pode ser trocado pelos famosos “Chest press” que trabalham a musculatura da mesma forma, porém com um risco de lesão muito menor (Deve-se salientar que é até mais conveniente que se use esse tipo de máquina do que o exercício livre).

    Por fim, saber variar o método de treinamento, também é fator chave para o sucesso. Não treine apenas em máquinas, pois isso deixará seus músculos estabilizadores e o sistema nervoso central, muito acostumado ao estímulo sem grandes requisitos de estabilidade e, em contrapartida, não use apenas pesos livres, pois em alguns casos eles não conseguem isolar alguma musculatura ou oferecer tanta segurança como uma máquina.

    Bons Treinos!

    Artigo escrito por Marcelo Sendon

    Um Comentário

    1. Márcio 9 meses atrás


    /* */