Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas.

Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

X
HomeSuplementosAminoácidosA importância da L-Glutamina

A importância da L-Glutamina

Muito se fala sobre a L-Glutamina, mas será que ela realmente é importante para o praticante de musculação? E como deve ser usada?

glutamina


Sendo os aminoácidos pequenos blocos resultantes da hidrólise das proteínas, ou seja, estruturas básicas que constituem as proteínas que, por conseguinte constituem praticamente a vida, a L-Glutamina é o aminoácido livre em maior abundância no corpo humano.

Produzida principalmente nos músculos (e, presente principalmente em músculos com predominância de fibras do tipo I) e distribuída pelo sangue, a glutamina é de extrema importância para inúmeros processos metabólicos e, mais do que isso, serve também de substrato para inúmeras células obterem um bom funcionamento, o que é o caso, por exemplo, do sistema imune, em especial, em momentos de estresse. Ainda a respeito de seus principais papéis metabólicos, a L-Glutamina é importantíssima em outros processos químicos do corpo envolvendo diversos aminoácidos e também a glicose (açúcares).

Suas primeiras especulações ocorreram em 1873, através de Hlasiwetz e Habermann como uma molécula importante para algumas muitas funções biológicas, principalmente através de observações que envolviam a amônia liberada pela L-Glutamina. Porém, apenas em 1935, Krebs conseguiu demonstrar a participação da Glutamina em alguns desses processos biológicos.

A L-Glutamina (sintetizada pelas enzima glutamina sintetase e degradada pela enzima glutaminase) é considerada um L-α-aminoácido (composta por carbono, oxigênio, nitrogênio e hidrogênio) não essencial, ou seja, um aminoácido o qual o corpo é capaz de produzir naturalmente (apesar de em alguns casos, haver necessidade do uso exógeno de glutamina). É um aminoácido polar, apesar de seu radical não ser carregado, sendo assim hidrofílica e facilmente hidrolisada por ácidos e bases. Quando o Glutamato é convertido em Glutamina, em processo envolvendo o uso de ATP, a glutamase então, mostra-se essencial e, por conseguinte a glutamina sintetase também, para que outra glutamina seja sintetizada.

No tecido cerebral, a glutamina, por exemplo, é indispensável, visto que a mesma é utilizada para controle das concentrações de amônia, íon esse que é extremamente tóxico ao corpo e que, de qualquer forma, faz parte do metabolismo também. Além disso, ela é responsável pela regulação do pH em outras partes do organismo. A Glutamina estimula diversas vias de sinalização celular, dentre elas a degradação proteica, proliferação celular, morte celular (apoptose), como mecanismo de sobrevivência celular aos EROs (radicais livres).

L glutamina growth supplements

A quantidade de Glutamina disponível em um adulto de 70kg pode variar de 70-80g e ela é liberada constantemente conforme a necessidade do corpo. Entretanto, percebe-se que, quanto maior a necessidade, maior então é a síntese de L-Glutamina pelo corpo e, obviamente, maior é a sua liberação (esses são os casos de estresses sofridos pelo corpo, casos de câncer, HIV e outras doenças também). Quando sofremos algum tipo de lesão, o nitrogênio é um dos compostos principais e necessários para reparar o tecido em questão e, por conseguinte, manter a sua integridade. E este, claro, vem também da L-Glutamina.

A glutamina é transportada para o meio intracelular (e, diga-se de passagem, entre os aminoácidos é o que possui maior velocidade de passagem do meio extracelular para o meio intracelular) através da sinalização de alguns hormônios anabólicos tais quais a insulina e os IGFs (fatores de crescimento), enquanto os glicocorticoides fazem o inverso.

É irrefutável que a L-Glutamina de fato tenha suas aplicações no meio clínico e não é a toa que ela, quando administrada pelas vias, nas quantidades e, claro, de maneira correta, possui excelentes resultados. Porém, diante de tantos aspectos relacionados ao metabolismo e principalmente aos músculos que envolvem a glutamina, começou-se então a especular sobre sua utilização de forma suplementar não mais em âmbitos clínicos, propriamente ditos, mas também, em ambientes esportivos. Isso porque, o exercício físico (intenso/prolongado) induz o aumento nas células do sistema imune e sua atividade e estas, são dependentes da L-Glutamina. Entre outros processos, a glutamina é ressintetizada também, durante o exercício físico pelo músculo, dos BCAAs. A L-Glutamina está envolvida com o processo de anticatabolismo muscular, pois, quando níveis consideráveis de L-Glutamina deixam o músculo, as células ficam desidratadas. Além de todos esses benefícios, a L-Glutamina, em literaturas recentes, é apontada como resultante de um aumento de 400% do hormônio do crescimento, o famoso GH, extremamente anabólico ao corpo.

Controversas:

Apesar de em alguns estudos, como os realizados por Bowtell ET Al em 1999, onde mostram eficácia do uso de 8g/pós-treino de glutamina como eficiente no aumento da concentração de glicogênio muscular e mais tarde em outros estudos por inúmeros autores como importante no papel de antioxidante, hoje, a L-Glutamina em alguns estudos mais recentes não tem apresentado extrema eficiência. Algumas especulações mostram que a quantidade do aminoácido absorvida pelo corpo, somado as perdas no trato gastrointestinal a tornam ineficiente para sua chegada ao músculo, fazendo com que a mesma exerça suas funções. Ao que tudo indica, o que melhor vem apresentando resultados são técnicas para reduzir o desgaste de glutamina muscular, tais quais a diminuição do volume de treinamento ou protocolos intensos de treinamento, aliados a suplementação de proteínas completas, tais quais a caseína ou o próprio whey protein, mostrando-se muito mais eficiente do que o consumo isolado ou até mesmo de shakes enriquecidos com L-Glutamina.

Entretanto, existem inúmeros protocolos a respeito do uso da Glutamina, o que confere uma particularidade de individualidade e preferência entre eles. Portanto, este é apenas um exemplo de protocolo que poderá ser utilizado:

Ao acordar: 10g-20g
Antes do treino: 15g-30g
Após o treino: 15g-35g
Antes de dormir: 10g-20g
Durante o dia (se necessário): Dividir 10g
Antes de aeróbios (se necessário): 10g
Após aeróbios (se necessário): 10g

Onde comprar L-Glutamina?

O suplemento L-Glutamina é um produto registrado na ANVISA e você pode comprar com preço mais em conta, você pode pedir em lojas da internet, clicando aqui.

LEIA TAMBÉM:

VEJA: Como Utilizar Anabolizantes de Forma Correta e Segura e Aumentar Sua Massa Muscular em Poucas Semanas

SUPX: O Comparador de Preços Exclusivo de Suplementos! Os Melhores Suplementos pelo Menor Preço! Compare e Economize!

CONHEÇA: O Pré-Treino Que Vai Mudar Sua Forma de Treinar: +ENERGIA, +FORÇA, +RESISTÊNCIA, +FOCO e +MÚSCULOS!

BAIXE DE GRAÇA: Livro Digital com 20 Receitas Fitness e Saborosas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura!

L glutamina growth supplements

Artigos Relacionados

Suplementos em Promoção

Receba mais artigos

Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas.

Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

18 Comentários


  1. Fernando disse:

    O cara só pode ter mostrado cada dosagem como 1 opção diária (ou ao acordar , ou ao dormir…)

  2. Rodrigo Maia disse:

    Eu sou professor de jiu jitsu e treino 3 a 4x no dia, e li que devemos tomar de 15 a 30g por dia dividindo durante o dia!

    Depende da individualidade biológica e das necessidades individuais.

    M.Sendon
    @marcelosendon
    http://www.facebook.com/marcelosendonofficial1

  3. Juliana disse:

    Pra quem tem patrocínio é mole tomar mais de 100 gramas por dia. Hahahah bom, eu tomo 5 ao acordar, 5 no pre e 5 no pós. Para dormir tomo albumina mesmo, pois nem todos tem a sorte de ser patrocinado. Agora se tem que tomar 100g, estou jogando dinheiro fora ingerindo só 15? Pq se sim, paro de comprar hoje. Achei um tanto exagerado. Em qual estudo, fonte, está indicado tudo isso por dia? Gostaria d ver…

    Busque nas fontes da JISSN, Nutrition and metabolism…

    Alguns exemplos: http://www.karger.com/Article/FullText/341545#login

    http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24269578

    M.Sendon
    @marcelosendon
    http://www.facebook.com/marcelo.sendon.3

  4. zictor disse:

    Posso tomar ISO L-Glutamine da Midway com GH bolan também da midway?

    ——

    Se houver necessidade, sim.

  5. Ronaldo disse:

    Otima matéria Marcelo, seguindo o protocolo exposto, a quantidade mínima de glutamina diária seria de 50g. Seria perda de dinheiro e tempo o uso de em media 25 a 30g dia, obteria resultado também com essa quantia? Obrigado.

    Depende do peso e das necessidades nutricionais individuais. O protocolo citado é apenas um exemplo.

    M.Sendon
    @marcelosendon
    http://www.facebook.com/marcelo.sendon.3

  6. Charles disse:

    A glutamina pode ser tomada junto com a arginina e a leucina? Pois já ouvi falar que a glutamina pode competir com outro aminoácido.

    ——

    Pode. Sim, pode haver competição, mas, não nesse caso.

  7. João disse:

    Já que a utilização da L-Glutamina é tão alta assim, nos diga a onde você busca a sua glutamina, para que possa haver um custo x benefício. Assim passaremos a comprar lá também.

    ——-

    No meu caso, como tenho patrocínio, recebo sempre os suplementos do patrocinador. Mas caso queira buscar um lugar com preço bacana, veja no http://www.muscleplan.com.br

  8. Personal disse:

    Acabamos de fechar uma pesquisa com 125 cliente usantes de L-Glutamina, em um período de 10 meses. E percebemos que os clientes tiveram um melhor resultado usando é 5g apos acordar e 5g logo apos malhar. E em treinos muito intensos pode até tomar a noite, só que ai tem que consultar um endocrinologista pra saber como ta o nível no seu corpo, pois como a L-Glutamina e produzido pelo corpo, com o uso externo excessivo, o corpo pode deixar de fabricar.

    —–

    Poderia liberar esta pesquisa para nós?

  9. Gabriel disse:

    Posso suplementar com glutamina e fazer ciclo com “Super cuts 3” da Universal?! Tomar os dois juntos antes de dormir?

    ———–

    Eu não sei o que é este Super Cuts 3, por isso não posso opinar.

  10. Hudson Amorim disse:

    Kra pois eu tomo a glutamina, mas não como um suplemento para ganhos de músculos, mas sim para uma necessidade mesmo, pois depois de exercecios fisicos intensos o sistema imunologico da gente fica meio debilitado, e agente fica mais sussetível a pegar gripes, essas coisas… e isso já aconteceu comigo… pois em um dia de treino quando fui dormir, no outro dia acordei com o nariz escorrendo catarro!rs e agora quando tomo a glutamina não acontece mais.
    Portanto vejo que a glutamina é muito útil e essencial, pelo menos para mim!

  11. @BB_Roberjr_CRF disse:

    Caramba, 100grs de glutamina por dia??????? Um potinho a cada 3 dias?? Cara, posso ser muito burro mas até onde eu saiba 10grs ao acordar e outras 10 pós treino tá perfeito.

    Qual a referência?

    M.Sendon
    @marcelosendon
    http://www.facebook.com/marcelo.sendon

  12. Murillo disse:

    kkkkkkkkkkkkk….. ´´´só Deus sabe´´´ tomo 5g cedo 5g de noite!!

  13. Roberto disse:

    Nossa, segundo o procoloco que passou é mais de 100g por dia….achei demais. Um pote de 300g custa 200 reais, ou seja você via gastar 200 reais a cada 3 dias, 2 mil reais por mês de glutamina ? rs…rs

    Eu tomo apenas 10g antes de dormir…se funciona só deus sabe

    abs

  14. Renato disse:

    Quanto ao custoxbeneficio: É melhor optar, portanto, pela caseína ?

    Sim.

    M.Sendon
    @marcelosendon

  15. Gabriel disse:

    Acho que o carinha aí está confundindo com creatina…

  16. appolo disse:

    Artigos cientificos provam que 5g por dia é o suficiente, mais do que isso o organismo vai excretar a substancia.

    —–

    Se puder nos passar estes artigos científicos.

  17. thenatural disse:

    uso sempr 10g após o treino

  18. jose disse:

    bom artigo, uso glutamina há um tempo e tem bons benefícios

Deixe o seu comentário!