quinta-feira, junho 30, 2022
Promoção Suplementos Mais Baratos
InícioExercícios para pernasAgachamento pela frente: aprenda algumas variações do exercício

Agachamento pela frente: aprenda algumas variações do exercício

Tempo de Leitura: 5 minutos

Sem sombra de dúvidas, o agachamento tradicional é uma das melhores opções para a construção de pernas fortes e mesmo para auxiliar na construção de um corpo em geral. Entretanto, muitas vezes, apesar de sua eficácia, é necessário fazer algumas alterações e substituições para com ele, ou seja, é necessário alterá-lo periodicamente para que seu corpo não acostume com o mesmo estimulo sempre. Entre essas muitas variações, está a do agachamento com a barra pela frente, um exercício pouco visto nas academias, mas extremamente utilizado por inúmeros fisiculturistas.

Contemplando aspectos como aumento da dificuldade e necessidade de menos carga para trabalho, valorizando mais a região do quadríceps do que os posteriores da perna, como os isquiotibiais, e minimizando impactos na região da lombar, essa é uma excelente variação. Porém, dentro dela, ainda existem algumas outras variações, as quais podem incrementar ainda mais seus treinamentos e fazê-lo obter mais ganhos, não só em termos musculares, mas de estabilidade, de resistência, de equilíbrio e muitos outros aspectos. E é justamente sobre algumas variações do agachamento pela frente que iremos tratar neste artigo.

1- Agachamento livre com barra pela frente resistido por elásticos

Apesar de ser pouco utilizado por bodybuilders e muito mais por powerlifters, ainda existem alguns bodybuilders que utilizam da técnica de resistências com elásticos, tais quais Fouad Abiad.

A técnica de resistência com elásticos consiste na colocação de elásticos os quais direcionem o equipamento (no caso a barra) puxando-o para cima ou para baixo, de acordo com o objetivo que se busca. Neste caso, o elástico deve puxar a barra para baixo.

Basicamente, esse é um exercício que o fará lutar contra a ação da gravidade e mais, contra a ação do peso e dos elásticos. Porém, os elásticos fazem um tipo de força o qual obrigarão você a ter uma tremenda estabilidade. Neste caso, recomenda-se que primeiros treinos com essa técnica sejam feitas com baixa carga a fim de conhecer o exercício.

Para isso, utilize elásticos próprios para exercícios e não elásticos similares. Trace-o pela barra como um X. Após preso, abaixe-o até o chão e pise nele, para fazer a resistência. Após isso, é só executar o movimento.

Você ainda pode utilizar essa técnica com drop set, na primeira com o peso mais o uso dos elásticos e, na segunda, apenas com os pesos.

Certamente você verá como seus músculos do core irão ter um grande progresso.

2- Agachamento com barra pela frente com “travamento”

Esse é um exercício muito potente, porém, que estimulará mais a força bruta do que a hipertrofia. Porém, lembremos que a força é um dos fatores que muito contribui para a hipertrofia, sendo indispensável nesse processo.

O “travamento” também é utilizado grandemente em exercícios como o supino reto ou o próprio levantamento Terra. Ele constitui em iniciar o exercício sempre da “retirada do peso”. Para isso, no caso do agachamento livre, faz-se necessário o uso de um hack que tenha travas de segurança. Do contrário, fica impossível realizar o exercício.

Para isso, posicione as travas de segurança no ponto em que começaria a subir com a barra, na fase concêntrica do movimento. E é ali que a barra deve ser apoiada e onde deve se iniciar o movimento.

3- Agachamento pela frente com “apoio diferenciado”

A maioria das pessoas que executam o agachamento com barra pela frente utilizam os ombros em forma de X com a palma da mão direita no ombro esquerdo e a palma da mão esquerda no ombro direito. Essa forma de apoio pode ser vista na seguinte imagem:

Entretanto, para atletas mais leves e que possuam um menor peso corpóreo, isso pode causar desequilíbrios e além disso, machucar um pouco onde a barra fora apoiada. Dessa forma, é fundamental que ele saiba apoiar a mesma de outras maneiras.

Uma delas é, por exemplo, utilizando as mãos como uma espécie de gancho e, ali será depositado o peso maior. Entretanto, com essa técnica, faz-se fundamental o uso de munhequeiras, pois, a sobrecarga nos punhos é realmente grande. A forma de apoio do exercício pode ser vista em:

agachamento-pela-frente-bracos-ganchos

Portanto, comece a experimentar as duas formas e veja qual melhor se adéqua com você.

4- Agachamento pela frente com halter

Há pessoas as quais não possuem um bom equilíbrio com a barra. Apesar de deverem praticar a fim de estimular melhor o sistema nervoso central e o sistema muscular, em especial no uso do equilíbrio em situações extremas, algumas técnicas podem permitir o agachamento livre de forma mais facilitada nesse aspecto, mas, imprimindo grande necessidade de força.

Entre estas, está o agachamento livre com halteres, cuja a posição dos ombros, braços e antebraços é praticamente a mesma da forma tradicional, porém, ao invés de usar a barra, usa-se um halter. O halter causará sobrecarga e desequilibrará menos, por conta de seu peso.

Apesar de todos os benefícios, há um problema e, em especial para mulheres: O halter será retirado do chão ou de um ponto mais alto que isso, mas, provavelmente menor do que a altura dos ombros, como é tirada a barra no hack de agachamento.

Assim, caso você não seja um (a) atleta forte, então será necessário pedir ajuda para que alguém coloque o halter em cima de você.

Há um outro inconveniente: Para atletas que treinam muito pesado em termos de carga, as limitações de halteres na maioria das academias é clara, portanto, isso pode o impedir de usar intensidade máxima em seus treinamentos.

Conclusão:

De maneira conclusiva, podemos entender que o agachamento em si é um ótimo exercício não tão somente para os membros inferiores, mas ainda, para todo o corpo garantindo ganhos musculares, neurológicos e neuromusculares e sendo bastante importante estar em sua rotina. Entretanto, como forma de variação, o agachamento pode (e deve) eventualmente ser trocado pelo agachamento pela frente o qual também possui outras variações comentadas anteriormente. Portanto, oriente-se corretamente e programe sempre seus sistemas para que novas possibilidades sejam testadas.

Bons treinos!

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui




Enter Captcha Here :

Mais Recentes

Comentários Recentes