Publicado em Deixe um comentário

H Stane – Suplemento Pró Hormonal

h stane dynamic formulasTempo de Leitura: 6 minutos

Se você está em busca de um ótimo suplemento pró-hormonal que auxilia no ganho de massa muscular em menos tempo, o H Stane é, sem nenhuma dúvida, uma excelente opção.

Ele é um clone de um outro suplemento da mesma classe que é muito popular no mercado, que é o Halovar, e os benefícios proporcionados pelos ciclos feitos adequadamente o tornaram também uma alternativa de peso na hipertrofia.

Pensando nisso, resolvemos produzir este conteúdo que trata sobre o H Stane e traz muitas informações importantes sobre ele, como é o caso dos seus benefícios e de possíveis efeitos colaterais.

Quer saber tudo sobre este suplemento pró-hormonal? Então leia este artigo até o fim!

h stane para que serve
h stane para que serve

H Stane o que é

H Stane trata-se de um suplemento do tipo pró-hormonal e que é considerado uma opção muito segura e h stane o que é bem simples de usar em relação aos esteroides anabolizantes, que podem trazer sérios riscos ao organismo.

O suplemento H Stane possui uma ação bem rápida e, dessa forma, é possível observar os resultados positivos dentro de poucas semanas.

Em geral, as pessoas conseguem ganhar, em músculos, de três a seis quilos dentro de apenas quatro semanas, o que chama muito a atenção e explica o sucesso desse produto h stane beneficios.

Ele é similar, em relação aos resultados que se pode obter com o seu uso em pouco tempo, ao Stanozolol, entretanto, ao contrário deste esteroide anabolizante, ele não gera efeitos colaterais agressivos h stane para que serve.

H Stane benefícios

Se o H Stane faz tanto sucesso entre aqueles que buscam pela hipertrofia muscular e pelo aumento da resistência física é porque ele traz os resultados desejados com garantias.

Sendo assim, os vários benefícios deste suplemento ajudam a explicar o porquê dele ser tão desejado por praticantes de atividades físicas, em especial aqueles que fazem musculação h stane resultados.

Alguns dos principais benefícios que você irá obter ao consumir este produto são:

Portanto, fica claro o quão vantajoso é este produto para quem é praticante de atividades físicas e deseja ganhar musculatura magra em pouco tempo h stane ou m stane.

h stane beneficios
h stane beneficios

H Stane para que serve?

O suplemento pró-hormonal H Stane funciona de forma simples ao entrar na corrente sanguínea e aderir diretamente nas paredes das células dos músculos halovar original.

Assim que ele é metabolizado, isso gera um grande pico dos hormônios anabólicos no organismo, gerando um aumento da síntese proteica.

O aumento nesta produção dos hormônios e da síntese proteica, portanto, promove um maior ganho de musculatura h-stane antes e depois fotos.

Portanto, este é um suplemento que tem como objetivo auxiliar na hipertrofia muscular e na definição em um espaço de tempo menor, ou seja, promove os resultados desejados no aumento da massa muscular mais rapidamente.

As pessoas que desejam não ter só um corpo volumoso, mas também bastante definido beneficiam-se muito desse produto e é por isso mesmo que ele é um sucesso entre os praticantes de atividade física h stane como tomar.

Além disso, o H Stane ainda serve para aumentar e melhorar toda a vascularização corporal e ainda garante ganho de massa magra seca, ou seja, sem a retenção de água ou uma retenção líquida mínima.

O H Stane ainda tem efeitos que podem ser considerados secundários, mas que são muito importantes para o corpo quando se pensa nos resultados para a saúde e a vida de quem o utiliza Suplemento h stane.

É o caso do aumento da energia e da disposição, a redução da gordura corporal e o aumento da libido, considerados benefícios muito importantes h-stane para que serve.

h stane ciclo
h stane ciclo

H Stane ou M Stane

Na verdade, os dois produtos são suplementos pró-hormonais e que ajudam na hipertrofia muscular, no aumento da resistência física e na definição muscular.

Sendo assim, ambas são ótimas opções para quem deseja alcançar resultados significativos na musculatura em um espaço de tempo menor halovar efeitos colaterais.

Para aqueles que são mais experientes no uso desses suplementos, há a possibilidade de fazer um ciclo de H Stane com o M Stane, por isso não pode ser feito por pessoas que não estão acostumadas com pró-hormonais.

Afinal, h stane efeitos colaterais é uma combinação extremamente forte e que pode ser muito tóxica ao fígado, ainda mais quando o pós-ciclo não for feito da maneira correta.

H Stane antes e depois fotos

h stane antes e depois resultado
h stane antes e depois resultado
h stane antes e depois foto
h stane antes e depois foto

H Stane como tomar

Um dos pontos de maior importância em relação aos suplementos pró-hormonais como o H Stane é saber exatamente como fazer o uso dele através dos ciclos halovar antes e depois.

A indicação de ciclo desse suplemento é de 30 dias, dentro dos quais deve-se tomar duas cápsulas por dia, sendo uma ao acordar e uma após o treino, para os homens.

Já no caso das mulheres que utilizam este produto, o ciclo indicado é de 30 dias também, mas com apenas uma cápsula diária halovar preço.

Para os homens, ainda, mesmo nos dias em que não houver treino deve-se tomar as duas cápsulas, sendo que a 2ª você deve consumir pela tarde.

Após a finalização do ciclo, é indicado que você faz uma TPC, ou seja, uma terapia pós-ciclo, que é fundamental para evitar problemas no organismo e para manter os bons resultados obtidos durante o ciclo de 30 dias h-stane original.

Por último, é importante dizer que se você terminou um ciclo de 30 dias, então deve esperar 60 dias até iniciar um novo ciclo, para evitar complicações ao organismo.

h stane original
h stane original

H Stane efeitos colaterais

Apesar de ter muitos benefícios quando utilizado corretamente, um ciclo inadequado e a falta de um pós-ciclo, principalmente, pode ocasionar sérios problemas de saúde ao indivíduo que usa o H Stane.

As pessoas que não fazem uma h stane comprar TPC adequadamente tendem a apresentar efeitos colaterais muito negativos, como é o caso dos problemas que surgem nas articulações, a ginecomastia e a pressão alta, por exemplo.

Além disso, a falta de uma TPC ainda pode gerar outros problemas como a baixa da libido, a perda da massa muscular, o cansaço e o estresse corporal, entre outros h stane dynamic formulas.

H Stane original

Para que você possa obter os melhores resultados ao usar o H Stane e evitar efeitos indesejados, a indicação é que sempre procure por um produto original.

Isso é fundamental porque, infelizmente, há muitas pessoas e lojas má intencionadas, principalmente na internet, que vendem produtos falsificados h stane ciclo.

Portanto, a indicação é que você compre diretamente no site da marca ou ainda no site de fornecedores confiáveis, como os Suplementos Mais Baratos.

Esteja sempre atento aos locais que vendem esses produtos com um preço muito abaixo daquele praticado no mercado, pois isso pode indicar uma falsificação do produto.

O preço do H Stane, sem promoção ou desconto, gira em torno de R$ 200,00 a R$ 250,00, dependendo da quantidade de cápsulas e da marca h-stane preço.

h stane como tomar
h stane como tomar

Conclusão

Como visto aqui, o H Stane é um produto pró-hormonal muito eficaz para a promoção da hipertrofia muscular e da definição muscular.

Neste conteúdo, explicamos melhor a respeito deste suplemento, como ele funciona, quais seus benefícios, possíveis efeitos colaterais e ainda como fazer o ciclo corretamente.

O que achou do texto de hoje sobre o H Stane?

Publicado em Deixe um comentário

Pró hormonal: Ganho de massa muscular sem retenção de líquidos

beneficios do pro hormonalTempo de Leitura: 7 minutos

O pró hormonal trata-se de um tipo de produto que ajuda a aumentar a produção da testosterona, um hormônio esteroide importante para desenvolver e preservar os músculos sem haver retenção de líquidos.

Por isso, o objetivo desse artigo é mostrar tudo o que há de mais importante a respeito desses produtos, como eles funcionam e os melhores para ter bons resultados.

Acompanhe!

O que é pro hormonal

Um pró hormonal trata-se de um produto pró-hormônio, o que significa que ele ajuda a promover uma maior produção de hormônios no organismo de quem o consome o que é pro hormonal.

Assim, quando esse tipo de produto é consumido, ele irá transformar-se em hormônios específicos, voltados ao ganho de massa muscular e de força, além de outros benefícios.

Os ganhos proporcionados pelo consumo desses produtos pró hormonais surgem em um espaço de tempo curto, sendo um dos motivos pelos quais a maior parte das pessoas os procuram.

beneficios do pro hormonal
beneficios do pro hormonal

Benefícios do pró hormonal

O consumo dos pró hormonais traz muitos benefícios do pro hormonal para o organismo e conhecer quais são eles é importante para que você não deixe de utilizá-los para o alcance dos seus objetivos.

Entre os principais estão os seguintes:

  • Ajuda na recuperação muscular   
  • Potencializa a queima de gorduras
  • Aumenta a resistência física
  • Mantém o estado anabólico por um período de tempo maior   
  • Evita a retenção de líquidos

Como tomar pro hormonal

Na hora de começar a tomar o pró hormonal, é preciso muito cuidado como tomar pro hormonal para garantir que esses produtos vão trazer bons resultados e não irão gerar qualquer tipo de problema para a sua saúde.

Ele deve ser sempre utilizado em ciclos, o que significa que você irá tomá-los, depois irá parar e posteriormente retornar para mais um período.

Isso ajuda a proteger o seu corpo e os órgãos, garantindo uma boa produção de testosterona depois do uso de um pró hormonal como tomar.

Além disso, o uso correto desses produtos garante que os resultados que você conquistou irão permanecer após parar o ciclo.

Como funciona o pró hormonal

Um pró hormonal tem uma função bastante similar a de um hormônio, pois por mais que não sejam exatamente moléculas de hormônios ao se consumi-los, esses produtos irão ser convertidos em hormônios no seu organismo como funciona o pró hormonal.

Pode acontecer, inclusive, de você ter mais de um pró hormonal na composição de um determinado produto, o que irá potencializar a ação dele.

Esses produtos, por conta dos hormônios que eles ajudam a produzir no organismo, aumentam síntese das proteínas e o ganho e a recuperação muscular.

Assim, as substâncias presentes nesse produto então vão ser convertidas em hormônios pelo seu organismo e é dessa forma que eles serão benéficos para o seu corpo e o ganho de músculos.

Melhor pró hormonal para definição muscular

Depois de entender o que é o pró hormonal e como ele funciona, é hora de entender qual o melhor a ser utilizado com a finalidade de definir a musculatura.

O M Stane é considerado como uma das opções mais indicadas para quem quer ganhar bastante massa muscular com esse tipo de produto.

Mas há outros que também trazem resultados incríveis, como é o caso do M Drol, do H Stane e do Alpha M1 veja o melhor pro hormonal para definição muscular :

M stane

O M Stane é um ótimo suplemento pró hormonal que ajuda a ganhar massa muscular mais rápido, sendo indicado para quem é atleta de alta performance e quem é halterofilista.

O uso deve ser diário e estar sempre alinhado com hábitos de vida saudáveis, como a prática de exercícios e uma boa alimentação m stane comprar.

m stane comprar
m stane comprar

M drol

Esse é um pró hormonal que atua como um aliado bastante poderoso aos atletas que querem obter um bom ganho anabólico, maior resistência física e que querem hipertrofiar mais rapidamente.

Assim, você poderá ganhar massa muscular sem haver retenção líquida, além de uma maior redução no apetite e nos níveis do hormônio cortisol, além de ter função antioxidante m drol comprar.

M drol comprar
M drol comprar

H stane

O H Stane é um suplemento pró hormonal que tem resultados excelentes para quem quer ganhar massa muscular seca, ou seja, sem haver a retenção de líquidos h stane comprar.

h stane comprar
h stane comprar

Alpha m1

O Alpha M1 é um suplemento do tipo pró hormonal que é um dos mais poderosos e com efeito mais forte, sendo composto por substâncias excelentes alpha m1 comprar.

Quando consumido, esse hormônio é convertido em testosterona após a sua metabolização no organismo.

Alpha m1 comprar
Alpha m1 comprar

Onde comprar pró hormonal original

Saber onde comprar um pró hormonal é imprescindível para que você adquira um produto de alta qualidade, por isso indicamos sempre a Suplementos Mais Baratos saiba mais sobre pro hormonal comprar.

A empresa Suplementos Mais Baratos é onde comprar pro hormonal original muito mais do que apenas uma loja, quem trabalha nela estudou e avaliou os melhores suplementos para os clientes ao longo dos últimos 9 anos.

Tudo isso vendendo produtos importados com os melhores preços, justos para o mercado, e uma entrega que é sempre em tempo recorde pre hormonal comprar.

A Suplementos Mais Baratos conta 100% de segurança de que o pedido feito pelos clientes irá chegar e dentro do prazo, além de proporciona uma garantia estendida durante todo o processo de compra de cada produto melhor pro hormonal.

Após os 30 dias após feito o pedido, você terá toda essa garantia, ou seja, além disso ainda há excelentes preços para o seu bolso melhor pre hormonal.

Vendemos produtos que são originais e importados, o que é o ponto forte da empresa, então é possível aproveitar todos os benefícios que apenas a Suplemento Mais Baratos oferece para quem quer um bom queimador de gordura.

Pre hormonal x pro hormonal
Pre hormonal x pro hormonal

Pré hormonal x pró hormonal

Os pró hormonais, como visto aqui, tratam-se de produtos precursores dos hormônios e utilizados com a finalidade de aumentar os níveis de hormônios livres no corpo pré hormonal x pró hormonal.

Isso ajuda então no ganho de massa muscular, o que significa que eles transformam-se em hormônios ativose funcionais dentro do organismo.

Por outro lado, os pré-hormonais não tratam-se de substâncias que vão ser convertidas de maneira direta em hormônios, com a conversão acontecendo apenas no caso dos pró hormonais.

O efeito que é provocado pela presença do pre hormonal, de se aumentar os níveis dos hormônios anabólicos, decorre de uma produção natural maior por parte do corpo.

Pró hormonal feminino

Existem alguns tipos de substâncias pró hormonais que são voltados para o público feminino e a seguir você vai conhecer quais são os principais pro hormonal feminino :

Fematrope

O Fematrope foi o primeiro dos pró hormonais para as mulheres, direcionados para o ganho da massa muscular, da força e da definição muscular.

Isso porque por mais que as mulheres tenham uma boa rotina de exercícios e de alimentação, nem sempre é fácil a construção da musculatura e a definição simultaneamente fematrope comprar.

Portanto, o uso desse produto é a melhor opção para se ter resultados efetivos e rápidos.

Femmestane

O Femmestane é um produto pró hormonal que foi desenvolvido para as mulheres, aumentando a síntese das proteínas do corpo, o que irá ocasionar um aumento da força e da energia para a realização dos exercícios femmestane comprar.

Femme stane comprar
Femme stane comprar

Stano hard anabolic

O Stano Hard Anabolic é um produto de ótima qualidade que ajuda no ganho da massa muscular e aumenta a síntese proteica por meio de um aumento na produção da testosterona de forma natural pelo organismo.

Isso porque o produto conta com a substância ZMA, que ajuda a criar um ambiente hormonal que é bem mais propício para o aumento da performance e do desenvolvimento muscular stano hard anabolic comprar.

stano hard anabolic comprar
stano hard anabolic comprar

Pró hormonal com menos efeito colateral

Para quem quer obter produtos que sejam pro hormonal com menos efeito colateral, a Maca Peruana e o Tribulus Terrestris são as melhores opções.

Maca peruana´

A Maca peruana trata-se de uma raiz que é da mesma família do nabo, sendo rica em várias substâncias como flavonoides e alcaloides, que trazem a esse suplemento um alto poder antioxidante.

Ela é usada para aumentar a produção natural de hormônios, aumentando assim a libido, a vitalidade, ao passo que reduz a fadiga e o cansaço maca peruana comprar.

Maca peruana comprar
Maca peruana comprar

Tribulus terrestris

É um dos tipos de pró hormonais naturais de maior eficácia, sendo muito usado há milhares de anos nas medicinas chinesa e indiana.

Ele ajuda a aumentar a produção hormonal e garante um maior ganho de massa muscular sem que haja a retenção de líquidos tribulus terrestris comprar.

Tribulus terrestris comprar
Tribulus terrestris comprar

Pró-hormonal para que serve

Um bom pró hormonal para que serve como um precursor de hormônios, sendo usados com a finalidade de aumentar a quantidade de hormônio livre que está disponível no corpo, levando a um aumento da massa muscular.

Melhor pro hormonal para ganho de massa muscular

O melhor entre todos os pró hormonais direcionados para o ganho de massa muscular, sem nenhuma dúvida, é o DHEA melhor pro hormonal para ganho de massa muscular.

DHEA

O DHEA trata-se de um hormônio que é abundante no nosso corpo, ajudando na manutenção do equilíbrio hormonal.

À medida que as pessoas envelhecem, esse tipo de hormônio diminui no corpo, havendo um maior risco para a saúde e para os músculos.

A reposição feita através do suplemento é importante como um produto para evitar o envelhecimento e para promover um maior ganho de massa muscular saiba mais em dhea comprar.

dhea 50 mg comprar
dhea 50 mg comprar

Conclusão

Como você viu, os produtos pró hormonais estão entre os mais importantes para quem deseja ganhar musculatura de forma seca, ou seja, sem retenção de líquidos.

Neste texto, você conheceu mais sobre esse tipo de produto e, além disso, algumas das melhores opções disponíveis no mercado.

Gostou do artigo de hoje sobre Pró hormonal: Ganho de massa muscular sem retenção de líquidos?

Publicado em Deixe um comentário

Hexarelin: O Liberador do Hormônio GH!

Tempo de Leitura: 4 minutos
Você já deve ter ouvido falar sobre o hormônio conhecido como  GH, não é mesmo? Esse hormônio é um dos mais utilizados para o ganho de massa muscular. Entretanto, você já ouviu falar sobre o Hexarelin?

O hexarelin é uma substância que estimula a liberação do GH, gerando benefícios bastante satisfatórios em relação à musculação e o melhor: Seus efeitos colaterais são muito menores ou até mesmo nulos.

Contudo, antes de pensar em utilizar essa ou qualquer outra substância, é necessário conhecer tudo sobre ela, a fim de evitar sérios risco para a saúde.

Por isso, este artigo irá te dar todas as informações necessárias sobre o Hexarelin. Saiba como funciona, vantagens e desvantagem, custo X benefício e MUITO MAIS!

Vamos nessa?

[smartslider3 slider=”3″]

O que é o Hexarelin?

Hexarelin ou heamorelin é um secretagogo do hormônio do GH, ou seja, uma substância sintética a qual estimula mecanismos de liberação de GH.

Sendo um hexapeptídeo, ele é formado pelos aminoácidos His-D-2-methyl-Trp-Ala-Trp-D-Phe-Lys, nesta sequência.

aprenda sobre o hexarelin

Ele é derivado do GHRP-6 (com apenas a mudança de um aminoácido na segunda posição), que é um peptídeo bastante conhecido por ter efeitos próximos do da Grelina.

A Grelina  é o principal hormônio responsável pela fome e é um dos mecanismos de estímulo do GH também.

CONHEÇA >>> GHRP-2: Um esteroide peptídio estimulante do GH!

A função básica do hexarelin é aumentar os níveis plasmáticos do hormônio do crescimento e promover um incremento da massa magra.

Ele pode melhorar também as funções cardíacas, reduzir os níveis de lipídios prejudiciais no plasma e promover uma certa proteção contra alguns reagentes químicos.

Esses reagente são usados muitas vezes em tratamentos de doenças. Ele ainda está associado com a resposta positiva a doenças tais quais o Diabetes Mellitus.

Quais são as aplicações de Hexarelin?

Existem várias aplicações em diferentes áreas do Examorelin, sendo que, clinicamente falando, ele está diretamente associado com quadros de Diabetes, promovendo assim o seu tratamento.

Ele tem a capacidade de estimular o CD36-PPARγ, fazendo com que a resistência à insulina seja melhorada. Consequentemente, em indivíduos sadios, isso pode melhorar a capacidade do corpo aproveitar a energia ingerida, ao invés de transformá-la em gordura.

Ele também tem sido estudado como sendo um agente cardioprotetor. Primeiro, porque ele reduz os níveis de lipídios (gorduras) sanguíneos, reduzindo a formação de placas nas artérias.

Segundo, porque ele reduz as chances de infartos fulminantes, doenças crônicas cardíacas entre outras. Tudo isso porque, o Hexarelin pode ter efeitos diretos nas células cardíacas.

O que o Hexarelin pode fazer?

Assim como o GHRP-6, ele causa um significante e crescente aumento nos níveis de GH, que é um hormônio altamente eficiente no aumento da massa magra, mas ainda, na queima de células adiposas (que armazenam gordura).

O GH também está diretamente associado com o retardo do envelhecimento precoce, com o aumento da performance no treinos, entre outros benefícios.

aprenda mais sobre hexarelin

Diferente do GHRP-6, o Hexarelin não causa aumento nos níveis de prolactina, ADH ou mesmo de cortisol, além de não possuir efeitos diretos nos níveis de glicose sanguínea, no LH, no FSH ou nos hormônios da tireóide.

Os primeiros usos de Hexarelin foram feitos a fim de reduzir níveis de resistência à insulina e nos lipídios metabólicos.

Ele faz isso através não somente da ativação da PPARy, mas também, melhorando as funções das células beta-pancreáticas, inclusive, regenerando-as.

Quais são as vantagens de utilizar Hexarelin?

Você deve estar se perguntando: Então, por que utilizar um peptídeo que estimula a produção de um hormônio ao invés de usar o próprio hormônio, não é mesmo?

Isso se deve ao fato de que, utilizando estimulantes de um hormônio, naturalmente ele será produzido, sem causar inibições o efeitos colaterais tão severos quanto seu uso sintético.

Isso faz com que os níveis de supressão, especialmente após terminar o uso da substância, não ocorram de maneira  tão grande.

Entre os efeitos colaterais que são evitados com o uso de Hexarelin ao invés do GH, são a resistência à insulina, a supressão na produção normal de GH, descontroles na toreoide entre outros.

Obviamente, todos esses fatores estão em teoria, ou seja, se tudo pudesse ocorrer de maneira tão precisa, seria uma maravilha.

Realmente vale a pena utilizar Hexarelin?

Antes de escolher por utilizar uma outra opção que não seja um hormônio e que irá gerar resultados tão bons quanto e, ainda, com menores riscos de efeitos colaterais, precisamos ficar de olho no custo X benefício.

O custo do GHRP-6 ou mesmo do Hexarelin podem ser tão ou até mais altos do que do próprio GH. Além disso, a dificuldade de encontrar esse produto original e com boa procedência é enorme.

vale a pena utilizar hexarelin?

Dessa forma, muitas vezes, o que o indivíduo irá gastar com o Examorelin, não valera seus benefícios, sendo uma melhor opção o GH mesmo.

Conclusão

O Hexarelin tem a capacidade de estimular a produção natural de GH, visto que é uma substância conhecida como secretagoga.

Entretanto, esse aumento, apesar de não causar tantos efeitos colaterais, também não chega próximo aos causados pelo uso sintético do GH, fazendo assim com que seja necessário muitas vezes, incrementar o ciclo com o próprio GH.

A dificuldade em conseguir peptídeos com qualidade, faz com que muitas vezes eles se tornem inviáveis, visto o custo X benefício.

Portanto, comece a entender melhor sobre eles e veja se realmente valera a pena para o que você deseja e para o que você pode gastar.

Bons ciclos!

Publicado em 3 comentários

iPamorelin (GHPR): Esteroide Peptídio liberador de GH!

Tempo de Leitura: 5 minutos
Aos poucos vem chegando ao mercado esportivo algumas substâncias que podem ajudar a melhorar resultados como o aumento de massa muscular e a queima de gordura, sem tantos efeitos colaterais. O iPamorelin é um destas novidades!

Este produto é um liberador do hormônio do crescimento (GH), que pode fazer com que seu corpo produza mais este hormônio, super importante para melhores resultados estéticos e para a saúde também.

Mais conhecidos no mercado como GHRP, estas substâncias tem o poder de aumentar de forma natural a produção do GH e te trazer diversos benefícios, com mínimos, ou quase nenhum, efeito colateral.

Neste artigo iremos conhecer melhor o iPamorelin e aprender sobre o que ele é, quais são seus benefícios, quais os efeitos colaterais, sua forma de uso e MUITO MAIS!

O que é o iPamorelin?

iPamorelin é um GHRP, ou seja, um liberador do hormônio do crescimento. Ele não é o hormônio do crescimento, propriamente, e nem se converte nele. O que ele faz é que o hormônio GH seja liberado em quantidades muito superiores das naturais. Essa não é uma substância usada em meios clínicos e sua principal função é dentro do meio esportivo.

Ele é muito similar a outros GHRP, porém a diferença dele para os demais está em seus efeitos. Enquanto outros GHPR’s utilizam o estímulo ao hormônio conhecido como Grelina (hormônio da fome) para aumentar o GH, o iPamorelin utiliza estímulos próprios que aumentem direto o GH, sem ter que passar por outros processos antes.

Isso o faz mais favorável, pois o iPamorelin não irá causar um aumento de fome grande (o que pode ser prejudicial para quem esta buscando a definição muscular) e os efeitos colaterais também são bem menos, não trazendo grandes impactos ao cortisol.

esteroide peptídeo ipamorelin

Benefícios do iPamorelin

Este liberador do hormônio do crescimento (GH) age de maneira muito simples: Ele aumenta drasticamente os níveis de GH no corpo e, com isso, consegue-se benefícios os quais variam desde melhorias na qualidade de vida, na disposição e nas funções do dia-a-dia até na performance, podendo auxiliar a aumentar a massa muscular, reduzir a gordura corpórea, aumentar a resistência e diminuir a fadiga.

Outro benefício interessante é que como o seu corpo estará com mais GH no organismo, o seu acumulo de gordura quase não irá existir, mesmo que você ultrapasse a quantidade de calorias necessárias.

A maioria dos usuários de iPamorelin relatam que ele também melhora consideravelmente a qualidade do sono. Sendo assim, com um sono melhor já consegue-se uma recuperação também melhor e uma liberação de GH ainda maior, já que nos estágios profundos do sono é que o GH (hormônio do crescimento) é secretado.

Um efeito que não faz menção as melhorias estéticas trazido indiretamente com o uso de iPamorelin é também o anti-envelhecimento. A diminuição do GH com o passar dos anos causam o envelhecimento, a perda de massa magra, perda óssea e etc. Sendo assim, se os níveis de GH estão estáveis, ou elevados, isso tende a não acontecer, ou acontecer de maneira muito mais lenta.

Claro, vale lembrar que o iPamorelin não é nada mágico, logo se você não estiver com uma boa dieta e um bom treino alinhado aos seus objetivos e de acordo com suas necessidades, nenhum desses benefícios acima irá ocorrer.

Efeitos colaterais de iPamorelin

Entre os principais efeitos colaterais existem alguns que se destacam e, quando comparado ao uso de esteroides anabolizantes, outros não ocorrem. Portanto, vamos mencionar cada um isoladamente.

– Efeitos estrogênicos: Não há nenhum impacto no aumento nos níveis de estrógeno (hormônio feminino) com o uso de iPamorelin. Sendo assim, você pode ficar despreocupado com efeitos colaterais, como a ginecomastia, a queda nos níveis de testosterona e etc.

– Efeitos androgênicos: iPamorelin também não causa nenhum tipo de efeito androgênico (características masculinas) no corpo. Sendo assim, colaterais, como a calvície, espinhas (acne), engrossamento de voz, engrossamento dos pelos, maior quantidade de pelos e etc, também não são preocupação durante seu uso. Mesmo para mulheres.

– Efeitos cardiovasculares: Não há nenhum relato sobre algum tipo de prejuízo trazido pelo iPamorelin no sistema cardiovascular. Alguns usuários relatam uma pequena melhoria, algo que não é cientificamente comprovado, vale lembrar.

– Supressão ao eixo HTP: iPamorelin não causa supressão ao eixo HTP. Logo, você não terá problemas com quedas nos níveis de testosterona, atrofia testicular, impotência sexual, entre outros.

– Efeitos no fígado: iPamorelin não traz nenhum tipo de dano hepático.

Todavia, alguns usuários relatam colaterais menos intensos, como:

  • Dores de cabeça;
  • Inflamações nas regiões onde ocorrem as aplicações;
  • Aumento raro nos níveis de prolactina (que pode resultar em ginecomastia);
  • Retenção de hídrica.

Colaterais relativamente fáceis de se controlar. Basta ficar de olho neles e perceber quando estiverem acontecendo para que você possa buscar como corrigi-los. O mais difícil seria o aumento da prolactina, pois só irá conseguir analisar por exames, mas esse colateral é bastante raro de acontecer.

Como usar o iPamorelin

iPamorelin é encontrado em pós liofilizados que necessitam de reconstituição por meio de água bacteriostática. Quando reconstituído, ele jamais deve sair de refrigeração.

Ele pode ser usado intramuscular ou subcutâneo, sendo que a segunda forma é a mais comum e mais prática também.

Deve ser administrada de duas a três vezes por dia, sendo a dose algo em torno de 200mcg a 300mcg.

preparação de injeção

O uso de iPamorelin deve ocorrer por pelo menos 8 semanas, no minimo, mas para reais efeitos da substância possam acontecer, algo em torno de 12 semanas pelo menos de uso ocorra. Lembre-se de que quando falamos de peptídeos, incluindo o próprio GH, falamos de substâncias que demoram muito para agir no corpo e trazer melhorias notáveis. Sendo assim, certamente você não vai conseguir resultados bons com pouco tempo de uso.

Vale a pena usar iPamorelin?

Se você não esta esperando ganhos absurdos e que evitar a maioria dos efeitos colaterais dos anabolizantes, eu diria que sim, vale a pena utilizar o iPamorelin. Porém se você quer fugir dos anabolizantes, mas quer resultados rápidos e ganhos brutos, sinto dizer que o iPamorelin não irá te ajudar muito.

Temos que entender que o o iPamorelin não irá fazer o seu corpo ficar como um “super humano”, como acontece com os anabolizantes. O que ele irá fazer é que a sua produção natural de GH seja estimulada e melhorada, melhorando assim todos os aspectos que vem com o GH. Porém ele não é o hormônio de GH, como no caso dos anabolizantes. Por isso ele não é “poderoso” como os anabolizantes.

Mas se você é um iniciante e não quer entrar agora no mundo dos esteroides anabolizantes, esse esteroide peptídio pode ser o ideal para você melhorar seu aumento de massa magra, sua queima de gorduras, definição e tudo mais.

Outro fator a considerar é que o iPamorelin ainda não foi cientificamente comprovado, logo ele não é legalmente liberado para uso em seres humanos. Usá-lo é por a sua conta em risco. Além disso, no Brasil é super difícil de encontrá-lo, e a maioria por aqui são falsificações que mais parecem com anabolizantes e trazem todos os colaterais do mesmo.

Conclusão

O iPamorelin pode ser uma alternativa em substituição ao anabolizante de GH e aos demais. Ela tem a capacidade de estimular naturalmente a produção de níveis maiores de GH (hormônio do crescimento) trazendo benefícios desde os estéticos, como o aumento da massa magra e a redução da gordura corpórea, até resultados relacionados com a qualidade de vida, como o anti-envelhecimento, a preservação da massa óssea, entre outros.

Apesar de tudo, essa não é uma substância de fácil acesso e nem de simples administração, visto que todo um protocolo é necessário. Portanto, pense sempre a respeito do custo X benefício da mesma para fazer adequadamente as suas escolhas.

Bons ganhos!

Publicado em Deixe um comentário

GHRP-2: Um esteroide peptídio estimulante do GH!

Tempo de Leitura: 5 minutos
Cada vez mais a classe de esteroides peptídeos vem ganhando espaço no mundo competitivo e no mundo de quem busca estética também. Um dos mais famosos é o GHRP-2, um estimulante do hormônio do crescimento, mais conhecido como GH.

Este é um esteroide que tem chamado muito a atenção de seus usuários pelos diversos benefícios e poucos efeitos colaterais. Ele pode melhorar o aumento de massa muscular, a queima de gordura e muitos outros aspectos do seu corpo, tudo isso sem causar efeitos de diminuição da testosterona e outros que os esteroides anabolizantes causam.

Se você quer conhecer um pouco mais sobre o GHRP-2, suas propriedades, aplicações e usos, efeitos, combinações e efeitos colaterais, certamente este é um artigo que trará grande conhecimento a você.

Vamos lá?

O que é o GHRP-2?

O GHRP-2, ou Peptídeo Liberador do Hormônio do Crescimento 2, é um estimulador de secreções da classe de hexapeptídeos. Ele normalmente é utilizado com outros peptídeos liberadores do hormônio do crescimento (GHRH), como o PEG-MGF, pois sozinho ele não tem grande funções.

ampola ghrp 2

Conhecido também por seus nomes comerciais de GHRP Kaken 100, Pralmorelin, entre outros, sua maior referência hoje pela indústria farmacêutica é com o próprio nome de GHRP-2.

Ele é um estimulante do hormônio do crescimento, ou seja, é um peptídeo capaz de estimular a produção e a síntese de GH, que é um dos principais hormônios associados com a melhora da performance, com o aumento da massa magra e com a redução da gordura corpórea, que é um dos principais motivos pelos quais ele é usado.

Benefícios do GHRP-2

O GHRP-2 é um estimulante do hormônio do crescimento que é composto por 6 (seis) aminoácidos. Ele também estimula a Grelina, que é o hormônio responsável pela sensação de fome, mas que auxilia no estímulo à secreção do GH.

Sendo um supressor da Somatostatina, que é um hormônio contrário ao GH, ele faz com que os níveis de GH fiquem ainda mais disponíveis no corpo.

Por estimular a Grelina, seu uso pode aumentar bastante o apetite, porém isso não é necessariamente um problema, especialmente para pessoas as quais estão em bulking (aumento de massa muscular) e necessitam consumir grandes quantidades de calorias. Porém, se você está em fase de cutting (definição muscular) este será um problema que você terá de aprender a lidar.

Os efeitos do GHRP-2 podem ser muito interessantes para indivíduos em fase de ganho de massa muscular, pois com o aumento de apetite e com o aumento da circulação de GH no organismo, o seu corpo estará muito mais anabólico e favorável ao ganho de músculos.

E não se preocupe com o aumento de apetite, pois ele não irá lhe trazer gorduras, mesmo que a sua ingestão esteja acima do que você necessita, pois devido aos níveis altos de GH no corpo, você terá bem menos tendência para ganhar gordura isso, fazendo com que as calorias sejam usadas para a construção da massa magra.

Entre os principais benefícios sob o aumento de GH no corpo, destacamos:

  • Melhora na recuperação muscular, tendinosa e de outras estruturas moles;
  • Melhora na densidade óssea;
  • Efeitos redutores do envelhecimento;
  • Melhora da pele e de sua qualidade;
  • Melhora do sistema imunológico;
  • Aumento nos níveis de IGF-1 (fator de crescimento semelhante à insulina) que é outro hormônio de altíssima importância ao corpo;
  • Melhora na queima de gorduras;
  • Aumento da Massa Magra;
  • Melhora do sono.

Efeitos colaterais

Quando usado de maneira responsável, dificilmente o GHRP-2 irá causar algum tipo de efeito colateral. Entretanto, em alguns indivíduos mais sensíveis ou que fazem abuso deste peptídeo, são notados efeitos, como:

  • Dores em articulações;
  • Dores de cabeça;
  • Desníveis de glicose no corpo.

Ele também pode causar aumento nos níveis de cortisol, mas somente quando usado em doses muito altas. Ao perceber em seus exames que os níveis de cortisol estão elevados ou mesmo através de sinais clínicos, torna-se interessante reduzir as doses usadas de GHRP-2.

Por fim, um efeito colateral relativamente comum com o uso de GHRP-2 é algum tipo de irritação no local da aplicação. Por isso o indicado é sempre variar o local da aplicação, para que o corpo possa se recuperar antes de aplicar naquele local novamente.

O GHRP-2 não possui nenhum tipo de efeito estrogênico (características femininas), ou seja, não aromatiza, não aumenta os níveis de prolactina nem coisas do tipo; não causa nenhum tipo de efeito androgênico (características masculinas), inclusive em mulheres; não traz prejuízos ao sistema cardiovascular, sendo que alguns indivíduos relatam melhorias neste sistema com o uso deste peptídeo; não é hepatotóxico e também não causa nenhum tipo de alteração na produção de testosterona natural e no eixo HTP.

Como usar o GHRP-2

Normalmente o GHRP-2 é comercializado em pós liofilizados que precisam ser reconstituídos com água bacteriostática (não é água de torneira e nem mineral). Após reconstituído, ele deve ser mantido sob refrigeração e deve ser evitados chacoalhar o fraco, para manter a integridade da substância.

O GHRP-2 é utilizado de maneira subcutânea ou intramuscular, a depender da preferência do indivíduo. A maioria dos seus usuários utilizam de maneira subcutânea, por ser mais fácil a aplicação e correr menos risco de erros.

preparação de injeção

Ele é usado por longos períodos, em dosagens de 100mcg-300mcg dia, sendo recomendável sempre utilizar as menores dosagens possíveis para o corpo não se tornar resistente a ele. Para um melhor aproveitamento é recomendável que sejam utilizadas duas injeções diariamente, de estômago vazio. A maioria dos usuários costumam usá-lo logo ao acordar e após o treinamento de musculação.

Seu uso precisa ser de, pelo menos, 4~6 meses para que possa ver resultados concretos e satisfatórios.

Vale a pena pensar no uso do GHRP-2?

Para quem busca uma solução com menos efeitos colaterais e menos perigosa ao organismo, o GHRP-2 pode ser uma ótima solução sim. Ele vai conseguir incrementar resultados bacanas ao seu shape, independente de seus objetivos.

Seu único problema é encontrá-lo no Brasil com boa procedência e o seu preço, que não é barato, principalmente pelo tempo elevado que precisa ser feito o ciclo.

Mas se você pretende ter ganhos mais moderados e não se importa com o valor gasto por mês, vai fundo, pois ele pode ser uma excelente alternativa ao ciclo de GH, propriamente dito, que é muito mais caro e pode trazer muito mais efeitos colaterais.

Fique sempre atento ao vendedor, ao laboratório e as falsificações, pois no Brasil não existe nenhum laboratório que o produz, portanto tudo de qualidade precisa ser importado.

Conclusão

O uso de estimulantes de GH tem se tornado muito comum, e o GHRP-2 é dos mais famosos estimulantes deste tão importante hormônio do corpo.

Neste artigo você pode aprender quais são as funções e os benefícios de se usar o GHRP-2, além de seus efeitos colaterais, forma correta de uso e muitos outros pontos! Espero que ele tenha tirado a maioria de suas dúvidas, e caso tenha ficado com alguma, não deixe de nos perguntar em nossos comentários.

Acima de tudo, caso você decida pelo uso, é sempre interessante um bom acompanhamento profissional qualificado para obter o máximo de resultados e evitar possíveis efeitos colaterais.

Bons ganhos!

Publicado em 2 comentários

GH: Aprenda tudo sobre o Hormônio do Crescimento!

Tempo de Leitura: 12 minutosGH, hormônio do crescimento, somatropina, entre outros nomes. Essas são algumas das principais menções de um dos hormônios mais importantes no corpo humano. Um poderoso hormônio peptídico responsável por inúmeros fatores fisiológicos relacionados ao crescimento, seja de tecidos moles como os músculos, ou mesmo de tecidos duros, como os ossos. E tenho certeza que você já deve ter ouvido falar nele ou mesmo já tenha pesquisado a respeito. Provavelmente, já deve ter ouvido falar nos usos e abusos deste hormônio, seja por pessoas comuns ou mesmo por astros de Hollywood ou esportistas de diversas modalidades, especialmente fisiculturistas.

Além de ser um hormônio naturalmente presente e produzido no corpo humano, o GH também é um hormônio que pode ser obtido de maneira sintética (laboratorial), para fins que seriam apenas clínicos, caso ele não tivesse os efeitos relacionados com a performance e com a estética, como de fato tem.

Porém, quando falamos no uso do GH hormonio , muitas são as dúvidas que circulam as pessoas, assim como, muitas são as incertezas frente a complexidade que envolve este assunto. Portanto, neste artigo, traremos um esclarecimento completo sobre este hormônio, protocolos os quais possam ser utilizados de maneira eficiente e segura, alguns pontos essenciais para o entendimento de alguns porquês a respeito do famoso hormônio do crescimento.

O que ele é? Como ele é produzido? Quais são suas principais ações fisiológicas? Como ele pode ser usado pelo corpo, quando produzido de maneira endógena (interna) ou mesmo quando consumido de maneira exógena (externa)? Ele pode apresentar efeitos colaterais? Seu uso é realmente seguro como alguns costumam mencionar? Essas e outras inúmeras questões irão ser respondidas aqui, portanto, que tal prosseguirmos?

O que é o GH?

A somatropina, popularmente conhecida como GH preço , ou hGH, é produzido no centro do cérebro, especificamente na parte anterior da glândula pituitária por células conhecidas como somatrotofos.

Composto por 191 aminoácidos precisamente ligados entre si, o hormonio GH é um hormônio de ação fisiológica natural no corpo, ou seja, que necessita exercer suas funções adequadamente para que algumas ações ocorram. Ele, como todo hormônio, serve como um “braço do sistema nervoso central”, promovendo a sinalização de que ações específicas em tecidos específicos (que possuem receptores do hormônio em questão) devam ocorrer.

[smartslider3 slider=”3″]

O GH é um hormônio altamente delicado e é um hormônio também envolvido com processos essenciais de crescimento, e isso explica a crescente nos níveis de GH em crianças e em adolescentes, sendo que essas quantidades tendem a ser ligeiramente reduzidas com o passar dos anos, mas o hormônio não deixa de ser produzido, isso também explica o porque idosos tem algumas partes do corpo relativamente grandes como as pontas dos dedos, orelhas ou a ponta do nariz.

Funcionamento do Hormônio do Crescimento - GH

O GH pode ser regulado tanto para mais quanto para menos por alguns fatores no corpo. Entre os fatores os quais podem elevar o GH estão a necessidade de crescimento, as atividades físicas (especialmente em alta intensidade), o consumo proteico adequado entre outros.

Já os fatores que contrarregulam, ou seja, reduzem os níveis do GH, são a insulina, um hormônio também peptídico, hiperglicemias e etc. É óbvio que não são apenas eventos fisiológicos que estão relacionados com o controle na produção e secreção do hormônio do crescimento, mas o principal fator endógeno deve-se ao hipotálamo, com produção ou com a inibição na produção de hormônios como o GHRH, que são responsáveis por estimular a glândula pituitária em sua produção.

O GH, como mencionado, é produzido pelo corpo humano e esses mecanismos são bem regulados. Entretanto, alguns indivíduos podem apresentar algum tipo de disfunção nos níveis de GH, seja em sua produção ou em seu aproveitamento, devido a problemas em receptores celulares. Pessoas as quais apresentam níveis elevados de GH, podem ter tecidos do corpo aumentados demais, como os ossos (causando o gigantismo, por exemplo), tecidos moles como o coração e outros órgãos. Já níveis baixos de GH podem trazer déficit no crescimento ósseo ou mesmo muscular (causando o nanismo, por exemplo) entre outras disfunções metabólicas, como hipoglicemias e etc.

Devido a problemas relacionados com déficits de GH é que o mesmo passou a ser sintetizado em laboratórios, a fim de que ele pudesse ser usado de maneira exógena (externa), fazendo então com que se tornasse possível sanar esses déficits naturalmente existentes. Antes de 1985, o GH era obtido através de cadáveres, mas depois deste período, conseguiu-se sintetizar o GH em laboratório.

Entretanto, diante da produção exógena de GH, também percebeu-se que o mesmo possuía efeitos os quais pudessem ser benéficos a esportistas e/ou mesmo pessoas que buscavam melhoras estéticas. Isso porque, o GH, também tem alguns efeitos extras aos já mencionados, como o estímulo à lipólise, o estimulo ao aumento da massa muscular e da força, entre outros. Sendo assim, obviamente sua criação exógena fez com que rapidamente ele adentrasse ao mundo dos esportes e é justamente isso que resultou nos inúmeros questionamentos que existem hoje.

Fatores que estimulam e inibem a produção de GH

Entre os fatores estimulantes, podemos citar:

  • A Hipoglicemia;
  • A redução nos níveis de insulina;
  • A disponibilidade proteica;
  • O sono profundo (nos estágios II e IV);
  • A testosterona;
  • A baixa concentração ou necessidade de proteínas nas células alvos do GH;
  • O exercício físico (especialmente de alta intensidade).

Já entre os fatores contrarreguladores (que inibem a produção) de GH estão:

  • A insulina;
  • Níveis elevados de glicose sanguínea;
  • Excesso de gordura corpórea;
  • Envelhecimento;
  • A somatostatina (inibidora do GH);
  • Somatomedinas (fatores de crescimento semelhantes à insulina);
  • Aumento dos ácidos graxos livres no sangue.

O GH e seu uso no esporte e na estética

Diante da percepção de que importantes hormônios podem auxiliar na performance do ser humano, ou mesmo em sua estética, não é mais incomum vermos pessoas as quais utilizam estes hormônios com tais objetivos. Infelizmente, como tudo que está em excesso no corpo, podem ocorrer efeitos colaterais que, nada mais são do que formas de defesa do corpo ou mesmo resultados negativos por excessos os quais não são queridos frente ao seu uso. E é justamente a isso que temos de nos atentar.

GH em pó

O GH possui efeitos lipolíticos, ou seja, ele estimula a queima de gordura corpórea, sendo que este é o único hormônio capaz de não tão somente desidratar as células adiposas, mas que possui a capacidade de destruí-la. Isso é o que, de fato, promove a redução verdadeira de gordura corpórea. Além disso, por sua altíssima capacidade em aumentar a síntese proteica e aumentar tecidos moles, ele também estimula o aumento da massa muscular, ainda mais considerando que ele também estimula os chamados fatores de crescimento, que também tem essa função, tal qual o IGF-1, também muito conhecido.

As preparações médicas de GH são feitas através de um pó branco muito sensível o qual é normalmente diluído em água bacteriostática e injetado, seja por meio intramuscular ou por vias subcutâneas, com diferentes técnicas de aplicações. Normalmente, alguns usuários recomendam que se alterne os locais de aplicações a fim de que não sejam gerados “buracos”, devido ao efeito lipolítico do GH.

Essas aplicações são feitas normalmente em períodos onde o corpo está em hipoglicemia, como antes da primeira refeição e após o treinamento, lembrando que, a hiperglicemia inibe o GH e, ele por si só tem uma meia vida relativamente curta, sendo necessário aproveitar o máximo dele no curto período de ação.

O GH pode ser combinado com outras drogas (e normalmente é) como peptídeos diversos, incluindo a insulina e, claro, drogas esteroides.

Benefícios do GH

Entre os benefícios obtidos com o uso do GH estão:

  • Antienvelhecimento;
  • Melhor capacidade de recuperação do corpo;
  • Maior síntese proteica em tecidos diversos no corpo, incluindo articulações, tendões e ligamentos, o que, hipoteticamente auxiliaria em certa redução nas chances do desenvolvimento de lesões;
  • Aumento da libido;
  • Aumento da massa muscular;
  • Redução significativa da gordura corpórea.

É interessante, entretanto, observar que o GH é um hormônio cuja a ação é percebida em longos períodos de uso, diferente de outras drogas. Isso faz com que ele, por seu valor relativamente alto, não seja uma boa opção em termos de custo X benefício para a maioria das pessoas.

[smartslider3 slider=”2″]

A interação do GH com outras substâncias

O GH pode ser combinado praticamente com qualquer outro hormônio esteroide em diferentes ciclos (nandrolona, testosterona, trembolona, dianabol, primobolan, masteron, stanozolol etc). No bulking, ele auxiliará no aumento da massa muscular, pode auxiliar na melhora do balanço nitrogenado positivo e mesmo na saúde óssea. Já no cutting, auxiliará não somente na manutenção da massa muscular, mas na queima de gorduras também.

Porém, entre as combinações mais atuais e mais utilizadas, especialmente no mundo underground do fisiculturismo profissional, está com diferentes outros peptídeos como os IGFs, o Sermorelin, o IRL-3, entre outros. Esses peptídeos podem ter funções potencializadoras do GH ou auxiliarem em uma maior síntese e liberação deste hormônio em momentos específicos. Além disso, a própria insulina é um dos hormônios mais utilizados concomitantemente ao GH, uma vez que ela auxiliará a aumentar os níveis de IGF-1 que possuem ação sinérgica com o GH.

Muito se fala da combinação de insulina com GH, sendo a “fórmula mágica”, especialmente após a febre que houve com o GH15. Sabemos que essa combinação é eficiente e é sim utilizada. Porém, ela não é, em hipótese alguma, milagrosa como mencionado e nem será a responsável por seus resultados expressivos. Muitos acreditam que o GH é o hormônio que permite você comer de tudo sem engordar, ganhar grandes quantidades de massa muscular etc. Porém, essa é uma falsa realidade. Assim como qualquer outra droga, o GH pode ser eficiente e ser um coadjuvante a pessoas que buscam o alto rendimento, mas sem disciplina, dieta correta, treino correto, descanso adequado e todos os protocolos básicos para se ter bons resultados, fica impossível conseguir êxito. Além disso, estes usos exagerados podem promover efeitos colaterais gravíssimos, especialmente no que tange a insulina. Problemas ligados a hipoglicemias, que podem levar facilmente o indivíduo à morte.

Portanto protocolos de GH são muito mais complexos do que a maioria dos indivíduos pensa ser e, necessariamente, tentar algum deles sem estar devidamente instruído, será perda de dinheiro, de tempo e de saúde.

Ciclo de GH: Como tomar!

O ciclo de GH é um ciclo caro (em questão de valores, $$) e que precisa de muito tempo para se ver resultados. Geralmente é um ciclo que pode levar, no minimo 03~06 meses para se ver algum resultado. Por isso, esteja ciente de que se for entrar neste ciclo, você precisará ter dinheiro o suficiente para mantê-lo.

As aplicações são diárias, ou seja, todos os dias. Por isso é importante que você saiba se auto-aplicar ou que você tenha alguém que possa fazer isso para você diariamente. As injeções devem ser aplicadas antes de dormir, por via subcutânea, preferencialmente nas coxas, braços, abdômen ou glúteos.

A dosagem natural de produção de GH do corpo, gira em torno de 0.5ui e 1.5ui… O ciclo com 4ui, geralmente, é o mais indicado para trazer benefícios e minimizar os efeitos colaterais.

O GH possui efeitos colaterais?

Você deve estar lendo até aqui e se maravilhando com os benefícios os quais o hormônio do crescimento pode trazer para você. Inclusive, muitas pessoas costumam dizer que o GH é um hormônio seguro e que não traz efeitos colaterais, mas ISSO É MENTIRA!

O GH, como quaisquer outras drogas, sejam elas anabólicas ou não, TRAZ EFEITOS COLATERAIS SE SUAS QUANTIDADES ESTIVEREM ALÉM DAS QUANTIDADES NORMAIS DO CORPO. Se até mesmo a água em excesso faz mal, o que dirá uma substância sintética?

Entre os efeitos colaterais mais conhecidos do GH estão:

  • Hiperglicemias (podendo resultar em resistências à insulina e até mesmo no Diabetes tipo 2);
  • Intolerância à glicose;
  • Disfunções da glândula tireóide;
  • Acromegalias irreversíveis;
  • Aumento excessivo dos tecidos cardíacos e diversos problemas cardíacos;
  • Aumento da pressão arterial;
  • Aumento excessivo do apetite;
  • Retenção hídrica (a longo prazo)
  • Crescimento excessivo de pelos (o GH não é androgênico, mas pode estimular tal fato);
  • Problemas hepáticos e renais;
  • Impotência sexual (a longo prazo);
  • Disfunções no eixo hormonal natural do corpo.

É importante considerarmos ainda que, o GH é um hormônio hiperplásico, ou seja, ele faz com que células satélite sejam ativadas em determinado (s) tecido (s) no corpo. Eventualmente, caso você tenha alguma célula danosa, ela poderá se multiplicar e, com isso, comprometer a função de um tecido. Sendo assim, uma pessoa que, teoricamente não iria desenvolver um problema como o câncer, mesmo tendo um pequeno número de células defeituosas, poderá assim desenvolver a doença de maneira mais fácil.

O GH também é um produto hoje dificilmente encontrado com segurança no mercado, seja pela origem de sua matéria prima ou seja pela forma a qual ele é transportado. No primeiro caso, não precisamos nem citar o quanto há de falsificações a fim de que pequenos grupos de pessoas tomem vantagem sob outras. Porém, o segundo caso é bastante relevante, inclusive com produtos originais, é a forma de armazenamento e transporte do mesmo. Como mencionado, o GH é altamente sensível sob temperaturas, pressões ou mesmo sobre impactos (e é por isso que não se deve chacoalhar o frasco após a diluição). Sendo assim, este produto necessita ser armazenado sob refrigeração, necessita de cuidados no transporte. E, você acredita que sais vindos de maneira ilegal do outro lado do mundo (Especialmente considerando que boa parte dos produtos vem da China) são realmente eficientes? Algo a se pensar…

Por fim, existem ainda riscos na aplicação do GH, como quaisquer outros hormônios. Pessoas as quais não promovem uma assepsia adequada para a prevenção de infecções e outros problemas, podem ter sérias complicações. Além disso, a forma de aplicação é essencial: Jamais deve-se utilizar o produto em veias e artérias, pois isso muito provavelmente levará o indivíduo à morte em poucos minutos.

GH X Esteroides: Qual deles é menos prejudicial ao corpo?

Ampolas de GH

Traçando um paralelo entre os esteroides, eles são hormônios os quais podem inibir o eixo HTP, podem aumentar a pressão arterial, podem aumentar a retenção hídrica no indivíduo e são hormônios os quais agem no núcleo celular (acelerando alguns processos). Este último fator faz com que caso haja síntese errada de proteínas (devido, especialmente a aceleração excessiva) ocorra algum tipo de modificação naquele tecido o qual possa resultar em alguma doença.

Os esteroides são substâncias muitas vezes ilegais, pois nem todos os esteroides foram sintetizados para serem usados em fins clínicos. Assim, muitos deles fogem as legislações que podem variar de país para país.

Já o GH é um hormônio para humanos, porém usado ilegalmente nos esportes (tanto em termos de obtenção quanto de dopping). O GH, apesar de ser encontrado em farmácias, normalmente é adquirido, quando para fins esportivos, com laboratórios clandestinos ou por meio de contrabandos.

Os efeitos colaterais do GH são os mencionados anteriormente e você NÃO ESTÁ LIVRE de efeitos colaterais. Ainda, da mesma forma que os esteroides podem inibir o eixo HTP, o GH também pode trazer inibições na produção e secreção natural dele, afinal, não há porque seu corpo produzir e/ou secretar algo que já está em excesso no corpo.

Portanto, não é possível dizer que o GH seja mais seguro do que esteroides anabolizantes, pelo contrário, frente ao custo X benefício da substância, as dosagens e ao tempo de exposição à mesma.

GH e mulheres

Não tão somente os homens hoje em dia são grandes usuários do hormônio do crescimento, mas as mulheres também. A maioria dos esteroides anabolizantes estão ligados com processos de virilização nas mulheres, o que não ocorre necessariamente com o uso do GH. Todavia, apesar de ter essa vantagem, o GH pode trazer todos os outros efeitos colaterais mencionados, sendo assim também uma substância perigosa.

Normalmente, mulheres conseguem resultados com cerca de 0,5-2UI por dia, sendo que 1UI já seria suficiente. Quando comparados com homens que, inicialmente precisam quase do dobro disso, pode-se dizer que a quantidade usada pelas mulheres é relativamente baixa.

Portanto sim, GH pode ser utilizado por mulheres, sabendo que os colaterais mencionados podem acontecer, tanto para homens, quanto para mulheres.

Valeria a pena então, usar o GH?

Diante dos aspectos mencionados, o GH pode ser uma opção muito atraente, mas, ao meu ver, para a maioria das pessoas ele é não somente um grande desperdício de dinheiro, mas uma besteira para com a saúde.

Isso porque, além de ter de ser usado em doses relativamente altas e por longos períodos (o que envolveria um custo médio de 2-5 mil reais/mês durante pelo menos 6 meses… SIM, PELO MENOS!), ele também é um hormônio cujo muitos não relatam sucesso ou eficiência em seu uso. Devido as inúmeras possibilidades de uso, mas poucas comprovações de quais são as melhores formas, muitos indivíduos acabam fazendo testes para conhecer a substância.

Portanto, a grosso modo, a decisão será sua, mas não vejo como uma boa opção frente aos fatores mencionados.

Formas de aumentar o GH naturalmente

Como o GH é um hormônio produzido pelo próprio corpo, existem algumas “formas” de aumentar esse hormônio naturalmente. Porém, sempre devemos saber que aumentar qualquer hormônio naturalmente, significa que vamos aumentar a produção dele ao máximo que o corpo precisa. Isso não quer dizer que vai aumentar de forma desenfreada e chegar a ser um esteroide natural. O que você vai fazer é melhorar essa produção, apenas.

Treinos em alta intensidade: o GH tem a sua secreção aumentada durante os treinos de alta intensidade. Portanto foque neles, que você verá melhores resultados de GH em seu corpo.

Sono de Qualidade: o sono é o momento mais propicio para a produção de GH, portanto esse é um ponto que você deve melhorar, caso queira melhorar a sua produção de GH naturalmente. Tenha pelo menos 08 horas de sono diário, com boa profundidade de sono, entrando pelo menos no estágio 4 de sono, se possível até o REM.

Evite Carboidratos Simples: Os carboidratos simples podem trazer picos de insulina ao corpo e isso pode fazer com que a sua secreção de GH diminua. Portanto evite esses picos de insulina.

Melhore a produção de vitamina D: A vitamina D é uma grande aliada na produção de testosterona, um grande hormônio anabólico, e também ajuda na produção de GH. Portanto melhorar a produção de vitamina D pode ajudar na melhora da produção de GH.

Uma boa dica também é buscar substâncias que são secretagogas, que são substâncias que fornecem nutrientes para uma melhor produção do GH. Entre elas, podemos citar: arginina, glutamina, glicina e BCAAs, a OKG (ornitina alfa-cetoglutarato), o magnésio, zinco, cromo e iodo, e as vitaminas A, B5, B12 e ácido fólico.

Vídeo sobre o GH

Abaixo vou deixar um vídeo sobre o GH, para aqueles que não gostam muito de ler. O vídeo fala sobre os pontos mais importantes, porém não fala tudo o que escrevi no artigo.

O vídeo não é de nosso site, foi pegado no Youtube. Em breve vamos fazer um vídeo nosso sobre o GH e levaremos em consideração todos os pontos do artigo.

Conclusão:

Sendo um dos hormônios mais usados e conhecidos da atualidade, o GH, ou hormônio do crescimento, merece atenção em alguns pontos fundamentais como suas formas de ação, seus efeitos primários e efeitos colaterais também. Porém, vale a pena sempre considerar também, o custo X benefício de sua utilização bem como, caso ela seja feita, com qual finalidade for, o acompanhamento profissional sempre será INDISPENSÁVEL.

Bons treinos!

Publicado em 2 comentários

Cinco pró-hormonais que podem auxiliar seus ganhos na musculação

Tempo de Leitura: 8 minutosOs pró-hormonais são substâncias muito pouco conhecidas a fundo no Brasil e, quando são, normalmente não refletem boas situações. Isso se deve ao fato de que grande parte de seus usuários não fez uso de bons produtos ou não fez uso de maneira adequada de alguns produtos, se preocupando com aspectos antes e depois do ciclo e ainda, alguns que usaram substâncias falsificadas, representado resultados nulos ou apenas efeitos secundários, visto que sim, pró-hormonais não são isentos de efeitos colaterais.

os-cinco-melhores-pro-hormonais

Pró-hormonais na realidade, são substâncias muito utilizadas lá fora e, portanto, apresentam efetividade, do contrário, não seriam usados. Essas, são substâncias as quais são convertidas em hormônios dentro do corpo e hormônios esses androgênicos e/ou anabólicos, a depender da substância que você esteja utilizando. Entre as várias composições presentes no mercado, há aquelas as quais são de caráter mais ou menos forte e dependendo do produto que você esteja utilizando, ele pode receber uma classificação a qual varia de 1 a 5, em grau de potência. Isso significa que um pró-hormonal classe 5 é bem mais forte do que um pró-hormonal classe 1 ou 2 e portanto, isso é definitivamente importante para designar os seus usuários, visto que os mais experientes e que já fizeram ciclos, podem optar por pró-hormonais classe 5, enquanto novatos no assunto, deveriam optar pelos de classe até 3.

Porém, sendo substâncias desconhecidas, os pró-hormonais acabam sendo pouco comentados no Brasil e pouco se conhece a respeito de suplementos os quais realmente sejam eficientes. Portanto, hoje conheceremos alguns deles a fim de trazer um guia de cinco produtos para você e, portanto, fazê-lo aumentar os seus resultados.

Atenção: Antes de mais nada, é importante lembrar que todos os pró-hormonais, como mencionados possuem efeitos colaterais, os quais podem ser mais ou menos severos a depender da sua resposta a cada uma das substâncias utilizada, das suas condições fisio metabólicas, do tipo e da dosagem da substância utilizada bem como as devidas precauções durante e após o uso desses produtos, como as proteções intra-ciclo e a terapia pós-ciclo (TPC) que, normalmente também conta com algum agente produtor.

1 – Hydra – Dragon Pharma

Hydra é um dos mais poderosos PHs da atualidade e é designado por uma empresa a qual já está no mercado há muitos anos, a Dragon Pharma. Aliás, seu próprio nome, que advém da lenda de “Hidra de Lerna” da mitologia grega já demonstra a tamanha capacidade de poder do produto. Ele promete ganhos de 10 ou 12kg em apenas quatro semanas, o que para muitos parece impossível, até quando usam o produto.

hydra-dragon-pharma-45-capsulas-dragon-pharma-6c9

Esse é um PH classe 5, ou seja, está na máxima potência. E isso não é por acaso: Ele não é simplesmente um único pró-hormonal, mas, é a combinação de 4 dos mais poderosos pró-hormonais existentes e que não foram banidos. São eles:

– Alpha M-1: O Alpha M-1 é um dos PHs mais conhecidos por seus brutais ganhos. Sendo um derivado de DHT, que já é 5 vezes mais forte do que a testosterona, essa substância não aromatiza e, acima disso, promove ganhos de massa muscular secos, rígidos e sólidos. Isso significa que os kgs da propaganda original do produto não são meramente de água, como muitos acreditariam ser. Esse PH está na quantidade de 20mg, enquanto grande parte dos outros pró-hormonais apresentam em torno de 10mg dessa substância.

– M-Stane: O M-Stane é um pró-hormonal um tanto quanto conhecido, mas, poucos sabem a real função e o real poder que essa substância apresenta. Em primeiro lugar, seu ratio anabólico e androgênico é de 660/170, mostrando que essa substância não causará tantos efeitos colaterais tais quais substâncias que sejam muito mais androgênicas. Assim, efeitos como queda de cabelo entre outros são desconsideráveis. Ainda, ela tem a capacidade de inibir a enzima 11-beta hidroxilase, o que resultará em maior aumento de sódio e eletrólitos em meio intramuscular, essenciais para auxiliar na volumização dos músculos bem como prevenir as articulações.

– Max LMG: O Max LMG é um composto anti-progesterônico, auxiliando a reduzir os níveis de hormônios femininos no corpo e fazendo com que o anabolismo seja ainda maior. Essa substância também tem a capacidade de se ligar com a proteína SHBG, que faz com que a testosterona se torne inativa no corpo e, portanto, haverá muito mais testosterona livre na corrente sanguínea.

DMZ: Por fim, temos o DMZ que é uma molécula muito pouco estrogênica, portanto, não causará severos efeitos relacionados com a aromatização e capaz de aumentar suficientemente o anabolismo do produto, além de promover uma maior retenção de nitrogênio nos músculos, o que resultará em melhor síntese proteica.

De uma maneira geral, Hydra pode ser considerado um ótimo pró-hormonal e, um produto indicado para indivíduos com certa experiência. Além disso, ele irá surpreender até mesmo o mais experiente usuário de substâncias hormonais, propriamente ditas.

2 – Epistane – EBI

pro-hormonal-epistane-ebi

O epistane é um dos pró-hormonais mais vendidos e conhecidos nos Estados Unidos e em países onde é possível adquirir essa substância.
Essa é uma molécula normalmente utilizada em ciclos de bulking (ganho de massa muscular) onde o indivíduo quer um aumento significativo de força e massa muscular, sem se importar tanto com a qualidade de seus ganhos. Apesar de não ser um pró-hormonal altamente promotor de ganhos totalmente relacionados com  qualidade, ele não é um pró-hormonal que deixará você parecendo uma “bola de água”.

Epistane da EBI possui 20mg em cada cápsula, porém, normalmente, os ganhos começam já com dosagens próximas a 60mg, demonstrando assim que a EBI realmente quis trazer uma eficiência muito grande em seu produto e, visto que claro, são recomendadas cerca de 1-3 cápsulas do produto, que, em cada embalagem possui 90 cápsulas.

É necessário, entretanto, salientar a importância grande que há em realizar uma TPC conveniente após o ciclo, pois, esse é um produto o qual pode resultar em aumento nos níveis de estrógeno no corpo, resultando em problemas como ginecomastia, perda de libido, aumento excessivo de adiposidade, redução do tamanho dos testículos, queda na produção de espermatozoides entre outros efeitos típicos desse aumento.

3 – Cutting Andro Kit Platinum Series – LG Science

A LG Science é um tanto quanto conhecida no Mercado por produtos de qualidade muito boa. E, claro, não poderíamos esperar outra coisa de seus produtos Pró-hormonais.

O produto em questão é simplesmente dedicado a todo aquele que deseja ganhos secos, sólidos e, principalmente, direcionado para períodos de cutting, pois, alguns de seus compostos são poderosos queimadores de gordura corpórea.

Cutting Andro Kit Platinum Series é mais do que meramente um pró-hormonal, mas ainda, ele conta com 3 pró-hormonais juntos e mais um composto o qual é utilizado na terapia pós-ciclo, fazendo o produto se tornar completo. Porém, vale a pena falar um pouco sobre os seus três compostos e, claro, sobre seu composto usado na TPC.

cutting-andro-kit

1-Andro Stenolone: Um pró-hormônio o qual promove ganhos secos e um aumento significativo de força. Ele torna-se importante na medida em que, durante períodos de restrição calórica, o corpo tende a perder força.

17-PROANDRO: Um composto não estrogênico (evitando problemas como a retenção hídrica que tanto interferem na qualidade e definição muscular), aumenta os níveis de hormônios anabólicos no corpo e tem uma ação sinérgica com o 1-Andro Stenolone, fazendo com que seu efeito seja potencializado.

EPIANDRO: Conhecido também como Stenolone aumenta significativamente a força e os ganhos de massa muscular, sem quaisquer tipos de retenção hídrica.

Por fim, seu composto de TPC é o Form-XT, capaz de aumentar os níveis naturais de produção e secreção de testosterona otimizando o reestabelecimento do eixo hormonal endógeno após o ciclo.

Um diferencial que há no produto é que ele é totalmente líquido, fazendo com que o desconforto de ter de ingerir várias cápsulas por dia seja evitado e ainda, potencializando por completo a absorção, visto que, componentes líquidos normalmente são muito mais aproveitados no trato gastrointestinal.

Certamente, quando o assunto é um período de cutting e um bom custo X benefício, Cutting Andro Kit Platinum Series pode ser uma excelente opção.

4 – 1-AD – Hi Tech Pharmaceuticals

Seu principal componente é o  1-Test (entre outros esters) e o 1-AD  (1-androstenedione e 1-androstenediol) e suas famílias, as quais configuram uma classe de pró-hormonais antigamente proibidos e que hoje foram modificados e, portanto, não são consideradas substâncias ilegais.

Esse é um composto o qual recentemente foi estudado e foi demonstrada uma grande eficiência no aumento dos níveis hormonais anabólicos no corpo, fazendo com que haja ganhos expressivos de massa muscular, força, além de uma grande redução também nos níveis de catabolismo muscular. Esse aumento da massa muscular, também linca diretamente a redução dos níveis de adiposidade.

Esse pró-hormonal pode chegar a promover cerca de 5Kg de ganho de massa muscular num período de 3-4 semanas, sendo que, a utilização do produto não requer mais tempo do que isso. Ainda, ele é capaz de promover um significativo aumento de força de quase 50%.

1-ad-hitech-pro-hormonal

 Ele não é um pró-hormonal totalmente livre de efeitos colaterais como a retenção hídrica, porém, ela ocorre em baixa escala, o que pode ser indicado para indivíduos os quais querem aumentar significativamente a sua massa muscular, mas, valorizando a qualidade e definição também.

Pelo custo do produto, frente aos seus benefícios, ele é uma boa opção para indivíduos iniciantes no uso de pró-hormonais ou que não querem fazer um investimento em larga escala.

5 – Androvar – Hard Rock Supplements

Entre os pró-hormonais mais vendidos e usados no exterior, está Androvar, um produto realmente diferencial e potencializado. Isso porque, ele chega a ser dez vezes mais poderoso do que outros produtos com seu mesmo princípio ativo e custando cerca de seis vezes menos.

Seu princípio ativo é a Epiandrosterone, um pró-hormonal derivado do DHEA encontrado naturalmente no pólen presente na pinha e que é precursor da Stanolone que é convertida em DHT (di-hidrotestosterona), que é por si só cerca de cinco vezes mais forte do que a testosterona e é uma das principais responsáveis pelas características masculinas, especialmente as relacionadas com o ganho de massa muscular e com a redução de gordura corpórea.

Entre os efeitos pretendidos com o uso da Epiandrosterone estão o ganho sólido de massa muscular, baixa retenção, aumento de força e de resistência, baixa retenção hídrica e aumento de libido, pois, estamos falando do aumento evidente da DHT, principal responsável por esse quesito.

androvar

 Entretanto, o que torna Androvar diferente dos produtos que possuem a Epiandrosterone é sua tecnologia conhecida como Lipossomal Stealth Technology que é um composto que faz com que cerca de 99% do Epi-Andro seja absorvido e bem utilizado, pois, seu aproveitamento, devido as metabolizações no corpo é de apenas 14%. Dessa forma, enquanto cerca de 86% dos outros produtos são perdidos, apenas 1% de Androvar deixa de ser aproveitado, fazendo com que o produto tenha um custo X benefício muito melhor, mesmo custando mais barato.

Androvar é um produto também muito menos hepatóxico, fazendo assim com que possa ser usado por indivíduos que tenham o tecido hepático mais sensível. Assim como os outros pró-hormonais, ele também necessita de uma devida terapia pós-ciclo a qual é oferecida com outros produtos também da Hard Rock Supplements.

Conclusão

O uso de pró-hormonais hoje se tornou uma opção no lugar do uso de ergogênicos hormonais. Entretanto, cabe o usuário saber que ele está fazendo uso de poderosos compostos os quais também necessitam de seus devidos cuidados antes e depois do ciclo.

Portanto, essas são não recomendações, mas dicas de produtos os quais hoje podem ser considerados eficientes no ganho de massa muscular e que, principalmente, poderão auxiliar você a ter melhores resultados estéticos de forma alternativa ao uso de hormônios sintéticos, propriamente ditos ou mesmo produtos de má qualidade.

E então, por qual deles você optará?

Bons treinos!

Publicado em Deixe um comentário

Conheça sobre uso de ergogênicos hormonais para cada pessoa

Tempo de Leitura: 6 minutosVocê já parou para pensar por que o uso de ergogênicos hormonais para uma pessoa, reflete efeitos totalmente diferentes do que para outra? Já parou para perceber que é completamente diferente a resposta de dois corpos, mesmo utilizando as mesmas substâncias nas mesmas dosagens?

capa-1

É claro que o uso de recursos ergogênicos não deve ser banalizado nem tampouco utilizado por quem não visa o esporte competitivo, entretanto, essa é uma realidade presente na sociedade moderna do esporte amador e também em alguns pontos, diante disso merecem destaque e entre eles, a utilização de forma individual desses mesmos recursos. Vamos entender um pouco mais?

A individualidade biológica

Entende-se por individualidade biológica as características únicas de cada espécie viva. Entre outras palavras, apesar de existirem muitas espécies de seres vivos os quais se agrupam entre os mais próximos de sua espécie, existem particularidades individuais as quais tornam cada ser vivo único. Sabe-se ainda que, quanto maior for a complexidade dessa espécie, então, maiores serão suas particularidades.

E não é por acaso que os seres humanos são tão individuais. Olhe ao seu redor e você verá que, apesar de todos serem “Homo sapiens”, existe um indivíduo de pele negra, um indivíduo com olhos puxados, um indivíduo mais alto, outro mais baixo, um com ossada maior, outro menor, homens, mulheres e assim por diante. Porém, não somente essas particularidades “macro” podem ser consideradas como distintas; Se observarmos as características menores, ou até em nível celular, ainda veremos mais diferenças. Diferença no metabolismo, no sistema imunológico, na resposta a diferentes estímulos entre outros vários.

Todas essas características se devem ao fato de, cada qual possuir um código de DNA distinto, ou seja, uma “escritura” de como tudo ocorrerá em seu corpo. E sendo o DNA algo tão pequeno, muitas vezes difícil de imaginar, seus inúmeros códigos tornam-se muito mutáveis.

individualidade-biologica-1

Essas diferentes características que fazem de cada indivíduo um ser em particular, necessariamente devem ser levadas em consideração na hora de definir como cada qual deve ser tratado, em diferentes âmbitos da vida. Na forma de se alimentar corretamente, na forma de praticar exercícios físicos, na forma desse hidratar, descansar, utilizar medicamentos (se necessários) e até mesmo na forma como utilizariam ergogênicos hormonais.

De maneira muito individual, deve-se ter cautela na hora de seguir planejamentos pré-montados e, principalmente, ter como base o que o seu corpo realmente precisa para responder da maneira a qual você deseja.

Os recursos ergogênicos hormonais

Basicamente quando falamos de recursos ergogênicos hormonais, estamos falando de hormônios para aumento da performance. E esses hormônios podem ser desde peptídeos (como o GH, a insulina etc) como esteroides, derivados de colesterol e, portanto, fala-se neste caso da testosterona e de seus derivados (entre eles, derivados de DHT).

Esses recursos foram inicialmente gerados em meio clínico para o tratamento de patogenias, como a andropausa ou outras alterações hormonais, como o próprio DIABETES. Porém, percebeu-se que eles tinham aplicação no meio esportivo, na medida em que poderiam elevar a performance e fazer o indivíduo chegar em níveis os quais ele não chegaria naturalmente.

É claro que, apesar de laboratorialmente existirem opções menores para o tratamento clínico do que para o uso em finalidades ergogênicas, pode-se considerar que é muito ampla a existência de hormônios nos dias atuais e cada vez mais consegue-se aprimorar moléculas para diversos fins. Claro, é muito difícil que se chegue em um nível perfeito de droga, mas, a tendência é que cada vez mais elas tenham potência e baixos efeitos colaterais.

uso-de-esteroides-anabolizantes-em-uma-academia-02

Cada molécula criada até hoje, apesar de, basicamente ter como função básica o anabolismo (ou pelo menos 90% delas), tem um efeito diferente: Algumas são mais androgênicas, outras mais estrogênicas… Algumas geram maiores resultados estéticos, outras de performance etc.

Porém, você já se perguntou por que usando as mesmas drogas, as pessoas tem efeitos diferentes? Você já se perguntou por que aquela menina sofre maior virilização do que outra com a mesma substância? Claro! Se você pensou que isso ocorre justamente pela individualidade biológica, ACERTOU!

A individualização no uso de ergogênicos hormonais

Cada corpo possui um código de DNA diferente e portanto reagirá de maneira diferente a cada estímulo dado corpo, inclusive no que tange o uso dos ergogênicos hormonais.

Sendo assim, um código de DNA pode ter alguma configuração a qual leve você, homem, a sofrer grande aromatização com o uso de Nandrolona e apresentar efeitos como a ginecomastia, a retenção hídrica entre outros e um amigo seu, não ter quaisquer propensões, gerando resultados esteticamente até melhores.

Da mesma forma, seu corpo pode responder com uma bela queda depressiva com o uso de oxandrolona, que é uma droga relativamente fraca e difícil de ser usada em altas quantidades, enquanto faz um amigo seu não sentir absolutamente nada.

Claro! Isso não é por acaso! Assim como X indivíduo responde melhor com uma dieta rica em carboidratos e outro indivíduo Y responde melhor com uma dieta baixa em carboidratos, um corpo responderá diferentemente com o uso de H ou Z droga, sendo que, isso também contará frente as dosagens utilizadas e, claro, combinações feitas (que muitos acabam desconsiderando a importância também).

É óbvio que não somente o uso dos hormônios, propriamente ditos faz a diferença ao se pensar na grande necessidade de individualização que há para utilizar esses recursos: Os medicamentos auxiliares (para evitar aromatização, para evitar excessos de prolactina, para proteger o tecido hepático, para auxiliar no tecido estomacal, no controle do colesterol entre outros infinitos) também devem ser considerados, afinal, TAMBÉM estamos falando de medicamentos.

individualizacao-ergogenicos-hormonais

Pode ser, por exemplo, que um indivíduo apresente queda excessiva em seus ganhos com o uso de Tamoxifeno, enquanto outro necessite desse item sem quaisquer prejuízos significativos no uso dos hormônios para se prevenir ou para controlar a aromatização existente em seu uso. Outros, podem necessitar de HCG durante o ciclo, o que não é incomum. Já outros, não sentiriam quaisquer diferenças usando esse outro hormônio…

Mas, se é possível pensar nesse uso durante o ciclo e nas diferentes respostas individuais, é necessário pensar nos momentos pós uso dessas substâncias também. Isso porque, o reflexo negativo (ou efeitos colaterais) de cada droga com cada indivíduo são muito variáveis.

Por exemplo, durante o ciclo, pode-se observar pessoas com maior irritabilidade ao utilizarem trembolona, enquanto outras, não tem quaisquer alterações em seu humor. Da mesma forma, o pós-ciclo reflete bem esses efeitos colaterais, mas, relacionados especialmente a supressão do eixo HPT e ainda, com os níveis de aromatização ou mesmo virilização.

Se observar, perceberá que, normalmente os eixos hormonais, tanto de homens quanto de mulheres estarão suprimidos ou mesmo alterados. Sendo assim, a capacidade individual que o corpo tem para voltar ao seu estado natural é muito relativa de pessoa para pessoa. Enquanto alguns indivíduos muitas vezes conseguem restabelecer seu eixo tranquilamente, até mesmo sem o uso de medicamentos, outros precisam fazer tratamentos prolongados, demandando muito mais trabalho. Outros indivíduos, correm o risco de não apresentarem melhora ou restabelecerem-se normalmente, o que é ainda pior.

Nos efeitos colaterais, tende substâncias diversas, que é necessário considerar ainda que existem drogas com características hiperplásicas, como o GH. E não é incomum ele ser associado com quadros de desenvolvimento de tumores pela proliferação de células já defeituosas (ou cancerígenas, no caso).

Portanto, não é bem uma brincadeira tratar da importância da individualidade do uso de hormônios frente a individualidade biológica. Isso pode ser crucial ao definir seu fracasso ou sucesso com o uso de tais.

A ética médica

etica-medica-1

 

Vale salientar em um tópico a parte que a ética médica é uma das principais responsáveis por hoje, o fato da individualidade biológica não poder ser levado em consideração com o uso de hormônios para finalidades ergogênicas e é por isso que tanto reina o empirismo.

Claro! Sem a presença de estudos e sem a possibilidade de entender como a droga agirá em um indivíduo (ou pelo menos ter certo embasamento do que irá ocorrer com ele, de maneira individual), certamente fica propício o uso frente ao teste, ou seja, sem quaisquer referências ou sem conhecer suas próprias necessidades, a forma que resta é, literalmente “tentar a sorte”.

Existem muitos países onde a “medicina underground”, altamente desenvolvida, vem conseguindo propor protocolos altamente individuais para diferentes atletas e não é por acaso que vemos cada vez mais atletas de níveis inimagináveis.

Conclusão:

Respeitar a individualidade biológica é essencial para um uso adequado e principalmente, com menos efeitos colaterais de ergogênicos hormonais.

Entretanto, a ética médica vem se mostrando como uma barreira, fazendo com que o empirismo ainda perdure e indivíduos tenham de por parte, desconsiderar suas possíveis respostas individuais sem antes conhecê-las na prática, o que confere risco e principalmente prejuízos com o uso dessas substâncias.

Bons treinos!

Publicado em Deixe um comentário

Conheça mais sobre as drogas sintéticas

hormonios e esteroides anabolizantesTempo de Leitura: 5 minutos

Com certeza você já usou ou já ouviu algum relato sobe o uso de hormônios sintéticos para finalidades estéticas ou ainda, alternativas a eles as quais muitos desconhecem os princípios, não é mesmo? Entre essas alternativas e opções, estão, por exemplo, os chamados “PHs”,  sendo que eles podem ser pró-hormonais ou ainda, pré-hormonais, tendo funções diferentes. Porém, muito se discute especificamente sobre os pró-hormonais, relatando sua possível semelhança com os esteroides, propriamente ditos. Porém, na realidade, isso se deve ao fato de que muitos não sabem que esses tais “pró-hormonais” os quais são tão conhecidos por suas proibições em diversos lugares do mundo, envolvem, na verdade, os chamados pró-esteroides, substâncias essas as quais podem, de fato de assemelhar com os hormônios sintéticos, ou ainda, serem ditas como hormônios disfarçados.

Porém, hoje conheceremos alguns conceitos os quais esclarecerão sua mente e o farão entender um pouco mais sobre esses compostos, bem como suas utilizações, segurança, eficácia entre outras valiosas informações, o fazendo entender cada detalhe do assunto.

Vamos lá?

A indústria do bem-estar e a criação de compostos

Um dos mercados que mais cresceu nos últimos 20 anos foi o mercado da indústria do bem-estar e com ele, tudo que cerca uma melhor qualidade de vida e uma melhor sensação de satisfação para si, envolvendo aspectos desdo psicológicos aos aspectos físicos e estéticos.

Sendo assim, campos como os centros estéticos, as academias de ginástica e musculação, as empresas de suplementos alimentares e ergogênicos e até mesmo a indústria farmacológica tiveram um aumento em suas vendas incríveis o que as motivou também a buscar produtos ainda mais desenvolvidos e com graus diferentes de eficácia.

Em geral, as pessoas estão cada vez mais dispostas a pagar o quanto for (seja com dinheiro, ou até mesmo com aspectos como a sua própria saúde, caso essa não seja prioridade), para obter os resultados que deseja.

Um dos ramos os quais teve e tem um incremento de vendas é o ramo relacionado ao mundo fitness e, com ele, obviamente, o ramo específico de suplementos alimentares e ergogênicos que, sem sombra de dúvidas, tem seu espaço sempre garantido.

Com ele ainda, apesar de não ter se desenvolvido com esse fundamento, a indústria de fármacos teve uma crescente procura, visto o aumento na utilização de substâncias hormonais a fim de otimizar questões metabólicas, elevar a performance e, claro, obter ainda mais resultados estéticos (mesmo que esses comprometam a saúde).

Sendo assim e vendo essa procura, a indústria de suplementos começou a bater de frente com o argumento de que poderia criar compostos os quais fossem tão ou mais eficaz do que esses próprios hormônios e, ao mesmo tempo, sem promover os mesmos efeitos colaterais deles, pois, como se sabe, os efeitos colaterais trazidos pelo uso inadequado de substâncias hormonais podem ser considerados graves. Porém, muito começou a ser questionado, visto que houveram e ainda existem muitas controvérsias a respeito do tema, fazendo com que, na maioria dos casos, quem fique na dúvida pelo que fazer ou não seja mesmo o consumidor.

Hormônios sintéticos, pró-esteroides, pró-hormonais, Aumentadores de testosterona e pré-hormonais: Conhecendo cada classe

Para que possamos entender então, o que cada qual significa e suas ações no corpo, temos de entender o que são cada uma dessas categorias.

  • Hormônios sintéticos: Sabendo que o corpo humano produz biocompostos através de glândulas, ou simplesmente, hormônios, nem sempre todos tem essa produção hormonal de maneira sadia e natural.

Dessa forma, a indústria farmacológica sintetizou hormônios os quais pudessem ser consumidos de maneira exógena (seja por diversas vias como injetáveis, orais etc) a fim de suprir as demandas as quais o corpo não consegue suprir.

Inicialmente, alguns hormônios, como é o caso da insulina foram extraídos de animais, porém, mais tarde conseguiu-se sua síntese laboratorial.

O fato é que grande parte dos hormônios sintetizados são hormônios anabólicos, ou seja, com a capacidade de estimular a síntese proteica e, portanto, promover eventos como o aumento da massa muscular, a redução da fadiga corporal, o aumento de performance, o aumento de força, a redução de gordura corpórea entre outros.

Apesar do corpo produzir esses hormônios, percebeu-se que a ingestão dos mesmos em maiores quantidades poderia trazer resultados fora do comum e inatingíveis sem esse uso.

Todavia, esse mesmo uso trouxe consigo desde efeitos colaterais moderados a efeitos colaterais realmente graves, tornando seu uso muitas vezes desvantajoso ou ainda inviável, além de que essas substâncias são consideradas ilegais para essas finalidades as quais não sejam clínicas.

  • Pró-esteroides: Muitas pessoas não sabem o que são os pró-esteroides e, na realidade, não sabem também que existe essa classificação entre os “suplementos”. Na verdade, os pró-esteroides não são suplementos, mas sim, hormônios disfarçados e, por conta disso, grande parte deles foi banido de diversos países do mundo, incluindo Estados Unidos, Brasil e Inglaterra.

Esses “hormônios” hoje são considerados ilegais e podem apresentar riscos tão grandes quanto os hormônios sintéticos ou ainda, maiores, fazendo com que seu consumo não valha a pena.

Muitas pessoas pensam que esses pró-esteroides são os pró-hormonais, quando na realidade NÃO SÃO! Essas substâncias se diferem por serem esteroides alfa quelados (17-aa) os quais assim são para resistir ao metabolismo hepático e serem de fato hormônios ativos no corpo.

  • Pró-hormonais: Ainda sendo considerado um bicho de sete cabeças por muitos, os pró-hormonais, na realidade são muito difundidos no exterior e podem ser considerados relativamente seguros, quando comparados aos esteroides ou mesmo os pró-esteroides.

Essas substâncias NÃO SÃO PROIBIDAS e assim, elas são na realidade compostos os quais promovem o anabolismo, o aumento de força, a redução de gordura corpórea e a redução de fadiga se convertendo em compostos próximos a hormônios no corpo e, portanto, exercendo suas funções.

Seus efeitos colaterais são muito diminutos quando comparados aos esteroides e pró-esteroides, mas, mesmo assim, requerem cuidados fundamentais como o uso de hepatoprotetores e, claro, um bom protocolo pós-ciclo (TPC) os quais normalmente são digeridos e fornecidos pelas próprias empresas com seus próprios produtos.

É importante salientar que hoje é necessário consultar os pró-hormonais os quais estão de fato liberados pelas agências mundiais. Existem muitos produtos ainda os quais são vendidos erroneamente no mercado.

  • Aumentadores de testosterona: Os aumentadores de testosterona, ou os otimizadores hormonais são substâncias as quais auxiliam no estímulo da produção de testosterona. Eles não costumam ter quaisquer efeitos colaterais, porém o estímulo é muito singelo, bem como o próprio aumento de testosterona (incluindo derivados dela) são muito baixos. Entre essas substâncias, pode-se citar o ácido D-Aspártico, o Tribullus Terrestris e o Saw Palmetto.
  • Pré-hormonais: Os pré-hormonais também são substâncias consideradas como otimizadores da síntese hormonal. Entre eles, podemos citar alguns minerais os quais participam da síntese de testosterona. A exemplo, o zinco e o magnésio, como os mais conhecidos.

Conhecendo todas essas categorias de substâncias é necessário entender qual é a melhor aplicação para cada qual e, claro, quem deva usar o que.

Os efeitos colaterais e o custo X benefícios do uso de tais substâncias

Quando falamos nas pessoas ideais para o uso das substâncias “ideais”, temos de falar necessariamente no custo X benefício e, claro, nos efeitos colaterais. Isso porque, cada vez mais as pessoas querem substâncias as quais não apresentem efeitos colaterais. Entretanto, deve-se entender que, normalmente, quanto menores forem os colaterais, menor será a potência da substância e, portanto, menores serão seus ganhos.

Ganhos singelos não são problema para quem não deseja resultados altamente diferenciais como numa performance esportiva profissional, mas sim, querem um bom corpo, um pouco mais de massa muscular entre outros pequenos ganhos. Nesse caso, otimizadores hormonais e pré-hormonais já dão conta do recado. A pessoa terá uma melhora pequena, mas, não sofrerá com efeitos colaterais.

Já um indivíduo que tem certa experiência e quer ganhos um pouco maiores, pode estar disposto a pagar pequenos efeitos colaterais frente ao uso de substâncias como os pró-hormonais.

Porém, se o indivíduo necessita de ganhos realmente significativos, pode ser necessário que ele opte por substâncias com maior potência, como os farmacológicos, propriamente ditos. Mas, e os pró-esteroides? Bem, essas substâncias normalmente apresentam uma hepatoxidade muito grande, o que, normalmente, não vale o seu custo X benefício, ou seja, seus resultados não são suficientemente grandes para valerem seus efeitos colaterais. Dessa forma, é preferível o uso de substâncias com ganhos muito maiores e praticamente a mesma quantidade de efeitos colaterais, como no caso dos fármacos, propriamente ditos.

Conclusão:

Neste artigo, pudemos conhecer algumas das principais categorias de substâncias grandemente faladas na atualidade. Dessa forma, tornou-se possível a compreensão de quem deva usar cada uma dessas classes e, acima de tudo, tornou-se possível o entendimento que, no final das contas, o que mais deve ser considerado é a quantidade de efeitos colaterais frente que você pode suportar frente a quantidade de resultados os quais você deseja.

E então, por qual deles você irá optar?

Publicado em Deixe um comentário

Importância do Glucagon para o praticante de musculação

Tempo de Leitura: 2 minutosO glucagon é também conhecido como o hormônio antagônico da insulina, ou seja, o hormônio oposto. É um dos hormônios fundamentais no metabolismo energético do corpo nos períodos de jejum. Sendo muito mais presente (mas menos potente) do que a insulina, seu papel fundamental é aumentar os níveis de glicose no sangue nos períodos de jejum, a fim do estímulo em alguns tecidos importantes do corpo.

glucagon-injetavel

Se você é praticante de musculação, é importante também conhecer a ação e os princípios desse hormônio, uma vez que em sinergia, ele pode contribuir com as ações insulínicas e auxiliar os bons resultados.

O glucagon e sua ação

O Glucagon é um hormônio polipeptídico (contendo 29 aminoácidos) que assim como a insulina também é produzido no tecido pancreático e em algumas células do trato gastrointestinal. Ele é sintetizado em maiores quantidades nas células alfa do pâncreas e exerce um efeito inverso ao da insulina, ou seja, enquanto a insulina tende a reduzir os níveis plasmáticos de glicose, o glucagon tende a aumentar.

Entre os fatores estimulantes ao glucagon estão a diminuição da glicose plasmática, o aumento de catecolaminas (adrenalina, por exemplo), a acetilcolina, o aumento de aminoácidos plasmáticos, entre outros. Já sua inibição basicamente se dá pela insulina aumentada e pela somastostatina.

A ação do glucagon basicamente se dá pela ligação do glucagon em alguns receptores no tecido hepático os quais fazem com que sejam desencadeadas cascatas de reações intracelulares que possam promover a liberação de glicogênio, fazendo então o processo de glicogenólise, ou seja, hidrolisando-o em glicose para ser disponibilizado ao plasma e usado como energia por inúmeras células do corpo. Essa ligação também pode fazer com que o fígado promova a gliconeogênese que é a formação de glicogênio a partir de compostos não glicídicos, como aminoácidos e lipídios.

O glucagon é um hormônio contrario da insulina, como mencionado, portanto, é indispensável considerar que ele cause hipoglicemia. Níveis anormais de glucagon podem fazer com que o indivíduo desenvolva quadros que podem levar à morte. Portanto, a administração do hormônio somente deve ser feita em casos emergenciais em hospitais.

Conclusão:

Tão importante quanto a insulina, o glucagon é importante para a manutenção do metabolismo energético no corpo. Todavia, ele é um hormônio “menos controlável”, uma vez que não há uma ação direta a qual possa promover seu aumento.

Portanto, perceba sempre seus níveis glicêmicos e faça exames periodicamente. Em dietas como a de um praticante de musculação, é sempre importante observar como estão todas as taxas hormonais.

Bons treinos!