• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • Aprenda 5 Dicas para Você Fugir das “Gordices” do Inverno!

    Aprenda 05 dicas para que você possa passar pelo inverno e não meter o pé na jaca e estragar os seus resultados conquistados até agora.

    O inverno está aí e, como sempre, muitas são as pessoas as quais acabam ganhando muito peso neste período do ano. Isto porque, naturalmente o corpo fica mais preguiçoso e exige, em contrapartida, maiores quantidades de energia para que sejam ingeridas, uma vez que seu gasto energético é maior para manter a temperatura corpórea estável.

    Termogenico

    Obviamente, com a chegada do inverno sobe a vontade de se alimentar com coisas altamente calóricas, entre elas chocolates, drinks e smoothies quentes, massas quentes, um bom arroz e feijão quentinho a noite, acompanhado de uma carne no forno e assim por diante… Isso tudo, fora as beliscadinhas durante todo o dia, ainda mais para os que são mais ansiosos.

    O frio é justamente o período onde as pessoas também acabam deixando de observar seus corpos, visto que estão mais cobertos por roupas, deixando o ganho de gordura talvez menos aparente do que no verão, onde usam outros tipos de roupas as quais mostram mais o corpo.

    Durante o inverno, o próprio ambiente da academia está com menos pessoas, fazendo com que, somente quem realmente queira resultados e goste do que faça, esteja lá.

    Porém, não queremos que você espere o verão para correr atrás de seus objetivos ou tampouco que tenha que fazer sacrifícios para alcançar aquilo que deveria ter começado a fazer no começo do ano para conseguir no final do ano.

    Assim, neste artigo daremos a você 05 dicas as quais o auxiliarão a se manter em forma no inverno, para que, quando chegar o verão, você tenha orgulho de entrar em seu traje de banho na praia com os amigos e/ou a família, dando inveja de seu corpo em forma.

    Vamos lá?

    1- Combine exercícios anaeróbios com os cardiovasculares

    Exercícios anaeróbios (exercício de levantamento de peso), sem sombra de dúvidas são essenciais para quase todos os casos, especialmente se tratando de melhorias estéticas. Eles estimularão sua massa muscular a se desenvolver, fazendo com que o seu shape fique torneado e, em contrapartida, você ainda consiga melhorias na taxa metabólica basal, fazendo com que ela não decaia e você acabe entrando em déficits de perda de gordura corpórea.

    Porém, os exercícios anaeróbios nem sempre são o suficiente para queimar aquelas calorias extras que você precisa, ou ainda, para muitos, eles não são tão motivadores no frio.

    Neste caso, o auxílio dos exercícios aeróbios, ou cardiovasculares, pode aumentar a intensidade de seus resultados bem como, da manutenção deles.

    Isso porque, exercícios aeróbios, além do caráter protetor ao sistema cardiovascular, possuem propriedades de desprendimento energético momentâneo, favorecendo o gasto calórico. Além disso, imagine em um dia frio, o qual você começa a esquentar seu corpo de uma maneira prazerosa com algum desses exercícios… Certamente, você conseguirá motivações extras com aulas de dança, talvez uma corrida com os amigos ou mesmo aulas de spinning, aulas de ginástica entre outras possibilidades.

    Obviamente, não é regra que você DEVA combinar os dois (especialmente para indivíduos com alta facilidade na perda de peso, como os ectomorfos), mas, fazendo isso, tenho certeza que seus exercícios ficarão menos monótonos e você conseguirá se manter em forma de maneira muito mais eficiente no inverno.

    Termogenico

    Cuidado: Apesar de todos os benefícios mencionados, deve-se salientar que os exercícios aeróbios costumam aumentar os níveis de apetite. Desta forma, especialmente indivíduos que sentem mais fome, devem ter cuidado com o excesso deste tipo de exercício.

    2- Coma vegetais cozidos

    No verão é muito bom comer saladas. Elas são refrescantes, auxiliam a manter a refeição mais leve e fazer com que você se sinta menos pesado após a mesma. Além disso, elas auxiliam a proporcionar a saciedades mais rapidamente e, em contrapartida, são excelentes fontes de vitaminas e de sais minerais. Isso vale para todos os vegetais de uma maneira geral, incluindo os legumes também.

    Porém, no frio, fica difícil querer comer algo gelado e, o que no verão pareceria muito gostoso, se torna sinônimo de tortura no inverno. Mas calma! Temos uma alternativa: Podemos cozinhar muitos vegetais e incrementar itens os quais os deixarão mais saborosos e mais típicos para serem consumidos no inverno.

    Por exemplo: O espinafre é um bom sinônimo de alimento que pode ser comido tanto cru, quando cozido refogado ou em algum tipo de preparação, como o arroz, uma massa ou até mesmo no bom e velho omelete ou nos próprios ovos mexidos, como se faz muito em países, tais quais os Estados Unidos da América ou alguns países Europeus, como a Inglaterra e a França. Outro bom exemplo, são os tomates, os pimentões, cogumelos entre outros.

    Termogenico

    De fato, quanto menos sofrerem processos de manipulação, incluindo a cocção, mais vitaminas, minerais e outros nutrientes diversos esses alimentos irão ter. Seus nutrientes são muito frágeis, especialmente sob altas temperaturas e, por isso mesmo que devemos evitar manipulá-los demais. Porém, antes uma leve manipulação e uma ingestão adequada do que a falta dela, não é mesmo?

    Opte por métodos de cocção que levem menor tempo. Além disso, utilize temperos que não vão acrescentar tantas calorias na preparação.

    Nada adianta fazer um refogado de legumes banhado em azeite, óleo ou mesmo manteiga (margarina). Opte por alternativas como molhos sem gordura e com baixo teor de açúcar e temperos naturais como o alho, a cebola, ervas finas, pimentas, o próprio sal entre outros.

    Certamente, pouco a pouco você irá se acostumar e criar novas preparações, tornando o consumo desses alimentos cada vez mais versátil e, consequentemente fácil também.

    3- Use agasalhos

    Não sei exatamente o porquê, mas, brasileiro parece que tem um calor inigualável. Talvez seja porque no Brasil o frio não seja tão intenso. Mas, acontece que poucas mudanças de temperaturas já são suficientes para fazer com que o corpo sinta diferenças e, inclusive, que a performance decaia.

    Normalmente, brasileiros não gostam de treinar de agasalhos, pois, acham incômodo. De fato, se você usar um agasalho muito pesado ou impróprio para a prática de atividades físicas, você ficará restrito em seus movimentos (Conheça os melhores tipos de roupas para ir a academia) e isto irá atrapalhar seu desempenho físico e irá te incomodar, especialmente se você for mais gordinho (a).

    Porém, com o uso adequado destes agasalhos, você consegue sim benefícios para a prática de atividades físicas, fazendo com que o corpo se esquente mais rápido e o ânimo suba também.

    Além disso, manter o corpo aquecido faz com que você se previna de problemas e dores articulares e em ligamentos. O fluxo sanguíneo também faz com que todos os tecidos moles fiquem mais maleáveis, promovendo uma melhoria para com lesões.

    Ao utilizar agasalhos, entretanto, você deve se atentar para que não comece a entrar em níveis de desidratação. Caso isto ocorra, comece a se hidratar (com água e, se necessário com eletrólitos e até carboidratos) com maior intensidade.

    4- Não confunda o “querer comer” com o “precisar comer”

    No inverno muitas vezes “tudo fica mais chato”. As pessoas saem menos de casa, os parques ficam vazios e a preferência é ficar mesmo vendo a sessão da tarde… E, claro, a comilança começa, pois, você sente vontade de comer quando não precisa e acaba comendo aquilo que, definitivamente, também não precisa.

    Pensando desta forma, você deve sempre identificar adequadamente o que é a necessidade de comer, ou seja, quando seu corpo realmente precisa ingerir alimentos, daquilo que é VONTADE DE COMER.

    Whey Protein

    Normalmente, quando temos necessidade de comer, não escolhemos demais os alimentos e, comemos o que é necessário. Porém, quando QUEREMOS comer alguma coisa, sentimos vontades específicas ou sentimos aquela vontade “não sabemos do que”…

    Saber identificar esses dois pontos em seu dia-a-dia, é essencial para que você garanta que está comendo o que precisa e, na hora que precisa. Não é porque, necessariamente seu corpo consome mais calorias para se manter aquecido que você precisa compensá-las, pois, normalmente essa compensação acaba vindo em excessos, o que prejudicarão seu físico após esta fase.

    5- Consolide hábitos

    Crie hábitos os quais te façam fazer as coisas certas nos momentos certos. Veja bem: Se você treina na hora que sente ânimo no inverno, então, provavelmente estará propenso a deixar de treinar às vezes porque este ânimo não veio.

    Porém, se você treina na mesma hora, você fica doutrinado a ir sempre naquele momento, independente do seu ânimo. Mesmo que ele esteja baixo, tenho total certeza de que ele será aumentado quando você iniciar as atividades físicas, pois seu corpo começará a liberar maiores quantidades de hormônios que trazem a sensação do bem-estar.

    Assim, crie hábitos para os horários de comer, para os horários de treinar entre outros. Você observará que, inclusive, sua vida ficará muito mais organizada.

    Conclusão:

    O inverno não é o período para desanimarmos e deixarmos de correr atrás pelos nossos objetivos. Pelo contrário, é o momento de realmente ratificarmos as necessidades de nosso corpo e da consolidação de hábitos e estilos de vida saudáveis.

    Portanto, neste período, siga sempre estas dicas e comece desde agora a buscar os resultados os quais você quer ver no verão;

    Bons treinos!

    Termogenico





    /* */