sexta-feira, agosto 19, 2022
Promoção Suplementos Mais Baratos
InícioDicas sobre treinamento em geralEscolher os exercícios compostos ou isolados

Escolher os exercícios compostos ou isolados

Tempo de Leitura: 2 minutos

Trabalhar a musculatura, significa oferecer ao corpo estímulos das diversas maneiras possíveis.

exercícios-braco

Porém, muito se fala sobre exercícios grandes e isoladores. Normalmente, recomendando exercícios grandes e compostos na fase de ganho de massa muscular e isoladores na fase de definição muscular. E, juntamente com este conceito, ainda recomenda-se, respectivamente, baixas repetições e altas repetições.

Quais levam vantgens? Exercícios grandes ou isoladores? Descubra já!

Todavia, nem toda regra tem fundamentos lógicos além do “achismo”.

Primeiramente, devemos saber a diferença entre os exercícios grandes e os exercícios isoladores:

Grandes: Exercícios compostos que requisitam maior quantidade de músculos e fibras musculares. Exemplos: Supino (Peito, Deltóides, Tríceps), Levantamento Terra (Panturrilhas, Tibiais, Antebraços, Lombares, Abdômen, Trapézio, Costas, Quadríceps, Bíceps Femural).

Isoladores: Exercícios que requisitam menores quantidades de fibras e focam-se nos detalhes de músculos específicos (geralmente conhecido como o processo de shapear o músculo). Exemplos: Rosca concentrada, Flexora, Extensora.

Sabendo a diferença, fica fácil saber o porque da regra existente. É óbvio que em um processo de ganho muscular, solicitar o maior número de fibras e músculos possível, é prudente, assim como na fase de definição, é conveniente que se recrute especificidades dos músculos focando em detalhes e melhorando a simetria e outros aspectos.

Porém, em ambas as fases não deve-se esquecer, na verdade, de não usar apenas um tipo de exercício mas sim, saber mesclar ambas as divisões de exercícios.

No offseason, é prudente buscar simetria e obter detalhes. No Onseason, todavia, não é prudente apenas buscas shapeamento, mas dar estímulos grandes e, inclusive de força, para o corpo.

Exemplificando um treinamento lógico, poderíamos fazer, no offseason, algo como: Supino inclinado, supino reto, crucifixo, cross over. Preceba que evoluímos progressivamente de exercícios grandes e compostos para isoladores, afim de buscar estímulos grandes e específicos.

Todavia, em onseason poderíamos optar por: Supino inclinado com halteres, Crucifixo Inclinado, Cross Over, Pech Deck. PReceba que, apesar de não muito diferente, o foco começa ser em partes mais específicas do peitoral e, mais isoladas (no caso, peitoral maior com a combinação citada).

Conclusão:

Saber mesclar tipos de exercícios é prudente para não perder as diferentes formas de estímulos no corpo e obter a musculatura densa, grande e “shapeada”.

Sobre o Autor do Post

Artigos Relacionados

2 COMENTÁRIOS

  1. ola, eu gostaria de saber de quanto em quanto tempo se deve mesclar os exercícios?
    brigado aguardo resposta

    ———–

    Não entendi… Mas se for quanto tempo deve trocar os exercícios é no máximo de 2~3 meses (falando a grosso modo).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui




Enter Captcha Here :

Mais Recentes

Comentários Recentes